# #

Presente do dia dos Pais: a buceta da minha filha

1876 palavras | 35 |4.73
Por

esse dia dos pais me fez lembrar o do ano passado, em que Lia minha filha me deu o maior presente que um pai pode ganhar.

Meu nome é Alfredo, sou separado e tenho uma filha a Lia, sou moreno e a mãe dela é loira, ela nasceu com uma cor linda e é uma menina encantadora, simpática, sorridente, feliz.
Como viajo muito mesmo morando na mesma cidade até o ano passado via pouco ela, mas sempre fui preocupado com seu futuro e faço questão de pagar uma boa pensão pra ela ter principalmente ótimo estudo.
Nas poucas vezes que via ela uma que era tradição era ela vir passar uns dias comigo na semana do dia dos pais.
Sempre ficava dois ou três dias.
Eu adorava e até ela ter 11 anos jamais imaginei besteira ou mesmo imaginava como seria ela quando começasse a namorar, tinha ciúmes é claro, mas não via ela como mulher e apesar dele ter um corpinho bem formadinho eu mesmo ela de biquini jamais tinha algum pensamento de sexo com ela.
Tudo mudou o ano passado, ela tinha feito 11 anos e como fiquei fora uns 8 meses, já tinha um bom tempo que não a via.
Quando fui pegar ela na escola numa sexta feira antes do dia dos pais, levei um susto.
Lia tava com uma calça de uniforme bem colada no corpo e a camiseta tb bem apertada, vinha conversando com umas amigas e sorriu lindamente quando me viu, ela andando em minha direção, os cabelos cacheados balançando e ela vinha rebolando, a calça delineava seu corpo todo e eu pela primeira vez olhei pra ela como mulher…a buceta marcada pela calça, as coxas ficados mais roliças e la toda parecia outra.
Me beijou e fomos embora, Lia tava mais falante também, super feliz e agitada.
Os hormônios dela deviam estar a mil.
Chegamos em casa ela já conhecia então ficou a vontade, tinha seu quarto e sua coisas, tomou um banho e ficou no quarto até eu chamar ela pra irmos jantar.
Fomos a um restaurante e ela estava ainda mais linda, num vestido azul curto e tb bem colado, parecia que ela tinha descoberto que era bonita e gostosa.
Todos os homens que encontramos se mostraram super simpáticos conosco, efeito mulher bonita pensei.
Ao voltar pra casa ela foi dormir e eu mal consegui pregar o olho, fiquei pensando nela, juro que não parecia mais aquela menina boba que até os 10 anos ainda brincava de boneca.
Até as conversas nossas pareciam ter mudado, ela agora me tratava quase como um amigo não como um pai.
Estava assustado.
No sábado passeamos quase o dia todo, em alguns momentos ela parecia a criança que tinha na memória outras parecia querer seduzir até as paredes.
Voltamos um pouco tarde e ela foi tomar banho eu fiquei na sala, dessa vez ela venho ficar comigo apesar de ter tv no quarto dela.
Ficamos conversando, perguntei das coisas dela, de namoro, ela desconversou, e falou que queria estudar primeiro, falei que ela tava muito bonita e logo iria namorar, ela me criticou falando que mulher não era só beleza.
Pedi desculpas e ela me beijou falando que aceitava e eu comprasse uma pizza pra ela, que ela tava morrendo de fome.
Chegou a pizza ficamos lá comendo e convesando ela então pediu um pouco de vinho que eu tomava, dei meio a contragosto, a mãe dela não deixava ele beber nada.
Ela bebeu e ficou normal pensei.
Ai falei pra ela comer o ultimo pedaço de pizza ele brincou, chega pai, que me engordar, olha isso e mostrou a barriguinha…ela vestia um micro shorts e uma camiseta.
Eu brinquei e falei que ela tava magrinha, ai ela ficou se mostrando falando magra, olha essas coxas pai e me mostrou a coxa que era linda, essa barriga, e a bunda então tá enorme.
Eu falei que ela tava linda,ai ela se consolou falando pelo menos a bunda eu sei que os homens gostam grande e caiu na gargalhada.
eu tb ri…ai ela sério perguntou se eu não namorava ninguém e desconversei tb e ela falou que mamãe tinha falado que eu era namorador e gostava de mulher de bunda grande, ela perguntou se era verdade…eu desconversei e disse que gostava de mulheres inteligentes.
Ela brincou: sei pai, inteligente mas de bunda grande e riu.
O clima entre nós tava bem leve…ela falou a sorte que vou ter seios pequenos eu acho…e apertou a camiseta sobre os seios, pequenos realmente.
Eu olhei mudo e com cara de tarado que ela percebeu e vi que ficou um pouco envergonhada.
Ai começou a tocar um funk na tv e eu tirei ela pediu pra deixar e falei que não gostava de funk.
Ela falou que eu era chato como todo homem que fica velho e falou que era da hora funk.
e começou a ensaiar uma dancinha.
Eu falei vc não vai nesses bailes vai?
ela falou que era o sonho dela mas mamãe não deixava.
Ai falou: esse funk é muito bobo, posso colocar um pra dançar pai.
Eu falei desde que não fale palavrão…ela riu e falou pai não existe funk sem palavrão.
