# # #

Alice e os Pedreiros 4

6617 palavras | 26 |4.63
Por

Olá pessoal, ainda estou terminando o conto do Dinho. Mas segue as histórias de Alice com os amigos pedreiros do pai. Até a próxima, abraços de urso.

Eu estava dando banho na Alice e observava aquela bucetinha dela inchada e um pouco vermelha, eu tinha medo que a mãe da Alice descobrisse o que o Thiago e o Pedrão faziam com ela, pois eu percebi que a vagina da Alice ficava inchada durante a semana também, mas ficava um pouco vermelha só depois que o Thiago e o Pedrão usavam ela, mas a Alice estava se desenvolvendo muito bem como mocinha. Mas eu fiquei pensando, como a mãe dela ainda não questionou? Só de dar banho nela eu percebia. Então eu fui perguntar para Alice:
– filha, você toma banho sozinha na sua casa?
– por que papai?
– por curiosidade filha.
Ela abaixou a cabeça e demorou um pouco para responder:
– você toma banho sozinha?
– eu tomo banho com o tio Marcelo
– Tio Marcelo? Quem é esse?
– é o namorado da mamãe.
– você tem um padrasto?
Fiquei surpreso! Por essa eu não esperava. Alice não me contou que a mãe dela tinha um namorado.
– desde quando a sua mãe está namorando esse “tio Marcelo”?
– não sei pai, acho que uns dois meses.
– e você não nem contou para mim?
– a mamãe pediu para não contar.
– e por que você já toma banho com ele?
– ele cuida de mim enquanto a mamãe dorme.
Na hora eu lembrei que ela tomava remédios fortes para a depressão e acabava dormindo com sono profundo, realmente alguém tinha que cuidar da Alice. Agora está explicado! Ela ainda não viu a vagina da Alice assim, por isso não reclamou…. Mas espera! Se ele dá banho nela, ele já viu a vagina dela assim!
– Alice, o tio Marcelo já viu sua vagininha?
– claro né papai! Ele toma banho comigo.
– mas ele mexeu lá?
– não papai, ele só fica de pipi duro no chuveiro comigo.
Aquilo me gelou por completo.
– e sua mãe sabe disso?
– não pai, quando ela dorme, ele cuida de mim. E um dia ele teve que dar banho em mim. Mas depois que ele me deu banho pela primeira vez, ele viu minha xaninha e começou a tomar banho junto comigo.
– e por que você não contou pra sua mãe?
– por que pai? Ele cuida de mim igual o tio Thiago e o tio Pedrão.
Naquele momento eu fiquei perplexo com a situação, eu não poderia dizer agora que aquilo era errado! Pois ela perderia a inocência de achar que os pedreiros estavam apenas ajudando ela com os hormônios e saberia que eles acabavam metendo nela, isso poderia traumatizar o contato sexual dela. Querendo ou não, a única forma que eles tinham de estimular os hormônios sexuais dela, era penetrando o membro nela, o problema é que eles acabavam metendo e gozando nela igual uma mulher adulta, e isso me deixava um pouco chateado. Mas fazer o que? É a única forma e opção que eu tenho. Se eu não tivesse pedido para o Thiago colocar a pomada com o pênis, talvez seria tudo diferente, eu poderia explicar direito para a Alice e ela não ficaria confusa com essas situações. Pelo menos o Pedrão e o Thiago estão me ajudando mesmo após o constrangimento que fiz eles passarem, e sei que não estão agindo de má fé com minha pequena, que infelizmente os movimentos que eles fazem com o pênis pra ajudar ela faz eles gozarem, por isso eu entendo. Mas e o padrasto, deve estar somente se aproveitando dela! Pois não foi iniciativa da Alice, foi dele mesmo, pois só depois que ele viu a vagina dela que começou a tomar banho com ela e fica de pinto duro!
Acho melhor eu conversar com meu advogado e tentar pegar a guarda da Alice, já que ela não tem condições de cuidar da minha menina e deixa ela nas mãos daquele lobo mal. Então eu liguei para o doutor Celso para marcar um horário, ele é meu amigo desde a época da faculdade, ele decidiu seguir carreira nos tribunais, já eu prefiro cuidar dos direitos das empresas como analista de compliance. Celso é um pouco mais velho que eu, tem 45 anos, uma diferença de 10 anos pra minha idade, tem 1.75 de altura e agora está com uma barriga de chopp, éramos magros na época da facul, hoje a camisa social fica apertada na sua barriga. Ele tem origem árabe, então é um pouco moreno. Celso falou que não tinha horário para essa semana pois estava cheio de clientes para atender. Mas que hoje terá um tempo livre a tarde depois de uma audiência, será o único tempo livre para me atender, depois só daqui duas semanas. Então eu não pude perder a oportunidade. Mas, com quem eu iria deixar a Alice? Eu não quero levá-la comigo pois ela pode se sentir mal eu falando sobre a mãe dela… Então eu lembrei dos rapazes! Mandei mensagem para eles, para ver se eles não estavam trabalhando em alguma obra pela tarde. Eles disseram que estavam livres e que estavam indo jogar futebol com uma galera, mas que podia ficar com a Alice depois do jogo +/- umas 16h. Para mim, foi perfeito! Dava certinho para ver o Dr. Celso. Pedi perdão pois eu precisava aproveitar meus dias de folgas para resolver as coisas, se não eu não tinha mais tempo. Mas eles adoraram poder cuidar da Alice para mim. Com certeza eles aproveitariam para esvaziar as bolas nela, mas fazer o que né? Já estou até acostumado com isso, Alice sempre gostou de aliviar seus hormônios com eles, então eu estava tranquilo. Era umas 15h40 e os rapazes ainda não tinha chegado, mandei mensagem pra eles e eles falaram que eu podia deixar a chave escondida atrás do interfone que estava meio solto, que eles já estavam terminando. Então eu deixei a Alice assistindo TV e falei que já voltava… Chegando no Dr. Celso ele me dá um abraço e começamos a conversar:
