# # #

Minha filhinha de 11 anos começou a me seduzir

1767 palavras | 38 |4.45
Por

Bom antes vou me apresentar logo, Meu nome é Gustavo, tenho 37 anos hoje, tenho 1.80, moreno, olhos pretos e cabelo cacheado castanho, abdômen e corpo definido (Tanto pelas atividades militares quanto pela academia que faço), só deixo pelo crescer nos braços, de resto tiro todos semanalmente (Ser calorento é a principal causa kkkk).
Enfim, sou oficial combatente do exército na arma de engenharia, e alcançei um boa estabilidade financeira logo aos meus 24 anos, e com 25 tomei a decisão de adotar uma filha, Larissa, na qual sempre amei e ensinei tudo que sei, como me dedico bastante ao trabalho nunca tive muita disposição pra tentar namorar sério/casar, no máximo ficadas e amizades coloridas pra extravasar, então sempre contei com minha mãe pra me ajudar a criar a Larissa (Ela morava num apartamento ao lado do nosso, que eu tinha comprado pra ela, e eu morava sozinho com minha pequena no meu apartamento).
Ela sempre foi linda, cabelos ondulados, finos e castanhos, pele branquinha e olho cor de mel, suas perninhas sempre foram fininhas mas seu quadril é largo e sua bundinha é bem farta e dura pra sua idade, eu criei ela sempre com proximidade comigo e minha mãe, ela sempre mais apegada a mim, eu sempre acordava dando beijinhos em sua bochecha e pescoço, e ela sempre retribuia, viamos e dormiamos abraçadinhos enquanto assistiamos animes e desenhos, sempre quando tinha um tempo livre em casa ficavamos coladinhos fazendo tudo juntos, cozinhava pra ela e ensinava ela a cozinhar tudo.
Tinhamos uma relação bem normal até a metade dos seus 11 anos, quando numa situação pontual as coisas começaram a ficar mais diferentes.
Era uma manhã de domingo, tinha acordado cedo as 5:30 da manhã mesmo não tendo trabalho, mantendo meu costume de acordar sempre cedo, começei a fazer o café da minha pequena e o meu, coloquei na Smart Tv um filme aleatório só pra fazer algum barulhinho, durante meus afazeres notei que era um filme de romance e muita pegação, mas nem liguei pois minha pequena sempre acordava por volta das 8 horas, mas quando olhei pro corredor vi meu anjinho espreitando e olhando a Tv da sala, numa cena onde estava ocorrendo uma preliminar pra uma cena de sexo, o homem estava dando altos beijos e chupões no pescoço e boca da mulher, desceu rapidamente e começou a fazer um sexo oral na mesma que dava altos gemidos, nada explícito mas bem intenso, tirei imediatamente e coloquei num jornal, ela saiu e veio até mim fingindo ter acordado
– Bom dia papai.
disse ela esfregando o olhinho e segurando sua pelúcia do Naruto, seu pijaminha rocho estava todo desarrumado e seus peitinhos rosas estavam acessos e expostos, o shortinho do conjunto estava bem enfiado na sua bundinha e estava bem subido deixando sua calcinha muito amostra, eu como sempre ficava só de cueca pela manhã, já estava com uma certa ereção natural que se intensificou com o filme, ela pulou em cima de mim e eu me curvei pra ficar do tamanho dela no abraço (Ela tem 1.53), eu estava sentado numa cadeira esperando o bacon ficar pronto, nosso abraço estava normal até ela colocar as pernas atravessadas entre mim, ficando encaixadinha no meu colo, ela começou a remexer levemente seu quadril, esfregando nossas intimidades, e começou a dar beijos desajeitados e babadinhos no meu pescoço e peito, minha ereção foi a mil na hora, já fazia 4 meses que não ficava com ninguém, por um momento perdi a noção e apertei sua bundinha empinada com minha mãos e dei um beijo rápido em sua boca, mesmo tendo durado pouco ela deixou muita babinha sua na minha boca, senti o gosto da sua pasta de dente infantil e logo coloquei ela no chão.
– A gente fez que nem o filme né pai –ela riu enquanto enxugava sua boquinha melada.
– Olha filha, a gente não pode fazer isso –Eu disse me levantando da cadeira enquanto tentava esconder minha ereção que já molhava minha cueca box.
Ela veio saltitando até mim e apertou minha ereção levemente, tomei um susto e quase derrubei a frigideira, mas sem antes soltar um pequeno gemido de prazer que foi notado por ela, que começou a massagear enquanto dava beijinhos na lateral do meu peito, eu rapidamente me afastei.
– Amor, a gente não pode fazer isso, você é minha filha.
Ela fechou a cara e sentou no sofá, eu coloquei Naruto na netflix pra ela ver, logo ela abriu o sorrisinho sapeca e fofo dela, conversamos normalmente sobre o colégio dela, sobre o meu trabalho e claro sobre os personagens favoritos dela em Naruto, logo eu fui ao sofá e levei sua tapioca com muito queijo e bacon, com uns pratinhos com algumas frutas como Uva, Maçã cortada e Kiwi, começamos a comer e assistir juntinhos, ela se encostou no meu peitoral e fiquei fazendo carinho em seus cabelos e deslizando meus dedos em seus pescoço, dando beijinhos no mesmo e as vezes deslizando minha mão em sua barriguinha, acho que perdi a noção e meus carinhos ficaram muito intensos pois logo ouvi ela meio ofegante, minha carência as vezes me faz ficar meio intenso nos meus carinhos, logo olhei pra baixo e notei uma umidade entre suas pernas, coloquei minha mão de leve no seu shortinho e disse.
