# # #

Meu namoradinho de 13 anos, quando tudo começou ele tinha… – Pocando o cabaçinho dele

7152 palavras | 20 |4.88
Por

Olá novamente à todos, Henrique aqui de novo hehe
Espero que tenham gostado e se deliciado bastante com primeiro conto, onde detalhei como iniciei o Murilinho e abusei gostoso dele, fiz o que bem quis, realizei um dos meus muitos fetiches e o putinho gostou! Caso não tenham lido o primeiro conto, é esse aqui:
/2022/05/meu-namoradinho-de-13-anos-tudo-comecou-quando-ele-tinha/ Ao ler o conto depois, vi que tinham alguns erros nas palavras, peço desculpas! hehe As vezes o corretor do celular muda as palavras ou alguma letra e a gente não percebe, terei mais atenção quanto à isso. Agora vou contar à vocês o que aconteceu depois daquele dia que eu iniciei ele, que chupei muito o piruzinho dele e botei ele pra mamar também e ensinei como beijar de língua. Depois desse dia ele começou a ir constantemente à minha casa, quase todo dia ele vinha aqui com a desculpa de brincar com meu sobrinho, e de fato eles brincavam mesmo, mas o Murilo ficava o tempo todo olhando pra mim todo apreensivo hehe Doidinho querendo, me perguntando com os olhos quando ia acontecer denovo, mas nem sempre eu estava sozinho aqui, na maioria das vezes toda a minha família estava aqui então não tinha como a gente fazer algo. As vezes, quando não tinha ninguém olhando, rolava um mãozinha no volume na bermuda ou um beijinho na boca bem rápido, mas nada além disso. Eu já não estava mais aguentando segurar tanto tesão! Tava doido pra cair de boca naquela delicinha denovo! E dessa vez eu ia comer ele de qualquer jeito! Eu precisava disso! Até que um belo dia, finalmente tive a oportunidade. Minha família toda ia pro sítio do meu avô denovo, mas dessa vez não era nenhuma data festiva, só iam passar o fim de semana, a gente fazia muito isso mas depois de um tempo, fomos parando de ir lá com tanta frequência como antes. Dei um desculpa pra ficar em casa e na Sexta a tardinha eles foram. Assim que eles saíram eu fui até a casa do Murilo que ficava na rua atrás da minha casa, chamei e a irmã dele saiu no portão perguntando o que era, eu disse que meu sobrinho tava chamando ele pra brincar e assistir filme, a irmã dele entrou lá e deve ter falado com os pais deles, alguns minutinhos depois o Murilo saiu pelo portão todo contente! hehe Tava com uma camisa verde do Palmeiras tamanho infantil e um short tactel preto e com seus chinelinhos da Marvel.
– Ei, Rique!
Ele exclamou todo eufórico hehe
– E aí, carinha. Bora lá que o Caio tá te esperando.
Chegamos em casa e entramos, tranquei a porta e falei:
– Vem cá meu putinho, me dá um abraço! Eu tava com saudade de você!
Ele já tava no meio da sala, de frente a tv, se virou e veio correndo até mim na porta, eu me abaixei um pouco e ele se jogou nos meus braços todo alegre, passando os bracinhos pelo meu pescoço e ficando pendurado em mim hehe Levantei ele nos meus braços e ajeitei as pernas dele em volta da minha cintura.
– O Caio não tá aqui, todo mundo foi pro sítio, foi só uma desculpa pra você vir aqui, agora que tô sozinho a gente pode brincar denovo!
– Sério???
Ele perguntou muito entusiasmado e contente hehe
– É sim meu príncipe, que saudade que eu tava de você meu vagabundinho!
Cheirei o pescocinho dele e fiquei em êxtase com aquele cheirinho infantil de menino.
– Que saudade do seu cheirinho meu amor, você tá mais gostosinho ainda hoje!
Falei isso e colei minha boca na boquinha dele, ele já sabia o que fazer então colocou as mãozinhas no meu rosto e abriu a boquinha e começou a movimentar a cabeça, coloquei minha língua dentro da boquinha dele e comecei a mexer ela lá dentro, ele também começou a movimentar a linguinha dele, fazendo com que nossas línguas ficassem batendo uma na outra, que delícia!!!
– Muito bem meu amor, aprendeu direitinho como beijar hein
Claro que ele não tava fazendo tudo certinho e tal hehe Afinal não tem como uma criança de 7 anos saber beijar perfeitamente como um adulto com experiência. Mas que DELÍCIA que é um beijo de criança, mesmo sem jeito como é! hehe
– Eu também tava com saudade de você, Rique!
Ele disse isso de um jeito MUITO fofinho e deu um beijo na minha bochecha e um selinho na minha boca, o rostinho dele tava todo babado com minha saliva kkkk delícia! Fui andando com ele no colo até meu quarto, fomos nos beijando no caminho até lá, abri a porta, entrei com ele pendurado no meu pescoço e fechei a porta, me aproximei da cama e joguei ele nela, ele caiu na cama todo assanhadinho, me olhando com aquele olhar sapeca, tirei minha camisa regata e minha bermuda tactel branca, daquelas que o fecho é de velcro, sabem? Quando abre faz aquele barulho de velcro abrindo hehe Fiquei só de cueca, olhei pra aquele pinguinho de gente encima da minha cama e pensei: “Caralho! Eu sou o cara mais sortudo do mundo por ter uma delicinha dessas só pra mim!” Apoiei os braços e os joelhos na cama, ficando por cima dele, ele era tão pequenininho que sumia embaixo de mim perfeitamente hehehe
– Me beija mais, meu putinho. A gente vai se amar muito agora, temos todo o tempo do mundo
Começamos a nos beijar denovo. Até que num certo momento eu disse:
– Deixa sua linguinha parada dentro da minha boca, pra eu chupar ela.
