#

Minha paixão por meu pai só aumenta

1046 palavras | 3 |4.50
Por

Não consigo ficar longe do meu pai é do seu pau.

Não consigo mais ficar sem meu pai.
OI pessoal tudo bom? Espero que sim, bom gente tenho notado muitos contos fictícios tanto neste como em outros sites de contos eróticos, mas claro foram esses contos que deram a mim e meu pai a coragem de encarar o que sentíamos um pelo outro mesmo depois de muitos anos de um modo platônico. Bem o que quero dizer é que isso fez a gente se declarar e assumir esse amor um para o outro, e a única forma, pelo menos no momento de declarar isso publicamente é sem dúvida através desse site, pois a única pessoa que sabe de nosso romance é minha prima, que sabe e já participou, deixando de uma forma clara que eu e meu pai somos dois devassos, mas o que contribuiu pra isso foram os anos de fantasia sexual um pelo outro e as experiências sexuais que tivemos cada um em particular com outras pessoas no decorrer de nossas vidas, e isso conta muito, mas muito mesmo.
Bem nesta terça feira eu não tinha nenhuma cliente agendada, trabalho com salão de beleza, então como meu marido está de férias e eu estava louca pra ficar com meu pai, eu conversei com ele pra ele ir passar uns dias com o pai dele e me deixar na casa de meu pai que trabalha em casa então ele está todo dia em casa, ele concordou, fomos e ele me deixou na casa de meu pai, se cumprimentaram e quando ele mal virou as costas eu e papai nos agarramos em um beijo ardente e eufórico de tirar o fôlego e chegar a machucar a boca, fomos nos beijando em direção ao banheiro, nos despimos, papai ligou o chuveiro e começamos a lavar um ao outro, papai lavou minha xoxota e meu cuzinho e depois caiu de boca me chupando e sugando meu grelinho, depois meteu a língua em meu cuzinho enquanto enfiava os dedos em minha buceta com a água caindo sobre nós, porém não me contive e fiz o mesmo com ele depois de lavar e masturbar seu pau grosso eu cai de boca e comecei a mamar naquele pau gostoso, mas eu queria dar exclusividade ao melzinho que sai na ponta do seu pau, então desliguei o chuveiro e enxuguei ele que me enxugou também, então fomos pro quarto e lá sim pude saborear aquela delícia de pau como eu queria, xupando e sugando todo melzinho que saía na pontinha do seu lindo e gostoso caralho, suguei seu pau suas boles e fui um pouco mais audaz ao levar a língua em seu cuzinho, pensei que ele iria recusar mas gemeu de tezão, porém quando tentei enfiar um dedo ele disse que um até podia, porém mais que um ele não suportava, que até já havia tentado mas não consegue mesmo, porém já me dava muito tezão e mamar seu caralho e enfiar meu dedo no seu cu, e com isso não demorou pra ele encher minha boca com seu leitinho que bebi todo com o maior prazer.
Mas papai estava com muito tezao e seu pau continuava duro, então ele me fez levantar me beijou e falou : {MINHA FILHOTA PUTINHA DO PAPAI MAMOU É QUIS FODER MEU CU NE SUA VADIAZINHA, AGORA PAPAI VAI SOCAR VARA NESSE CUZINHO ROSA DINHO É APERTADINHO DA FILHINHA PUTINHA DO PAPAI.}
Eu abracei ele no pescoço e falei que eu era toda dele e que ele podia me foder do jeito que ele quisesse, queria sentir seu caralho arregaçando meu cu até eu gozar empalada em seu caralho grosso e gostoso, fiquei logo de 4 e ele deu uma cuspida em seu pau, eu puxei o mel que escorria em minha buceta pra lubrificar meu cu e ele encostou seu pau e foi empurrando aos poucos até eu sentir suas bolas nos lábios da minha xoxota, então ele foi empurrando e tirando devagar e aumentando o ritmo devagar até que eu sentisse só prazer, então comecei jogar minha bunda pra traz engolindo aquela tira com meu cuzinho, depois pedi que ele deitasse com sua pica pra cima e fui sentando e fazendo seu cassete desaparecer dentro do meu cu, daí eu comecei quicar com vontade e minha buceta foi formiga do e piscando anunciando meu gozo, e como eu gozo jatos eu falei que ia encharcar ele e a cama, ele num impulso levantou da cama comigo presa a ele e de pé com seu pau entalado no meu cuzinho começou me jogar pra cima e pra baixo até que meu orgasmo veio fazendo meu líquido derramar sobre ele descendo por suas pernas e caindo sobre o piso, mas ele não me soltou e mais uma vez gostou enchendo e misturando nosso líquidos, aquilo foi maravilhoso, mesmo eu tendo tranzado com outros homens e muito tempo com meu marido eu nunca havia tido uma experiência tão gostosa e avassaladora, foi mesmo muito tezão, muito prazer, se soubesse que meu pai me daria tanto prazer talvez eu já teria me jogado em seus braços a muito tempo. Ficamos 3 horas fodendo de todas as formas até não aguentar os mais, então tomamos um banho e nos arrumamos pois minha madrasta esva chegando do serviço.
Bom isso foi o que aconteceu nesse dia, então falei antes de minha madrasta chegar que da outra vez eu levei minha pra e que agora eu queria um homem junto com a gente, ele disse que não, então dei a ideia de achar um travesti, pois como trabalho com salão tenho vários clientes travestis lindíssimas que parecem mulher mesmo, mas tem um grande caralho guardado no meio das pernas e poderia satisfazer a nós dois, ele falo que me daria a resposta até o fim da semana, agora estou aguardando pra ver o que acontece.
Beijão pra todos e por favor, comentem, quero que meu pai leia e se delicie sabendo que outros se deliciaram com nosso caso.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,50 de 4 votos)

Por #

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Márcio

    Maravilha de conto! Queria muito participar com vocês, eu e mais uma com vcs dois.

  • Responder Rafaella

    Continue Tai. bem contado.. Beijos !!

    • Jussara

      Que gostoso trepadas proibidas são deliciosas