– caramba quanto tempo!
– pois é Celso, essa vida de adulto é difícil kkkkkk
– verdade, e o que te trás aqui?
– então, lembra que a mãe da Alice e eu estamos com guarda compartilhada da Alice?
– lembro!
– então, eu quero a guarda dela total. Ela ainda está se tratando da depressão e acho que não consegue cuidar da Alice.
– sério! Mas está tudo bem com a Alice?
– está sim, mas eu não confio de deixar ela com o padrasto.
– ah sim, podemos entrar com uma ação. Mas ele não parece confiável?
– não sei, Alice me contou umas histórias e eu não gostei muito.
– sério? Tipo o que?
– então Celso, ela falou que toma banho com ele e algo do tipo, e eu não gostei da ideia.
– mas você acha que ele tocou nela? Aparece algum sinal na vagina dela?
Achei estranho ele me perguntar essas coisas, geralmente ele pegaria meus documentos e daria entrada nos papéis, e não ficar tão interessado assim. Mas acho que eles está me perguntando como amigo e não como advogado. Mas pensei bem se eu falava alguma coisa sobre, pois eu também sabia que ficava assim também quando os pedreiros brincava com ela. Mas fingi que era só com o padrasto d falei:
– sim, fica meio inchada quando ela vem pra casa. Mas não coloca isso no caso não! porque eu não quero gerar transtornos para minha pequena, sei que muitas coisas são da minha cabeça e não quero encher ela de exames até ter certeza.
– não tem problemas, mas a vagina dela fica inchada então? Você tirou foto?
– não
Celso estava sentado de frente para mim, percebi que ele começou a abrir e fechar as pernas enquanto falava comigo, parecia que estava amassando as bolas gordas nas coxas com aquela calça social cinza, mas acho que era impressão minha, eu devia estar vendo coisas de tanto que fiquei traumatizado com algumas coisas do Thiago e do Pedrão lá em casa. Mas então comecei a conversar sobre algumas coisas, mas não falei do Thiago e o Pedrão, somente que a Alice estava passando por um momento em que os hormônios sexuais estavam aflorados e eu tinha medo dela tomar banho com o padrasto enquanto a mãe dorme. Dr. Celso conversou bastante comigo e falou que se eu quisesse, poderia conversar com a mãe da Alice para entrar em um acordo de não deixar ela banhar com o padrasto, já que eu estava com medo de envolver a Alice na confusão judicial sem ter certeza. Mas se eu quisesse ele poderia entrar com a ação. Então falei que eu ia pensar e retornava pra ele. Celso falou que queria marcar alguma coisa pois faz tempo que não conversarmos com calma. Então falei para ele ir lá em casa amanhã para um churrasco, ele falou que iria desmarcar alguns compromissos e me visitar, pois ele estava doido para ver a Alice de novo. No caminho de asa eu liguei para uma empresa para limpar a piscina já que o Celso viria em casa. Já era umas 18h! E me lembrei dos rapazes, coitados, eu sempre abuso da bondade deles.
Chegando em casa, eu vejo que tinha mais 2 carros parados em frente de casa além do carro do Pedrão, achei esquisito pois os vizinhos não usam a minha fachada. Então abri meu portão e fui até a sala, ao abrir a porta da sala eu sinto um cheiro forte de suor na casa e alguns uniformes no chão. Havia vozes vindo lá de cima, provavelmente do quarto de Alice, então subi as escadas para ver se estava tudo bem. Chagando lá, eu levo um imenso susto ao abrir a porta, havia uns 3 ou 4 caras com o Thiago e Pedrão. Estavam todos pelados e dois com estava com a Alice em cima da cama. Fiquei horrorizado com aquela cena pois, minha pequena estava parecendo uma mulher adulta sendo fodida por aqueles caras. Ela estava em cima da barriga de um cara e outro com a rola na boca dela. Thiago me viu e correu para a porta e fechou pela metade e falou:
– já voltou patrão?
– o que é isso no quarto da Alice?
– é que os rapazes veio olhar a Alice comigo porque íamos beber cerveja depois do jogo, mas ela acabou tendo aqueles surto hormonal e quis brincar com as rolas dos rapazes, eu não queria atrapalhar, então deixei ela aproveitar. Sabe que ela precisa disso né.
– mas todos eles? Ela é só uma criança.
– eu sei patrão, desculpas! Mas foi a Alice que quis. Não posso atrapalhar o desenvolvimento sexual dela.