Ele fez o que eu mandei e posicionou a linguinha no centro da minha boca, comecei a sugar e chupar com muita força aquela linguinha, ele devia tá sentindo até dor hehe Tava muito gostoso! Até que eu parei de beijar ele, levantei meu rosto e disse:
– Abre a boca, bebê
Ele abriu e eu cuspi na boquinha dele, caralhoooo!! Que tesão que eu sinto em fazer isso!! Ele fez uma cara de nojo e disse:
– Ecaaaaa, Rique! Por que você fez isso? Ele se virou bem rápido e cuspiu minha saliva no colchão kkkk Deixando ela sair bem devagar da boquinha dele
– Não faz isso, vai sujar o colchão!
– Mas você cuspiu dentro da minha boca!
– Isso faz parte do sexo, bebê. Eu gosto muito de cuspir na boquinha do mesmo jeito que gosto de chupar e lamber os pezinhos, são coisas muito gostosas, que me dão tesão, lembra o que é tesão? Eu te ensinei o que é
– É a vontade de fazer sexo né?
– Isso mesmo, e essas coisas me deixam com o pintinho duro e com vontade de fazer sexo com você, e você disse que não ia reclamar de nada
Ele fez uma carinha meio pensativa e frustrada hehe Olhou pra mim e olhou pros lados, então eu disse:
– Se você deixar eu cuspir na sua, eu deixo você cuspir na minha também
– Sério?
Ele perguntou empolgado e com nojo ao mesmo tempo
– É sério sim
– Tá bom, pode cuspir
Posicionei minha mão direita no rostinho dele de modo que eu tava segurando o queixo e as bochechas dele ao mesmo tempo, fazendo com que ele mantivesse a boquinha aberta. Fiz isso e comecei a deixar minha saliva espumosa cair bem devagarzinho na boquinha dele, bem no meio da linguinha dele. Quando vi aquele fio grosso da minha saliva espumosa e branca cair bem no meio daquela linguinha rosada eu enlouqueci de tesão! Senti um choque elétrico no meu cacete e ele começou a soltar babinha! Comecei a ficar muito molhado e extremamente excitado, enchi a boca dele com minha saliva grossa e espumosa.
– Engole
Eu disse. Ele fechou a boca e engoliu fazendo uma cara de muito nojo kkkk Nem liguei hehe, enfiei meus dedos indicador e médio na boquinha dele e comecei mexer os dedos lá dentro, sentindo a maciez daquela boquinha e a rigidez dos dentinhos dele, eu enfiava tanto os dedos na goelinha dele que ele engasgava e tinha ânsia de vômito hehe Com a outra mão eu passava os dedos na saliva que ele ia soltando quando engasgava e ia levando até minha boca e me deliciando com aquela saliva que ele tava soltando por estar engasgado com meus dedos na goelinha dele. Tava muito gostoso, enquanto eu fazia isso, fui cuspindo no rostinho dele e a saliva ia escorrendo pelo rosto e molhando o cabelinho dele e chegando até o colchão, deixando ele encharcado, teve uma hora que sem querer a saliva caiu no olho esquerdo dele e ele fechou os olhinhos imediatamente e disse que tava ardendo kkk Quando ele abriu os olhos, o olhinho esquerdo dele estava um pouco vermelho e lacrimejando. Continuei a cuspir naquele rostinho, e ele chupando meus dedos indicador e médio na boquinha dele, comecei a espalhar o cuspe no rostinho dele com a outra mão. Depois de alguns minutos nisso, tirei os dedos da boca, abaixei o rosto e beijei ele denovo, ele tava todo encharcado com minha saliva e cheirava a cuspe, o meu cuspe hehe Que tesão! Tirei a camisa dele e fui direto nos suvaquinho esquerdo dele, passando a língua naquela delícia tão molinha e macia. Senti o gostinho salgado do suorzinho dele e o cheirinho de suor típico das axilas, fiquei embreagado de tesão, ele começou a rir dizendo que fazia cócegas kkkk Fui pro outro suvaquinho e lambi com muita vontade, beijando e lambendo aquela delícia.
– Sua barba faz cócegas, tio!
As vezes ele me chamava de Rique e as vezes de tio hehe Minha barba é curta mas dá pra fazer uma cosquinha mesmo hehe Cheirei muito aquelas axilas infantis e chupei elas muito como se fossem laranjas, eu metia a boca e sugava como se tivesse sugando uma laranja, me deliciei! Abusei muito dele! Era até meio difícil fazer isso pois ele se mexia e se contorcia muito dizendo que tava fazendo cosquinha em meio à risadas kkkk Depois de saborear o suvaquinho dele eu desci pela barriguinha, dando beijinhos e lambendo ela, fazendo ele dar umas contorcidinhas pela cócega provocada hehe
– Você vai chupar meu pintinho igual aquele dia?
Ele perguntou.
– Mas é claro que vou, meu amor! Vou te fazer gozar primeiro antes de comer seu cuzinho
Eu respondi.
Mas claro que antes de cair de boca no piruzinho, eu desci direto pros pezinhos dele como fiz na primeira vez né haha Cheirei muito aquelas delicinhas e chupei eles muito! Me deliciei com aquele chulezinho infantil, eu cheguei a colocar o pé direito dele até a metade na minha boca, me lambuzando com aquela delícia! Ele já aceitava de boa isso sem fazer expressões de estranhamento ou nojinho, deve ter entendido que era algo me dá um tesão do caralho!! Por fim, tirei o shortinho e cuequinha dele e o piruzinho durinho dele se revelou, não perdi tempo e caí de boca, sugando e sugando, fazendo ele se contorcer e fazer aquelas expressões que não dá pra explicar, não eram expressões de prazer como as de um adulto mas eram expressões que davam pra ver que ele tava curtindo muito e sentindo muito prazer! Chupei muito aquele pênis infantil, eu colocava o piruzinho e as bolinhas dele na boca ao mesmo tempo e ficava sugando, tentando extrair algo lá de dentro! As bolinhas e o pintinho dele eram tão pequenos que dava perfeitamente pra por os dois na boca e ficar chupando, saboreando como se fosse uma bala. Chupei muito aquela piquinha até que ele disse:
