#

Minha esposa provou outro pau na minha frente

1305 palavras | 15 |4.26
Por

Minha esposa Geisa tem 34 anos, morena, cabelão liso até a cintura, linda de rosto e gordinha, tem uma bundona gostosa, coxas muito grossas e peitos grandes e fartos que ela adora exibir com suas blusas decotadas.
Somos um casal normal, e como a maioria dos casais temos nossas fantasias sexuais.
É bom ter fantasias, sempre achamos que apimenta a relação na hora do sexo, e nunca vimos problemas nisso.
Sempre falei abertamente que minhas maiores fantasias é ver minha esposa transando com outra mulher e a outra sou eu transar com duas mulheres.
As fantasias da minha esposa são transar com dois ou três homens, e a outra é fazer uma troca de casal, essa até que me animava mais quando ela fantasiava eu transando com uma amiga dela que eu acho gostosa que é a Kátia enquanto ela trepava com o Marcelo, marido da Kátia, eu até topava se rolasse.
Aos poucos essas fantasias foram se tornando um desejo de verdade, e foram ficando mais fortes na nossa cabeça, tanto que começamos conversar sobre o assunto cada vez mais.
Geisa um dia me fez uma proposta “indecente” digamos assim, eu deixo você transar com outra, se você deixar eu transar com outro primeiro ela propôs.
Fiquei meio sem ação na hora, fiquei excitado com a proposta mas ao mesmo tempo senti ciúmes em saber que ela realmente estava disposta transar com outro cara.
Pedi um tempo pra pensar e fiquei um mês enrolando, Geisa me cobrando uma resposta, vai amarelar agora ela dizia debochando da minha cara.
Não restava mais dúvidas que minha esposa estava doida pra dar pra outro macho e que isso ia acontecer mais cedo ou mais tarde mesmo sem meu consentimento, então só restava eu aceitar a proposta.
Perguntei pra minha esposa se ela já tinha alguém em mente, mas falei que jamais aceitaria que fosse com um conhecido meu, não queria ninguém sabendo que aceitei ser corno pra poder comer outra mulher.
Pra minha surpresa Geisa já estava de rolo com um cara num site de encontros e estava só esperando meu aval pra ir em frente, suei frio e tremi na base quando ela me revelou que os dois já praticamente namoravam virtualmente pelas minhas costas.
Não tinha mais jeito, o encontro foi marcado, primeiro fomos num barzinho longe da nossa casa pra gente se conhecer, os dois já pareciam bem íntimos, sentaram lado a lado e ficaram trocando carinhos na minha frente, eu ali puto e tendo que aceitar.
O cara não era tão bonito, mas era simpático e tinha um bom papo, bem vestido também, parecia que já era acostumado sair com casais de tão a vontade que estava, fui ao banheiro e quando voltei Geisa já estava aos beijos com ele, gelei na hora e percebi que agora eu era corno mesmo, não tinha volta.
Amor vamos pra outro lugar, Geisa falou.
Fomos no meu carro pra um motel bem simples, os dois já se pegavam no banco de trás, minha esposa já tinha tirado a blusa e o sacana já mamava nos peitos dela, eu louco de ciúmes mas meu pau estava muito duro, tenho que confessar que senti muito tesão em ver minha mulher ali com outro na minha frente.
Dentro do quarto os dois já foram se beijando e tirando a roupa toda, peguei uma cerveja e sentei numa poltrona enquanto Geisa já chupava o pau do comedor em cima da cama, aliás tenho que dizer que o pau era bem maior e mais grosso que o meu, e pela cara de safada da minha mulher ela estava adorando, dava pra ver que tava cheia de tesão, nunca tinha chupado meu pau daquele jeito que chupava o comedor, botei meu pau pra fora pra ficar mais a vontade pois já estava explodindo dentro da minha calça.
O sacana abriu bem as pernas dela e enfiou a cara no meio das coxas dando linguadas e chupadas na bucetona da minha mulher que gemia muito alto e se contorcia de tesão, não demorou ela gritou que tava gozando, nunca tinha gozado tão rapidamente comigo, e aquele sacana fez a safada gozar daquele jeito tão rápido, gozou de deixar o lençol encharcado, teve um esguicho que eu só tinha visto em vídeos pornôs.
Depois ela puxou o macho pra cima dela e pediu pra ele enfiar o pau na bucetona, ele meteu de uma vez, enterrou tudo até o talo, começaram uma foda alucinante, ele por cima da minha mulher, ela com as pernas bem abertas e sendo fodida gemendo e soltando gritos de tesão, ela xingava palavrões e pedia pra ele chamar ela de puta, piranha e vagabunda, cada vez que ele xingava ela gemia mais alto, e ele xingava mais e mais, a cama chegava fazer barulho de tanto que eles fodiam.
Aiiii amor ele fode muito gostosoooo, aiiii que piru gostosoooo, aaiiii que deliciaaa, desculpa amor mais eu vou gozar nesse pau, eu vou gozar no pau dele amooorrr, ela susurrava.
Geise gozou aos berros, se tivesse alguém no quarto ao lado escutaram com certeza.
O pau do filho da puta continuava duríssimo, parecia uma barra de ferro, ele meteu no meio dos peitos da safada e fez uma espanhola, ela segurava os peitos e apertava contra o pau e ele fodendo os peitos dela, de repente ele tira a camisinha e dá uma bela de uma esporrada deixando minha mulher toda lambuzada de porra.
Ela tomou um banho enquanto eu e o comedor bebemos mais uma cerveja.
Quando ela voltou com cabelo molhado e cheirosa já foi logo mamando a piroca meia bomba do sacana comedor que não demorou já estava muito dura novamente.
Dessa vez a safada surpreendeu, ficou de quatro e pediu pra levar pica no rabo, o safado cuspiu no cuzinho, abriu bem a bundona da minha mulher e foi enfiando o cabeção da pica sem dá refresco, Geisa suspirava alto e jogava o rabo pra trás pro pau encaixar, e logo já estava tudo dentro.
Geisa rebolava e jogava o rabo pra frente e pra trás, gritava come meu cu seu macho safado, fode o rabo dessa vagabunda, vai caralho, isso, fode filho da puta, fode essa bunda, dá rola no meu rabo dá, dá rola no rabo da sua puta, mostra pra esse corno como um macho fode de vedade, soca essa pica no meu cu, eu quero pau no cu filho da puta…
Não aguentei segurar mais, cheguei perto e enfiei meu pau na boca dela, gozei e ela bebeu tudo enquanto levava rola na bunda.
Depois de tanto meter no rabo da minha mulher o safado gozou também, tirou a camisinha e a porra se espalhou pelo rabo e escorreu pelas coxas, uma esporrada farta.
Ficamos os três bebendo cerveja e conversando por um tempo, ele me deu os parabéns e falou que tenho uma esposa muito gostosa, e que não era justo outros não poderem foder com ela, me disse que ser corno é fazer a mulher feliz e que isso ia mudar nosso casamento pra melhor.
No fundo eu concordei com ele, Geisa estava feliz de um jeito que eu nunca tinha visto.
Depois desse dia eu deixei o preconceito de lado e liberei minha mulher pra foder com outros sempre que tiver vontade, com ou sem minha presença.
Também cheguei transar com outras mulheres, mas o prazer de ver a minha mulher dando pra outro na minha frente é indescritível, só quem vive uma experiência assim sabe como é bom.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,26 de 23 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