Eu fiquei chocado com aquilo, nunca imaginei a Alice nessa situação. Pedrão aparece atrás da porta também todo suado e fala que pode deixar que eles estão cuidando da Alice para ela não se machucar. Assim que o Pedrão aparece na porta, Thiago logo se manifesta:
– o Pedrão tira essa rola daqui! Tá encostando na minha bunda!
Pedrão da risada e fala:
– é a Alice que me deixou assim.
Eles riram fecharam a porta com a Alice lá dentro, eu desci as escadas pensando no ponto em que chegamos para Alice ficar assim. Eu estava ansioso para chegar em casa para falar sobre a conversa com o advogado, mas tive que esperar eles terminarem com a Alice lá em cima para eu poder contar. Depois de uns 40 min, os rapazes descem as escadas tampando o pinto com a mão pois seus uniformes estavam espalhados pela sala, por isso aquele cheiro de suor de macho estava impregnando a casa.Um deles vem até mim e fala:
– opa! Desculpa, sou Alex, nem pude me apresentar lá em cima.
Ele tira a mão que estava tampando pinto e esconde com a outra para estender a mão direita para mim, assim que olho para a mão dele eu vejo um resto de gozo que saiu na mão dele ao tampar o pinto, achei melhor não pegar. Apenas cumprimentei eles todos vestiram seus uniformes e Thiago vem até a mim pra falar:
– nós vamos sair para tomar cerveja, você quer ir patrão?
– não estou de boa, amanhã cedo vem o rapaz da manutenção da piscina vem cedo para limpar.
– ah então tá bom, quando precisar só chamar.
– valeu Thiago, até mais!
Fiquei um pouco chateado pois queria conversar um pouco sobre o que aconteceu hoje com o advogado, mas eles só vieram comer minha menina e foram embora, fechei a porta e não sabia como lidar com aquela situação. Subi até o quarto da Alice para perguntar o por quê ela fez aquilo, mas ao chegar ela estava em cima da cama descansando com as perninhas abertas cheia de esperma.
– filha?
– Oi pai
– o que aconteceu?
– ah pai eles que queriam brincar mas tinha muitos deles.
– Ai filha….Anda, vem tomar banho.
Alice se levantoi toda molinha e seguimos para o banheiro, Alice pega na minha mão mas percebo ela cheia de gozo pelo corpinho, e eu finjo não ligar para aquela situação mas fiquei sem jeito com aquele cheiro de outro homem na minha menina e fico agoniado. Dei banho nela e passei uma pomadinha. Deixei ela peladinha de novo para melhorar durante a noite.
Assim que acordamos, começamos a correria. Arrumei a casa e dei cafe para Alice pois em breve o rapaz da manutenção da piscina ia chegar. Olhei a vagina dela mas ela estava um pouco assadinha, os rapazes ontem fizeram um estrago, Alice ficou com a vagina bem inchadinho dessa vez. Ao esvaziar a piscina, comecei a deixar algumas coisas fáceis para o rapaz fazer a manutenção, Alice me viu mexendo com as coisas da piscina quis que eu enchesse a piscina pequena, falei que não pois poderia atrapalhar o rapaz trabalhar. Mas ela ficou insistindo, então eu deixei a piscina dela bem pra trás da casa, eu quase não conseguia ver ela pela janela. Por volta das 10h o rapaz chegou, parou o caminhão na frente de casa e logo começou a puxar as mangueiras, deixei o portão aberto para as mangueiras do caminhão chegar até o quintal de trás. Até que ele é simpático, um rapaz branco, alto, magro e tinha uns 27 anos. Deixei a Alice de biquíni pois não queria que ele visse o estrago que fizeram na bucetinha dela ontem. Mas dava para perceber aquele volume inchado no biquíni dela. Ele olhou aquilo mas continuou trabalhando. Deixei a Alice lá e comecei a fazer o almoço. Mas eu percebi que ele começou a olhar toda hora para ela , então fui espiar ela pela janela da cozinha, Alice estava brincando de 4 na piscininha com o biquíni para o lado expondo seu bucetao, acho que estava incomodando ela e colocou para o lado. O problema que eu estava com vergonha do rapaz que aquilo via. Depois de limpar a piscina, o rapaz puxou a grande mangueira do caminhão e começou a encher, enquanto enchia ele ficou de pé ao lado da piscina e ficou olhando fixamente para Alice e continuava a brincar de 4 na piscina. Não pude perceber que começou a crescer um volume entre as pernas dele, ele era magro e logo marcou seu pauzão, a Alice sempre fazia isso com os homens por isso não culpo ele, os hormônios dela atraia qualquer um. Mas acho melhor eu conversar com ela sobre o nudismo dela na frente de estranhos, para não gerar essas situações e acabar igual ontem. De repente meu interfone toca, era uma das vizinhas me chamando no portão, tive que ir lá ver o que era. Era dona Neide reclamando dos barulhos de ontem em casa, e que seus filhos escutaram os gemidos e que eu tinha que me controlar, fiquei perplexo pois ela achava que os gemidos de ontem era meu, mas eu tive que aceitar pois eu não poderia falar que era dos caras comendo a Alice. Então comecei a pedir desculpas e falei que ia evitar. Ela