# # #

Virando viadinho na infancia

1392 palavras | 18 |4.71
Por

Depois de perder a virgindade do meu cuzinho com dois colegas , comecei a dar a bundinha por desejo .

Meu nome é Miro tenho hoje 56 anos , sou loiro , olhos azuis, 1,70 de altura , 68 kg e com uma bundinha gostosinha que ainda é muito desejada.
Tudo começou em julho de de 1976 , quando tinha acabado de completar 12 anos , e acabei perdendo a virgindade do meu cuzinho em um banheiro nós fundos de uma casa abandonada que seria demolida . Os dois colegas que tiraram minha virgindade eram mais velhos do que eu , um tinha 17 anos, se chamava Zé , era branco,magro, o pau dele devia medir uns 17 cm e era um pouco grosso , o outro colega tinha 16 anos era o Nego Jó, negro, magro, seu pau era um pouco maior que o do Zé só que não era tão grosso . Eu dei o cuzinho para eles para ganhar uma revistinha pornográfica , que eles me prometeram se eu desse o cuzinho pra eles . Eu acabei dando e ganhei a revistinha , mas sai da casa abandonada com o cuzinho ardendo e sentindo muita dor .
Aos poucos a dor foi diminuindo até que passou . Passados dois meses mais ou menos do ocorrido toda vez que eu me lembrava dos dois me comendo eu ficava de pau duro , e comecei a sentir vontade de dar o cuzinho , tanto que durante o banho eu começava a enfiar um dedo no meu cuzinho , depois comecei a enfiar vela e até um cabo de vassoura , e comecei a gostar .
Até que em novembro daquele mesmo ano quando eu voltava do mercado encontrei com o Zé e ele me chamou e me disse : Miro vai lá em casa mais tarde quero te mostrar umas revistinhas novas que consegui é melhor do que aquela que eu te dei.
Eu disse : Aí eu não sei se eu vou não tenho umas coisas pra fazer lá em casa .
Ele falou: Se você mudar de ideia vai lá mais tarde depois da 1 hora .
Eu disse : Se der eu vou mas não garanto.
Em seguida fui para casa pensando o porquê do Zé me chamar pra ir na casa dele pra me mostrar as revistas dele, comecei a ficar curioso .
Depois de pensar bem se ia ou não na casa do Zé acabei decidindo ir , pois fiquei com muita vontade de ver aquelas revistas . Cheguei na casa dele a uma e meia da tarde e o chamei , ele me mandou entrar , e me chamou para irmos , ao quarto dele , e eu fui , assim que entramos ele fechou a porta e me mandou sentar na cama , eu na sentei e ele colocou uma caixa com várias revistas e falou que eu podia ver todas elas. Eu peguei uma e comecei a folhar vendo aquelas imagens de homens comendo as mulheres fui ficando de pau duro , o Zé sentado do meu lado acariciava o pau dele por cima do calção e percebi que logo ficou duro ele se levantou tirou o calção e vi na minha frente aquele pau duro como ferro .
E ele disse : Chupa meu pau Miro, queria sentir voce me chupando .
Eu disse : Não , pode aparecer alguém.
Ele disse : Não vai aparecer ninguém , só estamos eu e você aqui , minha tia foi trabalhar e só chega em casa as 9 horas da noite , pode ficar tranquilo.
Eu disse : Mesmo assim tenho medo .
Ele disse : Não precisa ter medo esse vai ser mais um segredo nosso , não conto pra ninguém .
Eu disse : Eu não sei como chupar nunca chupei um pau .
Ele disse : É só fazer como você chupa um picolé põe o que der dentro da boca e vem chupando até tirar quase todo pra fora e depois enfia na boca novamente entendeu.
Eu disse : Eu entendi mas eu não sei se devo fazer isso
Aí ele colocou seu pau bem próximo da minha boca e disse : Chupa Miro chupa vai quero sentir sua boquinha nele.
