# # #

Meu pai controlando minha virgindade

588 palavras | 13 |4.40
Por

Sou conhecida como Dede, 13 aninhos, magrinha seios fartos. Os pais das minhas amigas sempre liberal deixa as meninas sairem dormirem fora tudo tranquilo.
Já meu pai não, ela acha que se eu dormir fora vou tranzar como se isso fosse impedir.
Um belo dia tinha show na cidade eu louca pra ir pedi pro meu que estava em um bar conversando com o Joel amigo dele.
Eu : pai me deixa sair hj, ir pro show ?
Pai : de jeito nenhum.
Joel: Porque não deixa a menina ir ?
Pai: pra que ? Pra sair com qualquer um ?
Joel: qual seu medo ? Del perder a virgindade ?
Pai : é sim.
Joel: posso te ajudar, faz igual eu faço com minha enteada.
Toda vez que ela chega em casa eu olho se ainda está virgem.
Pai : gostei da idéia.
Filha só deixo vc ir se me mostrar que ainda é virgem e yoda vez que chegar vou olhar.
Eu fiquei meio assustada nas topei, fui pra casa tomar banho e quando fui pro quarto chamei meu pai deitei na cama arreganhei a perna e ele veio com dedo e viu que estava difícil penetrar.
Fui sai curti a noite bebi, beijei,paguei boquete e fui plena pra casa, chegando em casa meu pai estava me esperando já fui logo tirando a calcinha e ele veio dedalhar e na verdade eu fiquei molhadinha e percebi o cacete dele duro.
Isso acho que incomodou um pouco ele, e ele falou pro amigo dele que não faria mais e o amigo dele falou que se quisesse ele faria esse favor.
No final de semana seguinte eu fui pro quarto e chamei meu pai quando ele entrou estava eu deitada de perna aperta me alisando esperando ele vistoriar ele disse que não mas que o amigo dele olharia. Demorou um pouco chega Joel um homem já coroa eu fiquei envergonhada. Joel me disse calma Dede vc é como uma filha só vou fa,er um favor pra vc. Eu deitei abri a perna meio tensa ainda e veio Joel com aquele dedo grosso acariciando minha bucetinha foi instantâneo comecei a melar minha buceta piscava com aquele homem dedilhando. Do nada ele vira e fala sei que você quer ser putinha olha como sua buceta pedi e seu que paga um boquete gostoso já pagou pra amigo meu não vou falar nada pro seu pai, mas você vai gozar no meu dedo e começou a mexer cada vez msis gostoso e como eu sou puta mesmo estava gostando.
Joel me mandou ficar de quatro me disse que iria chupar minha buceta igual os cachorros da rua lambe as cadelas eu adorei gozava de pingar. Derrepente Joel disse quer ser puta ? Vou te ensinar é só você dar o cuzinho que seu pai nunca vai saber. E se você me deixar enfiar o dedo no seu cuzinho de dou 50 reais eu na hora topei e joel começou lambia meu cuzinho e wnfiava do dedo de vagar. Enfiou um depois dois derrepende estava enfiando o pau num vai e vem confesso que doeu um pouco mas ele terminou logo pq meu pai estava esperando. Ele saio e falou Nego pode deixar a Dede ir que wla é purinha ainda. Meu pai desconfiou e disse que quando eu chegasse ele que iria vistoriar. E vou dizer pra vocês no próximo conto que quando papai vistoriou viu que eu era virgem eu havia bebido e falei tira logo esse cabaço que quero ser puta.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,40 de 65 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

13 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder CaTARINA ID:bqhhdtqm

    Eu tive esse lance com meus tios, eu estava em casa deles porque a minha cidade não tinha escola e meu tio me obrigava quase todos os dias a abrir as pernas para ele verificar se tinha hímen intacto. ERa a hora das inspeção, ele dizia, Eu relaxava, aliás começara a gostar de me mostrar, e ele usava os dedos e espreitava e depois concluia: “Assim é que é fica virgem até casar”, Não fiquei aos 15 anos dei meu cabaço para um coleguinha mais belho e desde então fodo tudo!

    • Rafaella ID:7ylvce2m9b

      Divirta-se muito Catarina

  • Responder Anônimo ID:5pbaat9rb0i

    A vida da gente pode mudar de um momento pra outro e levar juntos seus conceitos. Fui criado por meus avós, mineiros linha dura. Quando casei levei comigo os mesmos preceitos e forma de criação. Tive três filhas com espaço de dois anos de uma pra outra. Com 7 anos fui flagrado me masturbando e levei uma baita surra da minha vó. Más não parei só tomei mais cuidado. Das minhas 3 filhas eu tinha uma que era minha copia no temperamento e severgonhice assim dizia a mãe. Pois pegou ela se masturbando com a mesma idade. Não deixei ela bater. Eu peguei ela fazendo com 8. Ao ver ela esfregar o dedinho naquela bucetinha cor rosa linda sofri um baque e ali o homem começou a ganhar do pai. Ela começou a tentar me pegar em situações de nudes, sentar no meu colo, fingir que tinha pesadelod pra dormir no nosso quarto. Resumindo com 9 anos me rendi ao desejo e chupei sua bucetinha e coloquei ela pra me chupar. Tinha tomado umas. Separei da mãe um mes depois e fui embora de casa. A mãe não estava aguentando ela com 12 mandou ela pra morar com o padrinho, pois eu era vendedor externo. Mas morava na mesma cidade mas não parava em casa. Mas mesmo assim ajudava na criação dela e com 13 não resisti e tirei o cabacinho dela. Foi uma das fodas gostosas da minha vida. Um misto de sensações e desejo diferente. Uma mistura de tesão e culpa e medo de ser descobertos. Mas viciante ver sua filha chupando sua rola debaixo de vc entrando nela e vendo o prazer que ela esta sentindo quando vc gosa dentro dela. É demais uma loucura… só quem já fez pra saber. Mulheres que tem vontade fazer ou ja fez pode entrar em contato sem curiosos. @ZZJ0511