Então ela conectou o celular dela nas caixas e começou a tocar um funk no começo parecia suave mas logo era só putaria ela começou a dançar e rebolar e descer até o chão como pedia a letra.
Não sei se foi o vinho só sei que ela foi dançando cada vez mais sensual, levantou a blusa até a altura do seios, empinava a bunda e rebolava, me chamou pra dançar mas eu não fui.
Ela ainda comentou ; pelo menos bunda grande é bom pra dançar funk e conforme ela dançava eu via pela abertura do shorts os pelinhos dela, já que tava sem calcinha.
Dançou uma meia hora e eu ali olhando e já de pau duro imaginando putarias.
Depois se cansou, caiu no meu colo e me beijou e falou vou dormir papai, amanhã te dou seu presente.
Eu fiquei na sala e acabei dormindo no sofá com a tv ligada.
Então de madrugada acordei e fiquei imaginando Lia peladinha dançando funk e os homens olhando pra ela querendo comer e chupar ela…
eu tirei meu pau pra fora e fiquei me masturbando imaginando muita putaria…quando vi um vulto na sala, vi que era ela, guardei meu pau correndo dentro da bermuda e ela se aproximou…
Ficou do meu lado e falou que foi papai, pq não foi dormir eu falei que fiquei assistindo e dormi mas já ia pra cama, ela olhou pra meu shorts e viu uma pequena mancha não tinha gozado, mesmo assim a umidade do pau passou pra bermuda.
Ela me olhou com a carinha mais linda do mundo e falou…nossa pai não precisa ficar sem jeito, eu sei o que vc fazia, eu falei: ora Lia que conversa é essa, eu não fazia nada.
Ai ela falou, pai é normal eu mesmo tb tava no quarto fazendo a mesma coisa, vc é homem sei que tem desejos, ainda mais com uma mulher dançando funk perto de vc.
Eu expliquei que ela era minha filha e ela retrucou, sim mas antes de ser filha sou mulher..
eu falei vc é criança Lia, ela ficou brava, não criança falou.
E aconchegando em mim senti seus peitinhos, ela agora vestia uma camisola tipo babydol.
E senti suas mãos indo em direção ao meu pau…ela pegou e eu congelei.
Ela falou tá vendo pai, da duro…fala se estava pensando em mim…
Eu não falei nada mas o silencio falou por mim
ela foi alisando meu pau, a mão dela parecia de seda.
me beijou e eu olhei pra ela e não vi minha filha, vi uma mulher.
então beijei ela e comecei a tirar sua roupa e a minha abraçei seu corpinho e senti seus peitinhos e seus pelinhos, minhas mãos e minha boca exploraram cada canto do seu corpo, deu um banho de língua, senti seus peitinhos na minha boca e cai de boca na sua bucetinha ela gemia feito louca.
Lambia a bucetinha dela totalmente, sentia seu gozo de mel, virava ela e chupava seu cuzinho…ela me pedia : me come papai, come sua filha…
ai eu fiquei de pé e ela agachada engoliu meu pau, ela esfregava o rosto no meu pau, lambia meu saco, chupava os pelos, e eu chamava ela de putinha ela pediu e eu gozei na boca dela.
Ela me mostrou a boca cheia da porra branca e depois engoliu.
Eu lambia e beijava ela…perguntei como ela tinha aprendido tanta coisa se era só uma menininha…
ela então falou que tinha um vizinho que assediava ela desde o ano passado quando ela tinha 10.
eu fiquei doido de tesão e ela foi me contando falando que ele chamava ela pro apto dele e mamãe nunca desconfiou dele, pq ele era bem legal..ai lá ele tirava o pau e ela chupava..e ela começou a gostar e quando ele não chamava ela ia assim mesmo e chupava o pau dele até ele gozar na boca dela.
Ela contava eu alisava e beijava e chupava ela.
Ela falou que um dia foi lá e tinha outro homem velho e ela chupou os dois e depois sentou no colo deles e sentiu o pau na bundinha e ficou molhadinha.
Ai uma vez ela quis colocar o pau na bucetinha dela, ela tinha medo mais queria tb.
Ele aproveitou que mamãe saiu e pediu pra ele ficar de olho nela, chamou ela pro apto e tirou toda roupinha dela, beijou ela todinha e abriu as pernas dela e passou os dedos na bucetinha e depois a boca e finalmente deitou e falou que se doer era para ela falar.
Mas ela ficou ali e sentiu o pau dele entrar devagar e depois com mais força, até que sentiu uma dor mas não falou nada, o pau dele era grosso e entrou gostoso e mesmo doendo ela não gritou.
Sentiu ele quebrar o cabacinho dela e depois gozar.
Eu perguntei se ele comia ela ainda…ela falou sim papai ele e as vezes uns amigos dele…eu gosto muito dele.
Eu então fiquei doido, peguei Lia coloquei de 4 e fudi ela como se fode uma puta.
nunca gozei tanto, cai em cima dela e dormimos na sala cheirando sexo.
No dia seguinte acordei e ela já tinha tomado banho e se arrumado, tomei meu banho e me arrumei, tinha pedido uma almoço pro dia dos pais…ela assim que me viu sorriu e me trouxe um presente.
Falou papai é só uma lembrancinha, eu falei, filha o melhor presente vc já me deu, ela sorriu e nos beijamos.
Assim foi meu dia dos pais do ano passado e de lá pra cá eu e Lia nós vemos muitas vezes.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,73 de 41 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