Aí eu abri minha boca e fui colocando o pau dele até onde deu na minha boca e depois fui tirando ele pra fora até sair depois repeti tudo de novo . O Zé começou a gemer e segurou minha cabeça e começou a fazer movimentos de vai e vem com seu pau em minha boca e dizia : Aí Miro que delícia você chupa gostoso pra quem não sabia fazer , como tá gostoso .
Aí depois que eu me engasguei com seu pau pedi pra ele parar , ele parou e sentou do meu lado e logo depois foi enfiando a mão dentro do meu calção e eu tirei a mão dele e ele voltou a colocar a mão e disse : Tô louco de desejo pra comer sua bundinha novamente Miro você tem um cuzinho muito gostoso . Deixa eu te comer outra vez ?
Eu disse : Aí não daquela vez doeu muito não quero sentir mais aquela dor .
Ele disse: Aquela vez doeu muito porque você ainda era virgem agora não é mais , depois que você deu pra nós seu cuzinho agora está mais aberto e não vai doer , e agora eu vou passar um creme pra lubrificar naquela vez não tinha creme foi a seco por isso também doeu mais .
Eu disse : Não sei tô com medo .
Ele falou : Se doer muito você me fala e eu paro tá bom ? Eu disse : Aí não sei .
Ele disse : Dessa vez você vai gostar vou enfiar bem devagarinho pra não doer tá ?
Eu fiquei quieto mas no fundo mesmo eu queria dar pra ele outra vez . Ele pegou a caixa de revistas colocou no chão me deitou de bruços na cama e tirou meu calção junto com a cueca e disse : Você tem uma bundinha linda Miro , é muito gostosa , se você fosse mulher no futuro você ganharia muito dinheiro com ela .
Eu fiquei quieto e com muita anciedade de sentir ele me comendo outra vez e também um pouco de medo de sentir muita dor como da outra vez .
Ele pegou um creme e lambuzou bem o meu cuzinho chegando a enfiar um dos dedos pra lubrificar um pouco por dentro também . Depois passou o creme no seu pau abriu minha bunda com a mão e encaixou a cabeça do seu pau na entrada do meu cuzinho e começou a enfiar , assim que a cabeça entrou doeu não tão forte como da outra vez eu gemi e ele parou de enfiar . Ficou alguns segundos parado e disse : Vou enfiar o resto do meu pau devagarinho tá ?
Eu balancei a cabeça concordando . E ele foi enfiando e eu gemendo , estava doendo mas era uma dorzinha gostosa , ele entrou todo dentro de mim e começou o vai e vem , nós dois gemiamos bastante ele dizia no meu ouvido : Aí Miro que cuzinho delicioso , que delícia , quero te comer mais vezes , e pelo que estou vendo você está gostando de dar pra mim né?
Eu balancei a cabeça dizendo que sim
Ele disse: Eu sabia que você ia gostar , você é muito gostoso , você vai ser um viadinho muito gostoso muitos caras vão querer te comer .
Ele começou a acelerar os movimentos e parou em seguida voltou a acelerar até que disse : Vou gozar, vou gozar no seu cuzinho , Aiaiaiai que delícia aaahhhh .
Ele gozou dentro de mim e ficou ali deitado sobre mim um bom tempo . Aí tirou o pau fora e me chamou para irmos no banheiro tomar uma ducha . Depois voltamos pro quarto dele e nos vestimos . Ele me mandou escolher umas revistas e levar pra mim , eu peguei duas e quando fui sair do quarto dele ele disse : Você vai voltar aqui de novo né pra dar esse cuzinho delicioso pra mim ?
E olhei pra ele e disse : Vou vir sim .
Ele disse : Pode vir quando quiser , é só me chamar no portão.
Logo depois fui para casa , e sentia uma satisfação por ter conseguido realizar o desejo de dar o cuzinho novamente .