  • Responder Pachecao também sou casad ID:xlo5sk0b

    Adoraria ser amigo do seu pai vou tocar uma gostosa punheta pensando em você. Continue

  • Responder Sabrina ID:830y27xy43

    Meu padrasto tambem veio com isso, quando eu ainda era virgem, ele veio me regrar dizendo que só ia sair se ele me checasse na ida e na volta, concordei, ai antes de sair depois que ja tinha tomado o banho e me perfumado, ele me mandava deitar na cama dele pelada e me arreganhar pra ele, só que a diferença é que na hora ele também ficava nuzão e manipulava o pau ate ficar duro, ai eu perguntei da primeira vez, se não checava era com o dedo, no que ele disse que o dedo não era certo pq era fino e podia ceder, que ele ia por a cabeça do pau nos beiços do meu priquito e que se afundasse eu num era mais virgem, pra mim tinha lógica, então eu arreganhada la pra ele em cima da cama toda cheirosinha e ele montado em cima de mim com a cabeça da rola dividindo os beiços da minha buceta, ele dava um carcadinha de força pra ver se afundava e nada, ai eu podia sair, por um ano ele fez isso comigo nas minhas idas e vindas das festinhas, ja dava o cu e chupava faz tempo, ai nesse dia que ele foi depois de uma volta, que eu tava ate meio bebada, na volta ele foi montar em mim e ai a piroca afundou ate o talo, ele me chamou de safada e disse que eu tava aprontando por ai, me comeu e só saiu de cima se mim depois de gozar 3 vezes, foi nessa época que ele e eu começamos a ganhar dinheiro, ele me agenciava pros amigos dele, gamhava uma grana e eu levava a minha parte e todo tipo de vara que eu aguentasse. Bons tempos…

    • Somelier de Contos ID:gp1fii4sz

      Isso poderia se tornar ótimos contos!

    • Rafaella ID:7xbyxpzb0i

      Eita Sabrina… que coisa !!

    • Cleber 6969 ID:g61vjmkm1

      Eu teria estourado teu cabaço antes que outro fizesse, já tava prontinha, era só meter.

    • Novinha17 ID:enmt1mkm4

      Chega minha buceta babou

    • Angélica ID:831hpc2oic

      Meu padrasto não teve esse problema comigo. Qdo comecei a sair pras baladinhas da época, eu tinha 12 pra 13a e já não era mais virgem. Aliás, nem preguinhas tinha mais. Meu padrasto já tinha tirado a muito tempo. Ele começou abusar de mim qdo ainda namorava minha mãe, ou seja dois anos antes de casar. Ele sempre me levava pra passear, e mesmo com minha mãe por perto, ele ajudava eu me vestir, e costumava acariciar meu corpo “inteiro”. Eu encarava como carinho, pq era td em tom de brincadeira. Comecei gostar daquilo, e antes de completar 8a, ele já fazia muitas coisas comigo. Já havia me ensinado a masturba-lo, e fazia o mesmo comigo, mas eu adorava mesmo qdo ele chupava minha xoxota. Eu chegava delirar de tão gostoso que era. E td que ele fazia em mim, eu fazia nele tbm, e fazia mais ainda, pq eu já engolia boa parte de sua gala qdo ele gozava. No começo eu não gostava de sentir aquela coisa esquisita e gosmenta na boca. Com o tempo, acostumei e as vezes engolia toda, chupava até a última gota. Finais de semana, passávamos a maior parte do tempo sozinhos, pois minha mãe saía cedo para trabalar e voltava tarde da noite. Até que um dia meu padrasto falou que eu já aguentava levar rola, e decidiu que ia tirar minhas preguinhas. Ele costumava melar meu reguinho com bastante creme(gel), e brincar com os dedos no meu anelzinho enquanto eu chupava ele. Foi numa dessas que ele disse que ia gozar no meu cusinho. Ele me preparou pra isso, mas mesmo assim doeu demais, doeu pra valer, tanto que chorei horrores. E ele me recompensou, comprando um par de patins maneiros, que eu queria tanto. Foram meses nessa onda, e qdo eu já estava com 9a completos, ele concluiu…tirando meu cabacinho. Desde então passou a fazer sexo comigo, e isso acontecia até com minha mãe estando no quarto ao lado. Só vim descobrir que ela já sabia de td aos 12a, qdo ela me contou, inclusive pedindo desculpas. Mas eu disse ela que não havia pq se desculpar, pq no fundo sempre gostei de td que ele fazia…

    • Nil ID:bf9i9l16ib

      Sabrina tesuda

  • Responder Will dad ID:2ql0b70hm

    Delicioso, aguardo a continuação!
    Telegram @willtowns

    • Pachecao também sou casad ID:xlo5sk0b

      Sabrina adoraria fazer um Amor Gostoso com você. Vou tocar uma gostosa punheta pensando em ti