#

Estupro consetido eu e meu tio Paulo, um amor proibido

1953 palavras | 14 |4.64
Por

Tudo começou quando meu tio Paulo veio morar conosco o quis desde que o vi

Preciso dividir algo com voces,isso aconteceu comigo um mês atrás,meu tio e sua esposa vieram morar conosco,comigo e papai,tentar uma vida nova aqui no estado de São Paulo,vindo do interior do Ceará,53 anos,peitos largos,moreno claro,e usa cavanhaque,um corpo atlético diria assim,quano o via só de bermuda ou calça,nossa que delicia de homem,eu com meus 22 anos,solteirissima desimpedida,o ultimo namorado um pedante,terminei e dei um tempo,diria um bom tempo,mais de um ano,e um ano sem pica é complicado e um homem daqueles solto dentro de casa,Embora eu o desejasse o respeitava pois era meu tio,irmão do meu pai.Eu sempre andei de shorts e blusinha dentro de casa.Uma certa vez ele disse para meu pai Zeldo sua filha tá uma moçona hein,meu pai sorriu orgulhoso,pois é o tempo passa e riam.Agradeci e vi ele me fitando de alto abaixo,que olhar,não era um olhar normal era de desejo,disfarcei e fui para a cozinha,certa vez a noite ele disse quer ir na sorveteria comigo? Pode Zeldo ele pediu para meu pai,meu pai,oxi se ela quiser,mas e a Marta? ela tá indisposta lá no quarto,dor de cabeça.Enquanto andavamos conversando sobre varias coisas,fomos a sorveteria,pedi uma casquinha e ele tambem,viemos caminhando lentamente,quando em um canto mais ermo de uma rua escura ele me pos contra uma arvore,e foi dizendo Lia olhe isso e lambeu o sorvete com a lingua e rodeou e lambia de baixo para cima.eu disse que isso tio? o que tá querendo dizer?que quero te lamber assim como faço com o sorvete,diz que não quer? fiquei sem graça.Ele continuou eu sei que voce me quer e pos o sorvete em minha boca para que eu lambesse,ele disse nossa que lambida gostosa e dizendo isso me beijou,fiquei sem reação,ele disse em meus ouvidos,somos tio e sobrinha,mas antes homem e mulher nos queremos e apertou um dos meus seios,baixou a alça da blusinha e lambeu e sugou meu seio ali mesmo,nem preciso dizer que me molhei na hora,que puto,sabia fazer o que uma mulher gostava,gemi e agarrei a cabeça dele,mama tio Paulo,mama,aaah que delicia,ele soltou do meu seio e me disse sabia que voce é uma putinha e dizendo isso abriu o ziper da bermuda que usava,pos o pau pra fora,pos minhas mãos nele e disse segura é todo seu,olha o que faz comigo,peguei aquele cacete gostoso,nossa e a cabeça molhadinha,eu tava louca ele me beijava e beijava meu pescoço,eu tava molhada demais ,não suportava mais,ele disse preciso te comer agora,eu disse não tio Paulo não podemos,ele disse é isso mesmo? você me deixa de pau duro e diz não devemos?ele levantou minha saia e pos os dedos por dentro da minha calcinha,ele disse nossa que deliciosa,ele disse no meu ouvido Lia dá pra mim por favor,precisamos um do outro e voce sabe disso,pensa que não te vi olhando meu corpo? ,eu estava zonza de tanto tesão,eu o beijei,ele apertava meus seios,ele virou meu corpo num repente,me pos de costa pra ele,pos minha cabeça contra a arvore,tio Paulo não aqui não,ele tinha força,e num relance baixou minha calcinha pos minha cintura para tras, encaixou a cabeça do cacete na entrada da minha buceta e pos com tudo,o vai e vem,nós dois como cães no cio,ele se agarrava em mim e gemia,eu gemia junto,ele dizia sabia que queria dar pra mim,sobrinha putinha quero te comer hoje e sempre e apertava meus seios,eu ia e vinha com meu corpo sentia vertigens e dizia vem seu tio puto,come sua sobrinha bem gostoso,tava precisado de macho,ahhhh deliciaaa,ele colocava mais e mais o cacete da minha buceta e gozou pra fora,a porra espirrou no tronco da arvore,eu fiquei parada na arvore,e ele agarrado nas minhas costas,estavamos ofegantes,eu disse tio Paulo por que?não deveriamos ter feito isso,Tia Marta voce a traiu eu trai,e além disso você esporreou na arvore,ele disse eu sei,me custou muito foder você,queria encher sua bucetinha mas estamos na rua,como ia se limpar,ia chegar na sua casa pingando porra? rimos da situação,ele me beijou e disse não tem o que sentir culpa,nós dois queriamos,ela não vai saber a não ser que você conte.Ele guardou o pau dentro da cueca e eu levantei a calcinha,ele disse vamos antes que a policia nos pegue aqui,Chegando em casa meu pai nos olhou desconfiados e foi dizendo ehh sorvete demorado hein,eu disse nada pai,sentamos na praça e papeamos,licença,fui ao banheiro me lavar sabe como é,o cheiro de sexo ia começar a brotar.Deitei na cama e pensei em tudo desejava tio Paulo,Marta se dava bem comigo,mas meu tesão por ele era maior,aquele pequeno estupro consentido foi muito gostoso,eu tava doidinha pra repetir a dose.
