# # #

Fui estrupada pelo o vizinho

1144 palavras | 4 |3.89
Por

Quando eu tinha 13 anos meu vizinho min pegou a força tinha um corpo já muito bonito meus peitos já era redondinho mais pequenos agora tenho 22 anos

A história e curta mais e real Mais vamos logo para a minha infância toda vez que eu ir na casa da minha vizinha ele estava lá ele não trabalhava só ele num sábado eu tava em casa a mulher dele também então ele min chamo e eu fui min lembro até hoje eu estava com um blusa transparente como ainda não tinha saindo meu peitos eu não usava sutiã por que eles está muito pequeninos nesse dia a mulher dele min chamo eu fui chegando lá ela min deu uma biscoito que ela tinha comprado eu peguei e fui para casa como eu não tinha visto ela sair ele min chamo e eu fui chegando lá ele tiro 10 reais do bolso e disse tome compre alguma coisa para você chocolate, biscoito, refrigerante o que quiser eu disse tá bom

Quando eu fui saindo ele falo véi cá Maria eu falei oi ele vê cá que blusa e essa para um garota da sua idade tá muito saliente eu não maude por que ele min conhecia desde quando eu nasci então ele passo a mão eu fique parada por que eu ainda era um criança de 12 ano não sabir o que era aquilo eu quando nascer meu pai já não era mais casado com a minha mãe então não tinha um presença paterna dentro de casa mais voltado a o assunto

Ele passou a mão e já foi levantando minha blusa então ele começou a passa a língua e eu deixado depois de muito tempo eu perguntei o que ele estava fazendo ele falo calma não estou fazendo nada fica quentinha que eu depois te do mais dinheiro para compra chocolate então fique parada eu estava usando eu short de pano então ele tiro meu short isso ele já tinha fechado a casa com no quintal dele tinha uma casinha de um cômodo ele min levo para lá e traço a casa toda na frente como minha mãe trabalhava eu ficava com minha irmã que só tina 15 anos ela só ficava no quarto ele

Então estava terminado de tira minha roupa então eu falei tio não por favor ele falo cala boca meu anjo não vou fazer nada de mais ele começo a passa a mão em minha bucetinha

Eu- aí ai ai ai tio para
Ele- calma meu amor tio só tá brincando
Ele- que bucetinha gostosa você tem fica caladinha para o tio que ele te dá presentes

Então fiquei calada então ela min deito e começo a chupa minha buceta no começo não tava gostando mais depois comecei a gosta então ele

Isso amor tá ficado molhadinha por tio né gostosa
Eu- aí tio tá bom aí aí aí tio

Então ser espera ele boto a rola para fora e disse vai bebê eu já fique com medo então falei não quero ir para casa tio então ele disse não você vai brinca com o tio o nome dele era Lucas eu disse eu não quero mais por favo deixa eu ir para casa mais ele não min escuto e falo

Ele- abre a boca para min vai deixa tio brinca com você.

Eu falava eu quero ir para casa ele não ser vai brinca com o tio então abri minha boca ele começo devagar mais depois fica bruto minha boca já está doendo eu falava mais ele não queria min ouvir
Depois ele começo há enfia o dedo na minha bucetinha e eu Sentia dor por que eu ainda era virgem então ele falo o tio vai brinca um pouquinho na sua bucetinha vir amor eu fale não ele chegou min pego pelo pescoço e disse vai sim eu quero e ser você conta há alguém tio não te dá mais doce eu fiquei calada então ele foi botado a cabeça e falando

Ele- aí que buceta gostosa
Eu- aí tá doendo
Ele- calma daqui a pouco ser sente prazer em vez da dor

Então ele começo bota mais para entra eu ainda estava sentido dor então ele entro de vez aí eu gritei AI TIO TA DOENDO PARAR
Ele- não tá gostoso toma sua puta ser gosta de fica com roupinha transparente então ser aguenta um rola
Depois ele meteu mais e mais já estava min dando prazer em vez da do aí eu gritei AI TIO EU TO SENTIDO ALGUMA COISA SAIR
quando eu olhei era sangue e um coisa parecendo babá incolor

Ele- FALO NAO VOCE ESTA GOZADO

Então ele falo isso vai goza para seu titio gozar goza na rola do tio goza meu amor

Eu-ai tio que gostoso tá aí ai ai
Então ela queria come meu cú ele já estava enfiando o dedo no meu cu eu eu gemendo feito cadela no ciu quando ele tava para ir e direção a meu cu o célula dele toca era a esposa ele falo fica caladinha e contínuo enfiado em minha buceta depois ele disse seu cu fica para depois tenho que sair aí ele foi enfiado mais brutalmente e eu já estava tô melada de sangue e de porra ele chego e disse

Ele- aí vou goza amor todo na sua buceta aí que gostoso que buceta linda aí tô gozado fala amor para min vai tio come minha buceta então falei

Eu- aí tio comer minha buceta
Ele- perde para min goza gostoso na sua bucetinha perde
Eu- goza tio gostoso na minha buceta
Eu- aí aí aí ai ai
Ele- aí meu anjo eu vou goza aí tô gozado aí aí aí ai que buceta gostoso
E gozo todo na entradinha da minha buceta depois levanto e disse não conta para ninguém por que ninguém vai acredita em você sua gostosa ser não gosta de fica de roupinha transparente então gosta de recebe pau da próxima vai ser esse seu cú vai toma banho sua puta então tomei um banho com ele e fui para casa com a buceta doendo por que já tinha perdido meu cabacinho com meu vizinho
Mais depois ele saio corrido daqui por que ele tinha estrupando outra criança de 12 anos eu os pais descobriu

Mais ante que eu tinha gostado. Essa história foi real depois disso conhece meu marido com 14 anos que estou até hoje
Foi curto mais espero que você gostei um pouco da minha infância te mais com meu primo e com um mulher

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,89 de 18 votos)

Por # # #

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Bastos

    Parabéns para quem conseguiu ler esse texto com essa quantidade de erros ortográficos… Confesso que perdi o tesão, e não fui adiante.

  • Responder Angemany Oscár

    Super adorei

  • Responder Rodney

    Pelo amor da ortografia…
    Volte pra escola urgente. Aprenda a escrever corretamente, depois se aventure a escrever e publicar algo.

  • Responder 1966

    o conto até é bom…mas tu escreve muito mal. Antes de publicar, coloca o texto em um corretor ortográfico.