Espero que gostem do meu relato , que ainda vai continuar pois tive outros encontros com o Zé. Quem desejar entrar em contato comigo é só mandar um e-mail para – [email protected] se quiser mande o número do seu whatsapp que eu entro em contato .

Vibradores com 19% de desconto na Vibrio!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,71 de 34 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

18 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Rick ID:bf9xgcdqrdr

    Eu tinha 12a tbm, qdo o Cláudio, irmão de um amigo meu, arrombou meu cusinho, e arregaçou minhas preguinhas. Eu ia todos os dias na casa do Fê pra fazer as tarefas da escola, pq além de vizinhos, estávamos na mesma classe. O Cláudio estava na faculdade, e as vezes ele nos ajudava com as lições, mas qdo tinha lição de Matemática, ele cobrava. Dizia q se não fizesse isso, a gente nunca ia aprender, q na escola era de graça, e a gente não aproveitava. Então cobrando, forçava a gente à aprender, pra não ter q pagar. E um dia eu dancei, tinha lição e não tinha os R$10, ele me ajudou e fiquei devendo, mas tinha q pagar no domingo, pra ele botar gasolina na moto. Mas, deu zebra, pq minha avó falou q eu estava gastando demais, e não me deu dinheiro. Fui na casa do Fê, e ele não estava, tinha saído com os pais, o Cláudio que me atendeu. Ele estava de sunga, e falou que estava tomando sol, e eu desci para os fundos do quintal tbm. Expliquei né, e ele quis saber como eu ia pagar, falei q não sabia. Ele olhou pra mim, pediu pra eu dar uma voltinha, e falou q já sabia como eu ia pagar. Ele estava deitado no chão, sobre uma toalha, sentou, me puxou pelo braço, e me fez virar de costas.

    • Rick ID:bf9xgcdqrdr

      Ele tentou abaixar minha bermuda, e eu não deixei. Ele me segurou firme, e falou que só queria ver a minha bundinha, dar um beijinho, e quem sabe, se eu fosse bonzinho com ele, morria a divida. Falei q não, ele insistiu, ou ia na minha casa e cobrava da minha avó. Ia ser pior, então acabei deixando. Ele abaixou a bermuda junto com a cueca, apalpou minha bunda, mordeu minhas nadegas de leve, e falou que estava cheirando sabonete Phebo, falei que tinha acabado de tomar banho, ele mandou eu abrir um pouco as pernas, abriu minha bunda, e passou a língua com vontade no meu cusinho. Achei esquisito, mas a sensação foi gostosa, e deixei ele continuar. Ele mandou eu deitar no chão, e empinar a bunda. Meteu a língua no meu cusinho, e começou à acariciar minha rola tbm.

    • Rick ID:bf9xgcdqrdr

      Qdo fez isso, aí deixei mesmo pq estava muito bom. Ele me chupou e me masturbou por um bom tempo, e parou.
      Deitou ao meu lado, tirou a sunga, pegou minha mão e me fez pegar na rola dele. Até assustei qdo vi, pq era grande demais. Segurou minha mão e começou a tocar punheta, me fez tocar pra ele né. Ele me puxou pra cima dele, mas na posição do 69, começou me chupar, segurou na minha cabeça, forçou pra eu fazer mesmo, e acabei fazendo. Só não gostei dele ter gozado na minha boca. Depois que gozou, ficamos deitados por mais um tempinho. Então ele levantou, e me chamou. Entramos na casa, ele me levou pro quarto, e na cama, e começamos td de novo. Estávamos num 69 lascado, qdo senti um troço gelado no meu reguinho. Era gel, e nem vi qdo e nem de onde ele pegou o tubo de gel. Ele pediu pra eu parar, deitar na cama, abrir as pernas, e empinar a bunda. Então ele se ajeitou sobre mim, passou mais gel e começou pincelando a rola de leve no meu rego. Acertou a rola no meu cusinho, e começou forçar. Doeu demais, reclamei, ele mandou relaxar e forçou mais uma vez.

    • Rick ID:bf9xgcdqrdr

      Senti uma pontada aguda e profunda, e gritei pedindo pra ele parar. Ele segurou firme na minha cintura e repetiu sem parar.
      – relaxa garoto…relaxa…relaxa…relaxa vai…solta o cusinho…solta…
      Tentei relaxar pra ver se a dor parava, ele aproveitou e meteu mais um pouco. Senti como se ele estivesse enfiando um ferro em brasa no me cu, e comecei a chorar. A dor foi demais, e ele não tirou, ficou parado só mandando eu relaxar e soltar o cusinho, pra não fazer força pra fechar, pq doía muito mais. Enfim, senti os pentelhos dele encostar na minha bunda, e ele começou a socar bem devagar. Ele tirava toda, e metia de volta, e cada vez mais forte. Ele começou gemer, falar que ia gozar, e eu pedia pra ele gozar logo, pq não aguentava mais de tanta dor. Ele pegou minha rola, q estava dura tbm, e começou me punhetar rápido. Foi estranho a sensação que senti, com ele metendo em mim, mas foi tão gostosa, que a dor até sumiu. Eu gozei, ele gozou tbm, e caiu exausto sobre mim. Ele tirou a rola, e foi pro banheiro. Tomou banho, voltou, falou pra eu tomar tbm, eu fui, e logo voltei. Minutos depois, eu já estava de frango assado, e ele socando a rola no meu cusinho novamente.

