# # #

Garotinhas do titio – Um pedófilo e duas garotinhas sozinhos em casa

1867 palavras | 22 |4.60
Por

Sou Mauro, tenho 25 ano e moro minha mãe. Eu e minha irmã nunca conhecemos nosso pai.
Faz alguns que minha irmã saiu de casa pra viver a sua vida com um cara, passaram alguns anos juntos e tiveram 2 filhas lindas, Mellane e melissa.
Mellane é a mais velha, tem 8 aninhos, um anjinho, branca de cabelos castanhos, lábios pequenos e um olhar inocente. A caçula é bem nova, ainda não fala, é igual a irmã.
A 2 meses, minha irmã se separou do marido, disse que ele era muito controlador e ela queria sair pra festas e fazer coisas que mães não costumam fazer.
Assim, ela por não ter emprego, veio morar com minha mãe e eu.
De início, foi aquela coisa, 2 crianças em casa tiraria minha paz. A mais velha sempre mexia em minhas coisas e a mais nova só viva chorando, já que a mãe não dava atenção.
Mas em meio ao reluto, também me surgiu uma ideia na cabeça, fazia tempos que eu sentia algo diferente em mim, não olhava para mulheres mais velhas, passava horas olhando crianças, especialmente meninas. As vezes, quando alguma sentava em meu colo e me abraçava, eu sentia algo especial, como amor mesmo. As noites eu me masturbava olhando imagens das pequenas sem roupa.
Claro, eu sabia que estava indo pra um mundo muito errado, que seria perigoso, mas em meio a tantas pesquisas, entendi que com consentimento, podemos tudo! Sexo é bom para os dois lados, quem nunca teve desejo sexual enquanto criança?
O fato era, eu estava perto de minhas sobrinhas agora, era evidente que algo de ruim aconteceria.
As vezes via a mais velha deitada em minha cama, me dava vontade de ir até ela e fazer tudo que queria, mas ao mesmo tempo, me dava uma culpa de pensar essas coisas de uma criancinha.
Já tinha ficado sozinho com a Mellane 2 vezes, mas não tinha coragem, da última vez, vesti um short sem cueca e tentei me aproximar dela, mas desisti.
Mas teve um dia, que acordei determinado, comprei uma caixa de bombom, coisa que era bem difícil elas comerem.
Olhei a Melissa, e ela dormia no berço. Minha mãe tinha ido ao médico resolver problemas de velho e minha irmã havia saído pra festa na noite anterior e provavelmente só voltaria a noite. Voltei até meu quarto, deixei a caixa de chocolate sobre a cama e liguei minha TV, botei um filme porno e fui atrás de Mellane, ela estava na sala.
Abracei ela, e disse que ficaria comigo hoje. Abracei ela e disse que tinha uma coisa pra ela.
– O que tio?
– Tá no quarto, mas você só pode pegar depois.
– Tá bom tio
– Eu vou tomar banho e depois te dou.
Eu sabia que ela era curiosa e iria querer ver oq era. Fui até o banheiro, liguei o chuveiro e fiquei com o ouvido na porta esperando ouvir ela passar pro meu quarto, assim que ouvi seus passos, abrir a porta e fui até ela.
A Mellane caiu na isca de boa, quando cheguei no meu quarto, ela estava com a caixa de chocolate na mão e olhando pra TV. Seus olhos estavam arregalados olhando a sacanagem, estava tão concentrada que não me viu entrando.
– QUE ISSO MELLANE?
– Ai tio, desculpa, desculpa, foi sem querer.
– VOCÊ SABE O QUE É ISSO? SUA AVÓ VAI TE MATAR QUANDO SOUBER QUE TU TA ASSISTINDO PORNOGRAFIA
– Não tio, não conta pra ela, por favoor.
Peguei o chocolate da mão dela e disse pra ela ficar lá me esperando.
Fui até ao banheiro, desliguei o chuveiro, conferir pra ver se Melissa ainda dormia, e estava tranquila.
Voltei pro quarto e Mellane estava chorando na cama.
Sentei do deu lado e passei a mão em sua cabeça.
– Desculpa amor, o titio não queria brigar com você, mas isso não é coisa pra criança.
– Eu sei tio, mas eu nunca tinha visto isso, eu juro, não conta pra mamãe nem pra vovó.
– Você ainda quer seu chocolate?
– Quero
– Eu dou seu chocolate e não conto pra sua mãe e nem pra sua avó o que você fez, mas você tem que fazer isso comigo
– Isso oq tio?
– Isso que a mulher da tv ta fazendo com o cara.
– Mas a mamãe me disse que é errado
– Então eu conto pra sua mãe que você tava vendo.
– Tá bom tio, eu faço, não precisa falar.
– O titio quer fazer isso com você, porque você é linda e o titio ama você
– Isso dói?
– Só um pouquinho, depois você vai gostar, eu prometo.
Tirei minha toalha e meu membro já estava duro como pedra. Ela ficou olhando pra ele, estava muito curiosa.
– Você já tinha visto antes?
– Não tio, é grande né
– É sim bebê, pode pegar. Ele tá grande porque ele gostou de você
Ela botou a mão, cada toque que ela dava era delicioso, sua mão macia e suave estava envolvendo meu membro.
Falei pra ela fazer um vai e vem com a mão, ensinei ela a me punhetar de leve.