compreendeu mas continuou conversando sobre as coisas da vizinhança. Fiquei por uns 5 min mas acabei lembrando que havia panelas no fogo e me despedi dela para desligar. Ainda bem que nada havia queimado. Mas percebi que o rapaz não estava mais ao lado da piscina, provavelmente estava juntando os materiais. Depois de uns 30 min a comida estava pronta, até acabei me esquecendo da Alice. Abri a janela para chamar ela e o rapaz ainda não tinha voltado. Quando eu olho para os fundos do quinta onde estava a piscina dela, eu vejo aquele homem de joelhos ao lado da piscina com o pintão de fora enfiando na buceta inchada da Alice. Aquilo era o cúmulo! Alice tinha que parar de se exibir daquele jeito! Até o rapaz da manutenção não aguentou e comeu ela, eu tinha certeza que aquilo era culpa dela. Da janela da cozinha fiquei presenciando ele comendo minha menina e eu nem fiz nada, fiquei com vergonha da Alice ser daquele jeito e seduzir todos que vem em casa. Ele terminou de gozar nela e ela escondeu a vagina no biquíni de novo. Percebi que ele olhava para os lados para ver se eu tinha visto, então eu me escondi de vergonha para ele não saber que vi aquilo. Depois de encher a piscina eu paguei ele, e ele foi embora. Chamei a Alice e comecei a brigar com ela, que ela precisava parar com aquilo e que eu só deixei o tio Thiago e o Pedrão fazer aquilo para ajudar ela, e não para ela fazer aquilo com todo mundo. Ela tentou se explicar mas eu não quis ouvir, falei para ela subir e tomar um banho que o Celso já ia chegar. De repente o interfone toca, era Thiago no portão, uma visita inesperada pois ele não me avisou que vinha. Abri o portão e ele entrou.
– iae Thiago, achei que não vinha hoje. Não me avisou nada.
– então rapaz, percebi que sai de repente ontem e nem te dei atenção. Não queria que você pensasse que só venho por conta da Alice.
– que isso, fica de boa.
Me fiquei feliz pois realmente ele saiu correndo ontem.
– cadê a Alice?
– está lá em cima no banho
– sozinha? Quer que eu ajude?
– com certeza, estou esperando um amigo e não terminei de preparar as coisas, falta colocar as carnes pro churrasco.
– beleza, eu lá então.
– tá bom
Quando Thiago subiu eu fui para a cozinha, mas lembrei de subir para comentar com Thiago sobre comentar sobre o que aconteceu ontem. Quando eu cheguei no banheiro ele já estava sem roupas e eu não entendi o que ele estava fazendo.
– vai tomar banho também Thiago?
Ele se assustou com minha presença e falou:
– eu queria ficar com ela aqui chuveiro, pode?
Percebi que o pau dele já estava duro.
– pode, só toma cuidado com a vagina dela. Depois de ontem ela está bem inchada.
Thiago já estava lavando ela com o pau bem duro, percebi que ele havia passado bastante sabão no seu pau.
– deixa eu ver como está
Ele colocou ela sobre o vaso de 4 e se ajoelhou, começou a abrir os lábios vaginais dela e falou
– que pena! Eu queria tanto brincar com ela hoje.
– é mas eu acho melhor não, também bem inchadinha.
– ah mas o cuzinho dela não está.
Thiago pegou o pau lambuzado de sabão e enfiou o cabeção no cuzinho dela. Alice gritou de susto. Eu fiquei paralisado e falei:
– mas não vai doer Thiago!
– ah, logo logo ela se acostuma!
– mas os hormônios não são só dá vagina?
– ah mas o cuzinho ajuda também.
Ele enfiou mais um pouco e Alice se contorceu de dor, eu achei aquilo meio estranho mas não sabia o que fazer, Thiago falou que eu tinha que ficar tranquilo que ele sabe o que estava fazendo. Eu saí da porta e desci as escadas, escutei os gritinhos de Alice enquanto eu descia, mas logo parou. Fiquei refletindo se realmente era ele ou a Alice que precisava aliviar os hormônios. Só sei que é a primeira vez que vejo ele fazendo aquilo com o cuzinho dela, Alice resmungava lá em cima. Fiquei desconfortado com aquilo, então subi pra ver como estava. Quando subi Thiago já tinha gozado no cuzinho dela, Alice estava com os olhos cheios de lágrimas de 4 sobre o vaso. Observei aquele líquido branco escorrendo do cuzinho até sua buceta vermelha inchada. Falei para ele não fazer mais aquilo, mas ele falou que precisava, já que o a vagina da Alice não dava. Na verdade foi ele que procurou meios para meter na menina, acho que Thiago já não é o mesmo de sempre. O interfone tocou e era Celso no portão, fiquei assustado pois tinha até esquecido que ele vinha logo falei para os dois se comportarem e para Alice não seduzir nosso convidado. Falei para os dois tomarem banho e depois descerem.