– Você fez xixi nas calças lari? –Ri de leve enquanto cheirava o líquido que manchava sua roupa, cheirava a algo meio forte, com um toque de morango, que era do nosso amaciante de roupa.
– Não é xixi papai!!!! e-eu fiquei assim quando dei aqueles beijinhos no senhor –Disse ela meio envergonhada.
Eu achei aquilo muito estranho então decidi esperar os episódios acabarem e logo me arrumei para dar uma saída de casa, pedi para minha mãe ficar de olho nela, a mesma me disse por mensagem que a Larissa tinha passado o dia meio fechada e aflita, como se tivesse feito alguma coisa errada.
Voltei para casa já de noite, umas 22:00, abri a porta e só tinha uma pequena luz acesa, sinal de que minha pequena já tinha ido dormir, convencido disso me dirigi até meu quarto, porém ouvi alguns gemidos baixos vindo do quarto da Larissa, espreitei pela fresta da porta que estava entre-aberta e vi minha filhinha sem a parte de baixo do pijama, com sua mão direita no meio de suas pernas e sua mão esquerda apertando seus peitinhos acesos, ela gemia e aumentava cada vez mais a intensidade de sua masturbação, eu fiquei em choque ao ver aquela cena, mas ao mesmo tempo muito excitado, decidi entrar no quarto para ver se ela parava com aquilo e ia logo dormir, mas quando abri a porta ela apenas virou o rostinho dela abruptamente para mim e me olhou sorrindo.
– Papai vem dar carinho em mim? –disse ela erguendo os braços em minha direção.
Eu simplismente congelei, fiquei encarando seus peitinhos que tinham apenas um pífimo volume, sua intimidade que estava aberta e exposta, muito vermelhinha e  melada com algo que cheirava a hidratante, eu simplismente andei até ela e sentei ao seu lado na sua cama queen size, ela me puxou e começou a dar beijos desajeitados em minha boca, logo tratei de colocar minha língua em sua boquinha pequena e babadinha para assumir o controle do beijo.
– Eu te amo papai –ela disse ofegante quando saiu do nosso beijo demorado.
– Eu também te amo meu anjinho –disse enquanto apertava sua bochechinha.
Ela pegou minha mão e colocou entre suas pernas, onde pude sentir sua intimidade que estava super molhadinha e vermelha, começei a masturba-la com toda intensidade e com tudo que já tinha aprendido com minhas namoradas, acariciando seu pequeno clítoris enquanto colocava meu dedo indicador na portinha da sua intimidade e forçava levemente, onde logo adentrei facilmente por conta da lubrificação, ela soltou um gemido alto de prazer e dor e logo dissse.
– Pai, me beija aqui em baixo, que nem no filme que você tava vendo.
Já estava louco de tesão então nem pensei duas vezes, desci o nível de minha cabeça para suas partes de princesa, e começei a beija-lás e dar chupões na mesma, logo senti o gosto do líquido de prazer que ela soltava aos montes, misturado com seu hidratante de morango favorito, coloquei meu dedo indicador dento dela e fiquei fazendo movimentos gradativos de vai e vem, enquanto beijava e lambia seu clítorir, que já estava super vermelho e duro, ela gemia alto e se contorcia ao ponto de bater suas coxas em minha cabeça, conseguia ver um pouco de baba saindo de sua boquinha, era tão errado mas tão gostoso de ver minha filhinha naquela posição safada, logo acelerei meus movimentos mais ainda com o dedo e passei a dar chupões fortes em seu clítoris, ela gemia e gritava loucamente, até de depois de uns 5 minutos ela deu um grito altíssimo e fechou suas perninhas em minhas cabeça, senti um liquidozinho viscoso descer de sua intimidade e inundar minha boca e rosto, ela teve um orgasmo, o primeito de sua vida e gozou gostoso da minha cara, tirei minha cara lentamente e vi ela ainda gemendo e se tocando, ainda tendo o orgasmo, logo vi ela se urinando na cama de tanto prazer, aquela cena me deixou muito realizado.
– Papai, d-desculpa, e-eu fiz pipi –disse ela enxugando sua boquinha babada.
– Calma filha, tudo bem –tirei ela da cama e coloquei em meu colo.
Depois disso dei um banho rápido nela, tive que fazer isso na banheira pois ela mal conseguia ficar em pé por causa do forte orgasmo, troquei o colchão e botei ela pra dormir, minha princesinha apagou num piscar de olhos, mas sem antes de me pedir pra dormir do seu ladinho, coloquei meu despertador na sua mesinha e me deitei do seu lado, dormir rapidamente também.

Bom pessoal esse foi o meu primeiro relato, espero que gostem, aconteceram várias outras coisas depois disso, acho que vou ir contando de pouco em pouco, abraços e muita saúde pra vocês, se cuidem hein.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,45 de 60 votos)

Por # # #

38 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Mauro

    Uma obra prima, muito bom mesmo

  • Responder Pedro_55

    Espero que você escreva mais amigo, ficou muito bom todos os 4 relatos

  • Responder Priscila

    Adorei, todo esse romantismo e essa forma delicada e fofa de tratar ela ganharam meu coração ❤❤❤

  • Responder Martha Lira

    Me deixou toda molhadinha cara, que malvadeza 😭

  • Responder Edgar_34

    Lindamente bem feito, meus parabéns mano

  • Responder Papa criA

    Belo conto, parabéns

  • Responder Jack White

    Muito bem escrito cara, meus parabéns.

  • Responder Miquel

    Agente que er pai tem que ser forte para aguenta nossas filhas por que elas hoje em dia são muito sabidas para o sexo tenho 2 filha . Uma de 7 outra se 9 anos tem horas que elas ficam pelada perto de mim sufuco

  • Responder Marcao

    Vc ja passou a rola conta mais gostaria de fuder sua filha meu email [email protected]

  • Responder Paulo Roberto

    Sempre tem os punheteiros de plantão que não comem ninguém e vem aqui nos comentários xingar quem escreve os contos. Este conto é ótimo. Quem não gosta, é só não ler; mas vir aqui desqualificar o escritor, é coisa de quem não consegue sequer criar um conto, já que não tem nenhum relato bom para compartilhar. Continue com os contos, Coronel_Gustavo.