35 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Safado ID:1dai2s70hm

    Não tenho filha mais quando fui Mora com minha mãe alisava muito minha irmã ela dormiu com as pernas abertas comecei ter atração nela aí tesão

    • Carlos ID:gsv46s543

      E VC fudeu sua irma

  • Responder Sa ID:1dai2s70hm

    Po

  • Responder Corintiano ID:gqblmjkd1

    Conto muito bom top

  • Responder Picolino ID:6stw32bd9a

    Minha filha tem 8 anos e tem a buceta grande, será que aguenta penetração? Tô querendo pincelar e depois enfiar. Me ensinem como penetrar ela com facilidade

    • Carlos ID:gsv46s543

      Com certeza brinca com ela coloca um dedo depois dous e mete nela devagar

  • Responder Aline Silva ID:2ql412chm

    Tenho uma filha de quatro anos quero iniciar ela alguém ajuda 😈😋

    • Carlos ID:gsv46s543

      Eu te ajudo quero te fuder na frente dela VC e de onde gatinha

    • Carlos ID:gsv46s543

      Queria uma mulher puta assim em casa

    • Bilo ID:1hf799qk

      Qual cidade vc mora?

    • Samuel ID:7xbyxg049b

      Eu Aline adoro dessa idade

    • Raysp ID:gqau2apzk

      Hummm sera verdade??!

    • PRD ID:g61v9i4oz

      Eu ajudo, e vc me ajuda a comer a minha entiada?

