# # #

Papai arrumou meu primeiro emprego, um emprego dos sonhos.

2436 palavras | 35 |4.63
Por

Meu primeiro emprego foi numa oficina, papai que me arrumou junto com o dono que era seu amigo. Aprendi muito, mas muito mesmo.

Olá meu nome é Vanessa, sou branquinha, quase loira, tenho 15 anos, em breve 16.
Eu vou contar em detalhes o que aconteceu, talvez fique longo demais, mas queria muito revelar minhas aventuras, espero que gostem.
Sou uma menina normal, uma adolescente com bastante amigos e amigas, bem dada e sou alegre, simpática, tenho muitos pretendentes, sou bem bonita(eu acho,rss) tenho corpo tipo violão, mas sou mais pra magra embora tenha pernas com coxas bem macias e bunda bem redondinha.
Como toda menina eu gosto que me olhem e até que falem besteiras pra mim, adoro quando buzinam e mexam comigo.
Mas no geral sou calminha, lógico que não sou bobinha mas tb não sou nenhuma piriguete que vive se oferecendo.
Não sou virgem, transei com um menino que conheci numa festa, mas ele foi tão ruim na transa que acabei não gostando, me masturbava muito vendo putaria na internet e isso me satisfazia.
Claro que gosto de dar uns beijinhos e uns amasso como toda adolescente, mas nenhum menino me interessou a ponto de eu dar pra ele.
De qualquer forma nunca pensei que fosse fazer o que fiz.
Vamos lá:
Eu tinha 14 anos ainda quando meu pai me arrumou um emprego meio período, na oficina do Sr Rogerio, um sr de 44 anos, antigo amigo de papai.
Eu fiquei toda feliz, afina queria muito trabalhar e ajudar em casa.
Mas quando papai me levou lá não gostei muito, era uma oficina de motores elétricos, pequena e em um bairro um pouco longe do nosso, teria que sair da escola ir pra casa me trocar e ir para lá.
Sem contar que era um lugar sujo, só trabalhavam o Sr Rogério e mais dois homens, Miltão e o Careca que se chamava Luiz.
Sr Rogério foi super simpático, me apresentou a oficina e os dois homens, eu fiquei desanimada, era um salão onde a oficina ficava na frente e o escritório nos fundos.
Basicamente iria organizar pedidos de compra de material e arquivar ordens de serviço e algumas coisas mais de escritório, pq o Seu Rogério ficava mais na oficina.
Era tudo bem simples, o que me chamou a atenção é que na oficina e até no escritório tinha um monte de fotos de mulheres peladas.
Seu Rogério quando percebeu que eu olhava pra elas, se desculpou com papai e disse que iria tirar. Papai, falou pra não se preocupar que hj em dia a gurizada vê tudo isso na internet, eu fiquei meio envergonhada por imaginar que papai sabia que eu via pornografia na net.
Bem comecei a trabalhar, saia da escola passava em csa me trocava e ia pra lá. No começo era um saco, não gostei de nada, do local, dos homens, nem do Seu Rogério.
O primeiro mês foi horrível, eles também não se sentiam a vontade comigo lá, às vezes eles falavam palavrões ai sempre que me viam pediam desculpas, eu falava tudo bem.
Depois foi melhorando, ainda mais quando eu acabava indo direto, mamãe preparava um lanche e eu comia lá com eles.
Começamos a conversar e eu percebi que eles eram legais, com o tempo começaram a me tratar como uma princesa, era até engraçado ver aqueles homens sujos de graxa cheios de não me toque comigo.
Como as fotos da mulheres peladas continuaram, as vezes eles me pegavam olhando pra elas, um dia Careca falou que ia tirar, eu disse que não precisava achava elas bonitas…aí como já tínhamos um pouco de intimidade ele falou: mas tu não é dessas meninas que gostam de mulher…eu ri e disse que não.
No almoço conversávamos bastante, fiquei sabendo bastante da vida deles e eles da minha, já tava integrada e acostumada com o jeito deles.
Era gostoso ver que eles me olhavam com desejo, mas se continham, eu me exibia sem maldade, deixava minhas pernas a mostra, sentava com elas abertas e muitas vezes deixava meu seios aparecer.
E vire mexe ouvia eles falando de mim, de como era gostosa e bonita e que se fossem meu pai não deixariam eu trabalhar com 3 velhos tarados e gargalhavam bem alto.
Como o vestiário deles não tinha porta uma vez passe pela oficina e vi Careca e o Milton debaixo do chuveiro, foi de relance, mas deu pra ver bem o pinto deles, meu Deus eram enormes e eu acabei sonhando com os dois a noite e acordei molhadinha.
Se Rogério ficava mais na oficina, mas um dia venho me passar umas instruções, e ai começou a mudar tudo.
Eu estava sentada de saia e blusinha curta, não sei que me deu na cabeça, mas enquanto ele me passava o que era pra fazer, se inclinou e eu levantei minha saia até altura das coxas, ele se inclinou mais e eu deixei meu braço pra fora da mesa, então ele encostou o pinto dele em mim, mesmo através da calça de trabalho dava pra sentir o pinto dele duro encostado em meu braço, eu empurrava ele e ele esfregava o pau mais ainda, foi delicioso.
Ai terminou e voltou pra oficina, eu tava molhadinha, era bom demais isso.
Esse dia ao ir embora perguntei se podia vir de shorts no dia que tivesse muito calor, ele falou Vanessa pode vir sim, aqui não tem frescura.
Meu instinto de putinha que acho que toda mulher tem despertou nesses dias.