Uma certa vez um domingo de manhã Marta estava na cozinha entertida com o almoço,papai lá fora,limpando o carro,tio Paulo sentado assistindo tv eu passei na frente dele,ele me agarrou,me fez sentar no colo dele, tampou minha boca e pos o dedo na minha buceta e começou a me bolinar e disse no meu ouvido diz que não gosta? e passava a lingua no meu ouvido,nossa senti o volume do pau dele na bermuda,fiquei louca,queria que meu pai e Marta sumissem no ar para eu dar ali mesmo para o tio Paulo,parei de me debater o beijei de lado,ele conseguiu invadir minha calcinha e encontrou minha bucetinha melada e a outra mão pegou um dos meus seios,estavamos alucinados de tesão,num momento ainda de lucidez sai do colo dele,e falei tio Paulo voce tá louco sussurrei ele tirou o pau para fora e disse olha minha loucura,vi o cacete duro delicioso ,uns 19 cm de puro prazer,aaah não aguentei dei uma chupada e lambidas,peguei o pau dele e o fiz guardar,antes que acabasse em morte tudo aquilo,imagina se tia Marta nos pega naquele desfrute.Meu tio Paulo gostava de correr perigo e sorria meio que se divertindo,ele mexeu a lingua num sentindo de te chupar,nossa fui para o quarto de perna bamba,que homem tesudo ele era,aff,nós dois morrendo de desejo um pelo outro e tolhidos dentro de casa.De madrugada eu cochilando e pensando em tio Paulo,me contorcia de tesão e parecendo que tinhamos a mesma sintonia,ele abriu a porta e fez xiu com o dedo,liguei o abajur,ele veio ficou de pé ao lado da cama e disse agora vamos terminar aquele assunto de manhã,foi tirando toda a roupa e disse vem puta vem mamar,sentei na cama peguei no pau dele que crescia na minha mão,ohhh ele gemia baixinho,eu mamava com força,me livre da minha camisola ficando apenas com uma tanguinha,enquanto o chupava e mamava as bolas ele acariciava meus seios que estava durinhos esperando por ele,ele disse nossa que sobrinha doce e puta que eu tenho,vou mamar nesses peitos e dizendo isso se agachou e lambeu a cada um deles que ofereci com prazer,eu dizia mama sua putinha,ele sugava e mamava como bebê eu estava a ponto de bala e molhada demais ele foi abaixando minha tanguinha,abriu minhas pernas me jogou contra a cama,encolheu minhas pernas e sem falar palavra lambeu minha buceta,nossa que delicia,havida de prazer como eu tava,queria muito ser chupada,que vontade de gemer alto,gozar na lingua dele,ele brincava no meu grelo,e sem aviso veio por cima de mim encaixou o cacete dele e meteu gostoso,ele tava alucinado eu o abracei,tava foda-se para o mundo,nossa cada estocada,eu gemia baixinho,ele me comendo como se fosse a ultima coisa que ia fazer,num relance ele saiu de mim se levantou me puxou para si e me beijou e disse hoje vou te foder de acordo,se sentou na cama e me puxou,sentei no colo dele como ele fez de manhã,encaixou o pau na minha buceta e bombou,me segurava pelos dois seios,aaaah que delicia,o engoli por inteiro,eu rcavalgava feito puta no colo dele,ele dizia isso piranha cavalga no pau do tio que é disso que voce gosta,eu disse sim tio Paulo,senti que a qualquer momento ele ia gozar,ele me fez levantar e me jogou de quatro na cama e me olhando disse que cuzinho maravilhoso para deflorar e começou a passar o dedo e forçar a entrada,mas tesudo como ele tava ele meteu novamente na minha buceta,empinei para ele meter mais o vai e vem louco,ele se deitava na minhas costas e dizia duvido que alguem já te fodeu com essa intensidade,ele tinha razão,ele me fazia sentir puta e desejada,sentir o cacetão entrar e sair era demais,eu mordia o cacete dele com a bucetinha,ele disse dá mais pra mim cadelinha ,esquecemos de tudo aquela hora,me virei e deitei de frente pra ele,ele disse minha linda te quero e voltou a meter gostoso agora num papai e mamae delicioso eu abri bem a perna para o receber,ele dizia nossa se eu soubesse que tinha uma sobrinha quente assim já teria vindo antes,eu disse é titio,vem sou sua meu corpo te quer ,ele começou e me foder mais rápido e o tesão tomou conta de nos dois eu o abraçava forte trazendo ele pra mim,ele tirou o pau rapidamentee gozou nos meus seios e dizendo ohhhh,aaahhh caralho e segurando o pau,eu amando cada momento,ele deu uma leve chacoalhada para sair a ultima gota e pressionou a cabeça do pinto e se deitou ao meu lado acabado,peguei uma toalhinha que tinha na cebeceira e me limpei,deitei de lado e ele me abraçou,eu disse tio somos dois doidos e se tua mulher acorda,ele disse não acorda perguntei o pq,ele disse ela toma tarja preta para dormir,tem ansiedade e te garanto ele derruba cavalo,eu sorri,ele veio e me beijou,um beijo tão gostoso tão terno,ele disse minha sobrinha voce é linda demais,me deixa louco,mas meu irmão teu pai não ia me perdoar se me pegasse aqui com voce,eu disse é tem mais essa,como é linda e me olhava de cima abaixo,me dando leves beijinhos disse voce permite mais de minha visitas aqui? eu disse sempre titio,ele disse só não garanto que virei todas as noites pois levantaria suspeitas,eu disse eu sei,ele disse eu tenho que ir,está amanhecendo,fodemos tanto que nem vimos a hora passar,me beijou longamente e se levantou,colocou a roupa e saiu,fiquei ali,sozinha e gozada,ele me pegou outras vezes mas fica para a próxima,confesso: acho que estou apaixonada