  • Responder ebriogaucho ID:3kscm9h

    Delícia de conto continue

  • Responder Baron ID:g3ja3ftd0

    Que privilégio deve ser ter uma putinha dessa dentro de casa hein. Não vejo a hora de ter uma também. Chamem no tg: El Baron

  • Responder taradão ID:bra7e18fib

    pelo jeito essas filhas adoram dar para o pai.
    leio poucas estórias de filho comendo mãe.
    mas as meninas adoram a pica do papai e do padrastos, sem contar os tios…kkk
    só louco pra comer uma filhinha na frente do pai.

  • Responder Pietro ID:gqbg04oi9

    Não tenho filhos, mas ajudei minha irmã criar a afilhada dela. A menina era um espetáculo de garota, toda certinha em todos os aspectos. No aniversário dela de 12a, dei a ela o presente que me pediu, um notebook. Qdo fez 13, novamente dei o que me pediu, paguei a excursão da escola para uma fazenda-escola. Ela passou o final de semana por lá, muito a contragosto de minha irmã, mas correu td bem. Setenta e quatro dias depois, completei 30a, caiu numa quinta-feira, e pela manhã antes de tomar banho e se arrumar pra ir a escola, ela foi até o meu quarto me cumprimentar pelo meu aniversário. Estava com um pacotinho na mão, perguntei se era meu presente, ela sorriu e falou que não tinha muita grana, mas havia comprado uma lembrancinha, e esperava que eu gostasse. Abri o pacote, eram três cuecas boxers, uma branca, uma azul claro, e uma preta. Agradeci, ela sorriu e perguntou se gostei. Falei que sim, mas tinha que abrir a embalagem pra ver se iam servir. Ela disse que viu na minha gaveta de meias e cuecas, e comprou do mesmo tamanho. Falei que estava td bem então, e então aconteceu um fato inusitado demais pra mim. Ela sentou na beirada da cama, e falou.
    – vai tio…experimenta né, quero ver se vai ficar boa em vc…rsrsrsrs…
    Só de ouvir ela falando aquilo, minha rola já ficou duraça. E agi sem pensar, como se isso fosse uma coisa normal. Levantei, pedi a ela pra virar de costas pq ia tirar o short. Ela riu e falou que estava cansada de ver homem pelado. Surpreso perguntei que papo era aquele, ela riu e falou.
    – calma tio, não é o que vc está pensando…já vi nos vídeos na Internet
    Mesmo assim, em pensamento falei que ela estava ficando safadinha demais. Resumindo, vesti primeiro a branca, e como estava com a rola dura, pensei antes se mostrava ou não, mas ela decidiu por ela mesma, e se virou perguntando se já tinha vestido ou não. A primeira coisa que falou qdo olhou pra mim, foi…
    – nossa tiooo…que pauzão grandão que vc tem hein…kkkkkk…

    • Carlos ID:gsv46s543

      VC fudeu ela conta para nois

    • Pietro ID:gqbg04oi9

      Enviei outra parte e não foi postada. Mas sim, torei o cabacinho dela, não naquele dia, foi duas semanas depois, num domingo qdo minha irmã e o noivo foram numa caravana pra assistir um jogo do SP. Ela não quis ir, e ficou comigo. Saímos cedo, fomos comer pastéis na feira, e depois demos uns rolês pela cidade. Ela deu muito na cara que estava afim de algo mais. E a todo momento dizia que preferia ficar em casa que era bem mais gostoso. Essa fala que me acendeu, e arrisquei brincar dizendo que sim, que em casa era mais gostoso, e que podíamos fazer ficar muito mais. Ela sorriu, mordeu os lábios e falou pra eu voltar então. Voltamos, e a coisa já começou no caminho. Arrisquei um selinho, e a danada me abraçou e me beijou pra valer. Ao chegar em casa, quase não conversamos, fomos direto pro quarto. Pareciamos um casal em lua-de-mel, e a pegação foi daquele jeito. Eu não queria torar o cabacinho dela, expliquei, e a convenci a me dar o cusinho. Mas ela não aguentou nem a cabeça. Gritou, chorou, e implorou pra eu meter na buceta. Me pediu isso literalmente.
      – aiaiaiaiai tio…não tio…eu quero na buceta tio…bota na minha buceta …eu quero na buceta..
      Atendi seu desejo, e tirei o cabacinho dela. Foi a primeira vez que meti com uma menina tão nova, e foi o primeiro cabacinho tbm. Passamos o dia na cama, fodendo gostoso e de td qto foi jeito. Mais descontraída depois, ela até que tentou dar o cusinho, mas não suportou, não quis mais, não insisti. Fomos amantes durante muitos anos, amantes de verdade, não uma coisa casual de só ir pra cama. Qdo minha irmã descobriu, ela já estava com 21a, segurou a onda, bateu de frente, e não contou que estávamos juntos a quase oito anos, disse que estava rolando a quatro meses, e não ia me deixar. Ficamos juntos por treze anos, e depois cada um seguiu seu caminho, mas enquanto durou, foi demais de bom.