Ali já estava em um ponto alto, a menina fazia direitinho, sem apertar muito, fazendo movimentos leves e contínuos.
– fica aqui na minha frete bebê, de joelhos
Ela se posicionou com o rosto bem próximo do meu pau, escorria uma babinha e ela fez uma cara de nojo quando mandei ela chupar a cabecinha, mas não reclamou.
– Me olha bebê, fica me chupando e me olhando
Seu olhar doce, olhos de mel, se eu pudesse, usaria essa imagem como wallpaper de celular.
Tirei ela de cima, pois não estava gostando, mandei ela se deitar na cama de barriga pra cima, ela estava muito obediente.
Levantei seu vestido rosa com o desenho da Ariel. Reveli sua calcinha fofinha e finalmente estava tão perto do que tanto queria. Vendo aquela calcinha branca com florzinha vermelhas, me deixou com mais tesão, a delicadeza de uma criança é como magia para nós.
Levei minha mão até o meio de sua xaninha, pra senti-la sobre a calcinha e me surpreendi quando senti uma pequena umidade no local.
– Hunn
Ela gemeu de leve, a putinha estava gostando dos meus toques e de tudo aquilo.
Fiz movimentos circulares bem levemente e percebi sua expressão de tesão, ela olhava atentamente para o filme porno.
Tirei sua calcinha bem devagar, fiquei com ela na mão e era tão pequena, guardava uma xaninha infantil tão preciosa. Cheirei sua peça íntima, e pude sentir o cheirinho de sua infantilidade misturada com seu melzinho que tinha melada um pouquinho.
Olhei sua vagina e estava bem vermelhinha, bem estimulada, uma babinha estava centralizada na entradinha da bucetinha. Não havia nenhum sinal de pelinhos, era uma xaninha docinha de 8 aninhos. Seus lábios finos e delicados, seu grelinho estava inchadinho, mas era tão pequeno quanto o restante de seu corpo.
Ela me olhava curiosa com o que eu faria. Levei meu rosto de encontro com o seu sexo, senti seu cheirinho de inocência e deu uma linguada sentindo o gostinho daquela garotinha.
– Ahh i aah
Suas pernas fecharam em minha cabeça, então cai de boca na xoxotinha infantil da Mellane. Foi então que ela se descontrolou.
– Ahh i tio, aah, tá gostoso
Continuei chupando deliciosamente a minha criança, explorando cada parte de sua xana com minha língua.
Ela estava se deliciando com minha carícia, puxava meu cabelo e dava gemidos que mostravam o quanto aquela putinha estava no cio e adorando brincar com o titio.
Chupei por alguns minutos até ela dar seu gritinho final, ficando toda molinha e tendo delicioso e fofinhos espasmos em minha boquinha, alegando que a menina estava tendo se primeiro orgasmo.
– Tá gostando Amorzinho?
– Sim titio, tá gostoso.
– Agora o tio vai botar o pinto na sua pepeka, tá bom? Se doer você fala
– Tá
Meu pau doía de tanto tesão, não era grosso mas era bem comprido. Botei na entradinha de sua xaninha e fui forçando levemente, a cabecinha entrou sem muitos problemas.
– Tá doendo?
– Não
– Agora o tio vai colocar tudo
Botei uma força, mas sua barreirinha natural estava lá, forcei até meu pau dá um pulo e adentrar tudo de uma vez, meu tesão foi a mil. – ahhb é, assim amor, que bucetinha apertada… Aah
Ela sentiu a dor – Ai ai ai aai tio, tá doendo, tá doendo, para para para.
-Calma Princesa, calma amor, o pau já entrou, agora vai ficar gostoso
Olhei pro seu rostinho e uma lágrima escorria de seu rosto.
– Tá doendo tio, eu não quero mais
– Você quer que eu conte pra sua mãe? Que você tá vendo e fazendo coisa de adulto?
– Não tio, tá bom, mas faz devagar
Ficamos imóvel alí até ela não reclamar de dor, quando já estava mais quietinha, comecei a dar uma bombadas, bem de levinho, tomando cuidado pra não machucar aquela xaninha preciosa.
Meu pau estava quase todo dentro, a cada estocada tentava ir mais fundo, ela agora reclamava bem pouco.
– Ahh… Ah… Ai…
Dando gritinho entre gemidos de tesão
– Tá gostando amor…
– hunrum
– O titio também tá gostando de você
Olhava pra seu rostinho de aninho, aguentando uma rola adulta do seu próprio tio.
Anunciei que ia gozar e em uma estocada forte e profunda, enchi minha sobrinha de gala quentinha na xoxotinha.
Minha nenenzinha estava perfeita e adorável, o a bucetinha bem vermelhinha, toda abertinha e se recompondo do estrago que minha rola tinha feito, do centro, escorria uma cachoeira de porra.
O vestidinho dela ficou todo sujo, me levantei e botei pra lavar.
Quando passei pela cozinha, o telefone tocou. Era minha irmã, ela tinha ido direto pro hospital com minha mãe, ela estava com infecção, por isso, minha mãe ficaria internada e minha irmã iria acompanhar.
Aquilo foi uma alegria pra mim, teria mais tempo pra ficar com minhas sobrinhas.
Voltei para meu quarto e Mellane estava dormindo, com esperma escorrendo pela sua xaninha, fui ver se melissa ainda dormia e…