– Ai Rique eu tô sentindo aquela sensação denovo!…
O vagabundinho tava gozando… hehe Que delícia! Depois que ele gozou e ficou todo molinho e sorridente, eu fui direto pro reguinho dele, com as duas mãos eu abri aquela bundinha minúscula e tive a visão dos céus… Aquele risquinho entre as nádegas dele, levei meu nariz até aquela delícia e suspirei… Aaaaahhh que tesão! Cheirei muito aquele cuzinho infantil, virei ele de costas e ele deitou com a barriguinha pra baixo, ficando com a bundinha pra cima, me sentei no chão e trouxe ele bem pra beirada da cama, escorei meu peitoral na beira da cama e encaixei ele ali na beira da cama também, com o rabinho virado pra mim. Eu disse:
– Agora só relaxa, tá bom meu amor? Esquece de tudo, só sente essas sensações que eu tô te dando…
Falei isso e abri a bundinha dele com as duas mãos, aquele cuzinho TÃO pequenininho e tão rosinha, sem NEM UM pelo sequer, todo lisinho, ali, pra mim… Eu tava no céu! hehe Passei a língua no risquinho dele e ele deu uma tremidinha
– Aí, Rique, faz cosquinha!
– Sim meu amor, é uma cosquinha muito boa, você vai gostar muito!
Comecei a lamber aquele buraquinho com MUITO tesão, afundei minha cara na bundinha dele e comecei a chupar o cuzinho dele
– Hahahaha ai, Rique! Que legal isso! Mas você tá pondo a boca no meu bumbum! Não pode!
– Por que não meu amor?
– Por que aí sai cocô, não pode
– Mas tá limpinho meu amor, só não pode é estar sujo, estando limpinho igual tá aqui não tem problema nenhum. Agora fica quetinho e aproveita a sensação.
– Tá bom
Comecei chupar denovo aquele risquinho, era literalmente um risquinho, muito apertadinho, bem rosadinho em volta. Chupei muito aquele ânus infantil, chupei como se tivesse chupando uma laranja, eu metia a boca e sugava o buraquinho dele como se tivesse sugando uma laranja, não tava com o melhor dos cheiros mas eu nem liguei hehe E meu pau quase estourando de tão duro e babando bastante. Eu chupava com tanta pressão aquele cuzinho que quando eu tirava a boca, fazia um barulhinho bem gostoso hehe Fiquei por uma meia hora chupando e me deliciando naquele cuzinho que piscava muito, me dando mais tesão ainda, depois de chupar bastante, pressionei meu dedo polegar sobre o cuzinho dele e comecei a massagear, fazendo uma pressãozinha pra que o músculo do ânus dele fosse relaxando, tava bem lubrificado com minha saliva então devia tá bem gostoso pra ele
– Tá gostando meu príncipe?
– Tô sim!
Continuei massageando o cuzinho dele com meu dedo polegar até que começou a dar uma leve relaxadinha, pelo fato de estar relaxando e ele não ter muita noção da situação, as vezes ele soltava uns punzinhos sem querer e pedia desculpas hehe Eu nem ligava, só continuava a massagem e o cuzinho dele ia relaxando, mas bem pouco, só o buraquinho que estava visivelmente mais dilatado, um pouco mais abertinho, e o cuzinho já não piscava tanto mais. Caí de boca denovo e chupei mais, dessa vez com mais carinho, eu passava as mãos por todo o corpinho dele e ia rodando minha língua em volta daquele músculo tão pequenininho, levei minhas mãos até os pezinhos dele e fiquei segurando eles. Comecei a enfiar a língua dentro do cuzinho dele, eu lambia e minha língua passava lá dentro do cuzinho e também enfiava a ponta da língua e ficava tirando e pondo.
– Tá sentindo minha língua dentro do seu cuzinho, Murilo?
– Acho que tô
Ele respondeu de um jeito sapeca haha
– Quer que eu pare?
– Não!
Ele respondeu com certeza, o putinho tava gostando da sensação da minha linguona adulta dentro do cuzinho dele haha E fiquei nisso por mais uns 40 minutos, gente, sério, não tô mentindo, foi uma hora e meia mais ou menos, desde o início do beijo grego até o final, eu tinha que relaxar MUITO aquele cuzinho pra ele aguentar o meu caralho, senão ele não ia aguentar e poderia ficar traumatizado, gerando problemas pra mim. Depois de tratar aquele cuzinho com MUITO amor e carinho, chupando, metendo a língua e sugando, ele já tava bem mais relaxado e abertinho, era impossível não estar né, quase duas horas de beijo grego e palavras doces que acalmaram, relaxaram, passaram confiança e segurança ao meu putinho, não tinha como não estar relaxado hehe Então coloquei a ponta do dedo indicador na portinha do tobinha dele e beeeem devagarzinho eu fui enfiando, mesmo estando relaxado, era um ânus infantil e até o tamanho do meu dedo era demais pra ele, então ele trancou o cuzinho num ato involuntário e deu uma gemidinha de dor. A ponta do meu dedo indicador ficou presa dentro do cuzinho dele, cara… Que sensação indescritível!! Era como se o cuzinho dele estivesse mastigando o meu dedo! Era muito gostoso! Imagina meu pau o que ia sentir… hehe
– Calma, Murilinho. Relaxa, faz força tipo como se você fosse fazer cocô que aí relaxa.
Ele fez e o cuzinho abriu automaticamente, tirei o dedo, dei mais uma chupadinha e dedilhei mais um pouco, me levantei e fui até o guarda-roupa, peguei meu tubo de lubrificante e voltei até ele, me sentei e passei BASTANTE lubrificante na portinha do cuzinho dele e no meu dedo
– Agora vai entrar com mais facilidade meu amor
Fiz mais uma massagenzinha no cuzinho dele e introduzi a ponta do dedo indicador, dessa vez foi mais fácil, ele não trancou o cuzinho e nem reclamou de dor, enfiei até a metade do dedo bem devagar.