Eu fui no dia fui com um shorts branco, bem apertado, marcava bem minha xana e entrava no meu reguinho, e mesmo sabendo que tava escandaloso eu andava pra lá e pra cá pra eles admirarem meu corpo, ia e vinha a toda hora na oficina, eles brincavam falando que se não tomasse cuidado o shorts ia ficar preto de graxa… eu rebolava e provocava.

Agora a cada dia ia com um diferente e eles foram cada vez mais cedendo, brincavam comigo, diziam que eu tinha as pernas lindas e o corpo lindo, eu amava ser admirada.
Seu Rogério ia sempre no escritório me passar serviço e sempre esfrega o pinto em mim, eu claro adorava. E acho que ele falou pro outros dois, pq vira e mexe eles ia lá tb, a pretexto de verem alguma coisa ou levar algum papel e fazia exatamente a mesma coisa, eu fui deixando, uma vez foram os dois e um de cada lado esfregaram o pinto no meus bracinhos.
Eu tava louca me masturbava imaginando um monte de putaria com eles.

Quando não tinha aula ia lá bem cedo e ficava até tarde…esse jogo de erotismo continuou por um bom tempo, aos poucos iam sendo mais fortes.
Uma vez Seu Rogerio estava lá se esfregando em mim e de repente senti o pau dele fora da calça, eu fechei os olhos e deixei, sonhando e gozando…ele terminava e ia pra oficina.
Depois os outros dois viam sempre juntos e faziam a mesma coisa, eu sabia que seu Rogério contava pra eles e eles sabendo que eu permitia vinham tb.
Eu amava aquilo, mas eles não avançavam e eu estava louca de tesão, então planejei um jeito de deixar claro que tava gostando das brincadeiras.

Uma vez na hora do almoço, estávamos chupando bala de goma, ai eles começaram a brincar de jogar um na boca do outro, quando jogaram pra mim, eu não consegui e a bala caiu dentro do meu decote…ai eles falaram se podia pegar…eu falei…tá bom, então quem acertar pode vir pegar.
Careca que tinha atirado venho e enfiou a mãos por dentro da minha blusa,
Nossa que delícia depois os outros dois tb acertaram, eu sentia o braço deles no meus seios, gelava e gozava.

Virou nossa brincadeira de todo dia. Ai um dia eu falei eu tb quero acertar, ai eles falaram mas não temos decote….ai eu falei não vc puxa a calça e eu jogo se eu acertar eu pego.
Mas seu Rogério acabou com a brincadeira, voltamos ao serviço.
Eu fui pra casa e fiquei pensando se não tinha dado uma de puta, imaginando o que Seu Rogério poderia falar pro meu pai, no dia seguinte acho que todos estavam meio preocupados que ninguém brincou comigo.
Na sexta feira, seu Rogério perguntou se eu podia ficar até mais tarde, falei que sim, avisei meus pais e no dia acabei ficando, não imaginava o que eles tinha planejado pra mim seria só serviço mesmo.

