# # #

Estupro do Bem

682 palavras | 9 |3.20
Por

Se você falar que ela não merece esse destino, você não é uma pessoa vingativa

Opa Jack aqui.
Avisando que será uma história meio diferente das outras. Não quer dizer que é pior ou melhor, cada um tem seu fetiche, esse não é meu fetiche mas fiquei com vontade de escrever algo assim.

Minha prima Laura, pálida, loira, 1,63, 15 anos, bunda e peitos pequenos (praticamente um corpo de garotinha),desentende de alemão. Seu pai e seu avô eram soldados alemães em 1942, com isso ela cresceu com muitos ensinamentos preconceituosos, principalmente com negros.
A família dela estavam com problemas financeiros e então ela precisava ir para a escola pública, vocês já devem imaginar a mercadoria que iria dar né?
Ela mau entrou na escola e já começou a ser preconceituosa…
Em uma aula de filosofia, estavam discutindo sobre a Alemanha nazista. Então Laura disse que concordo com os pensamentos de Hitler e que seus familiares eram soldados alemães. Obviamente todos xingavam ela de escrota, cadela e por aí vai. Então ela começou a xingar todos os morenos, pardos e negros de macacos, nojentos e mais outras coisas estúpidas.
Óbvio que isso não iria sair barato pra ela, então os alunos e a professora contaram para o diretor. O diretor Marcelo, um belo moreno e alto disse que conversaria com ela depois das aulas.
Na saída, Laura guardava seu material, no corredor das carteiras todos os meninos davam um tapinha na bunda dela, ela ficou puta da vida e disse “não encostem em mim seus pretos”. Eles riram e saíram da escola. Bom, ela teve que ir na diretoria, o diretor e ela conversavam e ela no final do discurso de paz e respeito do Marcelo, ela falou “foda-se escravo, vai comer os restos de comida por aí”. O diretor puro pegou ela pelo pescoço e disse no ouvido dela “você vai se arrepender, vai acabar grávida de um negão”. Ela implorava para ele parar e saiu correndo pra casa. Chorando ela contou para os pais e eles disseram “um nerro nunca tocaria em uma alemã de puro sangue, para de mentir, finja que eles são gente sua imbecil”.
No dia seguinte, todos os garotos estavam muito animados, o diretor avisou em sala em sala que teria um evento especial contra o racismo e que apenas garotos poderiam participar. Quando chegou na sala de Laura e contou sobre o evento ela disse “babaquice”, e aí o diretor disse “pois bem você Laura vai ter que fazer os decorativos”.
Lá estava ela as 9 da manhã fazendo os decorativos, vendo as meninas da escola irem embora. Logo chegou o diretor mandando ela ir para o pátio aberto (o pátio era aberto e todos da rua poderiam ver, até rolou 6 casos de pedofilia por causa disso, mas a antiga diretora nunca ligou para o estupro de garotinhas).
Então Laura se assustou ao chegar, havia 74 alunos negros de 8 anos a 22 anos, todos nus aplaudindo ela. Ela até tenta correr mas o diretor pegou ela pelo cabelo, jogou ela no meio da multidão, rasgaram a roupa dela e a estupraram por uma semana.
“Mais calma aí Jack, como assim uma semana ? O diretor havia ligado aos pais dela para ela participar de uma viagem de apoio à supremacia branca por uma semana”.
Quando chegou o dia que ela teria que ir embora ela estava completamente quebrada psicologicamente. Ela vai cheia de marcas de chupão, de tapas e completamente suja de mijo e porra, sem dizer que estava entupida de porra.
Ela nunca mais foi preconceituosa já que estava prenha de um negro. Não preciso nem dizer que ela foi expulsa de casa e da escola, porém naquela semana de suruba vários mendigos a viu sendo estuprada então decidiram acolher ela nas ruas, claro que aquela bondade não foi de graça, ela tinha que ser usada como depósito de semem pelos mendigos, alunos e até para cachorros de rua.

Bom, espero que tenho gostado (ou gozado) bastante desse conto.
Até mais, Jack.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,20 de 20 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

9 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Mr Alan ID:8d5eykcoid0

    Gostei, mas mas quando achei que estava engatando no conto ele acabou. Mas foi bom

  • Responder Nanda ID:dlny4ft0ak

    Jack, eu me interessei por você. Tem alguma forma de podermos conversar um pouquinho?

    • Homet ID:xgmcbv994

      Ta querendo dar pro jack que putinha ein hahaha manda nudes gostosaa

  • Responder D ID:g3jgumk0d8

    E de fato são macacos, criaturas irracionais que só pensam nessa merda.
    Crioulo do caralho, volte para seu continente.

    • ..... ID:w73cg08m9

      Tá falando como se fosse a porra de um europeu puro kkk Nasceu no Brasil é um miscigenado.
      Pode chorar kkk

  • Responder Eu mesmo ID:on93s5mv9i2

    “estupro do bem” kkkkkk que ridículo.

  • Responder Branquinha submissa ID:bemn3cew8k9

    Bom enredo, mas faltaram detalhes

  • Responder Sem nome ID:41ih0ornzrd0

    Que revolta é essa Tizio? Desentendi tudo em Alemão, pq vc e seu amigo Cirilo não param de ficar usando tóxico e voltam pra escola?

  • Responder Rimonteso ID:gstycbt0ar

    Rapaz… que imaginação… depravação a mil… eu gosto do jeito q vc escreve seus contos… quando o conto é formal demais não passa realidade… quando ele é escrito desse jeito mais xulo é bem mais marcante… mt bom como sempre!!!