– Tá doendo?
– Tá não
Ele respondeu bem calmo. Isso era muito bom hehe Fui enfiando mais um pouco o dedo e tirei, enfiei denovo bem devagar e tirei denovo, comecei enfiar e tirar o dedo bem devagar e fui aumentando o rítimo, fazendo isso um pouco mais rápido
– Tá doendo?
– Só um pouquinho
Ele disse um pouco tenso
– Mas você aguenta se eu continuar?
– Aguento
Continuei dedando aquele cuzinho, passei mais lubrificante e dedei mais, fiquei uns 15 minutos só dedando ele, agora já tava bem relaxadinho mesmo.
– Tá doendo?
– Agora não tá não
Com essa resposta dele eu fiquei mais confiante pra intensificar as dedadas, comecei a enfiar e tirar o dedo bem rápido do cuzinho dele, fazendo um barulhinho MUITO gostoso de ouvir! E ele não demonstrava dor ou incômodo algum, já era hora de pocar aquele cabacinho dele com meu cecetão, me levantei, mandei ele se deitar mais no meio da cama e ficar de lado, essa é a posição ideal para iniciantes no sexo anal, principalmente pra crianças, não dói tanto e nessa posição o músculo anal tem mais facilidade pra relaxar. Deitei atrás dele, de ladinho também, levantei a perninha dele e posicionei meu caralho duríssimo e ultra melado na entradinha do tobinha dele, fiquei pincelando a cabeça do meu pau no cuzinho dele, pincelei muito, mandei ele deitar de barriga pra baixo e fui por cima, pra poder pincelar melhor. Me posicionei encima dele e fiquei esfregando a cabeça do meu cacete na portinha do cuzinho dele, sem pressionar, só pincelando mesmo.
– Tá fazendo cosquinha, Rique
– E você tá gostando?
– Tô!
– Que ótimo meu bebê, quando meu pinto tiver dentro do seu cuzinho você vai ver como você vai se sentir bem melhor, essa cosquinha vai ficar ainda melhor!
– Tá
Cuspi no reguinho dele e pincelei muito a cabeça do meu pau naquele cuzinho, deitei de lado denovo e mandei ele fazer o mesmo, levantei a perninha dele e coloquei meu pau na entradinha do seu cuzinho, dei uma empurradinha de leve, ele soltou um gemidinho meio desconfortável. Peguei o tubo de lubrificante e lambuzei MUITO o meu pau todinho, passei bastante gel lubrificante em toda a extensão dos meus 17 centímetros de pica, passei lubrificante no reguinho dele também e posicionei meu pau lá denovo. Empurrei um pouco e entrou a ponta da cabeça com bastante facilidade, ele deu um gritinho
– Aaaaiii, doeu!
– Ssshhhh… Calma, bebê. É assim, mesmo, dói só um pouquinho pra entrar, mas depois fica uma delícia, você vai ver só.
Falei isso fui fazendo carinho pelo corpinho dele, empurrei o pau mais um pouco e entrou a metade da cabeça, eu já tava me segurando pra não gozar ali mesmo, PUTA QUE PARIU que sensação gostosa!!! E olha que nem tinha entrado tudo! Era tão apertadinho! Dei uma mexida no pau pra ajudar dilatar mais um pouco o cuzinho dele e empurrei mais, foi a cabeça quase toda, nisso ele deu um gritinho
– Aaaaiiiii, Rique, tá doendo! Para!
– Calma putinho, já já vai parar de doer, eu tenho que fazer isso, tô com muita vontade, e você tem que deixar, senão eu não brinco nunca mais com você. Daqui a pouco vai começar a ficar gostoso, cê vai ver
Comecei a empurrar meu pau pra dentro daquele cuzinho bem devagarzinho, caralho… que delícia!! ia sentindo as preguinhas dele se expandindo pra acomodar meu caralho, ele começou a se levantar pra sair dizendo que tava doendo muito, segurei ele pela cintura com força e prendi ele onde ele estava
– Me solta! Me solta! Para!
– Ei, calma, Murilinho! Pra que esse espetáculo todo? Nem tô fazendo nada de ruim com você, tô fazendo uma coisa boa, tô te ensinando o sexo, brincando com você, para com isso!
– Não eu não quero aprender não, deixa eu ir!
Abracei ele com força e nisso a cabeça do meu pau entrou mais um pouco no movimento que fiz sobre ele pra abraça-lo, cheguei bem pertinho do ouvidinho dele e cochichei:
– Calma meu viadinho, já já a dor vai passar, fica quetinho pra você ver…
E cochichei muita putaria no ouvidinho dele, lambi e chupei a orelhinha dele, passei minha língua dentro da orelha dele e ele tentando sair, se desprender. Foi quase 1 hora de tentativas frustradas de comer aquele cuzinho, não ia ter jeito mesmo, não entrava tudo de jeito nenhum, era extremamente apertado e pequeno e meu pau era grande e cabeçudo, tive que desistir. Depois de desistir eu fui acalmando ele, fazendo carinho e dizendo muitas coisas fofas, conquistei ele denovo hehe Tive a idéia então de falar com ele pra pedir pros pais dele pra dormir aqui, perguntei se ele queria e ele ficou todo animado dizendo que sim hehe Então eu disse:
– Então veste a sua roupinha e vai lá na sua casa e fala que o Caio tá pedindo pra você dormir aqui, não fala que eles foram pro sítio não tá? Fala que tá tudo mundo aqui
– Tá bom!
Ele foi e depois de uns 10 minutos, escutei alguém bater no portão, fui atender todo animado e era ele, quando abri ele entrou correndo e todo eufórico! Com uma mochilinha nas costas, entrou e disse:
– Ela deixou, mamãe deixou!!
– Você dormir aqui?
– É!!
– Hehe que bom meu putinho, agora a gente vai aproveitar!
Entramos e eu tranquei o portão e a porta da sala, mandei ele guardar a mochila no meu quarto e chamei ele pra a gente tomar banho, eu ia aproveitar pra fazer a chuca nele, pra evitar de sujar meu pau caso eu conseguisse comer o cuzinho dele. Entramos no banheiro e tiramos a roupa, mandei ele sentar no vaso e disse:
