# #

A menina de 9 anos da vizinhança e sua priminha…

2048 palavras | 7 |4.44
Por

Um dia, depois de umas 2 horas de muita putaria com a Bruna, eu me deliciei demais chupando a bucetinha dela, ao mesmo tempo fiquei fodendo seu cuzinho com meu dedo, ela chupou meu pau muito também, no final eu fodi a minha putinha de 9 aninhos e gozei nela todinha.

Aí, nós ficamos descansando na minha cama, a Bruna ficou olhando pra mim meio pensativa, eu logo saquei que ela tava querendo me dizer algo, aí eu falei – O que foi Bruna?… O que você quer me dizer?. Ela – É que eu tenho uma prima que é bem safadinha sabe, rsrs… E eu queria saber se você quer foder ela também?. Eu fiquei bem surpreso quando ela disse aquilo, fiquei também muito feliz, e falei – Ela é tão safada quanto você?. Ela – Não! Mas ela gosta muito de dar a bunda pros irmãos dela!. Eu – Ela dá pros irmãos!?. Ela – Aham! Mas não conta pra ninguém, tá… É segredo. Eu – Tá. Ela – Posso chamar ela?. Eu – Agora?. Ela – Sim! Algum problema?. Eu – Não! Mas eu tô cansado!. Ela – Eu te cansei foi tio? (Disse com um sorrisinho maroto no rosto). Eu – Sim minha putinha… Você me deixou super cansadinho, rsrs.

Aí ela começou à sorrir, em seguida pulou em cima de mim e ficou me fazendo cócegas, depois falou – Então tá bom tio, amanhã chamo ela, tá?. Eu – Amanhã não dá, vou trabalhar o dia todo… Chama ela na sexta, tá bom?. Ela me beijou de língua e falou – Tá perfeito tio, rsrs.

Na tarde de sexta, era meu dia de folga no trabalho, e eu iria ficar o final de semana todo em casa transando com a minha putinha de 9 aninhos, e até com a priminha dela se ela fosse mesmo safadinha como Bruna falou. Bom, que a prima de Bruna era safada, era sim, pois Bruna havia me confirmado isso, ela disse-me que a sua prima nunca tinha dado a buceta, mas o cuzinho ela dava todos os dias pros seus irmãos de 14 e 17 anos.

Eu tava na sala assistindo TV, quando a Bruna entra na minha sala saltitante e toda sorridente, ela parou bem na minha frente e ficou me olhando, aí eu comecei à alisar sua coxa, fazendo ela sorrir, de leve, em seguida eu fui subindo até a sua calcinha. No que toquei em sua bucetinha ela fechou as pernas e ficou sorrindo, em seguida falou – Calma tio, rsrs. Eu – O que foi?. Ela – Tenho uma surpresa pra você?. Eu – Ela veio?… Sua priminha safadinha tá aqui?. Ela – Aham!.. (Disse sorrindo e fazendo uma carinha de safada) …Vou chamar ela.

Aí ela foi, e uns 10 longos segundos depois aparece na minha sala uma linda menininha de cabelos lisos e castanhos, ela tinha a pele bem branquinha e contrastava perfeitamente com aquela neguinha que estava do seu lado, seus olhos eram castanhos e bem claros, ela era franzina e tinha uma carinha de bobinha muito linda, rsrs. Fiquei encantado com toda a beleza daquela menina, ela tinha um rosto angelical muito lindo, eu logo me apresentei à ela, eu falei – Oi, eu me chamo Brunno! Como você se chama?. Ela – Oi Brunno, eu me chamo Thainá!.

Quando ouvi a vozinha daquela menina meu coração disparou, era uma voz suave e doce, e muito encantadora, aí eu falei – Você é muito linda Thainá é um prazer te conhecer. Ela – O prazer é meu tio, rsrs (falou fazendo carinha de safada). Aí eu olhei pra Bruna, e depois olhei pra Thainá, em seguida fiquei olhando pras duas e pensando “que sortudo que eu sou, tenho duas putinhas lindas e bem safadas bem na minha frente”, aí eu falei – Tem quantos anos Thainá?. Ela – 10!. Eu – 10 aninhos!… Só 10, e você já dá o seu cuzinho pros seus irmãos, é verdade isso!?.

