# # # #

1. A Menininha do Papai: Manhã de Aniversário

1089 palavras | 4 |4.14
Por

Onde conto como minha vida de viado começou!!

TUDO ISSO É MERAMENTE FICCIONAL, SE VOCÊ NÃO GOSTA DE ASSUNTOS COMO: SCAT, FISTING, SEXO BRUTAL, GORE, ESTRUPO ENTRE OUTROS, NÃO LEIA O CONTO, OU MELHOR, NÃO LEIAM NENHUM OUTRO CONTO MEU.

* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Essa estória começa quando eu tinha apenas 3 meses, obviamente, nada sexual acontecia nessa época!

Minha mãe teve depressão pós parto e se matou quando eu tinha apenas 1 mês de vida.

Meu pai, Severino, sempre quis uma menina, quando minha mãe morreu ele viu a oportunidade perfeita de ter a filhinha dos sonhos dele, já que ele e mamãe tinham 3 meninos e nenhuma menina.

Moravamos no Rio de Janeiro em Botafogo.

Assim que a mamãe morreu, mudamos para Carpina, uma cidade vizinha de Recife, não muito grande, mas também não é muito pequena, agora (2022), tem 82 mil habitantes.

Assim que chegamos na cidade, papai resolveu me registrar, depois de 3 meses, como Ariel, um nome incomum já que os nomes dos meus irmãos são, do mais velho para o mais novo, respectivamente:

João (22)
Marcelo (21)
Guilherme (20)
Papai estava no auge dos seus 45 anos.

Essa é a idade deles em 2022!!

Todos os meus irmãos puxaram ao meu pai, negros, muito fortes, olhos castanhos, e muito altos, Marcelo e Guilherme tem 1.92 e João e o Papai tem 1.95, são muito altos, tem uma pegada de homem safado, muito musculosos, lábios grossos e fazem acadêmia todos os dias da semana.

Diferente de mim, em 2022, tenho 15 anos, branquinho(a), cabelos na altura da bunda, cabelos loiros, olhos azuis, os lábios lindos, por conta de complicações no parto, eu tenho 100% de homônimos femininos, ou seja, sou praticamente uma mulher (na forma corporal), tenho 1,50 de altura, meu corpo é frágil, mas também muito gostoso, eu tenho um crescimento de peitos como os de uma mulher, eles são grandes, minha bunda é gigante, tenho 114 cm de quadril, cintura fina, calço 36, peso 65kg, sou o que todos chamam de cavalona, tenho feições totalmente femininas, não tenho pelos no meu corpo.

O que mais chama atenção é que meu piruzinho mede 2 cm mole e 3 centímetros duro, ou seja, meu piruzinho é inútil, parece um grelinho pequeninho, agradeço a Deus por ele ser desse tamanho.

Bom, assim que chegamos em Carpina, papai comprou uma casa de dois andares, um quintal grande, área de lazer, piscina, seis quartos, dois banheiros. Temos uma vida boa, papai herdou umas terras do vovô, que faleceu quando eu nem era nascido, vendeu todas elas e conseguiu um ótimo dinheiro, além de todo trabalho duro que ele ainda tem.

Papai resolveu colocar seu plano em prática, como nós não temos família, tudo sairia perfeito!

Ele decidiu me fazer como sua princesa, as paredes do meu quarto foram pintadas de Rosa, meu berço era rosa, comprou roupas e sapatinhos de menina, barbies, tiaras, eu sempre tive uma vida de princesa, tinha/tenho tudo o que eu quero.

Meus irmãos e eu estudamos na mesma escola, um colégio público chamado São José, obviamente por serem mais velhos que eu, meus irmãos entraram primeiro, entrei no 6° ano, meus irmãos já estavam em anos mais avançados e sempre foram ciumentos comigo, se fosse pra depender deles eu não beijaria ninguém, mas com um jeitinho eu convencia eles… Mas depois chegamos lá.