A sexta passou normalmente, tinha realmente muito serviço, eles mal tiveram tempo de conversar comigo.
No final do expediente, já umas 20 horas. Seu Rogério pediu umas pizzas pra gente, cerveja e refrigerante. Ele tava feliz pq tinha fechado um serviço grande.
Bebemos e comemos, eu bebi um pouco de cerveja, ficamos conversando eu excitada só de ficar com eles sozinha, sou muito fantasiosa e gozo rápido só de pensar.
Depois seu Rogerio trouxe um pote cheio de balas de goma, e falou, vamos continuar a nossa brincadeira, todos concordamos….eu fui ao banheiro primeiro e tirei o soutiem, tava vestindo um vestido bem colado e queria ficar com os seios livres.

A brincadeira começou, eu levantava um pouco o vestido na altura do seios e eles acertava, o primeiro foi o Careca…que esqueceu da bala, enfiou as mãos no meus seios e apertou eles com vontade, eu ria e falava não vale…ai ele tirava e vinha outro e outro e faziam a mesma coisa, sentia aquelas mãos ásperas no meu seios macios..bebiamos e brincávamos, tava uma delícia.
Uma hora os três vieram de uma vez e enfiaram as mãos por dentro do meu vestido…eu agora já tava louca, beijava ora um ora outro..eles me lambiam todo rosto.

Ai foi minha vez de acertar a calça deles, dessa vez não teve jeito…eu enfiava as mãos por dentro da calça dos três e sentia o pinto deles duro, apertava e apalpava o sacos…nosso foi tudo muito rápido, quando vi, Seu Rogério me sentou no colo dele, Careca e Miltão desceram meu vestido até a cintura e meus seios ficar todinhos pra eles chuparem, a boca deles lambiam e chupavam meus seios e eu sentia o pau de Seu Rógerio me cutucar a bunda…ai fiquei de pé e tirei todo vestido e a calcinha…eles babaram no meu corpo peladinho, Careca se aproximou da minha buceta peluda e alisou os pelinhos dela, Miltão alisava e beijava minha bunda e seu Rogério agora mamava meus peitos.
Eles tiraram a roupa e fiquei abismada com o tamanho do pau deles, enormes e Careca tinha o mais grosso, tentei pegar mas minha mão não fechava totalmente nele, eu sentei na cadeira que trabalhava e eles oferceram o pintos pra mim…eu comecei a lamber um por um a acariciar e beijar eles, chupei como louca os três, batiam com eles no meu rosto, me apertavam, me beijvam, era todinha deles….eu nunca tinha chupado pintos tão grandes, aproveitava cada pedacio deles, queria o gozo dele na minha boca e recebi…três gozadas com os paus dentro da minha boquinha…logo depois me deitaram na mesa e começaram a me chupar eu abri bem as pernas, deixei minha buceta escancarada pra eles…que bom! Me sugaram todinha, meu caldinho, eu tava muito molhadinha.
Pensei quem será que vai me comer primeiro, queria o Careca, e foi.
Ele deitou sobre meu corpo e eu senti a grossura do pau dele me invadir.
Os outros dois me deram seus paus e eu chupava eles alternadamente e sentia Careca me socar enquanto me chamava de puta, seu Rogério dava seu pau pra mim e me olhava, pensei no meu pai, imaginei ele vendo o amigo dele com o pau na minha boca, e pensei pq não dou meu cuzinho pra ele, papai ia gostar.
Senti Careca gozar na minha xana, mas não me satisfez, queria dar o cuzinho pro seu Rogério, enquanto imaginava papai me vendo…levante e cai de boca no pau do Miltão, deitei ele no chão e sentei no pau dele, senti ele entrando fácil na minha buceta gozada…inclinei a bunda e pedi, de verdade, pedi pro seu Rogério me comer o cuzinho, ele rapidamente pegou uma vasilina no armário e lubrificou meu cú, parecia saber que era virgem de cuzinho, eu cavalgando Milton e chupando o pau de Careca, ai senti o Seu Rogério se aproximar, me pegar pela cintura, inclinei meu corpo sobre o corpo de Milton e minha bunda arrebitada sentiu o pau dele entrar gostoso, doendo, mas como é bom, o pau dele entrava me alargando eu gemia e gozava mil vezes por minuto…me socava, eu gritava: olha papai, seus amigos me comendo gostoso…imaginava mesmo meu pai vendo sua filhinha sendo puta no serviço.
Ai senti muito gozo dos machos em mim, na boca, no cú e na buceta….
Quase desmaio, mas fiquei lá no meio dos três machos que tinha seduzido, me sentia poderosa.
Depois nos arrumamos e fomos tomar banho juntos, adorei tomar banho no vestiário deles, que agora seria meu tb é claro.
Seu Rogério era o único que tinha carro e nos levou, eu sentada no meio do Careca e do Milton pegava no pinto deles e sentia a mãos deles na minha xana, quando chegou em casa, papai venho conversou com ele e perguntou se eu tava indo bem, só recebi elogios é claro, papai ficou satisfeito, me viu dar um beijo nos dois que estavam comigo e no seu Rogério e todo feliz entramos.
Foi um tempo maravilhoso, muita novidade em matéria de sexo, fui me descobrindo e tendo muito prazer.
Nos dias seguintes foi meio estranho, todos estávamos meio que com vergonha, mas depois passou e tudo voltou ao normal ! Quando fiz 15 anos, prepararam uma festa pra mim.
Querem saber como foi.
Deixem seus comentários e email.
Bjs a todos.