    • Rick ID:bf9xgcdqrdr

      Eram mais de 18h, qdo fui pra casa. Minha avó deu bronca pq não fui almoçar, menti que almocei na casa do Fê. Mas eu tinha lanchado, e estava sem fome. Só o meu cusinho estava em frangalhos, e um pouco dolorido ainda. Tomei banho, lanchei e fui pro meu quarto. Deitei, fiquei pensando em td, e rezando para o Cláudio cumprir a promessa de não contar pra ninguém. Pensei mais no que ele falou, que eu não ia mais precisar de grana. Senti uma coisa estranha no meu cusinho. Passei o dedo, estava melado. Era gala do Cláudio escorrendo, afinal de contas, me comeu três vezes, e gozou todas “dentro”. Levantei, limpei, liguei minha tv e deitei. No outro dia, qdo fui chamar o Fê, e ele me tratou normal, me senti aliviado. A tarde qdo fui fazer as tarefas de casa, estranhei à ausência do Cláudio, mas fiquei na minha. Na terça não fui, e na quarta, qdo cheguei, o Cláudio me atendeu, pq o Fê tinha ido ao dentista. Enquanto esperava, o Cláudio me arrastou pra cama, e naquele dia, ele me deixou comer o cusinho dele tbm. Enfim, o Cláudio estava certo, nunca mais precisei de grana, e olha que ele me ajudou muitas vezes hein, até no ensino médio.

  • Responder M ID:g3jksf6ij9

    Como eu queria ser seu vizinho

  • Responder Marcello ID:bqhhdtqmj

    Gostei. Valeu; conta como foi seu segundo homem.

  • Responder VS ID:6suhf7vk0j9

    Parabéns boa historia.

  • Responder Dilian40 ID:40vpp0l1b0i5

    Parabéns pela história. eu tbm fui iniciado novinho com 10 anos pela mesma forma q a sua por curiosidade das revistas porno, por um empregado do meu pai na epoca ele tinha 24 anos na epoca e me transformou tbm em um viadinho enrustido mais nao me arrependo fazeria tudo de novo

    • Miro Putinha ID:g3ja3hhrd2

      Eu também não me arrependo de ter dado o cuzinho e ter virado um viadinho . Eu adoro um pau bem gostoso entrando todo em mim . Já dei pra vários homens até hoje e ainda quero dar mais .

    • Ze Maria ID:4adfr4inxibk

      Vc gostou né?
      Poderíamos conversar mais sobre o assunto?
      Me manda e Mail
      [email protected]
      Aguardo seu retorno

    • Barbosa ID:gsuqeotd33

      Ambos mataram a vontade que gosada deliciosa essa putinha merece muita rola

  • Responder Amei manda foto ID:19p2cvld28

    Continua o relato

    • Osvado ID:46kpgktvm9aj

      Boa história. Fiquei com o cu piscando de vontade de levar uma r ola

  • Responder luiz ID:dlns5khrd0

    vc deu a outros quando adolescente? se deu conta adoro quando um viadinho é feliz

    • Miro Putinha ID:g3ja3hhrd2

      Sim Luiz dei para outros ainda com 12 anos , depois que me mudei de município fiquei um tempo sem dar e só voltei a dar o cu novamente com 14 anos. Esse eu vou relatar mto breve . Se vc quiser esse relato eu te mando por e-mail , o meu é – [email protected]

  • Responder Roger ID:8kqtgkabd2i

    Adorei seu conto. Muito natural…que parceiro legal o Zé. Foi carinhoso e conseguiu conquistar

    • Miro Putinha ID:81rdxpx49b1

      Sim foi mto carinhoso, tanto que voltei na casa dele para desfrutar daquele pau delicioso dele que acabou me transformando num viadinho enrustido que sou hoje.