    • Carlos ID:gsv46s543

      E muito bom uma novinha elas amam da a bucetinha e o cuzinho

  • Responder srta misterio ID:gqb6fxzri

    tb dei um presente pro meu pai uma vez, só que já era mais crescidinha…adivinhem?

    • Carlos ID:gsv46s543

      Hum amo incesto me conta gatinha

    • srta misterio ID:gqb6fxzri

      foi numa vez que fui ficar com ele, meus pais são separados.
      Ele era ciumento demais comigo, implicava com minhas roupas, já tinha 16 na época.
      sou muito gostosa e gosto de sexo e a implicância dele me fazia ficar mais atrevida.
      Ele vivia querendo saber o que eu fazia, se meu padrasto me respeitava, implicava com meus namorados.
      Meu pai é bonitão, tem 40 anos, moreno e se cuida, faz exercícios e joga bola, é viciado em cuidado com o corpo, e sabia que gostava de putaria, pq uma vez em casa,quando ele era casado com mamãe, eu achei várias fotos dele e dela pelado no meio de outros homens e mulheres, eu tinha 12 anos e fiquei vidrada no pau duro dele..rsss
      Ai no dia do aniversário dele eu fui dormir na casa dele, a noite tomei banho e coloquei uma micro saia e camiseta sem nada por baixo.
      Eu sentada no sofá quando ele sentou na mesa da sala ficou me olhando com olhos estranhos e eu abria bem as pernas e e mexia pra ele ver bem minha buceta ele sorria e secava meu corpo, comecei a me exibir toda, levantava a camiseta e mostrava parte dos seios..logo ele venho e sentou perto de mim e adivenhem,rsss.
      bem esse foi meu presente tb pro meu pai, vcs devem saber o que aconteceu depois.
      isso prova que quando a mulher quer dar ninguém segura.

    • Carlos ID:gsv46s543

      Humm queria VC como filha sua safada qual sua idade

  • Responder Acho que ele vai gosta ID:xglzdrv4

    Delicia de conto

  • Responder tay ID:7xcdrleqrj

    Tenho 15 anos e queria dar pro meu pai

    • Lita ID:7r03umrd9k

      De onde você é Tay?

    • Carlos ID:gsv46s543

      Bom dia linda e só VC se insinuar pra ele roupas sexiis saia sem calcinha

    • tay ID:7xcdrleqrj

      Já fiquei até pelada pra ele

    • Carlos ID:gsv46s543

      E ele não fez nada com VC

    • Carlos ID:gsv46s543

      VC e de onde gatinha se fosse fosse minha filha já teria te comido

    • Casio ID:gsudr7xia

      Oi tay se quiser eu coloco em voce depois voce da pro seu pai ai vai ta mas abertinha ja

    • Carlos ID:e2480igqk

      Oi entra em contato comigo tay que vou te passar umas dicas pra vc conseguir como fuder com teu pai ta

    • Safado ID:1dai2s70hm

      Safada da e muito

    • JuanJo ID:4a21nbu2b0i

      já provocou ele?