uero contar como comecei

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,63 de 54 votos)

Por # # #

35 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Elianenovinhapoderosa

    Não vejo a hora de começar a trabalhar tb rss

    • Ritinha

      Rsrsrs

    • Angolano

      Vem trabalhar pra mim

  • Responder Lukas

    Que puta, náo duvido nenhum pouco que tenha acontecido, talvez não com tanta putaria, mas já trabalhei em lugares que as meninas era putinhas e davam mesmo para os funcionários.

  • Responder Marcos

    Adorei, me manda mais…
    [email protected]

  • Responder luciano

    adorei continua e conta td vou bater varias punhetas em sua homenagem bjo delicinha .. [email protected]

  • Responder Bruno

    Muito bom o seu texto… Tô louco pra saber agora se seu pai descobriu e como foi… Delícia de verdade! [email protected]

  • Responder MeninaVanessa

    Esqueci de falar: estou procurando outro emprego! Aceito propostas

    • Rafaella

      Ainda bem.. Beijos Vanessa !

    • Negão

      Tem continuação não

    • Negão

      Vai continuar não

    • Gui

      Lhe dou emprego. Vaga de secretaria. [email protected]

  • Responder Rebelk

    Minha linda vai de saia e sem calcinha , não use mais calcinha deixe eles doidos

  • Responder Pessoa

    Delicia de conto , adoro uma novinha bem safadinha
    [email protected]

  • Responder Marco antonio

    Delicia de relato meu email é [email protected] quem quiser conversar so mandar msg e vc Vanessinha é a filinha wue gostaria de ter so pra ver vc sendo comida pelos meus amigos amaria isto

  • Responder Jvf

    adorei .quero sabe mais
    [email protected]

  • Responder Caco

    Vanessa, foi uma das histórias mais excitantes que eu li aqui. Minha rola está até doendo. Me conta mais [email protected]

  • Responder Isso

    paupequeno6924gmail.com
    Tenho 18 anos, se alguma garota quiser conversar…

    • Eliezer

      Swou

  • Responder PF

    Pf procurando e-mails de PD..

  • Responder Safadinha14

    Algum papai quer conversar comigo? Tenho 14 anos e morro de vontade lendo essas histórias.. deixem aqui o email de contato de vcs

    • Kait

      Chama lá: Kaito.t200arroba gemail .com
      Bom, é só chamar

    • Isso

      paupequeno6924gmail.com
      Tenho 18 anos

    • Pai dotado

      Tô iniciando meus mlks, contos ajuda bastante

    • Caco

      Eu quero. Adoro uma filhinha safadinha. [email protected]

    • Raysp947851846

      H conversar seria bom

  • Responder Urso

    Meu pau ta pulando tesão safadinha

  • Responder Paulo

    Muito excitante li ele todo o tempo de pau duro. mande uma mensagem linda [email protected]

  • Responder Jean

    Delícia
    Manda aí o resto
    [email protected]

  • Responder [email protected]

    Delicia vem brincar comigo

  • Responder Lobinho

    Continue safadinha

  • Responder Keila

    Vanessa adorei as brincadeiras de jogar balas no seu decote! Já fiz parecido com meus amigos rss

    • Raysp947851846

      Mto gstosa essa brincadeira