# # # #

Celia 1

1178 palavras | 1 |3.13
Por

Estava muito entendiada… deixei minha farmácia ao Claudio, meu assistente… Um rapaz tranquilo, como sempre… subi para me trocar e corri para a praia…. Aqui, estou no mar…
Começo a pensar… eu tenho que fazer uma reflexão… eu cerro os dentes, luto contra as lágrimas que estão prestes a fluir… Meu Pai faleceu e… eu não sei mais o que fazer.. ..

Tudo aconteceu tão rápido!… Conseguirei seguir em frente?

Eu me lembro….

Aos 12 anos, eu era infernal!… Meus hormônios estavam em fúria… Graças às minhas amigas, eu tinha descoberto as alegrias da masturbação, ou mais exatamente o fato de passar e re-passar o dedo entre os lábios da minha buceta, que escorria baba dela, e que me permitiu colocar meu dedo indicador dentro da minha xotinha apertada, até que senti uma resistência …. E mexendo me deu sensações incrivelmente prazerosas …. eu me sentia ia derreter todas as noites, gemendo de prazer , meu lençol encharcou tanto que mamãe um dia sorriu para mim, mostrando-me os círculos de umidade seca no lençol.

Ela sorriu novamente, seu dedo roçou minhas olheiras e sem uma palavra ela beijou meus lábios tão suavemente que eu fiquei eletrizada…

Eu já tinha visto meus pais fazerem amor… Muitas vezes, rs, às escondidas, bem às escondidas… A porta do quarto deles estava escancarada, eles não tomavam precauções!… Minha mãe era bem-feita. Eu parecia mais ou menos igual a ela: loira, pequena, bonita… Minha bunda era bem arqueada como a dela… Seus seios eram bem maiores, claro… Pernas lindas, com mamilos bem grandes… Já Papai era alto e magro, cabelos grisalhos, parecia um pouco severo, mas quando sorria, era fofo…

Um dia de noite, não consegui me conter…ouvi barulhos que conhecia bem… Nua, ousei, andei ao lado da cama deles, no escuro, vendo minha mãe de quatro, resmungando, revirando os quadris sob as investidas furiosas de meu pai de joelhos atrás dela…
De repente escuto
“O que você está fazendo aqui! paralizei…. Meu pai, furioso, gritou… “Cai fora!…”…Mas foi minha mãe que, ofegante, gritou… “Vai querido!…Amor não me deixe!… estou no limite…. Rápido! ! !…Deixa ela… Me faz gozar, aiiiiiiiii….Sim, aiiiiiiiii….Sim

Papai estava olhando para mim intensamente e eu o vi arquear para tráz… Mamãe estava gritando, arqueando as costas, seus dedos apertados no lençol, seus seios esmagados, suas nádegas esticadas para trás… Papai estava gemendo enquanto continuava a meter. Eles caíram de lado…Buscando por ar, seus corpos relaxando… Achei fantástico e tão excitante…Meus olhos estavam esbugalhados….Minha xaninha estava escorrendo…Mãe sorriu para mim, ainda ofegante, e estendeu a mão…

Sem dizer uma palavra, deitei-me ao lado dela… Ela me apertou contra ela, me beijou nos lábios, suavemente, por um longo tempo… Na minha boca aberta, senti sua língua tocar a minha…

– Bem sua safada… Está feliz com o que viu?

– Ah sim mãe…É muito lindo…eu gostaria de tentar também…Fala mãe, posso?

– Isso está fora de questão… suspirou pai…

– Vamos Amor…Não diga que você não quer!…ela engasgou….Além disso, eu sinto que você está ficando de pau duro…

– Mas querida! ! !…Celia é tão jovem….

– Você provavelmente prefere que outra pessoa faça isso com ela?…Olhe para ela…Toque nela, ela está encharcada…E esses seios pontudos, tão duros…

Mamãe me virou de costas, ela estava acariciando meus seios pequenos, então seu dedo passou entre meus lábios, provocando um barulho molhado; meus seios estavam duros como madeira e eu abri minhas coxas para ver… o dedo da minha mãe desencadeou meu prazer e minhas coxas se fecharam batendo fechadas, envolvendo a mão dela… eu gozondo e gritando, de olhos fechados…

– Você vê claramente! ….Ela está molhada…Ela já goza….Ela está pronta amor…Atreva-se a dizer que você não está com vontade!…Pense nisso, uma virgem!…E veja, estou querendo brincar com ela já faz um tempo…

Papai era muito gentil… Mas, se bem me lembro, ele estava com uma ereção louca… eu estava mais do que pronta!… Deitada nos braços de minha mãe, que estava me dizendo para abrir minhas pernas, eu vi papai vir em minha direção, fascinado por seu sexo tenso, tão lindo… eu estava fluindo… mamãe o guiou para dentro de mim, abrindo meus lábios com os dedos… soprando… “Gentilmente amor, gentilmente….Meu Deus, como é bonito, como você abre essa boceta de uma virgem…”…Eu tive dor é claro, não por muito tempo, e o prazer venceu a dor depois de um alguns segundos….eu fui capaz de absorver tudo e adorei….eu gozei gritando, duas vezes, eu acho…o segundo quando seu esperma esguichou dentro de mim….eu pensei que tinha desmaiado ficou tão bom….Mamãe ternamente lambeu meu sangue e esperma das minhas coxas…

Fui amante deles por 3 anos… Na pílula, claro, papai era farmacêutico!

Os beijos, da minha mãe, me punham em transe… aprendi a beijar rápido, muito rápido!… Foi muito melhor do que com minhas amigas!… Pai, ele nunca me beijou no boca… Meu Deus!… A boca dela na minha por longos momentos e nós dois enlouquecemos!… Bebi sua saliva que ela fez cair em meus lábios entreabertos, chupei sua língua, então nossas bocas ficaram juntas, nossas línguas misturadas…

Então papai me pegou no estilo cachorrinho, com as mãos nos meus quadris… Eu estava gemendo de felicidade sentindo ele me penetrar… Felizmente, ele não era muito grande nem muito longo… Ele afundou na minha pequena vagina. ..Dilatando, enchendo… Fodido pelo meu papai que me fez gritar de prazer… Sexo!… Ah como eu amava isso! quando o esperma do meu pai esguichou dentro de mim… eu permaneci ofegante, abalada pelos orgasmos que se tornaram cada vez mais longos…. Sugada pela minha mãe que colou a boca na minha xota e que chupou o esperma do papai. …. Sugada a desmaiar de prazer….. Quanto mais sugava, mais eu tinha desejo… eu era insaciável…

Aprendi a chupar, a engolir o esperma que eu amava… O gozo da mamãe também…. Mas descobri, ainda acho que ter um pau na boca é a coisa mais excitante da vida. mundo mais….

Um pau é muito lindo….Tão quente, tão duro e tão macio ao mesmo tempo…Esta suavidade, este cetim, este veludo na minha boca…E não há igual!…Curto, longo, fino ou grosso, depois me maravilhei com essa diversidade!… E mamãe me ensinou todos os detalhes de um boquete…

– A boca da mulher é feita para chupar pau, minha filha, e para beber esperma… E não há nada melhor, você vai ver… Faça o seu melhor… Veja como eu chupo… Agora é sua vez!

Fim, parte 1

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,13 de 8 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Pedófilo de BH ID:8ef2nnmt0i

    Delícia de pedofilia