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,64 de 25 votos)

Por #

14 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Alex M.

    gostei do conto,tenho muita vontade de foder minha irmã mas sei q ela não vai dar
    ela já me pegou olhando ela nua no banheiro.

  • Responder Celso costa

    Q conto cheio de tesão, tu fode muito e cm perigo fica melhor ainda.

  • Responder @VEIDT2021

    Muito gostoso o conto, mas cuidado com os exageros pois podem descobrir vocês dois!

  • Responder Vitalina Cespe

    voce é bem tesuda para ele por o casamento em risco,acordar de madrugada pra te foder,tambem essa mulher dele pelo jeito é agua de chuchu,doente,ele tem fogo e voce tambem,não deu outra,no gol putinha ,eita menina de sorte

  • Responder Sabrina Saskia

    Que se pode consentir; em que há consentimento ou tolerância; com o que se concorda; Então vá você estudar e deix a moça em paz babaca

  • Responder Anônimo

    Muito delicioso, Lia.

    A vida é curta, aproveite-a.

    Gostosa!

  • Responder @safado

    Tesão q da

  • Responder Tommy

    “Se tem consentimento não é estupro”

    • Lia

      Lindo é apenas para dar ênfase,entendeu? apenas nosso amigo Zorro que vive nos contos dando pitaco,acho que ele é professor de português ,kkkk espero ter apreciado meu momento com meu tio

  • Responder Sabrina Saskia

    Da um filho pra ele amiga.

    • Lia

      Não posso amiga ele tem esposa,apesar de amá-lo ,não quero destruir a familia dele,tanto é que ele goza pra fora de mim,sei que coito interrompido não é 100% já fui atrás de anticoncepcional,após ficar com ele já menstruei,mas não posso abusar né? Se ele fosse solteiro quem sabe

    • Robson

      Interessante… Vc tem contos?

  • Responder Lola

    O Lia voce se faz né nega,estupro? kkk quando ele te chamou para a sorveteria ele queria te comer e no fundo voce sabia,tanto é que foi de saia,safadinha,o importante é que deu gostoso e outra voce não se importa com a esposa dele se importasse teria fugido do sei tio voce é o que ele diz:putinha e discarada

    • Sabrina Saskia

      Amoooo