# #

Um garoto de 13 anos pediu a mim para bater uma punheta para ele (Verídico)

1136 palavras | 22 |3.92
Por

Oi seguidores deste site há quase dois meses publiquei um conto aquii , só para vocês recordarem sou de Ribeirão Preto SP ,trabalho em uma agência de veículos , tenho 27 anos , loira cabelos abaixo dos ombros , tenho bunda grande , seios grandes e durinhos , no conto anterior eu morava no outro bairro mudamos para outro bairro , conseguimos uma casa própria saímos do aluguel, moro com meus pais e tenho um namorado . Esse conto não será longo porém verdadeiro ,morando agora mais longe do trabalho uso o transporte público para ir e voltar do trabalho o ponto de ônibus fica bem distante de minha casa para facilitar e encurtar a distância eu passo por um atalho , passa mais pessoas por ali , aquele caminho tem bastante matos uma área grande ali também tem um campinho onde a molecada do bairro fica jogando bolas , quando passo todo início de noite voltando do trabalho para casa vejo inúmeros garotos naquele lugar quando passo perto deles ouço piadinhas tipo assim gotosa ,vou bater uma punheta pensando em você ,bunda gostosa , ignoro tudo não dou confiança , logo a frente cruzo sempre com um garoto negro ao passar perto dele ele costumeirame me cumprimenta dizendo _Oi moça ! Eu respondo oi garoto ! Com o passar dos dias começamos com uma amizade um dia desses ele perguntou meu nome e quantos anos tenho , eu disse para ele meu nome é Cinthia tenho 27 anos e perguntei o nome dele e a idade falou pra mim que se chama Luan e tem 13 anos .
Agora todos os dias ao passar por ali paro um pouco com aquele garotinho converso um pouco com ele e dou um tchau para ele dizendo até amanhã lindo , interessante ele não gosta de enturmar com os outros garotos ,quando desço do ônibus começo andar por aquele atalho de imediato lembro do Luan passo perto daqueles outros garotos que sempre estão ali naquele campinho quando me veem começam com aquelas piadinhas eu sempre os ingnoro logo adiante vejo o Luan e converso com ele nossas conversas estão ficando mais longas e um dia desses cconversa vai conversa vem ele foi muito ousado comigo pediu a mim para bater uma punheta para ele, nossa fiquei surpresa e admirada , ele queria porque queria que eu fizesse aquilo para ele ,disse pra ele que iria pensar , ele falou pensa e amanhã você bate para mim a punheta é rapidinho , dei um tchau , um sorriso com a cabeça afirmando sim para ele e fui embora em direção a minha casa .
Vei em recordação uma coisa que fiz a quase dois anos atrás eu morava no outro bairro eu dei um garoto negro de rua semelhante aquele menino e agora a vontade de fazer aquilo outra vez crescia em mim a cada momento, mas não iria deixar aquela vontade me dominar iria somente bater a tal punheta para aquele pirralho o que já tava bom demais .
Chegou o dia que havia prometido fazer aquilo para ele ,desci do ônibus naquele ponto no horário de sempre entrei por aquele atalho andei mais rápido e logo a frente o garoto por ali ,me aproximei dele ele já foi cobrando de mim e se eu iria mesmo bater a punheta para ele , olhei para ele e disse vou fazer isso para você entretanto você vai me prometer que ninguém ficará sabendo disso ,ele garantiu a mim que não iria comentar a ninguém , então falei pra ele vamos para um lugar seguro , ali tem um outro atalho que liga na outra vila , por ali praticamente não tem trânsito de ninguém entramos ali andamos ele me levou em um lugar onde tem algumas árvores , tem ali uma vã velha mas ainda com os bancos o garoto me levou para dentro dela ,ele conhece bem ali me falou que sempre brinca ali ele e seu irmão mais velho , nós dois dentro da vã ele desabotoou a bermudinha abaixou ela até os joelhos , vi o pau dele duro torto para o lado tamanho normal para idade dele , segurei o pau dele com uma mao , prende o pau dele na mão e bate a desejada punheta para o garoto com os movimentos vai e vem da mão , a outra mão acariciava as bolas dele então ele gozou esguichando a porra ,fiquei impressionada com tanta porra de um menino de 13 anos ,aquelas punhetas repetiram vários dias geralmente no horário de minha volta do trabalho para casa , não vou negar ao chegar em casa me masturva todo dia , até que um dia antes de bater a punheta ele me disse que iria me falar uma coisa eu quis saber o que era ele respondeu ah não é nada, mas notei que ele tinha mesmo algo a me dizer .
Na quinta-feira foi feriado aproveitei fui até a casa de uma amiga na outra Vila ajudar ela nos estudos online passei por aquele atalho aquele garoto mais um outro tava por ali brincando naquela vã velha como ela fica um pouco distante daquele trilho fingi não ter os visto e continuei andando quando então ouço :_Cinthia! Cinthia ! Olhei era o Luan e sem muitas delongas já foi falando hoje vou falar pra você aquela coisa , eu falei ah quero saber estou curiosa ,ele falou o seguinte : Cinthia me dá a buceta ! Olha só aquele garoto querendo comer eu pensei assim e falei para ele estou indo a casa de uma amiga estudar so volto bem a tarde , mas vou analisar esse seu outro pedido , fiquei bastante tempo estudando online com minha amiga bem de tardinha quando retornava o garoto me aguardava e já foi me chamando para aquela vã eu parecia estar ipinotizada o desejo em dar ele muito forte e dentro daquela vã velha não resisti me entreguei e dei a buceta aquele pirralho negro de 13 anos , eu uma moça de 27 anos loira , deitada no banco da vã ele me comeu o tanto que quis sente as metidas e socadas em minha buceta e quando ele gozou senti um , dois , três jatos de porras quente na buceta deixando a mesma toda esporrada eu mexi muito robole e gozei gostoso como nunca segurei um pouco o pau duro dele na buceta , ele agarrado em meus seios ficamos bastante tempo ali ,aquele garoto um menino de 13 anos na quinta-feira passada feriado me comeu e meteu em mim naquela vã velha o tanto que ele quis . Não vou negar adorei e não sei se vou voltar a dar aquele garotinho novamente a buceta , pois tenho um namorado e tenho medo dele ficar sabendo .