Fui até o portão receber o Celso e ele trouxe duas caixas de cerveja. Fiquei animado em vê-lo de novo, porque depois do mudança eu não recebi nenhum amigo, a não ser o Thiago e Pedrão que fiz amizade mais tarde. Quando Celso entrou ele perguntou sobre Alice. Falei que ela estava lá em cima com meu amigo que estava ajudando a dar banho. Celso ficou um pouco estranho pois eu o procurei justamente pelo fato só padrasto estar dando banho nela, mas quando chega em casa meu amigo estava dando banho nela. Fiquei super sem graça e comecei a contornar a história, que Thiago é um rapaz de confiança e que me ajuda com a Alice na sua fase hormonal. Não toquei em detalhes para ele não desconfiar. Quando vamos para a cozinha, Thiago desce com a Alice no colo e ambos estavam pelados. Aquilo quase infartou meu coração, eu não sabia o que falar sobre aquela situação. Thiago vendo minha reação, acabou contornando a história falando que era nudista, apesar da história, percebi que Thiago ficou bem assustado com a visita, não esperava que outro amigo vinha em minha casa a não ser ele e o Pedrão. Celso olhando aquilo ficou bem surpreso e falou:
– que maravilha! Eu também prático o nudismo em casa.
– sério? ( Disse Thiago)
– sim! É que eu nunca encontrei outras pessoas que praticavam o nudismo.
Fiquei surpreso! Não sabia se o Celso estava falando aquilo por educação ou se praticava o nudismo mesmo. Até que ele perguntou:
– Posso me despir também Roberto?
– cla claro! ( Falei gaguejando)
Eu fiquei com a cara no chão! Sem saber o que falar! Quem diria que a desculpa do Thiago daria certo, apesar de ter dado certo, eu fiquei desconfortável em ver meu velho amigo se despindo na minha frente. Quando ele tirou a cueca eu vi aquele cabeção balançando entre as pernas, ele tinha um pau gordo e parecia ser bem macio, só não sei se continuava macio depois de duro porque Celso parecia ser bem dotado, pois logo que tirou suas roupas o seu pau já estava meia bomba. Ele olhou para mim e falou:
– você não vai tirar Roberto?
– não Celso, ainda não estou acostumado me despir.
– caramba! Primeira vez eu vejo um homem respeitar o nudismo do amigo sem praticar.
– é que a Alice também gosta.
Falei aquilo morrendo de vergonha, agora seria 2 homens pelados na minha frente. Celso olhou para Alice e falou:
– que menina bonita você ficou, da última vez que te vi você era bebezinha!
Ele estendeu os braços e a pegou no colo. Alice ficou com aquela vagina quente encostando do lado da barriga dele. Percebi que o pau dele começou a endurecer depois que sentiu o calor da vagina dela sobre seu corpo, mas continuava conversando comigo. Eu tentava prestar atenção na nossa conversa mas eu não conseguia deixar de olhar o pau dele pulsando na minha direção. Nesta situação, o pau do Thiago começou a endurecer também, e eu fiquei com aqueles dois homens na minha frente com o pau ereto com a Alice no colo. Eu tinha que respeita-lo pois parecia que Celso realmente praticava o nudismo, nem se importou de ficar ereto na minha frente, ainda mais com uma criança no colo. Eu não culpava ele pela ereção pois, realmente a Alice deixava os homens assim, pena que não deu tempo de vestir algo nela porque Thiago desceu as escadas na hora errada. Chamei ele para fora e nós 4 seguimos para o quintal. Para tentar me familiarizar, tirei minhas roupas e fiquei só de sunga em frente a churrasqueira. Celso se sentou ao lado com Alice no colo e Thiago se sentou do outro. Continuamos a conversar e ele elogiava muito a casa e como Alice havia crescido. A todo momento eu olhava de forma rápida aquele pênis entre as pernas de Alice quase entrando naquela inchada. Para tentar amenizar a situação eu falei para Alice pegar os brinquedos dela para colocar na piscina, que já iríamos entrar. Ela desceu do colo do Celso escorregando sobre sua coxa, a cabeça do pau dele chegou a escorregar para dentro da vagina dela, mas logo saiu guando ela pôs os pés no chão. Enquanto ela corria para pegar os brinquedos, pude perceber o pau do Celso babando litros de líquido pré ejaculatório, seu pau grosso chegava a brilhar. Thiago apenas ficava escutando nossas conversas enquanto o pau pulsava. Fiquei refletindo se Thiago não chegasse naquela hora com a Alice pelada, talvez eu não colocaria Celso nessa situação, e estaríamos de roupa este momento, mas minha vida está muito conturbado ultimamente, parece que tudo gira em torno da minha pequena Alice. Todos os homens querem ela. Enquanto Alice não voltava, Celso perguntou sobre a vagina dela:
– você acha que o padrasto que fez isso?
Thiago olhou para mim, com uma cara de confuso, então eu respondi:
– então, eu suspeito disso, mas ficou difícil ter certeza depois que Thiago começou a me ajudar.
– como assim? (Perguntou Celso)
– a Alice está com acumulo de muitos hormônios sexuais, e Thiago começou a me ajudar passando umas pomadas e massageando ela.
– hummm e como você faz Thiago?
– as vezes eu ajudo ela aliviar com meu membro.
Meu coração gelou naquele momento, sem eu saber a reação do Celso, mas percebo uma piscadinha que ele dá para o Celso quando falou, Celso logo falou:
– claro, como pude perguntar! É normal fazer isso com algumas meninas, alguma delas as vezes precisam aliviar quando tem muitos hormônios.