Quando eu falei aquilo a Bruna olhou pra mim com cara de assustada, em seguida elas se olharam e ficaram fazendo cara de braba uma pra outra, aí eu falei – Relaxa Thainá, Bruna me contou! Mas eu não vou contar pra ninguém, prometo!. Aí ela ficou olhando pra mim, tava visivelmente assustada com o que eu havia dito, aí ela falou – É verdade sim tio! Por que quer saber?. Eu – Porque eu também quero comer ele, rsrs. Ela – Você quer foder o meu cu tio? (disse sorrindo). Aí eu puxei ela pelo braço e sentei ela no meu colo de costas pra mim, em seguida eu fiz ela rebolar sua bunda no meu pau, ao mesmo tempo fiquei alisando suas coxas e sua barriga por dentro do vestido que ela tava usando.

Um tempinho depois eu apertei os seus peitinhos e aí falei em seu ouvido – Aham! Eu quero foder seu cuzinho sim! Eu quero muito transar com você Thainá, você é muito gostosinha!… Tira a roupa pra mim e me deixa ver você direito. Aí eu fiz ela ficar de pé e só ali vi que Bruna já tava nua, deitada no outro sofá e se masturbando, já com 2 dedos enfiados na sua bucetinha, aí a Thainá timidamente começou a se despir, e essa timidez deixou aquela cena encantadora, fez o meu tesão ir a milhão.

Quando aquela ninfetinha estava completamente pelada na minha frente, eu logo levei meus olhos pra sua bucetinha, era linda, tinha uns pelinhos já, e ela era bem pequena, com uma fendinha menor ainda. Depois subi meus olhos em direção aos seus peitinhos, eram pequenos, mas maiores que os de Bruna, que a essa altura já estava soltando uns gemidinhos muito gostosinhos, fazendo o meu tesão ficar ainda maior.

Eu logo toquei em Thainá pela primeira vez, fiquei alisando a sua coxa, sentindo a maciez e delicadeza de sua pele, quando subi até a bucetinha dela, ela tirou minha mão, e aí falou – Aí não tio, não pode tocar aí. Eu – Por que não?. Ela – Porque não!. Eu então foquei em seus peitinhos, puxei ela pra perto de mim e dei um beijo de língua neles, rsrs, isso fez aquela menina soltar o seu primeiro gemidinho, foi um deve “ahh”. Em seguida eu fiquei dando mordidinhas nos biquinhos deles, fazendo ela soltar lindos gemidinhos, depois eu falei – Posso foder seu cuzinho Thainá?. Ela fez carinha de medo, mas aí disse – Tá bom tio… Mas vai devagar.

Eu então fiz ela ficar de joelhos em frente ao sofá, deitada com a cabeça no sofá, em seguida eu me ajeitei atrás dela, aí abri sua linda bundinha e cuspi no seu cuzinho, o que fez ela temer e falar – O que foi isso tio?. Eu – Eu cuspi no seu cuzinho!. Ela – Ecaa… Por que?. Eu – Porque fica mais fácil pro meu pau entrar!… Seus irmãos não fazem isso?. Ela – Não!. – Adolescentes! Sempre apressados (pensei).

Aí eu passei mais cuspe e espalhei, em seguida apontei a cabeça do meu pau pra entradinha do cuzinho dela e fiquei esfregando no meu cuspe, aí eu forcei e a cabeça entrou, fazendo a Thainá dar um gritinho e falar – Ahhii, para tioo… Doeu!. Aí eu fiquei um tempo parado, depois falei pra ela esticar os braços pra trás, no que ela fez isso, fiz ela abrir sua bundinha e falei – Fica segurando assim tá… É mais fácil pra mim, e dói menos em ti!.

Enquanto ela ficava abrindo sua bunda pra mim, eu fiquei segurando na sua cintura e dando estocadas bem lentas, mas com força, fazendo ela gemer bastante e falar “vai devagar tio, tá doendo”. Eu diminuí e fiquei metendo no cuzinho dela bem devagarinho, mas logo ela mesma pediu pra eu ir rápido, eu então voltei a meter com força e rápido, arrancando altos gemidos daquela putinha safadinha.

