# #

Vivendo com meu pai e tio juntos

927 palavras | 9 |4.28
Por

Sou Luana e tenho 18 anos, mas no relato eu tinha 10 e vivo com meu tio e pai em uma casa pequena bem longe da civilização, só perto de uma estrada.

No dia seguinte eu acordei umas dez horas da manhã na cama do meu tio, minha buceta ainda tava ardendo da surra de piroca que levei no dia anterior, eu fui pra cozinha e lá tava meu tio comendo já o almoço, pois ele ia trabalhar na cidade e ainda tinha muito chão pelo caminho.
Meu tio, falou que meu pai foi trabalhar e ele também já tava indo (os dois são caminhoneiros), eu perguntei se podia ir com ele, ele falou que sim, mas era para eu eu ir me arrumar logo. Eu comi e depois fui rápido me arrumar, eu tava pensando como agora eu dou pro meu tio, pensei em colocar uma roupa fácil pra ele me comer caso queira. Eu me vesti com uma blusa comum e uma saia curta com uma calcinha minúscula, para caso ele só arrastar pro lado e me comer. Antes de ir meu tio enviou uma mensagem para meu pai falando que tava me levando para não se preocupar, assim fomos e durante quase toda a viagem ele ficou me alisando, mas nada de sexo.
Até que chegou de noite e ainda tavamos na estrada, com meu tio estacionando o caminhão em um posto para descansar, mas ele não aparentava estar com sono, quando paramos ele falou:
Tio: amor tira a calcinha que quando voltar vou te comer
Eu assim o fiz, quando ele voltou começamos a nos beijar e enfiou o dedo na minha buceta e logo ofereceu o pau e eu cai de boca aberta nele, tava mamando, lambendo, cuspindo fazendo de tudo com aquele pau delicioso. Depois de minutos ele tirou a bermuda e falou que ia me comer, como tava de saia e sem calcinha eu apenas abri as pernas
Tio: assim mesmo
Ele começou a meter devagarinho, pois minha buceta ainda tava inchada do dia anterior, ele continuou a enfiar lentamente pra me acostumar com a dor, até que enfiou tudo e parou por um minuto
Tio: em pensar que meu pau entrou todo em vc mais fácil do que a primeira vez, vc nasceu mesmo pra dar
Eu: claro tio só penso em te deixar feliz
Tio: é eu tô bem feliz com sua buceta engolir meu pau
Eu: faz oq vc quiser
Tio: ah é
Ele começou a fazer o movimento de vai e vem, e eu começei a gemer e para eu não gemer muito alto ele tampou minha boca com sua mão
Tio: quetinha, hoje vc tem que receber pau bem quetinha tamos na rua
Eu só movimentei a cabeça dizendo que sim e ele continuou metendo mais rápido e mais rápido, a dor sumiu e tava adorando sentir o pau dentro de mim até que veio os jatos de leite dentro de mim pulsando e eu amei mais ainda
Tio: da próxima vez irei gozar na sua boca para vc beber tá
Eu: tá bom tio
Tio: é na rua me chama de tio mesmo, em casa me chama de amor
Eu: sim tio pra não saberem né
Tio: claro só tô pensando no seu bem tá querida
Logo depois ele tirou o pau da minha buceta e saiu de novo uma cachoeira gigantesca de leite e meu tio ficou olhando e admirando
Tio: vai lá no banheiro do posto se limpar
Eu: mas como vou chegar até lá
Tio: a essas horas da noite tá vazio o local
Eu fui sem calcinha mesmo para não sujá-la, eu deci do caminhão e vi que tinha outros caminhões parados também, mas não vi ninguém e depois meu tio vem comigo também e me leva pros banheiros reservados e só fica esperando do lado de fora, enquanto me limpo
Do lado de fora eu escuto meu tio começar a falar com outros homens
Estranho: eai Manoa(era o apelido dele ele se chama Manuel)
Tio: eai cara tá na rua de novo
Estranho: sim mano preciso trabalhar né
Tio: ah sim como tá sua mulher?
Estranho: em casa cuidando das crias
Estranho: mas pq tá aí parado?
Tio: tô só esperando minha sobrinha ela veio comigo
Eatranho: ah mano é a que vc vive falando
Tio: sim cara ela tá uma novinha deliciosa
Estranho: imagino as crianças de hoje em dia estão cada vez mais gostosas
Tio: claro
Percebi que meu tio abafou mais a foz e falou:
Tio: aquilo aconteceu
Estranho: sério?
Eu só fiquei ouvindo que esqueci de me limpar aí sim começei, mas acabei não ouvindo mais até que abri a porta e saí
Estranho: oi mas que coisa mais linda de sobrinha
Tio: esse é meu irmão só não é de sangue Pedro
Eu: oi – eu disse meio envergonhada
Tio: não fiquei assim ele sabe de tudo eu confio nele
Pedro: eu vi o vídeo seu não se preocupe não irei contar vc é a puta do meu mano lógico que não iria contar
Eu: legal – ainda envergonha
Tio: vamos entrar no caminhão pra ninguém nos ver

Assim fomos pro nosso caminhão e no próximo irei relatar com eu dei pros dois dentro do caminhão

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,28 de 29 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

9 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Maxx! ID:3ynzguyzfid

    Sensacional tua história de putinha.
    Me chama
    @nalabuta

  • Responder Nívea ID:bqhhdtqm

    Eu desde os 12 dou tudo para o meu padrasto e o irmão dele. Mamãe pensa que tenho namorado, mas tenho o homem dela que medescabeçou e apresentou para o irmão, que tirou as minhas preguinhas, hOoje, 16 anos dou para os dois, na maior gozação, Só não emhravido pois tomo a píçlula, pois é cada esporradela que inunda meu útero. Há é que gozar, mas este é um segredo só meu e deles. Mamãe nem imafgina!

    • Joker ID:8kqtlcmqr9

      Oi Nívea bora conversar

  • Responder Luciano ID:bqhhdtqm

    Valeu puta a sério! Gostei se assim for…

  • Responder Nana ID:4adeq532k0i

    Aos 12a ataquei meu mano de 21a. Hoje estou 20a desde então sempre que pode me come porque está xasado

  • Responder Rafaella ID:gsudr88rc

    Belos relatos.. Beijos !!

  • Responder Amigo ID:dlo3mo20a

    Adorando seus contos , passa seu Instagram , ou algum outro contato.

  • Responder Amigo ID:dlo3mo20a

    Tem insta ?

  • Responder Anônimo ID:gqbumjlhk

    Ótimo só podia ser mais comprido