Fiquei quieto apenas ouvindo eles conversarem, mas Celso parecia muito mais aberto do que eu imaginava, conversava coisas que nunca imaginei falar. Alice vem correndo com os brinquedos na mão e acaba caindo no meio do caminho, Celso se apressa para pegar ela no colo mas acaba colocando ela bem em cima do pau de lado. O pau dele fica entre a vagina e as nádegas dela, posso até ver a cabeça vermelha do pau dele saindo pelo reguinho dela. Celso fala:
– vá buscar algum remédio pra passar no joelho dela.
Eu corro para a cozinha e começo a procurar a caixa de remédios que deixo no armário. Depois de procurar bastante, encontro a caixa em cima do armário superior, quando voltei para o quintal, Alice já havia parado de chorar, Celso estava balançando ela no colo com pulinhos curto com a perna, igual quando uma pessoa está ansiosa fica mexendo a perna. Alice estava melhor, mas me agachei para passar o remédio nela, assim que ela abriu as pernas eu tive a impressão que o pau do Celso havia penetrado na minha garota, mas não fiquei conferindo para não ser incoveniente, deve ser impressão minha, continuei passando o remédio no joelho dela, Celso continuava com os movimentos. Quando eu estava terminando de colocar o band aid/curativo nela, eu vejo um líquido escorrendo da vagina dela sobre as bolas do Celso, era gozo aquilo? Não pude acreditar! realmente o pinto do Celso estava dentro dela, aquele lábios abertos estava sobre o pau dele lá dentro. Eu nem sei o que falar, apenas levantei assustado e Celso fazia uma careta de prazer. Eu fiquei olhando paralisado para o Celso com o remédio na mão. Celso viu minha reação e logo se desculpou:
– Opa Roberto, eu estava com ela no colo e acabou deslizando, não foi culpa minha.
Eu percebi que o pau dele já estava todo babado antes de pegar a Alice, então realmente foi um acidente, e outra, eu já estava acostumado com isso devido ter o Thiago em casa. Mostrei naturalidade e falei:
– de boa, isso acontece.
Se bem que quando eu fui pegar o remédio ainda não tinha entrado…. Ah, mas a Alice se mexe demais! Deve ter se aproveitado da situação. Celso continuava se desculpando mas o Thiago falou:
– calma cara, Alice já está acostumada com isso, você não a machucou. Ela gosta disso não é?
Alice balançou a cabeça mesmo olhando para baixo. Celso pôs ela no chão e limpou seu pau com um papel toalha que estava em cima da mesa. Comecei a explicar como tudo isso aconteceu com a Alice e vi que ficou tudo bem. Passamos a tarde bebendo e já estava escurecendo, eu já estava um pouco bêbado naquela hora. Celso não parava de socar bebida em mim, mesmo eu não querendo, mas por algum motivo eu bebia pois aquele nosso encontro estava muito bom, e eu estava adorando. Mas acabei coxilando no sofá de casa e deixei os dois lá fora. Sem saber que horas eram, acabei acordando do nada. Eu ainda estava bêbado mas a cabeça doía muito, tentei levantar para pegar um copo d’água, mas fui esbarrando nas paredes até lá. Quando eu chego na cozinha, vi os rapazes na beira da piscina, Celso estava deitado de barriga para cima e Alice sobre na cintura dele, Thiago estava por trás da Alice fazendo alguns movimentos, percebi que Celso metia na vagina e Thiago no cuzinho dela, por isso Alice estava com os olhos cheio de lágrimas e resmungando, Thiago ainda estava usando aquele cuzinho, tentei ir para fora para falar com Thiago para parar, mas eu não consegui. Esbarrei na cadeira que estava na cozinha e cai. Passei a noite todinha lá na cozinha caído, fui acordar no dia seguinte com Thiago lá em cima com a Alice. Os dois já estavam no banho pela manhã e eu estava com uma imensa dor de cabeça. Minha cabeça doia tanto que eu nem lembrava direito o que tinha acontecido. Thiago saiu do banheiro com a Alice e logo perguntei sobre o Celso, Thiago disse que ele teve que ir embora pois sua ex mulher ligou para ele buscar sua filha, pois hoje era dia de ficar com ela. Fiquei preocupado pois no primeiro dia que ele vem na minha casa eu apronto uma dessas, nem me lembro se me despedi dele de novo. Mandei mensagem para ele pedindo desculpas e que era para ele voltar no mesmo dia para fazermos outro churrasco para eu receber ele direito. Ele me respondeu que não precisa, mas que já que eu convidei, ele vai querer retornar. Pois gostou muito sobre minha recepção com ele, e que hoje iria trazer sua filha Ana Clara para brincar com a Alice. Fiquei surpreso pois nunca tinha visto sua filha, desde que terminamos a facul ele nunca veio em casa. Combinei com ele as 16h para dar tempo de arrumar tudo, era sábado mesmo então ele não teria clientes para hoje… Fui tomar um banho e Thiago me ajudou arrumar as coisas, ainda bem que ele dormiu em casa pois eu não sabia como ia deixar a Alice comigo daquele jeito. Ele está sendo meu melhor amigo até agora, não sai de casa…. Quando