Um tempo depoisnsenti que tava gozando, aí fiquei metendo devagarinho, nisso Thainá logo falou – Mete rápido tio. Eu – Calma minha putinha… Eu quero gozar na sua boca (falei beijando o seu pescoço). Ela – Eu não bebo isso tio, é ruim!. Eu – Então já bebeu uma vez?!. Ela – Ahammm!… Uma vez o meu irmão mais velho disse que era leitinho… E que era gostoso… Humm, então… Eu deixei ele gozar na minha boca!… Mas quando ele gozou eu não gostei do leite dele!. Eu – Eu vou gozar nesse teu cuzinho então. Ela – Pode gozar tio! Hummm, goza no meu cuzinho tio. Eu – Eu vou deixar ele cheinho com o meu leite minha putinha gostosa. Ela – Humm, tio, eu adoro ser chamada de gostosa, me chama de novo tio. Eu – Sua putinha gostosa e safada, eu vou gozar dentro desse teu cuzinho gostoso.

Em pouco tempo eu comecei a gozar, mandei uns 6 esporros pra dentro do cuzinho daquela vadiazinha que gemia igual um putinha e dizia “humm, tio, teu leite é tão quentinho”, “humm, é gostoso demais”. Depois que gozei me sentei atrás dela, que continuou de 4, e tava muito ofegante, logo a minha porra começou a escorrer daquele cuzinho pelas pernas dela até cair no chão, que ficou todo melado com o meu gozo.

Aí a Bruna me puxou pra perto dela com os pés nos meus ombros, me fazendo ficar de cara pra sua bucetinha, que tava todinha melada, eu logo comecei a chupar e lamber ela, que gemia e dizia “me fode também tio”, “fode meu cu tio”. Aí ela ficou de 4 no sofá, e ficou me olhando e fazendo cara de safada, eu logo me posicionei de joelhos atrás dela, apontei o meu pau já todo duro de novo pro seu cuzinho e enfiei de uma vez. Nisso ela deu um gritinho e ficou e se contorcendo por alguns segundos, em seguida olhou pra mim e falou – Hummm, que gostoso tio!. Eu – Tá gostoso é minha putinha?!. Ela – Aham! Agora me fode tio.

Eu comecei a foder aquela vadiazinha, que gemia bastante e pedia pra eu meter mais rápido, eu metia bem rápido e dava tapas na bundinha dela, eu também xingava ela de “minha putinha” e “vadiazinha safada”, ela adorava, gemia mais alto e falava “sou sim tio”. Enquanto eu fodia o cuzinho daquela ninfetinha, ela ficava se masturbando, em pouco tempo aquela neguinha deliciosa gozou, eu gozei quase junto com ela, enchi seu cu todinho com meu leitinho.

Um tempo depois levei elas pro banheiro, onde tomamos um banho, e lá, enquanto a água escorria entre os copinhos infantis delas, a Bruna começou a masturbar a Thainá, que pegou em meu pau e começou a me masturbar. Aí a Bruna se ajoelhou, pegou meu pau da mão de Thainá e o colocou em sua boquinha deliciosa, depois levantou e ficou esfregando a sua bucetinha na cabeça dele, teve um pouco de dificuldade pela nossa diferença de altura, mas isso não impediu que ela conseguisse fazer.

Bruna ficou uns 2 minutos esfregando sua bucetinha no meu pau, até que ela pulou nos meus braços e me beijou de língua, nisso eu senti sua bucetinha engolindo meu pau, e quando ele tava todo dentro eu comecei a foder ela, que gemia muito e dizia “ohhhh, isso é tão gostoso tio”. Em pouco tempo ela gozou, deixando o deslizar do meu pau muito mais gostoso, eu logo tava perto de gozar também, então eu acelerei, fiquei metendo na bucetinha dela bem rápido.

Um tempo depois desci a Bruna do meu colo, aí eu coloquei as duas de joelhos na minha frente e fiquei me masturbando até gozar e banhar aquelas vadiazinhas com a minha porra quentinha. Eu gozei muito nelas, mandei uns 10 esporros nos rostinhos e nos peitinhos delas, que estavam bastante sorridentes, aí nós terminamos o banho e fomos pro meu quarto, lá nos vestimos, e em seguida elas foram pra casa.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,44 de 18 votos)

Por # #

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Amandinha13

    Adoreeiiii
    Mas a taina nao era virgem no comeco? Poruque no final vc diz come a bctinha dela?

    • Anônimo98

      Ele comeu a buceta da Bruna

  • Responder Rafaella

    Muito bom.. Beijos !!

  • Responder Novinho97

    Muito excitante

    • Lidi

      Né gozei gostoso

  • Responder Lidi

    Me masturbei muito gozei gostoso

    • Novinho97

      Oi deixa seu email