# # #

O melhor ano da minha vida

913 palavras | 4 |4.19
Por

Essa história é real e ela se passa em 2014. Meu nome é Gustavo, no final de 2013 eu era gordinho e nerd, por conta do buling que eu sofria na escola durante as férias pedi para minha mae me colocar na academia, na cudade em que minha vómorava, jáque era la que eu ia passar as férias, foram 2 meses de muito treino sem ver ninguem da escola. Não vou mentir que eu nao estava bombado, mas havia perdido algum peso. Em 2014 eu tinha 15 anos, e não tinha nem beijado alguem ainda, só que decidi que isso iria mudar naquele ano. Já no final das férias comprei na internet uns comprimidos que prometiam dar tesão nas mulheres, mas não qualquer tesão, e sim MUITO tesão, a ponto delas ignorarem qualquer coisa e dar pro primeiro que ver. Eu tinha que testar esse produto, ele chegou duas semanas antes das aulas, nao sabia com quem testar, já que estava sozinho em casa com a minha mãe e minha irmã.
Vamos apresentar minha mãe e irmã. Minha mãe vamos chamá-la de sheilla, é separada do meu pai, tem 1,60 de altura, e todos os meus amigos falam como ela é gostosa, ela tem um par de peitos MARAVILHOSOS, uma bunda firme, e duas pernas que são uma delícia, como foi mãe muito nova ela tinha 30 anos ainda e se cuidava pra caramba. Minha irmã vamos chamar de Gi, ela tem 10 anos, mas o corpo dela é melhor que o de muita menina da minha idade, ela é alta, tem uns peitinhos grandinhos, cabelo liso grande, e uma bundinha maravilhosa.
Voltando a história, queria testar os comprimidos mas não sabia com quem e como. Até que numa sexta feira, minha irmã foi dormir na casa de uma amiga e eu fiquei sozinho com a minha mae. Era a oportunidade perfeita, ela nao teria como ir para lugar nenhum e se o produto fisesse realmente efeito eu perderia a virgindade aquela noite.
Enquanto mamãe levava Gi na casa da amiga, preparei um jantar, com um suco especial que ela gostava. Quando ela chegou em casa enquanto ela jantava eu dilui o comprimido no suco e levei pra ela tomar. Como ela trabalha muito, falei que queria ajudar, a chamei pra ir pro quarto ver um filme enquanto eu fazia uma massagem nela pra relaxar. Ja havia feito essa massagem antes, e sempre aproveitei pra tirar uma casquinha e esfregar meu pau na sua bunda, ela nunca reclamou acho que ela pensava ser normal pra minha idade, ela foi pro quarto, colocou um short, e ficou de barriga para baixo somente de sutiãs. Comecei a massagem como sempre fazia, e fui me esfregando nela como sempreas dessa vez eu percebi diferença… ela estava suando, ede vez em quando dava um gemido baixinho, intensifiquei a massagem, agora apertava com mais força, e ela nem disfarçava os gemidos… falei pra ela que ia tentar algo novo nas pernas dela, sem eu dizer nada ela tirou o short e ficou somente de calcinha ainda sem olhar para mim mas eu podia ver qua a calcinha dela estava encharcada, comecei a massagear suas pernas e como se fosse um acidente eu encostava as vezes na sua buceta. Pedi para ela virar pois queria massagear a frente, quando ela se virou, eu vi uma das cenas mais maravilhosas da minha vida, minha mãe estava entregue, no rosto dela dava para perceber que ela estava em êxtase, vendo isso nao pensei duas vezes, enfiei dois dedos na buceta dela e comecei a masturbar, ela por um momento resistiu e falou q era errado, mas eunnao deixei ela falar muito, cai de boca naquela maravilha, ela se entregou por completo, a preocupação de ser algo errado, se transformou em preocupação por não estar depilada, como se eu um adolescente cheio de tesão fosse ligar pra isso, depois de um tempo ela começou a tremer e gritar, ela estava gosando na minha boca… mamei nos peitos dela e beijei sua boca (tudo meio desajeitado, já que era a primeira vez), ficamos nos beijando durante uns 10 minutos, antes que eu pudesse fazer algo, o tesão nela tomou conta… ela me jogou na cama, tirou minha roupa, e sentou com tudo no meu pau, ficou cavalgando e falando “come sua mamae safada vai” e também “me faz sua puta seu cachorro”, não aguentei muito tempo e enchi ela de porra, mas ainda aguentava mais, queria ela de quatro pra mim… foi só pedir q ela ficou de quatro e pedia pra apanhar. Quando vi aquela cena, coloquei meu pau com tudo no seu cu, ela gemia muito e gritava de dor, disse que era virgem ali, puxei o cabelo dela e fiz ela prometer que ia ae depilar e que eu ia comer ela o fim de semana inteiro, ela gritou que a partir dali era minha putinha e ninguém podia mudar isso… Estávamos muito envolvidos pelo tesão que tomamos um susto quando percebemos na porta do quarto Gi !!! O que ela estava fazendo ali? Quanto tempo ela viu? Como íamos explicar que eu estava com o pau dentro da mamae, e ainda enchendo ela de tapa? Isso é para um próximo conto…

Espero que tenham gostado, se quiser ver a continuação me diz ai nos comentários.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,19 de 37 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Letrado ID:41ih1e3ik09o

    Continua aqui não é aula de português otímo conto!

  • Responder LUANA ID:8eez5vj742o

    Boa noite Gu….poderia ser mais bem escrito!! tente melhorar a redação!!

  • Responder Odin ID:bemlevkqrbq

    Não liga prós comentários desagradável, e continua o conto

  • Responder Ferreira ID:46kq0oruhra5

    Texto ruim, mentiroso…mas ta bom.