falei para o Thiago que Celso viria de novo, ele ficou bem animado, pediu permissão se ele poderia convidar o Pedrão para vim em casa também. Disse que claro que sim, Pedrão era outro que sempre me ajudou com a Alice. Assim que arrumamos a casa preparei outro almoço aproveitando algumas comidas de ontem, os dois mal comeram. Por volta das 14h Pedrão chega em casa e o Thiago já explico tudo para ele, que Celso é uma pessoa como eles, que gostam de cuidar da Alice. Mas que tinha que mentir que eles também era nudista. Achei engraçado aquela situação do Thiago estar me ajudando, mas logo Pedrão compreendeu e tirou as roupas. Já era 15:30 e Celso já estava no portão apertando o interfone, chegou um pouco mais cedo desta vez. Logo ele entra com sua filhinha Ana Clara, uma menina linda da idade da Alice, 7 anos também, com uma pele moreninha e o cabelo bem liso e grande, puxou a descendência árabe do pai. Os dois entraram e logo ele conheceu Pedrão, ele se assustou com o tamanho do Pedrão parecendo um jogador de basquete, ainda por cima negro ele não pode deixar de reparar no seu pau. Os dois fizeram amizade e logo Celso começou a se despir. Ana Clara não tirou as roupas, já Alice de costume já estava despida. Mesmo assim, Celso tirou a roupa da Ana Clara e falou:
– quando ela vai para a casa da mãe, volta cheia de vergonha.
Por curiosidade eu perguntei:
– e sua ex esposa? Não liga para seus atos nudistas?
– ah quando a gente estava junto ela, ela não gostava muito que eu ficava perto da Clara assim, mas depois que nos separamos eu fico assim todo dia na frente dela, não é filha?
Clara balançou a cabeça envergonhada. Celso continuou:
– já que só fica eu e ela nos finais de semana, podemos ficar pelados em casa.
Ana Clara tinha mais vergonha que a Alice, quando ele tirou a calcinha dele eu pude perceber que a vagina da Clara estava igual a de Alice! Porém menos inchada, parecia que só o pai usava ela. Thiago e Pedro ficaram doidos quando viram a menina, acabei perguntando para o Celso:
– nossa, ela também acumula os hormônios sexuais igual a Alice?
– sim! (Disse Celso) ela também precisa aliviar de vez enquanto, adivinha quem cuida dela?
Por isso ele ficou tranquilo com a situação da Alice, ele já fazia isso com a filha antes de eu chegar. Eu não conseguiria fazer isso com a Alice, ainda bem que eu tenho o Thiago e o Pedrão!
– anda, vamos beber ( disse Pedrão)
Celso trouxe 3 caixas de cerveja hoje, parece que ele adivinhou a presença do Pedrão, Alice sentava no colo de todos mas Ana Clara não, sempre ficava ao lado do pai, Alice tentou chamar ela para brincar mas ela ainda estava tímida. Pedrão chamou Clara para sentar no colo, mas ela o recusou. Celso olhando aquela cena falou:
– seja educada filha, faça amizade com nossos amigos.
Ana Clara saiu do lado de Celso e sentou na coxa esquerda do Pedrão, aquilo já vez ele se soltar e endurecer aquele pintão, não demorou muito e seu pinto já estava endurecendo meio torto para baixo, Clara percebeu aquele membro quente encostando na sua perna e olhou para o pai, Pedrão puxou ela mais para cima e ficou com ela sobre sua barriga, enquanto conversávamos eu percebia seus dedos entrando na vagina da menina. Diferente da Alice, Ana Clara estava mais fechada, acho que só o Celso cuidava dela. Alice não parava de pegar os brinquedos e ficar entre as pernas do Celso, o pau dele voltava a babar deixando sua rola bem molhada e brilhosa. A tarde foi passando e eu não aguentei ver aquele monte de cerveja, acabei bebendo tudo de novo e fiquei meio tonto, meus olhos já estavam se fechando e eu só via Ana Clara no colo de Thiago nesta vez, ele também colocava um de seus dedos nela. Alice tinha ido ao banheiro com Celso e ainda não voltou, os dois já estavam meia hora sem voltar, e eu meio tonto na cadeira de fora. Me levantei para ver como Alice estava mas fiquei tonto só de olhar as escadas. Só conseguia escutar seus resmungos vindo do banheiro, espero que Celso não estava usando o cuzinho dela também. Pois Thiago estragou muito alargando aquele cuzinho. Sentei no sofá da sala para parar a tontura e acabei caindo para o lado. Mais uma vez eu acordo mas bem pior do que da outra vez, eu ainda via tudo girando mas eu estava de bruços no chão da sala, eu via os braços negros do Pedrão mas tudo embaçava. Também sentia uma forte pressão no meu ânus e parecia que estava tudo rasgando, como se algo grande estava entrando. Aquilo me doeu muito mas eu não conseguia levantar e tudo estava embaçado, a dor era tão grande que acabei desmaiando de volta. Acordei no chão da sala mas estava de bruços, meu cu doia e estava bem dolorido. Achei que fosse um sonho mais nada lembrei… Acho que essa noite foi diferente das outras.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,63 de 32 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