ATENÇÃO

NÃO POSSO POR A CONTINUAÇÃO AQUI, POIS AS REGRAS DO SITE NÃO PERMITE.

SE VOCÊ QUISER VER A CONTINUAÇÃO, ME MANDE UM E-MAIL, E EU ESTAREI TE ENVIANDO.

[email protected]
Ou
[email protected]

Ou pelo telegram: pauloescritor13
https://t.me/Pauloescritor13

A continuação proibida conta com mais de 2000 palavras e está completa!

Avalie o conto e não esqueça de me procurar.

Desculpem os erros de português

OBRIGADO EQUIPE CNN PELO SUPORTE, VOCÊS SÃO DEMAIS.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,60 de 75 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

22 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Paiamoroso ID:5h61prm28

    exelente conto , muito bom , se puder me enviar a continuação , @Paiamoroso

  • Responder Luana ID:5h7uf7d27

    Adorei o conto

  • Responder @babisapeka telegram ID:41ihvhgeqrc2

    Ameiiii

  • Responder Ricardo ID:8ds9m6yd9dp

    Por favor,
    me manda a continuação. Amo contos assim.
    [email protected]

  • Responder Raposinha ID:dlo3mkkhj0

    Manda por favor a continuação para mim
    Meu email é [email protected]

  • Responder Lucimara ID:h5hn7tb0i6

    Que delícia, me responde no telegram @lulu98

    • Robson Moreno ID:gsu9jbm9k6

      Lucimara!! Vc tem qtos anos? Ja teve alguma experiencia assim?

  • Responder Cris ID:8kqtlwp4996

    Interessante!