– Bebê, eu vou fazer um negócio agora no seu cuzinho que se chama chuca, é um procedimento que tem que fazer pra limpar o cú por dentro, pra não sujar o pinto de cocô na hora do sexo, entendeu?
– Entendi, mas você vai querer fazer aquilo no meu toba denovo?
Ele perguntou com uma cara meio frustrada e preocupada
– Vou sim, bebê. Tenho que pocar seu cabacinho, mas você vai gostar.
Peguei a duchinha do chuveiro, tirei aquele chuveirinho que fica na ponta e passei saliva na ponta da mangueirinha e na portinha do cuzinho dele, introduzi a mangueira bem de leve no cuzinho dele e abri o chuveiro, ele disse:
– Aaaaiii que sensação estranha!
– É assim mesmo, bebê, mas é gostoso né?
– Acho que é
Deixei o cuzinho dele encher de água e perguntei:
– Você já fez cocô hoje?
– Já sim
– Que horas?
– Um pouquinho antes de eu vir pra cá aquela hora de tarde
– E você comeu algo depois?
– Não
– Hum então não vai ter perigo de ter cocô aí no caminho não haha Vai tá limpinho
Tirei a mangueirinha do rabo dele e disse:
– Agora faz força pra soltar a água, meu amor, você vai sentir como se tivesse fazendo cocô mas é a água saindo, vai, faz.
Ele fez o que eu mandei e saiu toda a água do rabinho dele, tava um pouco suja então eu coloquei a mangueirinha denovo e mandei ele repetir o processo, ele pôs força e saiu toda a água, dessa vez limpinha, coloquei mais uma vez só pra dar uma última limpada e ele soltou tudo, a água saiu limpinha. Pronto, agora era só aproveitar. Tomamos banho e nos pegamos muito no banho! Ele bateu boquete e muita punheta pra mim, bati uma pra ele também e gozamos, lavei bem o cuzinho dele com bastante sabonete e enxaguei. Saímos do banheiro e fomos pro quarto, eu disse:
– Nem precisamos vestir roupa, putinho. A gente vai transar mesmo, vem cá
Disse isso e puxei ele pro meu colo, caí na cama com ele no colo e a gente só jogou as toalhas no chão e ficamos lá, pelados, eu deitado com aquele pedacinho de delícia encima de mim, enfiando a linguinha na minha boca. Depois de um tempo nessas carícias eu, ainda deitado, mandei ele sentar na minha cara
– Senta na minha cara meu putinho, põe seu cuzinho bem aqui na minha boca, faz de conta que eu sou uma cadeira, senta nela!
Ele se levantou rindo e veio até minha cara, posicionou as perninhas abertas encima de mim, uma de cada lado do meu rosto e foi abaixando… Caralhooooo!!!!!!!! Que TESÃO!!!! Nunca vou me esquecer daquela visão!! Aquele risquinho vindo até minha cara! Caralho… Que tesão!
Ele veio se abaixando e o cuzinho dele foi abrindo, até chegar bem na minha boca, coloquei as mãos na cinturinha dele e ajeitei ele bem no meio da minha boca, o cuzinho dele tava encima da minha boca, segurei a bundinha dele e comecei a chupar aquele cuzinho, e ali eu chupei muito… Lembro até hoje que olhei pro relógio na parede e eram 10 e 20 da noite, quando eu parei de chupar o cuzinho dele com ele ali naquela posição sentado na minha cara, eram 11 e 05. Ele já gemia e rebolava encima de mim, com certeza o ânus dele já tava bem relaxadinho e ele tava sentindo prazer, eu tava ali me deliciando naquela fonte de prazer!
– Aperta sua bundinha na minha cara, bebê, aperta ela contra a minha cara
E ele apertava, tipo descendo a bundinha ainda mais, mas como não tinha mais por onde descer, a bundinha dele imprensava minha cara, delícia!
– Tá gostando meu amor?
– Muito!!
Depois de mais um tempinho nisso, pedi pra ele se abaixar e ver se conseguia alcançar meu pau, pra a gente fazer um 69, ele se abaixou e conseguiu alcançar meu cacete que tava duro que nem pedra e babando muito
– Seu pintinho tá soltando aquele mel que você falou
– É especialmente pra você meu príncipezinho, tá saindo pra você!
Numa atitude totalmente inesperada e DELICIOSA, ele passou a pontinha do dedo na cabeça do meu pau e girou em volta dela, colhendo o meu néctar que tava sendo expelido especialmente pra ele e, acreditem ou não, levou até a boca e chupou.
– Humm que delícia o seu mel, Rique! Tá doce agora!
Puta que pariu… Quase gozei quando vi isso, como ele era inocente kkkk “Tá doce agora” hehe Ele realmente achava que eu ia acreditar que ele tava falando sério. Crianças, né? Falam coisas assim pra agradar a gente haha
– É uma pena que você ainda não produz melzinho e leite, bebê, realmente uma pena, eu ia adorar sugar seu melzinho, saborear ele e fazer você soltar leitinho e engolir tudinho! Mas você vai começar a produzir daqui um tempo, quando você crescer, quando tiver com uns 12, 13, 14 anos.
Ele se esticou o máximo que pode e eu disse
– Agora chupa meu caralho meu vagabundinho, enquanto isso eu chupo seu cuzinho