Com o passar do tempo, eu fazia amizade como todos na minha rua, todos sabiam que eu tinha um penizinho no meio das pernas, mas ninguém se importava, eu era/sou vista como uma menina.

Com o passar do tempo, eu comecei a querer vestir roupas mais curtas e papai deixava, ele fazia tudo o que eu queria e nunca me disse um não, nem os meus irmãos nunca negaram NADA para mim.

Com 7 anos, eu corpo já era muito avançando, eu saia na rua como uma puta, short muito curto, usava cropped e/ou blusas muito curtas, já usava sutiã pois meus peitos já eram enormes, mas eu não precisava pois eles são bem durinhos, minha bunda era enorme, eu vivia de fil dental ou vivia sem calcinha.

Tudo começou no dia 28 de Janeiro de 2014, era o meu aniversário de 7 anos. Eu fui acordada por papai chamando o meu nome, abri os olhos aos poucos e sorri ao ver o meu homem o homem mais bonito desse mundo.

Ariel: Bom dia, Papai! – Eu disse sorrindo e lhe dando um selinho, o que era normal entre a gente.

Severino: Bom dia, Princesa! – Disse papai me pegando em seus braços.

Ele foi me levando para o banheiro no estilo noiva, ligou a banheira e enquanto ela enchia ele começou a me despedir e conversávamos sobre a minha enorme festa que eu tinha todo o ano.

Papai também se despia, isso era normal entre a gente.

Severino: Pronto bebê, pode entrar

Ele me ajudou a entrar na banheira e logo depois entrou.

Deitei em seu peito e ele fazia carinho na minha cabeça, logo ele descia as mãos pela minhas costas e chegava a minha bunda, que na época já era enorme pra minha idade.

Eu senti algo crescer e cutucar a minha bundinha, eu como sempre fui esperta, logo soube que era o pauzão do papai.

E como eu já brincava de chupar o pinto de alguns meninos da rua, logo tive a ideia:

Ariel: Papai, posso chupar seu pau ?

Papai: A-Ahm ? O que você disse princesa ? – Perguntou Papai olhando nos meus olhos um pouco desconcertado

Ariel: Deixa eu chupar seu pau ? Por favorzinho – Eu Disse da forma que eu sempre peço

Papai: O-Ok, mas só um pouquinho

Como eu disse, papai não sabia dizer não para mim.

Eu pedi pra ele sair da banheira e ficar de pé, logo ele fez o que eu pedi, rapidamente peguei seu pau, que até o momento era o maior que eu já havia pegado.

Logo coloquei na boca, e tudo que se podia ouvir daquele banheiro era o barulho dos gemidos de papai, que não poderia imaginar que seu bebê estaria chupando seu pau de 23 cm com maestria.

Depois dos melhores 18 minutos de sua vida, Severino gozou na boca de Ariel, soltando um gemido que com toda certeza os seus vizinhos ouviram.

Ariel: Vou trocar de roupa pra tomar café, me ajuda a trocar de roupa, papai ?

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,14 de 14 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Tec z ID:h5hr0ied1

    “eu tenho 100% de homônimos femininos, ou seja, sou praticamente uma mulher”,vc e uma piada isso sim kkk

  • Responder Stephen King ID:g3jjxse8l

    Carai véi,sei que vc escreveu que é uma ficção,mas dizer que tem 1,50 de altura 65kg e com 114 de quadril??Como alguém é frágil desse jeito??O que que complicação no parto tem a ver com hormônio feminino??
    Vai se fude seu viado xarope e faz um favor em nome dos escritores de ficção:NÃO ESCREVE MAIS NADA!!

  • Responder Jose ID:fuooq1d99

    Nenhuma mulher tem 100% de hormonios femininos. Muito menos um homem. Mesmo uma mulher possui uma percentagem de hormonios testosterona. E os homens também possui uma porcentagem de hormonios femininos.

  • Responder Riacho de fora ID:5pbapapev9a

    Desiste de escrever. Ficção é uma coisa. Isso que escreveu é SEM NOÇÃO. Delete isso da mente.