#

O tarado do ônibus Parte 01

1053 palavras | 7 |4.53

Abusada por um tarado no ônibus enquanto levava minha filha pra escola.

Apenas um conto.

Meu nome é Samantha, tenho 28 anos mãe solteira da Rafaela, uma menina de 12 anos, Rafaela é uma garotinha linda, morena clara, por volta de 1,60m peitinhos já se desenvolvendo e uma bundinha pequena mas bem arrebitada cabelos encaracolados e olhos castanhos escuro, muito vaidosa e que gosta de se vestir bem..vamos a história, todo dia levo minha filha para a escola, primeiro pegamos um ônibus e depois o metrô, na maioria dos dias é bem tranquilo mas algumas vezes dependendo do horário é bem cheio, e esse foi um desses dias, o ônibus foi bem cheio, nos esprememos em um canto comigo atrás da minha filha abraçando ela, em um determinado ponto da viagem sinto um dedo passando de forma muito suave pela minha perna de maneira quase imperceptível.. olho pro lado e vejo que é um homem, sentado na cadeira do fundo. Afasto minha perna na hora deixando claro q sabia oque ele estava fazendo, isso parece que não intimidou o homem que contínuou, deixei ele continuar porque não queria dar um escândalo no ônibus até para minha filha não atrasar pra escola, e como não tinha pra onde ir no ônibus deixei ele passando a mão na minha perna durante a viagem, mas ele não fez nada além disso. Descemos do ônibus, pegamos o metrô e o dia seguiu. Durante a noite fiquei pensando no ocorrido, e fiquei me masturbando em frente a um espelho no quarto, e me olhando ali nua percebi que ainda era atraente, morena, seios médios, coxas grossas e bunda grande, assim como minha filha cabelos encaracolados e olhos castanhos, minha pele continuava massia e ainda tinha umas curvas de quando era solteira ainda, e percebi também como sentia falta de um homem pra me possuir, gozei gostoso pensando no ocorrido no ônibus hoje, e decidi provocar um pouco no dia seguinte, iria com um vestido soltinho e mais curto um pouco. Pois bem, dia seguinte mesmo ônibus mesmo horário, e nada do sujeito.. admito que fiquei meio decepcionada mas ao mesmo tempo agradecida pois aquilo tudo era uma loucura total.

Dias se passaram e eu já tinha até esquecido daquela história até no ônibus senti novamente aquela leve sensação de um dedo deslizando pelas minhas pernas, fiquei arrepiada na hora e toda aquela sensação de prazer que eu senti na primeira vez voltou a tona, olhei para o lado e vejo que parecia ser o mesmo homem, novamente encapuzado oque me impedia de ver seu rosto, minha preocupação era Rafaela que estava bem do lado e o fato do ônibus não estar tão cheio, não sei oq me deu mas deixei o homem lá fazendo oq estava fazendo, eu estava com uma calça legging no dia que marcava muito minha calcinha, por sorte o lugar onde estávamos estava com menos gente, e a maioria estava com a cabeça baixa olhando no celular, aquela sensação de vai e vem, de outro homem me tocando assim era inebriante, eu estava rendida ali e acho que ele percebeu porque logo começou a passar a mão toda na minha perna, ia subindo aos poucos.. até que chegamos no ponto e eu precisei descer, é como se eu tivesse saído de um transe e acordado, descemos rápido, olhei para trás rapidamente e vi que o homem não estava mais lá, naquela noite novamente me masturbei muito pensando em tudo oque ocorreu, a sensação de ser pega, aquilo me deixava maluca de tesão, meus gemidos no quarto quase acordaram Rafaela, no dia seguinte quis tentar a sorte novamente com o vestido, ficamos no mesmo lugar da última vez mas com o ônibus lotado, nada dele aparecer, estava perdendo as esperanças quando sinto uma mão deslizando pela minha perna vindo de trás, era ele.

Novamente minha filha estava de costas pra mim oque me deixava mais tranquila, o homem estava em um cantinho bem apertado, impossível de se entrar, logo percebo que fui eu que fui até ele, eu tampava a frente dele e um pouco do lado, do outro lado tinha um vidro com um cartaz oque bloqueava a visão de curiosos, além do que estávamos bem no fundo do ônibus, ou seja, a única visão que ele tinha ali era eu de costas.. logo percebi que eu caminhei em direção ao meu abatedouro e que estava que nem um cordeirinho para um lobo faminto, sem cerimônia ele coloca a mão de baixo do meu vestido passando o dedo por cima da calcinha, ficou uns 3 minutos assim, já me deixando molhada, assim que ele percebe que estou com tesão enfia a mão por dentro da minha calcinha e começa a passar o dedo dentro da minha buceta, nessa hora me seguro para não gemer de tesão, então ele pega minha mão e a leva ao seu pau que está duro feito pedra, não era grande mas naquela altura eu não me importava com nada disso, só queria dar para aquele tarado ali mesmo! Imediatamente enfiei minha mão dentro da sua calça e comecei a massagear seu pinto que naquele momento estava babando de tesão, foram longos minutos assim, com um masturbando o outro e eu sentindo sua respiração quente e rápida na minha nuca, vez ou outra olhava para o lado e via que ninguém percebia nada, oque só me incentiva a continuar aquela loucura! Que tesão absurdo! Parecia uma adolescente de novo! Pouco antes de chegar na estação para descer ele goza jatos e jatos de porra minha mão, naquela altura eu já tinha gozado 2 vezes na mão dele, assim que chegamos no ponto rapidamente tiro a mão de sua calça e coloco na minha bolsa na tentativa de esconder todo aquele gozo e tentar limpar de algum jeito, quando olho para trás já com todos descendo vejo o homem com os dedos que antes estavam na minha buceta agora na sua boca, chupando o resto do meu melzinho que estavam neles.

Continua….

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,53 de 19 votos)

#

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder marcus

    Seu conto tá MT bem.contado rico em detalhes…me.chama no email [email protected] para conversarmos

  • Responder Bruno

    Wow! Wow! Delícia de conto…bem escrito, cheio de detalhes já estava respirando forte aqui…continua por favor!!! [email protected]

  • Responder fiifiifi1

    continua

  • Responder De bem com a vida

    Adorei, continua ou se desejar mande a continuação no meu email. [email protected] .Vamos falar sobre essa delicia de encoxadas.

  • Responder Tarado pelas novinhas

    Mto bom continua adoro encoxar mulheres safada no ônibus e metrô

  • Responder Moreno ilhéus

    Boa noite moça , adorei seu conto e gozei muito lendo .

  • Responder Neto incesto

    contimua vc tem skype ou email