# # #

Brotheragem na infância

758 palavras | 5 |4.48
Por

Na época o Orkut não excluía os conteúdos bons 😏. Eu e meu amiguinhos adoramos

Esse caso aconteceu comigo bem na pré-adolescencia, devia ter uns 13 anos e, como sempre fui curioso com tecnologia e safado desde sempre, na época do Orkut eu tinha um perfil fake só pra ver coisas “adultas” na época, as fotos +18 rolava solto nos fóruns.
Certo dia, um amiguinho de rua, que deveria ter uns 10 anos, foi passar o sábado lá comigo pra gente mexer no PC, na época tinha que ser no final de semana por conta do pulso telefônico.
A gente começou a mexer em sites de jogos, de vídeos engraçados (Humortadela) e fomos vendo, daí falei que ia mostrar um negócio, mas que ele não podia falar pra ninguém.
Então abri meu perfil fake e fui mostrando as fotos, na hora o menino ficou animado, fui abrindo os fóruns e mostrando as imagens pra ele que rapidamente começou a mexer no pinto.
Fui cirurgicamente em um post que mostrava conteúdo gay misturado com conteúdo hetero e abrir como se não soubesse o que tinha dentro.
E fui descendo e mostrando pra ele. Neste ponto já estávamos os dois batendo uma punheta por cima do shorts, foi então que eu tirei meu pau pra fora e comecei a bater descaradamente na frente dele.
Ele ficou meio sem graça, mas não tirou o olho do meu pau. daí falei que ele podia botar pra fora se quisesse.
Ele falou que tinha vergonha, pq o dele era pequeno. Então eu pedi pra ver.
O muleque tinha o pau muito grande pra idade dele, só que era bem fino, o meu sempre foi pequeno, mas grosso. Acho que de tamanho era igual ao meu.
Na hora eu já fiquei salivando, mas não queria passar por viado.
Então falei pra gente fazer um combinado, que era pra ele bater pra mim enquanto eu fechava os olhos e fingia que era uma mulher e depois eu fazia a mesma coisa pra ele.
Ele aceitou sem pestanejar, e começou a pegar no meu pau, totalmente sem jeito, então eu fui guiando ele a fazer do jeito que eu queria e fiquei ali um pouquinho, imaginando comendo ele.
Daí eu parei e falei que era a vez dele.
Lembro até hoje da textura daquele pinto fino, mas duro e macio ao mesmo tempo, fiquei ali um tempinho também o menino se contorcendo
Daí falei que era minha vez de novo.
Ele começou a bater de novo e mesmo meu pau estando todo babado (naquela época eu já tinha começado a gozar, era bem pouco, mas já gozava) eu falei com ele que estava seco, e falei que, se ao invés de bater, se não seria mais gostoso chupar?
Ele fez que não com a cabeça e eu falei “vai, eu quero muito, se fizer eu faço o dobro do tempo pra vc”
Aí ele concordou, abaixou bem sem graça, colocou o pau na boca mas sem chupar, fazendo um “oco” foi horrível, não senti nada, mas eu nem me importei, porque o que eu queria mesmo era chupar ele.
Ele ficou ali me “chupando” por 10 segundos e tirou a boca já cuspindo na camiseta e limpando a língua, fazendo cara feia.
Dei uma resistida na hora, falando que n ia chupar ele não. Ele falou que n era justo.
Então eu concordei.
Mal podia acreditar que aquilo estava acontecendo, eu abaixei minha cabeça e senti aquele cheiro de pica, só de sentir o cheiro já estava quase gozando então meti a boca e chupei com gosto.
Engraçado que parecia que o pau dele estava envolto de uma baba, chupei, bastante, nem contei o tempo. E percebi que ele começou a se contorcer e tentou tirar minha boca do pau dele e eu ainda resisti um pouco, percebi que tinha chegado ao orgasmo.
Pra não dar trela, tirei a boca ” cuspindo e fazendo cara feia”, como se não tivesse gostado.
Daí ele botou o pau pra dentro do short e ficou todo sem graça.
Daí tirei as coisas pornos e voltamos a ver as animações do humortadela.
Depois que ele foi embora, bem no finalzinho da tarde, eu bati uma punheta como nunca havia batido antes, pensando em cada segundo que tinha acontecido naquela tarde
Aconteceu outras broderagens dessa com este amiguinho, mas isso eu conto outra hora.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,48 de 25 votos)

Por # # #

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder @infinityON

    Gostoso demais cara!

  • Responder Dpjkl

    Fazia isso com meu primo, hoje tenho 19,
    Telegram: Dpjkl

  • Responder Casado

    Que tesão, kd os outros relatos?

  • Responder Ninguem

    Eu fazia essas coisas com meu primo mais velho também que delícia

  • Responder Catatau

    Não para por favor