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,92 de 24 votos)

Por # #

22 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Gabriel

    Tenho 22 anos e imaginei você dando a buceta e recebendo porra, que delícia, da pra mim também rs

  • Responder Gabriel

    Li agora e gozei muito

  • Responder joão 13 anos

    nunca tem uma mulher dessas pra fazer isso comigo😔

    • Cinthia

      Oiii! Lindo não desista vai aparecer uma na sua vida sim.
      Querido de onde vc é?

  • Responder Laurinha

    Christian tenho tenho 13 anos .

    • anônimo

      Qual o seu e-mail? Tenho 14

  • Responder Wryyk

    Meu sonho isso acontecer comigo! Telegram @wryyk

  • Responder Symony

    Vontade de fazer o mesmo, amei!

  • Responder christian16anos

    não exatamente..

  • Responder Elaine

    Esse conto uma delícia , já bate muita punheta para esses pirralhos de rua é muito delicioso.

    • Garoto 100 sorte

      Não tenho sorte de um Dia acontece isso comigo

  • Responder Marcela Lima Souza

    Adorável conto , continue com essa história.

    • Marcelo

      Bate Pra mim também

    • christian16anos

      que sorte esses garotos tem..

  • Responder Robson 45

    Gozei gostoso .. conte mais

  • Responder De bem com a vida

    Bela narração, continua. Sou do Iraja, gostaria de conhecer vc, Tenho uma loja na rua Florêncio de Abreu, no centro. Entre no meu skype carinhoso93

  • Responder Roger

    Adoro tbm esses contos de mulher mais velha dando pra pirralho

    • Sopa de macaco

      Deixa ele comer cuzinho tmbm que ele vai adorar.

    • Nlyor

      Sou de Ribeirao tbm! Queria k voce batesse uma pra mim.

  • Responder Paloma.

    Esses contos de moças mais velhas dando meninos eu adoro.

    • Sopa de macaco

      Tmbm adoro

  • Responder Laurinha

    Amei o conto , faço isso muito e adoro