# # #

Rancho da putaria – parte II

1068 palavras | 8 |3.89
Por

Quando eu comi o filho de Simone e os outros moleques no rancho nudista. Contém homossexualismo, lesbianismo, incesto, scat e zoofilia

Continuando, depois de gozar na punheta na frente de seu Jorge, dona Karen e Simone assistindo aquelas ninfetas treparem tão gostosamente, meu pau baixou e sosseguei um pouco.

Dona Karen me ofereceu uma cadeira na cozinha, sentei e ela me serviu bolo de mandioca e chá de camomila. Lanchei junto com Simone que elogiava dona Karen e dizia que ela era como uma mãe para ela. E muito mais gostosa que a mãe da própria – disse rindo.

O chalé de seu Jorge era de madeira, como todos os outros. Só um pouco maior, no entanto. Letícia entra, passa só um pano no corpo removendo o cocô de seu corpo, dona Karen me apresenta sua filha e a elogio, dizendo como ela é linda. A menina fica envergonhada, mas chega me cumprimentando com um selinho. Quando eu digo que é um prazer conhecê-la ela responde que o prazer é todo dela olhando meu pau meia-bomba. Como todo mundo, Letícia está peladinha e ainda tinha um pouco de fezes cobrindo seu púbis. Um pouco de cocô escorria pela sua perna, saindo de seu cuzinho. Ela me pede desculpas e diz que comeu muito mamão mais cedo. Eu digo que gostei do que vi e ela deu uma risadinha, ficando corada em seguida. Seus olhos verdes, pele bronzeada e rosto um pouco sardento a deixam linda demais.

Paulinha entra em seguida falando pra Letícia que é hora de tirar leite da vaca. Paulinha tem 13 anos, seios crescendo e a xoxota bem desenvolvida, já com belos lábios vaginais expostos. Os cabelos negros e lisos terminam na altura dos ombros. Ela é bem branquinha e sua xoxota está coberta com uma pequena camada de pêlos pubianos bem finos. Tem uma bundinha razoável, bonitinha, não muito grande. Um olhar enigmático sai de seus olhos cor de jabuticaba. Ela olha para meu pau e vêm me cumprimentar com um selinho também. Nisso ela pega no meu pau, olha para Simone e diz:
– Caprichou agora, Simone. Esse aqui é bem mais gostoso que o Mauro, hein?
– Menina, se ele aguentar o que vêm por aí eu te empresto – responde Simone.

Simone diz que posso caminhar para conhecer o rancho enquanto ela diz que vai ajudar dona Karen com o jantar. Nisso chega a mãe de Paulinha. Flora é uma mulher bonita, nova, uns 28 anos, ossos largos, seios e bunda grandes. A xoxota totalmente depilada deixava os lábios carnudos à vista, mais que os da filha. Flora me cumprimenta e vai ajudar dona Karen também com o jantar. São 20 pessoas no rancho então as refeições demandam muita ajuda.

Ao sair para o pátio, pego um cigarro, acendo e fumo, pensando sobre minha situação ali. Depois de fumar resolvo dar volta e vejo Miguel de pé fazendo xixi no Lucas, que estava agachado recebendo o mijo em seu peito. Na sequencia Lucas começa chupar a rola de Miguel. Me aproximo dos garotos que sorriem quando eu chego. Miguel diz que Lucas é o escravo dele. Pergunto se ele pode dividir a boca do escravo comigo e Miguel diz que tudo bem. Lucas começa a chupar meu pau junto com o de Miguel. Miguel então dá uma erguida e me abraça. Olho para ele e começo a baijar a boca do garoto, enquanto isso Lucas tenta chupar os dois paus ao mesmo tempo. Miguel então se afasta e diz que quer ser penetrado, mas antes precisa lubrificar o cu. O garoto se agacha de cócoras e faz cocô no chão do pátio. Então ele se vira de quatro para mim e me pede para meter no cu dele.

Rapaz, que cu delicioso. O cocô mole deixou o cuzinho do menino todo lubrificado. Vejo meu pau entrando e saindo do cu dele todo melecado de cocô, o que aumentou ainda mais meu tesão. Passei a meter com mais violência e o garoto delirava, me pedindo para meter mais forte. Enchi aquele cuzinho de porra e percebi que o garoto deu uma ejaculada sem nem tocar no pau.

Miguel me chama para conhecer o celeiro e vamos juntos. Lucas na nossa frente, percebo que a bunda do menino está toda melecada de cocô. Miguel também não se incomoda e não se limpa. Achei essa situação meio estranha, mas ao mesmo tempo deliciosa.

Chegando no celeiro, Letícia e Paulinha estão ordenhando a vaca. Paulinha diz que é mais gostoso ordenhar a mãe dela, e Letícia responde: – Ordenha minha buceta então! Elas dão risada. Próximo a nós vejo Karina e Viviane conversando com Mateus. Viviane estava com a bunda toda suja de cocô. Se não tivesse acabado de gozar iria meter. Karina conversava e se masturbava na frente de Viviane e Mateus normalmente. Enquanto elas conversavam, ela esfregava o dedo médio em seu grelo. Do lado de fora, observo Débora chegando montada em um cavalo. Débora pula do cavalo, pega em seu pênis e começa a masturbá-lo. Com o pau do cavalo duro ela começa a esfregá-lo em sua buceta. Aí ela põe a ponta na boca e começa a fazer um oral no cavalo enquanto começa a mijar a cagar no chão. A visão daquela loirona bronzeada de seios fartos e bunda enorme chupando o pau do cavalo enquanto caga e mija agachada tirava o fôlego de qualquer fã de pornôs bizarros. Ela então enfia parte do pau do cavalo em seu cu todo cagado e deixa ele penetrá-la até gozar dentro de seu rabo. Débora então leva o cavalo de volta ao estábulo e segue em direção a nós e diz que o jantar está pronto.

Mesmo sujos, fomos jantar no chalé de seu Jorge o delicioso banquete que dona Karen nos fez. Depois fomos dormir. Em nosso chalé dei uma última metida em Simone enquanto Lucas dormia na cama ao nosso lado. No meio da noite, percebi que o garoto faz xixi e cocô na cama enquanto dormia. Uma visão maravilhosa.

Passei quase duas semanas no rancho, enquanto vou continuar contando minha história nos próximos dias. Até mais, amigos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,89 de 9 votos)

Por # # #

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Messin

    Come a Simone e o Lucas juntos e faz o Lucas comer a Simone também

    • O eclético

      Prefiro colocar a Simone comendo o Lucas. Adoro mulher que gosta de comer cu de menino.

  • Responder Marcelo

    Mto bom. Tele @maurcelo

  • Responder Messin

    Coloca mais sado nos seus contos

  • Responder neto

    q nojo🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮🤮

  • Responder Gosto de scat.

    Amo esses contos de liberdade total. Se toda sociedade entendesse como eh bom ser luvre de amarras eviver de verdade. Cu, buceta, boca, caralho são apenas orifícios. Vamos fazer gozar… Cagar… Mijar… Cuspir! Somos animais racionais, mas nossa essência animalesca está em nossos DNAs!

    • Poderoso da oficina

      vou cagar na sua boca moleque doido

    • amo scat

      Gosto demais!!!!!