#

Namorado querendo sexo a 3, parte 18

830 palavras | 1 |4.25
Por

O dia que minha filha seduziu seu tio e se tornou sua amante, saciando seus mais loucos desejos, inicio de algumas fantasias realizadas por eles.

Esse conto é relacionado á Leticia, pois agora que estamos liberalmente abertas a nossos relacionamentos ela resolveu me contar, disse que só não contou antes por medo, mas na real me excitou muito saber desta historia, e vou me expressar como se fosse ela mesma contando e escrevendo, para entenderem melhor. Espero que gostem, pois eu adorei, ela foi audaciosa como a mãe.
Ninguém da família sabe ou desconfia da minha paixão pelo meu tio, e ele tbm nunca contou, é irmão da minha mãe ( foi adotado) sempre tive um certo tipo de liberdade, pois trabalhávamos juntos no restaurante, e quando estávamos em família fora do trabalho sempre tinha aquela liberdade de tio e sobrinha, eu sento no colo dele, beijo, e durante esses carinhos de família, comecei a notar e sentir que ele já ficou de pau duro algumas vezes, mas me disfarcei como não sentia. Porem aquilo estava me excitando, me fazendo molhar a calcinha muitas vezes . Eu não aguentava mais. Ele (Juliano) já estava namorando com lzadora e eu morria de ciúmes dela.
Um dia rolou o aniversário, fomos para um festão que meus tios organizaram na casa de outro tio. Eu não sou acostumada a beber mais aquele dia o fiz, meu tio estava muito gato, um sonho de macho. Ali mesmo na laje fui ao banheiro e masturbei minha bucetinha pensando nele, eu estava meio altinha já.
Eu queria pegar ele aquela noite e arrumei uma desculpa, disse que estava passando mal pra ele me levar em casa porque minha mãe estava alegre brincando e não queria que ela fosse nem meu irmão. Meu tio ficou preocupado, disse que ia me levar pra descansar e entramos no carro. Comecei a tocar na perna dele, ele mandou eu parar, ficou nervoso, mas comecei a apertar mais, senti um volume crescendo na calça dele. Meu titio estava claramente excitado com meu toque, por mais que tentasse disfarçar.
Fui subindo a mão, ele parou de tentar me impedir, comecei a acariciar o pau dele, abri o zíper, tirei pra fora nossa que cacete bonito, comecei a chupar enquanto ele dirigia e reclamava que a gente não podia fazer isso. Eu nem ouvi, continuei chupando, engoli aquele cacete delicioso, mamei com vontade. Engoli a piroca dele inteirinha, babei naquele cacete, realizei meu sonho de chupar meu tio gostoso.
Ele me levou pra casa, entramos nos beijando até meu quarto.
Você é safada né Leticia? sabe que isso é errado e mesmo assim quer dar pra mim, então vou dar o que você quer.
Ele então me jogou na cama, tirou minha roupa, abriu minhas pernas, cheirou minha bucetinha e ficou admirando minha xaninha rosadinha toda lisinha.
Que bucetinha gostosa, tô doido pra enfiar minha língua nela.
Ai tio, eu não aguento mais, me chupa, quero ser sua putinha.
Ele começou a me chupar, colocou a língua na minha buceta, me fez gemer gostoso, rebolei na boca dele, estava doida de tesão, finalmente ele estava me comendo com a lingua . Ele falava que minha buceta é gostosa, chupava forte, depois lentamente, isso fazia ir ao céu.
Que gosto bom tem a sua bucetinha tem, agora quero comer ela toda.
Ele disse isso, subiu em cima de mim, encaixou sua pica, doeu um pouco para entrar mas tava muito gostoso. Minha buceta doía de tanto tesão, fiquei ali bem abertinha pra ele.
Fode minha bucetinha, ela é toda sua, tio! Come sua putinha.
Ele gemia, urrava, metia forte, sentia seu saco batendo na beiradinha, o pau dele entrando e saindo num vai e vem bem gostoso. Eu só conseguia gemer, morder a orelha dele e falar sacanagens no seu ouvido.
Fica de quatro vai, quero meter gostoso.
Obedeci, fiquei de quatro, ele mandou eu afastar mais as perninhas e começou a me comer de novo. Que delícia, eu tava com muito tesão.
Aiiiii, aii que gostoso, mete, me fode, aii que delícia tio!
Desse jeito eu vou gozar rápido dentro da sua bucetinha, sua safada. -Isso, goza vai, me fode e me dá seu leitinho dentro dela, não se preocupa eu tomo remedio.
Ele ouviu isso e bombou gostoso, socava, me apertava, me xingava de tudo.
Vou gozaaaaar, ai, vou gozaaar na sua bucetinha!
Ahhhh, gozei! Gozamos juntos, que sensação maravilhosa transar com meu tio.
Ele gozou, me deixou toda meladinha, com sua porra grossa escorrendo pela minha bucetinha. Ele me levou para o banho, lavou rápido seu cacete, ainda dei uma chupada gostosa, mas ele teve que voltar para a festa, senão ia ficar bem estranho, mas nunca mais ele resistiu, hoje continuo sendo a putinha do meu tio Juliano adoro pois colocar chifres em sua namorada me excita muito, e ela acha que gosto dela (risos). Lembrando esse conto é de minha Leticia

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,25 de 8 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Jr&Jana ID:1k8g9c42

    Muito bom, parabéns pra Leticia e para vc, são duas grandes e maravilhosas putas, se quiserem contato meu email é [email protected], somos um casal de padrasto e enteada