# # #

Família 2

621 palavras | 0 |3.58
Por

Como já contei anteriormente, sou casado tenho duas filhas e um filho, minha casa fica em um grande terreno onde moram meus dois irmãos, casados e com dois filhos cada e minha mãe.
Eu tenho trabalhado muito e confesso que não tenho dado atenção que merecem minha mulher e meus filhos, mesmo me esforçando nos tempos livres.
Sempre que chego em casa, minha mulher e meus filhos estão na casa de algum irmão meu, chego tomo banho e abro o computador até eles chegarem, mas na semana passada eu resolvi tomar uma cerveja com meus irmãos, apenas uma casa estava com a luz acesa e fui entrando, todos estavam pelados e estavam minha mulher meus dois irmãos e meus três filhos no tapete da sala, sendo que meu filho e uma filha no colo dos meus irmãos, entrei e falei oi para todos, beijei minha mulher que ficou congelada, beijei minha filha mais velha na boca como sempre faço, beijei a filha do meio na boca e percebi que ela estava sobre o pinto do meu irmão mas não imaginei que estava dentro dela e fui no meu filho, mas antes dei uma olhada e parecia estranho, pois ele mexia e parecia estar sentindo prazer, dei um beijo em sua testa e pedi para se levantar um pouco e sentar de novo, quando levantou eu vi o pinto gigante do meu irmão saindo de dentro dele e sumindo dentro daquela bundinha pequena.
Fiquei louco de tensão e meu pinto subiu na hora, tirei o restante da roupa ficando pelado também, perguntei a quanto tempo eles faziam aquilo, enquanto colocava minha mulher de quatro e metia o pinto com força dentro dela, minha filha começou a cavalgar o pau do meu irmão enquanto o outro gozava no cu do meu filho que ficou sentado sem deixar o pinto sair.
Ouvimos o portão da rua abrir e uma luz distante acender, meu irmão disse. – É hora de vocês irem, minha mulher chegou, minha mulher se levantou , pegou meus filhos e sem falar nada saiu pelos fundos.
Eu continuei pelado e deitado no tapete e meus irmãos também, o mais velho apenas falou (- que se foda, kkkk).
Quando minha cunhada chegou, estávamos os três pelados no tapete bebendo cerveja, ela xingou todos nós e disse para não sujarmos a sala, as filhas dela entraram pulando e tirando suas roupas também. Eu me levantei para ir embora, mas antes dei um beijo demorado na boca das minhas sobrinhas e passei a mão demoradamente nas suas bundinhas procurando a entrada. Depois fui até minha cunhada, que estava na cozinha e dei um selinho nela como vingança, ela perguntou o que aconteceu, eu pedi desculpa, agarrei ela com mais vontade e dei um beijo bem maior nela, enquanto passava a mão em seu corpo. Depois saí.
Ainda pelado eu passei na casa de minha mãe, no mesmo quintal e ainda com raiva, queria ter alguma vantagem sobre meus irmãos, chamei ela e entrei, ela estava na cozinha sentada à mesa, dei um selinho e fiz uma massagem, desci a mão até os seios enquanto conversava e esfregue meu pinto em seu braço, dei outro beijo e peguei em seus seios, perguntei se já havia se banhado e a ajudei a levantar e subir até o banho, ajudei a tirar sua roupa, dei um beijo demorado em sua boca e disse que já ia embora.
Chegando em casa, meus filhos estavam no quarto e minha mulher preocupada, mas conto outro dia.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,58 de 24 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos