# # #

Mamei junto com minha esposa

875 palavras | 12 |4.68
Por

Olá leitores.
Vou contar para vocês um conto verídico, porém com nomes fictícios.
Me chamo Juliano, tenho 25 anos, 1m72cm de altura, não sou gordo, mas também não sou magro. Sou casado a 2 anos com Luciana, 21anos, loira de 1m60cm, dona de seios fartos e bunda grande, safada por natureza.
Somos um casal aos meus olhos bem normal, desde que nos conhecemos o sexo sempre fluiu de maneira quente, dando pra nós a possibilidade de nos permitir a transar em qualquer lugar e em qualquer situação. Com o passar dos anos, a gente foi criando hábitos de abrir as nossas vontades secretas um para o outro através de conversas espontâneas, e uma das minhas primeiras confissões a ela foi de vê-la com outro, sendo mais exato, chupando outro homem.
Ela logo me olhou espantosa, pois eu nunca havia dado se quer a entender que aceitaria que outro homem a olhasse, imagina ser chupado por ela. Fomos amadurecendo a idéia e sempre que transavamos me imaginava assistindo a minha loira mamando um pau alheio. Os dias se passaram, planejamos uma viagem para a capital para o casamento do meu irmão, nós moramos em uma cidade pequena no interior. Chegando na capital, fomos dar uma volta no centro para alugar o vestido dela e comprar meu terno. Entramos no shopping, estávamos morrendo de fome, pois já era mais de 16hrs e estávamos sem almoço. Nos dirigimos até a Praça de alimentação, e enquanto comíamos, fazíamos oque mais gostamos de fazer quando frequentamos as lanchonetes da nossa cidade. Hora ela batia uma punheta pra mim por baixo da mesa, hora eu a tocava, ela que estava com uma mini saia e sem calcinha.
Essa atitude acendeu nosso fogo, e quando estávamos indo embora passamos em frente a um sexshop, entramos. Logo quando entramos no estabelecimento, tivemos uma surpresa: Lá havia o Glory Hole. Havíamos encontrado a oportunidade de colocar em prática meu desejo, que na altura do campeonato se tornava nosso. Ao entrarmos na cabine, nos beijamos intensamente quando percebemos que um pau, mediano, branco e grosso havia sido colocado a disposicao da minha gulosa esposa. Ela me olhava tímida, meio que em choque pois havia chegado o momento que a muito tempo atrás ao menos sonhavamos.
Eu como idealizador da fantasia, a tranquilizei dizendo que nada iria mudar, pois sabia a diferença entre amor e prazer, afinal, naquele momento apenas prazer tomaria conta do local. Ela mais que depressa, agarra aquele pau ainda com um pouco de timidez, da uma leve punhetada e coloca sua boca, primeiro engolindo apenas a cabeça, e ao olhar para o lado e me ver batendo uma olhando a cena, coloca uma mão no meu pau e aumenta a frequência da mamada. Logo ela já estava babando naquele cacete, engolindo por inteiro com muito tesão, que era visivelmente perceptível pelos gemidos que soltava. Em uma reação inesperada, ela solta o pau do nosso novo amigo, se levanta e me beija fervorosamente, e eu retribuo sentindo o gosto do pau em seu beijo molhado. Logo ela volta a mamar, enquanto me pergunta se eu estava gostando de ver sua puta chupar um desconhecido com tanta vontade.
Eu em um sinal de positivo respondi balançando a cabeça, pois já me faltava o ar, as palavras de tanto tesão, afinal, era um fetiche sendo realizado.
Abaixei ao pé do seu ouvido, para como um bom marido dar-lhe as instruções do que queria, enquanto falava muita putaria ao pé de seu ouvido.
Ela extravasar a de tanto tesão puxa a minha cabeça até o seu rosto, me beija novamente, puxando minha boca de encontro a aquele pau me falando baixinho: Quero ver você divindo comigo esse pau, seu safado. Chupa bem gostoso que no final te faço uma surpresa!
Tentei resistir, mas quando dei por mim já estava me deliciando com aquele pau! Chupei feito uma puta, deixando até mesmo minha esposa surpresa. Eu chupava, lambia, engolia todo, me engasgava, beijava minha esposa, revesamos ate que o nosso amigo anunciou o gozo. Soltei o pau dela, já que não queria que ele gozasse na minha boca, e quando olho pro lado, minha Luciana já havia levantado a saia, virando-se de costas para o pau, permitindo que o nosso amigo a penetrasse, jorrando assim, litros de porra na buceta da minha esposa. Tudo aquilo acabou saindo do controle. Ele gozou e não tirou o pau de dentro, continuou socando com força, ficando por mais alguns minutos até que eu, em um ato de extremo prazer, pedi pra minha esposa dar o cuzinho pra ele. Assim a fez. Ela.me olhava com um olhar de prazer e gratidão, enquanto era enrabada por aquele pau! A beijei enquanto ela gemia de dor e prazer quando os dois gozaram juntos. Nos recompomos, fomos para o hotel, tomamos um banho e dormimos. Esse dia ficou marcado, pois foi uma experiência maravilhosa.

Se gostaram do conto, comentem. Temos muita história pra contar.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,68 de 38 votos)

Por # # #

12 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Tony Bahia

    Adorei o conto, meu pau ta babando. Eu queria fazer isso também. [email protected]

  • Responder Fábio

    Acho que vc gostou mais da rola que sua esposa, aposto que ficou doido pra dar o rabo também.

  • Responder Zorro

    Hummm deve ser gostoso cheirar esse pinto fedido ai dilicia

  • Responder Pachecao

    Descabelei o palhaço aqui foi muito bom só me incomodei pq to peludo no pinto a porra grudou nele, ta uma floresta aqui se tiver meninas que gostam de cheirar a hora é essa e depois cai de boca no meu pinto de 13 cm

  • Responder Pachecao

    Na verdade sonho em sentar em um grosso calibre invadindo meu cu,peu pau duro balançando enquanto cavalgo e a porra saindo da minha cacetinha oh vou descabelar o palhaço aqui

    • Poderoso da oficina

      Eu tenho um de grosso calibre de 21cm,quer ser deflorado no cu? sou carinhoso,vou colocando aos poucos pra não machucar ,mas depois que voce se soltar e perder as pregas nem vai sentir mais a cabeçona do pau te invadindo e vai querer sentar com tudo ate as bolas

    • Poderoso da oficina

      o seu âmago interior vai clamar por mim e pelo meu pinto de 21 cm vai perder as pregas de vez,vai ser alargueado,só que tem um porem a bosta vai sair direto,tipo se estiver dentro de um onibus e sentir dor de barriga vai cagar nas calças entendeu? coitado de quem tiver perto de voce

  • Responder Pachecao

    Adoraria que minha esposa fosse assim vou agora mesmo tocar uma gostosa punheta pensando em vocês. Continue

  • Responder Loko por sexo

    Caraio Juliano quero vc de 4 na minha frente quero chupar seu cu rebola na minha língua seu puto safado quero vc me chamando de seu macho com minha língua dentro do seu cuzinho aff seu gostoso

    • Pachecao

      Se você quiser eu fico de 4.

  • Responder Caco

    Gostei do conto, que ler mais histórias, suas e dessa esposa safada. Pena que não são aqui de S.Paulo. Abs, Caco – [email protected]

  • Responder Poderoso da oficina

    Na verdade você se revelou um bissexual,mama um cacete e tem prazer amigo,para dar o cu é um pulo e ainda não saiu do armário? senta na minha pica,mama e senta você vai gozar gostoso