26 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Samurai yokozunas ossss ID:xbjxsi40

    Ursao safado . Muito top os contos nota 1000 .
    Gostaria de comprar um contos seu por encomenda.
    Quanto custa ? Posso sugerir o tema ? e como entrar em contato com vc ? Aguardo Retorno obrigado.

  • Responder Samurai yokozunas osss ID:71owgwmt0a

    Excelente contos
    Gostaria de comprar um contos seu por encomenda
    Quanto custa ? , quero sugerir o tema e como é como entrar em contato com vc.

  • Responder Rodrigo ID:xlq8dpm0

    Filho da puta você vai pro inferno

  • Responder PePe ID:41ih0tttqrk

    queria que voltasse a postar

  • Responder Fernando2000 ID:81rf84qd9b

    Ué cd a Rafaella? Não veio opinar dessa vez? Kkkk.

  • Responder Natal ID:5h68prwq

    Cade a continuação ? Posta amigo, um conto tão top como esse.
    O problema daqui é que contos maravilhoso, os autores param no meio e não continua.

  • Responder Eduardo ID:h5i1num9i

    Posta mais, tá muito bom

  • Responder PEdro ID:g3jwbjd9b

    Cara volta a postar contos! adoro ler o que você escreve

  • Responder wf ID:e249dg7m2

    MELHOR SERIE. de todos os contos que já li

  • Responder tk ID:g3ja3lhri

    tenho uma filha de 5 e me da muito tesao imaginar um negao estuprando e enchendo ela de leite

    • Abusador nato ID:89cszotcd3

      Hoje vi uma loirinha linda nessa idade chupando um picolé ela mastuturbava o sorvete na boquinha que tesao eu fiquei.

  • Responder Otho ID:g61za2i41

    Falta a continuação

  • Responder Nona ID:41ih1j5520c

    presente de natal seria um capitulo novo desse conto

  • Responder Gina ID:41ih0orqfii

    Vai continuar?

  • Responder @danisill ID:7r05elfuhj

    Q top esse conto
    Telegran @danisill

  • Responder Natal ID:5h68prwq

    Continuação amigo ?

  • Responder Pikao SP ID:giplzdvzj

    Conto chato, já pode parar você tá perdido neste conto dá pra ver que se perdeu na história

  • Responder Lin ID:gqaue0544

    Esse tem imaginação !

  • Responder Sozinho ID:5h7a6rd0

    Nossa…ficou bom. Já presenciei algumas meninas dessa idade nua, quando ia fazer reparos de móveis em casas de conhecidos.

    Meu tele. @Sozinho39anos

  • Responder Peludão ID:8d5g1nrk0b

    Ursão , ótimo conto! Vc escreve muito bem!

  • Responder Admiradora ID:mujuwovzl

    Por favor… conta a versão do Tiago Pedrão e Celso agora …

  • Responder Haroldo ID:7btertcoii

    Escreva mais sobre pai e filho também, seus contos são ótimos…

  • Responder PEdro ID:81ry5n6t0d

    que presente esse 4 capitulo eu nem esperava mais dessa história! Muito bom! Manda mais. Adoro seu jeito de escrever. Também acompanho o outro conto lá. Vocie chegou a ler minha sugestão?

    • Ursão Safado ID:gqbg01em2

      Olá Pedro! Li sim, a sua sugestão. Mas acredito que vou inseri-lo em um próx conto. Obrigado por comentar. Grande abraço!

  • Responder Natal ID:5h68prwq

    Sempre fico a espera da continuaçao dos seus contos, espero q escreva mais e mais contos.

  • Responder Natal ID:5h68prwq

    Um releitura do conto cuidando da minha filha, parabéns muito bom