15 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Tt ID:54ns3eyhm

    Tbm quero qui Coman a minha esposa na minha frente 😅meu tlgr @Tacos973

  • Responder tesão gay ID:3ij0y0lim9d

    NÃO SOU CASADO, ATÉ PORQUE TENHO ATRAÇÕES POR HOMENS, SOU GAY ENRRUSTIDO, MAS SE FOSSE CASADO EU ADORARIA TER UMA RELAÇÃO ASSIM.

  • Responder Cambirela ID:w72k7c8j

    Que morram de inveja os hipócritas, vamos viver felizes soltando os preconceitos ,mitos e tatoos, a vida pra ser boa tem que saber viver…

  • Responder Waldir ID:830xmr68rc

    Quando frequentamos casas de swinger, adoro quando gozam na buceta dela eu limpo ela com a língua.

    • AmigoCasado ID:gqblmkcd0

      Aí que delícia Waldir, deve ser uma delícia, Tenho vontade de chupar um pau junto com minha esposa

    • Waldir ID:830xmr68rc

      É uma delicia mesmo AmigoCasado. Depois de começar vocês nunca mais querer parar. Tua esposa não aceita isso? Converse com ela e explique que é muito bom e que terão momentos prazerosos. Depois dela experimentar outros paus duvido ela querer parar.

    • Fábio P. ID:gsui188rd

      Minha esposa e eu as vezes fazemos isso quando estamos com pouco tempo saímos para uma volta de carro eu dirigindo e ela e um amigo nosso no banco de trás se pegando e ela chupando ele gozar na boca dela, eu paro o carro e ela me beija com a boca cheia de porra, outras vezes vamos ao motel e depois de algumas brincadeiras ela fica de quatro eu por baixo chupando ela e ele metendo nela até gozar e quando ele tira o pau da bucetinha dela eu fico chupando ela sentindo o gosto da porra dele.

    • Waldir ID:830xmr68rc

      Oi Fábio. Já fiquei nessa posição, quando ela fica de quatro sendo comida por trás eu fico embaixo vendo pau do macho comer ela. Depois que ele goza eu chupo a buceta dela para limpar. Já houve caso dele tirar da buceta e enfiar na minha boca. É uma sensação muito gostosa. Só quem já passou por isso sabe como é.

  • Responder AmigoCasado ID:gqblmkcd0

    Parabéns, que delícia de conto, eu e minhas esposa queridos viver isso Juntos eu e ela levando pica.

    • David ID:gsudr920a

      Meu email [email protected] me manda email, adorarei dar a minha rola para vc chupar junto com a sua esposa.

    • Reginaldo ID:8d5f152fi9

      Você está louco da a sua mulher para outro

    • Lucas ID:41ih1j5a6ij

      Se gostam fazem isso mesmo.
      Ver a buceta dela cheia de porra e limpar

  • Responder Ana Moreira ID:3orjct09

    Muitos parabéns por fazer ela muito feliz e cheia de prazer! Assim aproveitam os dois!

    • AmigoCasado ID:gqblmkcd0

      Os dois se deliciaram de prazer nesse conto adorei ..

    • Waldir ID:830xmr68rc

      Só que passou por isso sabe o que é bom.