E assim foi, tive que levantar bem a cabeça e levar o pescoço bem frente pra ele conseguir abocanhar minha rola e ficar com o cuzinho na minha cara ao mesmo tempo, coloquei os travesseiros embaixo da cabeça e ficou perfeito, a bundinha dele esmagando minha cara e a boquinha dele começando a chupar meu caralho!! Aaaaaaahhh que gostoso!! Nunca vou me esquecer dessas cenas! Criança é tudo de bom! Dessa vez não forcei a cabeça dele pra baixo, forçando garganta-profunda, dessa vez deixei ele guiar a situação e fazer como bem queria e conseguisse, só fiquei com as mãos na bundinha dele, separando as nádegas pra que eu pudesse chupar aquele cuzinho, dei um beijo de língua naquele buraquinho dele! Ele ficava brincando com o meu pau, as vezes colocava as mãozinhas e punhetava com as duas mãos bem forte e rápido, me matando de tesão. Ele descia com a boquinha até um pouco depois da cabeça e começava a engasgar, aí subia, chupava a cabeça como se fosse pirulito e descia denovo, engasgava e tornava a subir, deixando meu pau muito babado, a saliva dele escorria pelo colchão já, e eu beijando de língua o cuzinho dele, uma verdadeira delícia! O 69 mais gostoso da minha vida! Não forcei nada dessa vez, ele fez o boquete todo sozinho do jeitinho dele, quando senti que ia gozar, mandei ele parar e sair de cima de mim, ele fez o que eu mandei e eu disse:
– Chegou a hora, bebê. É agora que vou te comer, aguenta tudo sem reclamar tá? Você vai ter uma recompensa muito boa…
– Sério??
– Sim minha vida, vou te dar um presente muito legal se você aguentar tudo
– Tá bom!!
Deitado com as pernas bem abertas e meu cacete mega duro, eu mandei ele sentar no meu pau igual ele fez na minha cara e ir encaixando o cuzinho no meu pau, ele ficou de pé encima do meu pau, se posicionou com uma perna de cada lado do meu quadril e foi descendo, sentando, meio receoso, apreensivo. Quando senti a portinha do cuzinho dele encostar na cabeça do meu pau, eu pedi pra ele esperar, peguei o tubo de lubrificante que tava do lado do travesseiro e melei meu pau com bastante lubrificante, coloquei tanto que escorreu até pros pelos. Passei lubrificante nos dedos e levei até o cuzinho dele, massageando-o por alguns segundos.
– Agora senta e vai descendo
E assim ele fez, encostou a portinha do cuzinho na cabeça do meu pau e tentou descer, a princípio deslizou com facilidade pois o cuzinho dele tava mais relaxadinho e tava muito lubrificado. Coloquei a mão direita no ombro esquerdo dele e o forcei pra baixo um pouco, fazendo o cuzinho dele engolir com mais rapidez a metade da cabeça do meu pau. Caralho… Quando senti aquela sensação, quase gozei! Comecei a ficar em êxtase, ele soltou um “Aii” bem de leve. Tirei a mão do ombro dele e disse:
– Continua descendo
Ele ficou tentando descer mais, mas sem sucesso. Então eu pensei: “Bom, se eu ficar nisso aqui, amanhece o dia e eu não poco esse cabacinho, se eu for de uma vez, vai doer um pouco mas vai ser rápido” Então resolvi ser malvado… hehe Segurei ele pela cintura e num movimento rápido, levantei meu quadril, enfiando de uma vez meu pau no cuzinho dele! Deslizou até um pouco mais da cabeça.
– Aaaaaaaaaahhhhh!! Caralhoooooo!!
Eu exclamei sentindo MUITO prazer!! Só quem já comeu um cuzinho de criança sabe a sensação INDESCRITÍVEL que é!! É muito gostoso!! Nada no mundo se compara! Ele deu um grito alto e agudo:
– Aaaaaaaiii!!! Tira! Tira! Tá doendo muito! Para!
Ali eu já não tava ligando pra mais nada, só queria proporcionar aquele prazer ao meu cacete! Ele merecia isso! haha Tampei a boquinha dele e disse:
– Sssssshiuuuu! Cala a boca! Tá louco?? Quer que alguém escute esse grito??
Tirei a mão da boca dele e disse:
– Não grita, senão eu vou te bater e te mandar embora e você nunca mais voltar aqui pra brincar comigo e com o Caio! Fica quetinho.
Segurei ele firme pela cintura e comecei meter devagar, puta que pariu… Que delícia tava aquilo! Ele começou a choramingar dizendo que tava doendo e ardendo muito, nem liguei hehe Mandei ele abaixar mais, ele não quis e ficou choramingando, então num movimento rápido eu puxei ele pra baixo pela cintura, fazendo meu caralho entrar mais ainda no cuzinho dele, eu sentia cada preguinha do cuzinho dele, sentia toda aquela maciez extremamente gostosa lá dentro, sentia a pele do ânus dele se esticando a medida que meu pau entrava, nisso ele começou a chorar e querer gritar e fazer força pra sair.
– Aaaah vai chorar? Tu é um putinho muito fresco mesmo viu, não aguenta nada, tem que começar aguentar! Lembra do que eu te falei…
Posicionei ele mais sentado e arqueado ainda, posicionei minhas pernas e meus pés sobre a cama, segurei ele com força pela cintura e comecei meter denovo, fui socando… Caralho!! Que tesão do caralho!! Porra! Que delícia tava aquilo! Ele começou gritar meio alto e a chorar, fazendo muita força mesmo e se debatendo pra sair.
– Se tu não engolir essa desgraça desse choro e não calar a boca eu vou meter pra valer, por enquanto tô sendo bonzinho, mas não me irrita não…
Ele não me ouviu então eu disse:
– Beleza então, quer chorar? Vou te dar motivo pra chorar seu filho da puta!
Segurei ele com muita força mesmo e soquei! Soquei muito! Não cheguei a socar o pau todo mas foi até a metade. Claro que eu não tava com raiva mesmo, era só pra alimentar mais minha fantasia de estupro que sempre quis realizar! Falar essas coisas, tipo “Cala a boca senão vou te bater”, “Fica quetinho senão vai ser pior”, “Vou te dar motivo pra chorar”, me davam mais tesão. Tirei ele de cima de mim e coloquei ele na posição de frango assado, me posicionei por cima, vi se tinha machucado ele, tava sangrando um pouco, mas não muito, pois estava muito lubrificado. Limpei e passei mais lubrificante ainda, só nessa transa foi quase o tubo de lubrificante todo, e ele choramingando e gemendo de dor, quando passei o lubrificante, enfiei meu pau de uma vez no cuzinho dele e comecei bombar… Ele deu um grito alto dessa vez, bem estridente! Dei um tapa na cara dele e automaticamente tampei a boca dele e disse:
– Cê tá louco, porra?? Te falei pra não gritar, caralho! Ah mas agora tu vai ver seu putinho…
E soquei, mas não com muita força, afinal eu não era louco de socar com força extrema em algo tão pequeno, mas soquei com vontade, tampando a boca dele, eu sentia meu caralho rasgando ele, a sensação que eu tinha era essa, que meu cacete tava rasgando o cuzinho dele. Caralho, como aquilo tava gostoso, ele estava sentindo muita dor, e eu, muito prazer! Nada se compara a sensação de um cuzinho de criança mastigando o nosso pau! Nada! Fiquei bombando nele nessa posição de frango assado, tirei a mão da boca dele e ele tava se engasgando com seu próprio choro, peguei os pezinhos dele e comecei cheira-los, mordê-los, beija-los e chupa-los enquanto fodia o rabinho dele, aumentando ainda mais o meu tesão! Aproveitei que ele já tava com a boca aberta enquanto choramingava e cuspi na boquinha dele, cuspi muito, na cara, na barriguinha, na boca, nele todo, eu ia cuspindo e espalhando o cuspe com a mão, deixando ele com o cheirinho da minha saliva, ele já era meu! Senti que ia gozar e mudei de posição, sem nem perguntar nada pra ele, eu só pegava ele e colocava na posição que eu queria hehe Ele era um perfeito boneco de pano pra mim, não tinha esforço nenhum em pegar ele e mudar de posição. Sentei na cama e abri as pernas, coloquei ele deitado de barriga pra cima na minha frente, entre minhas pernas, abaixei meu pau, tive um pouco de dificuldade pra isso, pois tava muito duro e vocês sabem como é difícil abaixar o pau quando ele tá muito duro né hehe Abaixei meu pau e enfiei no cuzinho dele, comecei a movimentar meu quadril pra frente e pra trás, tirando e pondo o pau do cuzinho dele automaticamente! Coloquei meus pés bem do lado do rostinho dele, quase encostando a sola nas bochechas dele, e disse:
– Lambe meus pés enquanto te fodo meu vagabundinho
Ele só continuou choramingando e pedindo pra parar, querendo gritar, dei uma estocada forte! Ele gritou.
– Lambe, porra! Faz o que eu tô mandando!
Ele virou o rosto pro meu pé esquerdo primeiro e começou lamber sem nenhuma vontade, e eu movimentado meu quadril pra frente e pra trás, fodendo ele.
– Isso meu putinho, sente o chulezão gostoso do seu macho! De agora em diante vou fazer isso com você sempre! Vai, aprecia o odor dos pés do teu homem, vai! Lambe!
Ele continuou lambendo e eu quase me gozando…
– Tá gostando do meu chulezão, bebê?
Ele não respondeu nada, só continuou chorando muito e lambendo meu pé, com o mesmo pé que ele tava lambendo eu bati na cara dele e disse:
– Me responde, caralho! Tá gostando?
– T… t… ttô…
Ele respondeu soluçando
– Vai, agora o outro pé, lambe e chupa o dedão que eu já tô quase gozando!
Ele obedeceu e eu me deliciei!
– Tá gostando do pezão do seu macho, bebê?
Ele só balançou a cabeça em sinal de sim
– Tem chulé?
Ele balançou a cabeça em sinal de sim denovo
– E cê gosta né safadinho?
Ele balançou a cabeça em sinal de sim denovo, claramente detestando a situação, só respondendo pra não me irritar kkkk Continuei socando, peguei o pezinho direito dele e coloquei na boca, comecei chupar. E assim foi, ele lambendo meus pés bem do lado do rostinho dele enquanto eu fodia o cuzinho dele com o pé direito dele na boca, chupando-o, DELÍCIA! Eu tava no ápice! Não foi nem 5 minutos assim e eu gozei! Aaaaaahhhh… Outro orgasmo INCRÍVEL que eu nunca vou esquecer!!! Quando tava quase gozando, abri a boca e ele tirou o pezinho dela automaticamente, quando comecei gozar, eu GRITEI de prazer!
– Aaaaaaaaaaaahhhhhhhh!!!! Porraaaaa!!!! Caralho Murilinho!!! Que gostoso!!!! Aaaaaahhhh tô gozandoooo!!!
E lá se foram jatos e mais jatos de porra no cuzinho quentinho do meu amor! Cheguei desfalecer! Tirei o caralho de dentro do cuzinho dele e desceu MUITA porra com um pouco de sangue, sujou o lençol. Me debrucei encima dele e comecei beija-lo com muito amor, e ele soluçando e choramingando… kkkk Caí do lado dele e senti o êxtase, a fraqueza pós-gozo haha Me levantei e peguei ele no colo, fomos pro banheiro e tomamos outro banho, limpei ele direitinho, fiz muito carinho nele, pedi desculpas por tudo e disse que da próxima vez eu ia fazer com calma e ia ser diferente, ele não dizia uma palavra, tava quetinho, todo molinho, não tava aguentando nem andar direito, peguei ele no colo e levei pro sofá, ajudei ele a vestir o pijama dele, troquei os lençóis da cama, perguntei se ele tava com fome e ele só balanço a cabeça bem devagar em sinal de não, fiz um milk shake de chocolate pra ele e ele tomou só metade, fiquei abraçando e beijando ele, puxando assunto, consertando a situação e ele até que pareceu esquecer um pouco o que tinha acabado de acontecer. Fomos pro quarto e deitamos, ele se deitou do meu lado e eu disse que a gente já ia dormir e íamos dormir juntinhos igual namoradinhos, ele não expressou reação nenhuma, só deitou e adormeceu, fiquei fazendo carinho na cabeça dele até ele dormir, e eu, como também tava cansado pela foda, adormeci rápido também e dormi gostoso demais, um dos melhores sonos da minha vida hehe
E é isso, galera. Espero que tenham gostado! Depois trago mais relatos, porque como disse, é muita história pra contar já que tô com ele há tanto tempo, desde essa época hehe Bom orgasmo à todos, seus safados!

