# # #

Como virei bisexual

800 palavras | 2 |4.22
Por

Depois de anos desfrutando a leitura de contos eroticos, vim falar de algo que ocorreu comigo. Sempre me considerei um cara hetero gino sexual, por curtir apenas mulheres e travestis(mulheres trans, na qual fazia uma brincadeira ativo e passivo) No dia a dia vivendo uma vida em casas de swing pegando varias mulheres e como travequeiro me relacionando com as trans em pistas e outros locais. Nunca gostei de homem, tinha ate aversao quando via algo do tipo. Mas tambem nunca julguei, sempre respeitei o gosto das pessoas, pois pra mim nao existe o certo e o errado, existem os principios que seguimos no dia a dia e os atos que nos faz bem e o que nao nos faz bem
Mas a cerca de 1 mês atras eu entrei num app de encontros sexuais de swing e vi que tinha uma mulher que ia nun cine porno aqui no centro de SP fazer uma putaria. Tava a toa e fui pro cine. La ela ficava com seu amigo na cabine com glory hole e eles liberavam a entrada de um single na cabine de cada vez, geralmente era o cara que colocava o pau no buraco pra ela chupar e tava rolando. Varios caras em volta da cabine ela chupava e chamava pra dentro. Num dado momento com poucas pessoas em volta meu pau tava meia bomba e comecei a bater punheta em frente a porta com a bermuda arriada no chao, ja que esta nao tinha elastico e ficava mais confortavel, para que ao abrirem a porta eu ja estar em ponto de bala. De repende comeco a sentir umas pontadas de um pau duro, de forma timida na lateral da minha bunda e comeca a me dar um tesao incontrolavel, uma vontade doida de dar o cu. Na hora nao sabia o que fazer pois meu tesao sempre foi de mulher com ou sem pau e nao de homem com pau. Acabei cortando o barato do cara dizendo que nao curtia, mas a vontade de dar era enorme, por nao saber o que fazer disse nao, mas depois me arrependi. O casal que tava na cabine e eu brinquei pouco, apenas pelo glory hole. E eu com tesao a mil, sai daquele cine e fui no cine Arouche que tinha travestis, la eu acabei aliviando com 1 trans que trabalha la.
Mas aquela imagem do cara me bulinando com o pau dele nao saia da minha cabeca, tava ate me atrapalhando nos meu trabalho e todo dia eu entrava no aplicativo em busca de mulher que fosse no cine porno para poder repetir a mesma cena e fazer diferente da proxima vez. E teve um dia que ela foi mas eu tava em viagem. nao aguentando mais, no fds retrasado. Fui no cine Arouche no intuito de tentar ver um sexo ao vivo de uma trans e comecar a bater punheta esperando ver se alguem chegava junto da mesma forma. Mas ao chegar acabei indo fazer um programa com uma trans nas cadeiras do cine no andar superior. Ela tava me comendo e chegaram alguns caras pra olhar, bater punheta e ate trocar uma ideia com a trans. Tinha mais de 10 caras la. De repente ela me pergunta se eu aguento 2rolas no cu. Disse que nao, entao ela comecou a chamar os caras que tavam em volta pra me comer, e foi indo um de cada vez, enquanto me comiam eu chupava a trans, e ela ficava chamando mais caras …fiquei cerca de 1hora dando o cu foram quase 10 caras, outros nao foram pq ou eram passivos ou a rola nao ficou dura, e ela falando ” eu quero e ver putaria” O tesao nao era so meu, era dela tambem ao me fazer de puta pra varios machos. E depois que nao tinha mais nenhum cara la ela saiu pra procurar enquanto eu descansava. Ela voltou sem nada e me chamou pro banheiro entrei e da porta ela chamou um cara, o cara entrou e ficamos nos 3 la dentro com os 2 se revezando pra me comer, ate que ela quis ficar com esse cara e eu sai. Pra quem foi pensando apenas em uma brincadeira, superou as expectativas e no final eu ate dei uma caixinha pra ela, pois foi um sonho que eu nem sabia que tinha se realizando. Mas ainda nao realizei aquele desejo do cara me bulinando, mas vou realizar. Agora comecei a pesquisar outras festas e encontros com homens. E ate comprei uma calcinha fio dental de travesti para usar. No entanto minha intencao e fazer sexo so com desconhecidos de forma passiva. Pois o que eu curto e apenas penetracao e linguada no cu, nao quero mais que isso pq nao tenho tesao. O meu pau so sobe para as mulheres.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,22 de 9 votos)

Por # # #

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder homem sp

    más essas casas no centro de sp não estão fechadas desde o inicio da pandemia?

  • Responder J.F.S

    Eu não virei bissexual, descobri que era qdo tinha 13a. Eu já ficava com várias garotas, e um dia percebi uma amiga dando em cima do Francesco, não gostei. Senti ciúmes e passei a “me observar” melhor. Descobri que tinha mais afinidades com meus amigos bonitos, com os feios, era só um oi e olhe lá. É óbvio que me apavorei, pq na minha cabeça, eu era viado e pronto. Mas como é que eu podia pensar que era viado, se eu já tinha ficado com várias meninas, e até “comido” algumas. Minha prima por exemplo, a Soraya, foi a primeira que me fez um boquete, e o primeiro cabaço que tirei. Fora três meses antes, numa festa no sítio do meu avô. Até hj dá um tesão danado qdo lembro dela deitada naquela pedra com as pernas abertas, com cara de choro qdo meu pau entrou na xotinha dela. Td bem, eu tinha só 13a, mas acreditem, minha rola era grande pra bucetinha de uma menina de nove anos. E ela chorou um pouquinho sim, não tanto qto no dia que tirei as preguinhas dela. Enfim, acabei saindo por aí, dando em cima de meninos, e dei tbm pra alguns deles. E assim, descobri que gosto dos dois, de ninos e ninas.