# #

Fernando me iniciou

565 palavras | 6 |4.68
Por

Eu tinha 15 anos quando começaram “aquelas” brincadeiras de adolescentes. Mão na bunda, encoxadas, só que com Fernando era diferente, ele me pegava diferente. Notava o pau dele sempre duro na minha bunda, fui me acostumando e gostando e Fernando foi percebendo também. Uma noite ele já tinha se escondido comigo e sempre de pau duro. Até que ele tirou o pau pra fora e fez eu pegar, acho que eu não tinha soltado seu pau até hoje se não fosse a chegada de outro amigo. Como era muito tarde, cada um foi para sua casa. Eu precisava ver o pau de Fernando na luz dia e tocar nele. As 2h da tarde eu esperava ansioso Fernando aparecer, coincidentemente eu aguardava na frente da casa dele, ele não demorou a sair na rua e me ver ali dando bobeira. Me chamou para entrar na casa dele e foi me encoxando até o quarto dele. Baixou o short e o pau duro surgiu. Ele foi logo pedindo para me comer, eu estava assustado vendo o pau dele pronto, mas eu não deixei. Foi quando ele me deu outra alternativa, chupar o pau dele. Eu segurei e olhei fixamente o pau dele se aproximando. Eu ainda não tinha me resolvido o que fazer quando o pau dele encostou nos meus lábios. Que foram abrindo e recebendo o pau dele todo dentro da boca. Depois tirei e disse que chegava. Fernando insistia para eu chupar mais uma vez é mais outra. O pau dele não me incomodava mais na minha boca, segui chupando até receber a porra dele na minha boca. Ouvia Fernando pedindo pra engolir tudo, dei as últimas chapadas e sai da casa dele antes que ele quisesse me comer. Brincamos o resto do dia e mais tarde nos encontramos para brincar de esconde esconde. Fernando me segui por onde eu ia. Nos escondemos juntos e tive que chupar ele outra vez, para não ser comido. Eu sempre passava na casa do Fernando e chupava o pau dele antes de irmos brincar com os outros garotos. Mesmo gostando da ideia de dar pra ele, parecia que este dia nunca ia chegar. A tarde fui na casa do Fernando, até chegar no quarto dele, não encontrei nem a irmã e nem a mãe dele. Fernando tirou o pau e começou a me alisar e querer me comer novamente. Disse que tinha vindo só pra chupar ele. Ele me jogou na cama e foi retirado meu calção. Eu tremia e suava com as mãos dele mexendo e abrindo minha bunda. Senti o cuspir dele caindo no meu neguinho. Os dedos dele levaram o cuspi no meu cu. Fechei os olhos e Fernando foi empurrando o pau dele até o fim. Ficou bombando dentro da minha bunda até que gozou e saiu de cima de mim. Coloquei meu calção rapidamente e fomos brincar na rua. As noites eu continuava chupando ele, enquanto meu cu ia se recuperando. Fernando me disse que quinta feira a tarde a mãe dele ia sair e levar sua irmãzinha. Quinta cheguei na casa dele ainda um pouco nervoso. Fernando repetia a dose, me comeu gostoso e gozou duas vezes no meu cu. Fiquei viciado no pau do Fernando, é só ele me chamar pra brincar que eu vou.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,68 de 19 votos)

Por # #

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Jurandir

    Fui iniciado aos 11 anos, o Nelsinho ficava tomando conta da loja enquanto seus irmãos saiam nos consertos de geladeira nos domicílios.
    Eu ficava conversando com ele, ele vivia mostrando o pau e pedindo para dar o cu para ele, até que eu acabei cedendo, fomos para o fundo da loja onde dava para ver quem chegava e ele enterrou o pau em mim e fodeu até gozar.
    Sai com o cuzinho ardendo, mas achei bom.

  • Responder Boleto Vencido

    Esse John Deere é um veadão feio da porra; com essa de curar veado em todo conto que cometa ele adora dar o rabo e fica com essa frescura pra ver se alguém come ele de jeito;

    • Macho do John Deeere

      verdade né esse John Deere e uma vadia

  • Responder Novinho Goiano

    Só queria um Fernando na minha vida.

    • Zorro

      Eu também sou goiano. Quantos anos vc tem?

  • Responder Marcelo

    Muito bom viu foi assim com migo tambem o menino mi comeu no escode escode