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,88 de 26 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

20 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Admirador ID:40vom29km9il

    que estupro gostoso!!

    • Henriquepedo000 ID:gsuj3epm3q

      Obrigado meu mano! 👊🏻

  • Responder rfhiwejnr9u ID:8kqv4gxrv34

    Tava bom até usar violência.

    • Henriquepedo000 ID:gsuj3eov4n

      Tu não curte mas outras pessoas curtem 🙂

  • Responder pedobabe ID:81rd3cf5qli

    pqp que delícia!!! fico burrinha de tesão com um homem adulto estupr4ndo uma criancinha, tô toda molhada lendo isso e não consigo parar de brincar com a minha bucetinha!! 😵‍💫

    • Henriquepedo000 ID:gsuj3eov4n

      Hehe que bom, pedobabe! Bom saber que até as mulheres tão se deliciando com meus relatos! Afinal, tô relatando isso aqui pra quem quiser e gostar kkkk bate muita siririca mesmo hehe goza gostoso sem preocupações, sem tabus, sem medos, seja livre! Já leu os outros relatos que publiquei primeiro?

  • Responder Luckas ID:h5hn7te8m0

    CARALHO, MANO! Que autor foda. Nem consegui teminar todo. Vou bater mais uma depois ao continuar. Parabens mano, pqp

    • Henriquepedo000 ID:gsuj3eov24

      Hehe obrigado, mano! Gozou gostoso? Queria saborear sua porra, seu safado hehe 😏🤤🤤🤤 Me diz aí, em qual parte tu gozou? E leu os outros primeiros relatos? Lê e comenta bastante o que achou! ❤️

  • Responder Curioso ID:h5i1djid3r

    Fala Henrique, quero aprender configonos cacoetes pra pegar novinhos também.

    • Henriquepedo000 ID:gsuj3eov4n

      Acho que não entendi o que tu quis dizer, mano kkk 😅

  • Responder Putinha ID:gsuj3eov24

    AAAAAAHH MARAVILHA!! Olha eu aqui denovo na continuação do primeiro kkkk Henriquepedo000 vou bater muita sirica lendo esses contos e imaginando como vc é…. Ameeei a parte que VC disse que que posicionou ele mais sentado e foi socando… Minha buceta melou muto!! Fiquei imaginando eu sentada no seu pau e vc socando minha bucetinha igual fez com o Murilo Kkkk 🤤🤤 Sou uma mulher extremamente cabeça aberta, ADORO os mais diversos fetiches e melei muito a buceta com os seus!! Adoraria participar dessas brincadeiras com seu namoradinho…. kkkkk Todo mundo podia ser bissexual né?? o mundo ia ser muito melhor!! ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️

  • Responder Veeadnhu ID:mujm71b0j2

    Eita

    • Henriquepedo000 ID:gsuj3eov24

      Gostou, safado? 😏

    • pedobabe ID:81rd3cf5qli

      pqp que delícia!!! fico burrinha de tesão com um homem adulto estupr4ndo uma criancinha, tô toda molhada lendo isso e não consigo parar de brincar com a minha bucetinha!! 😵‍💫

  • Responder Douglas ID:4adfkdj4k0kn

    Perdi meu cabaço aos 13 pro cara de 22 anos ele tinha um pauzao preto devia ter uns 19 cm e bem grosso lembro q doeu
    Bastante mais amei no final até porque ele gozou dentro depois desse dia ele me comia a HR q ele queria dei pra ele até meus 16 ele era bem moreno rosto de meninão aparentava ter uns 18 anos tinha a barriga meio definida
    Adorava ser humilhado por ele chupar o pau dele sujo de sebo
    As vezes ele mijava dentro do meu cu até na minha boca ele mijava mais ele era bastante carinhoso as vezes me beijava falava q eu era o namorado dele hj ainda dou pra ele mais com menos frequência pois tenho namorada e ele é casado eu tenho 19 anos e ele 29 hj ele curte até ser passivo as vezes

    • Henriquepedo000 ID:gsuj3eov24

      Que delícia, Douglas! 🤤 O Murilo gosta muito de chupar meu pau com sebo também, ensinei ele a gostar, é outro fetiche que eu tenho hehe Vou contar mais coisas pra vocês que envolvem mijada na boca e sebo de pica também! 😉😋

  • Responder Rick ID:469cvhgxzri1

    Vc é um doente, fazer isso com uma criança… nojento.

    • Tio Nando ID:8d5qf7zb0d1

      Eu tbm não curto. Comecei a ler porque li “13 anos”. Qnd vi que não era, parei. @ liketoni

  • Responder LugaidVandroy ID:830xxpx3hmq

    Tava indo tudo bem até desçam ar pra violência. Parei ali

    • Messin ID:w735kv9aj

      Continua logo o seu conto por favor