  • Responder Carlos ID:xgm12ghmr

    Muito bom ,essas putinhas já nasce pra servir seus machos, quero saber o final.

  • Responder Oi ID:41ihy5nct0ki

    Faço isso com minha irmã ela tem 11 anos, desde os 9 a gente aproveita.

    • [email protected] ID:2ql0b738k1

      você conseguiu meter nela já com nove anos? estou tentando fuder uma de 8 porem é muito apertada, só consigo esfregar a cabecinha na xotinha dela, tentei penetrar mas tive medo de machucar, ela quer sentir meu pau dentro dela e eu não tenho coragem, penso que ela não aguenta

    • Alexandre ID:7btepa6043m

      Com 8a aguenta sim, e como.
      Eu não gostava da minha madrasta, pq ela interferia demais entre eu e meu pai. Eu costumava visita-lo semana sim outra não, mas diminui as visitas devido a isso. Já fazia mais de um mês que eu não via meu pai, e acabei indo de tanto minha mãe obrigar. Qdo cheguei fui surpreendido pela presença de uma garotinha. Irina, 7a, bonitinha que só. Baixinha das pernas grossas, extrovertida, e precoce demais pra uma menina da idade dela. Ela era fruto do primeiro casamento da minha madrasta, morava no RJ com à avó materna, e devido a problemas de saúde da avó, ela veio antes do que fora programado por minha madrasta, que ia esperar o término do ano letivo. Enfim, a guria se apegou a mim de tal maneira, que minha madrasta até mudou a forma de me tratar, o que fez com que eu voltasse a visitar meu pai com mais frequência. Meses após o aniversário de 8a, dois pra ser exato, qdo nossos pais saíam sobrava pra eu “cuidar” da Irina. E assim nossas brincadeiras tomaram outros rumos. Como falei, ela era muito precoce, e um tanto safadinha tbm. Qdo eu saia do banho, ela sem o mínimo pudor invadia meu quarto, e as vezes flagrava eu me vestindo. Não adiantava ralhar, pq ela ria na minha cara, e levava na zoeira. E assim comecei me aproveitar da situação. Eu deixava o banho pra depois que nossos pais saíam, e convidava ela, que me olhava com uma carinha de safada, e aceitava. Era do banho pra cama direto, e aos poucos as coisas foram fluindo naturalmente. Até que um dia não resisti, e torei o cabacinho dela. E a danadinha aguentou minha rola inteira na xotinha. Reclamou um pouquinho, mas aguentou bem. Com o tempo, ela aprendeu relaxar, curtia, trepava gostoso, e tirava de letra. Aguentava rola tanto na xotinha qto no cusinho.

  • Responder Pedófilo de BH ID:8ef2nnmt0i2

    Qe delicia hein ?
    Fazendo a alegria de nós pedófilos , historia top .
    Comer crianca é mto bom

    • Robson Moreno ID:gsu9jbm9k6

      Não gosto muito de usar a palavra “pedofilo” é forte demais!

    • Safadão ID:gp1fk6yv35

      Meu desejo e comer a sobrinha do meu vizinho de 11 anos. Só que o máximo que consegui ter coragem é alisar a bundinha macia dela ☹️

  • Responder Lucassbh ID:477hln2x49a6

    Excelente conto dlc
    Tele lucassbh

  • Responder El Niño ID:2cq8b7y0qik

    Manda pfvr o “proibidão” pro meu email: [email protected]

  • Responder FelipeBR ID:gqb0tcqra7

    Gostei @Grtbr que tesão

  • Responder @Veeadnhu ID:mujm71b0j2

    Amei o conto. Ótimo

  • Responder Pedófilo ID:h5hn7tb0i6

    Conto delicioso

  • Responder Luciano ID:8n9zxfs9zlm

    Nossa me manda a continuação desse conto está sendo uma delícia acompanhar suas aventuras eu me acabo na punheta lendo seus contos troca de filhas eu já li um monte de vez são os melhores .meu email. [email protected]

    • Valmir ID:xlorifv2n

      Gostei muito
      Já mandei um email
      Não pare de escrever