# # #

Abusada pelo vovô

486 palavras | 12 |4.33
Por

Eu me chamo Alice e vou contar uma história real de quando eu amava ser abusada pelo meu avô. Foi com 7 aninhos quando ele lambeu a minha bucetinha

Essa história é verídica e por muito tempo me perguntava o porquê essa situação não me afetava negativamente, como a sociedade prega, um abuso ainda mais na família… Hoje eu entendo que é porque eu sempre amei uma putaria, então vamos ao relato.
Eu me chamo Alice e vou contar a história de quando eu tinha apenas 7 aninhos, era uma menininha totalmente inocente que adorava chamar o vovô pra brincar.
Eu fingia que era a professora dele e ele o meu aluno, eu tinha uma lousa onde eu ia escrevendo e fingindo dar aula pra ele.
Mal sabia que o vovô era tarado na bundinha da netinha de 7 anos.

Eu amava passar tempo com o meu vô, por horas ficava no quarto dele assistindo desenhos ou brincando com ele.
Até que ele começou a fazer algumas coisas que eu não entendia mas achava muito gostoso pois subia um calor delicioso da minha barriga ao estômago então eu sempre deixava ele passar a mão e apertar a minha bundinha.

Eu nunca pensei em falar pra ninguém porque ele uma vez me disse que se eu falasse pra alguém ele nunca mais ia poder passar a mão na minha bundinha.
Ele me colocava sentada no seu colo bem em cima do pau do vovô que ficava duro, então ele pegava minha bundinha e ficava esfregando nele, eu ficava com a bucetinha novinha toda melada e nem sabia o que era aquilo, só sabia que era muito gostoso.

Eu me lembro que um certo dia ele foi longe demais, pois colocou a minha calcinha de lado e passou o dedinho na minha bucetinha que tá a molhada de tanto ele me alisar.
Era uma sensação nova e eu queria que ele fizesse de novo então eu pedi: “Faz de novo vovô” aí ele riu e perguntou “você gostou meu amor?” E eu respondi que sim.
Então ele simplesmente se inclinou e lambeu minha bucetinha, meu deus!!!!! Que sensação deliciosa. Foi como um choque elétrico delicioso tomasse todo o meu corpo, eu não sabia o que era aquilo, só sabia que eu queria mais.
Então ele parou de lamber e eu tirei minha calcinha e coloquei as minhas perninhas pro alto e pedi pra ele fazer de novo.

Depois disso sempre que estávamos sozinhos eu pedia pro vovô passar a língua na minha bucetinha e ele fazia com gosto enquanto colocava um dedinho dentro dela.

Chegou um tempo em que ele parou de fazer pois não estava bem de saúde e foi aí que eu comecei minha jornada de putinha safada e comecei a me tocar pra sentir aquela sensação de novo até o meu cachorro eu colocava de frente da minha bucetinha pra ele lamber e eu ter aquela sensação de novo.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 27 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

12 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Silvinha ID:h5hr3bozl

    Que delicia

  • Responder Piroquinha de salão ID:5h68j0zk

    Não sou avô. Tenho uma empregada e ela tem uma filha de nove para dez anos. Ela veio de Ananindeua, fazem dois anos e meio. Seu marido foi morto e não sei porque, nunca perguntei. Mariana, sua filha, é muito chegada a mim; sou a referência masculina dela. Não é alta para a idade, coisa de 1,30m e tem o hábito de subir na mesma rede em que estou, sempre que chega da escola. Toma banho, coloca um short de pijama, blusinha curta de alcinha e “escorrega” na rede sobre mim. É tácito; ela encosta a xoxota na minha pica e presta atenção nos ruídos à volta. Sua mãe não pode saber dessa “brincadeira”. Já tem os brotos mamários, são lindo de se ver. Fazem duas semanas que a brincadeira esquentou. Sem namorada, estou sempre na punheta. Nesse dia não pensei nas consequências, só deixei acontecer. Quando Mariana escorregou e se encaixou, puxei o short para o lado e dedilhei sua bucetinha lisa. Estava morna, deliciosa. Puxei seu corpo sobre o meu e a pica encaixou perfeita nos lábios da xotinha. Não foi difícil, bastou que eu levantasse um pouco da rede e puxei a pica pelo lado do calção. Veio pica e saco; um tanto alucinado, tirei o short de Mariana e ela ficou nuazinha da cintura para baixo. Minha lubrificação natural fez o necessário para o vai e vem ser a coisa mais maravilhosa que já senti na vida. Mariana estava com a cabeça no meu ombro e me abraçava. Pressionava a bucetinha para baixo e me ajudava escorregando de cima para baixo. Não durou mais de três minutos, o gozo veio intenso e volumoso. Encaixei a cabeça da pica na entrada da bucetinha de maneira que a maior parte do esperma entrou pelo furo de seu cabacinho.
    – Gente, o almoço está pronto!

  • Responder Marcinha ID:wc3nwiql

    Delicia 😋

  • Responder Anônimo ID:3c77vrlf49c

    Amei

  • Responder mikaela ID:8eez5vj742

    Agua morro abaixo, fogo morro acima e menina que quer dar… ninguém segura
    [email protected]

  • Responder Anom ID:muj9tg209

    Se tem uma delícia essa se chama buceta de menina nova delicioso chupar uma bucetinha nova o cheiro de xixi com sebinho nossa que delícia

  • Responder Bob ID:1dai2s9b0d

    Eita, o velho vai estuprar gostosa essa taradinha. Vai cagar a porra misturada com sangue e bosta 👏👏👏👏

  • Responder Nilramos ID:fuortamqj

    É assim que as coisas começam, na curiosidade e alguém pra expandir seu desejo, mas não é nenhum bicho de sete cabeças com a sociedade e a igreja procuram nós mostrar, deveríamos ser livres pra saber mais sobre nós mesmos, deveríamos ser orientados pra quando essa sensação aflorar em nós a saber nossas opções

  • Responder Tarado fodedor de novinha ID:xlorigd3

    Que deliciaaa dera eu ser seu vovô. Quantos anos vc tem hj?
    Meu imail
    [email protected]

    • Taradinha ID:xgmcvvv0

      Hj eu tenho 22

  • Responder Marcos ID:gsus5rk0a

    Linda história, conta mais!
    Tens telegram

    • Jotace ID:8d5ez4jbqj

      Tenho saudades da minha cunhadinha linda,chupei muito os peitinhos dela enguanto dormia,algumas chupava ela toda ,tirava a roupa dela e metia a lingua em todos os buracos ,somente fu ela e a minha filha recem nascida ,minha esposa internada e a cunhadinha ficava no quarto pra me ajudar,quando dava a madrugada eu me deliciava ,9 aninhos corpinho delicioso