    • Coronel_Gustavo.

      Muito obrigado pela consideração amigo, faço de suas palavras as minhas ^-^.

  • Responder Comedor de cu de verme

    Vai tomar no cú otaku fedido mentiroso do krlh, conto horrível e sem criatividade, ain ain naruto aqui naruto ali aaah vsf ninguém liga pra essa bosta

    • Coronel_Gustavo.

      Anime é muito bom chapa, não sabe o que tá perdendo.

  • Responder Robson 45

    Delicioso .. coisa maravilhosa|é chupar uma bucetinha virgem infantil..ou adolescente .. continue ..

  • Responder O.o

    Qnd vc escreve uma menina de 11 anos que fala “pipi” brocha tudo

    • Bob Jr.

      Excelente comentário. O autor do conto é um gordo pedófilo que mora no porão da casa de sua mãe e que nem ao menos imagina como uma menina de 11 anos falaria, uma vez que ele não tem quaisquer habilidades sociais.

      O suicídio é uma obrigação.

    • Coronel_Gustavo.

      Obrigado pelo conselho mano, as vezes me falta bons adjetivos mesmo, e ao meu compatriota Bob Jr, existem diversos contos grotescos que possuem muita violência e desumanizão completamente os personagens, fico triste em ter ver colocando a minha pessoa e conto nesse contexto, pois obviamente não é o caso, se é porque o gênero não lhe agrada peço desculpas mas é só não ler, abraços aí e espero ler uma crítica construtiva sua da próxima vez ^-^.

    • SS

      Bobão demais. Se fosse comigo já tinha passado a rola na cara, na buça e no cuzinho virgem da mini puta

  • Responder Tu inces.

    Que conto incrivel mano. Nos passe mais de sua histórias.

    • Coronel_Gustavo.

      Agradeço o elogio cara, já lancei a parte 2, acho que vou postar diariamente aqui, espero ter sua avaliação em todas as partes 👍🏼.

  • Responder Carlos cruz

    Que delicia fiquei de pau duro que Putinha safadinha sua filha já arrombou a bucetinha dela cel ccruzsilva

  • Responder Carioca Putão

    Delicia….

  • Responder Felipebr

    Muito bom, continue a contar sobre sua relação com sua filinha, tesão. TELE @Flpwts

  • Responder Benhur

    Nossa que maravilha de conto…parabéns amigo!

    • Coronel_Gustavo.

      Valeu amigo, logo em breve a segunda parte sai, aguardo sua avaliação por lá também 👍🏼.

    • Anônimo que adora ninfeta

      Gustavo gostei muito do seu conto, continua, espero pela segunda parte

    • Melissa

      Eita

  • Responder Marck Canada

    Voce é um otimo escritor!!!! ansioso pela parte 2.

    • Coronel_Gustavo.

      Obrigado mano, vou lançar a parte 2 daqui a pouco, mas acho que o site só vai aprovar amanhã, de qualquer forma te espero lá👍🏼.

  • Responder Bruno

    Continue

    • Coronel_Gustavo.

      Vou colocar a parte 2 ainda hoje, provavelmente vão aprovar amanhã, te espero lá 🤝🏼.

  • Responder Grisalho

    Conta mais !!

    • Coronel_Gustavo.

      Vou postar a parte 2 hoje a noite, porém acho que site só vai aprovar amanhã, te espero lá 👍🏼.

  • Responder Gus

    Tem tele gran?

  • Responder Pe vermelho

    Escreve ultimamente bem igual meus contos

    • Coronel_Gustavo.

      Obrigado amigo, deixei escapar dois errinhos ainda no texto kkk, mas comparado a alguns contos daqui realmente os seus são muito bons, vou ver se posto a continuação hoje, espero ter seu feeback de novo por aqui ^-^.

  • Responder Valmir

    Maravilha!

    • Coronel_Gustavo.

      Obrigado amigo.