#

Matando aula

704 palavras | 3 |4.71
Por

Matei aula com um cara que conheci no bate papo Uol.

Olá, me chamo Anderson, tenho 19 anos e quero partilhar uma experiência que me aconteceu ano passado. Faço faculdade em um instituto do interior do Ceará, curso de Licenciatura em matemática. Um dia, numa roda de amigos, um dele me contou sobre o Bate Papo Uol, e contou que tem salas de bate papo gay e tals. Fiquei muito curioso e quando tive um tempo busquei no google e logo obtive resposta. Entrei na sala de cidades e regiões e na sala da minha cidade claro. Entrei com o Nick Novinho Sigilo. E logo veio alguns usuários com aqueles papos de sempre. Até que um com o Nick de Leo Atv me chamou e mandou logo suas características que eram: 1.68m, 72kg, moreno claro, 30 anos, ativo, sigiloso, dotado e que não gostava de afeminados. E que tava afim de sexo no sigilo e sem frescuras. Eu fiquei super afim e logo fizemos uma chamada pela Cam, e nos curtimos, mas nada de mostrar partes intimas nem nada disso. Ele marcou de me pegar no estacionamento de um mercado próximo a minha faculdade, já que eu a tarde iria estar por lá, poderia matar aula e ir direto pro estacionamento. E assim o fiz. Ele apareceu no carro, e eu tava todo nervoso, pensando monte de besteiras. Ele disse que tava com gente em casa e por isso não ia me levar pra lá. Era por volta de umas 14hrs e ele perguntou se tinha algum problema da gente ir pra um local afastado e transar no carro mesmo. E eu disse que não, tava de boas. Do nada, ele começou a abrir o short e me mandou mamar ele enquanto ele dirigia. E eu fiquei paralisado quando vi a pica dele, mole, meio bomba era grande. Mas peguei e coloquei na boca e comecei a mamar ele. Enquanto isso, comecei a tirar minha roupa dentro do carro mesmo, enquanto mamava ele. Ele dirigia com uma mão e com a outra dedava meu rabo. Logo chegamos a um local afastado, e ele pôs o carro atrás de um galpão velho. Não tinha casas ali por perto, somente mato e o galpão. Ele logo me passou pro banco de trás. Tirou a roupa e eu vi o tamanho da pica dura. Tinha 19cm, ele me disse. Mamei ele mais um pouco, descia pras bolas, colocava na boca e seguia lambendo das bolas até a cabeça e tentava por toda na boca. Ele ficava louco de tesão. Então ele pediu pra eu me virar. Me virei e fiquei encostado no banco de trás, com os braços apoiados no suporte de cima do porta malas, impinado pra ele. E ele atrás de mim duraço. Pegou uma camisinha, colocou naquele pau enorme e começou a forçar a entrada. Quando ele pôs doeu muito, eu tirei e fiquei uns segundo ali sentindo muita dor. Então pedi pra ele ir de novo, dessa vez entrou bem, doeu menos. Ele metia rápido e com força e dentro do carro eu gemia alto, e logo estávamos banhados de suor e tesão. Ele me pôs de quatro no banco com a cabeça pra porta e bunda pra dentro impinadinho pra ele. Ele subiu em cima de mim e começou a meter com tudo, tava doendo, mas tava muito gostoso, ficamos assim por umas meia hora. Quando ele disse que ia gozar, então ele meteu com mais força ainda, e eu tava quase gozando também. e depois deu um urro de prazer e ficou parado encostado em mim com a pica dentro. Eu gozei em seguida. Nos ajeitamos dentro do carro e ele me levou pra faculdade, eu precisava de um banho. No banho, percebi que meu estava queimando de tanto pica.Ele me passou o contato dele, e desde então tiro um dia pra gente matar aula e ir transar. Desde então tenho feito muitas coisas com ele e com outras pessoas. E vou compartilhar mais com vocês. Tchaaaaaa au. Espero que gostem.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,71 de 7 votos)

Por #

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Danielzinho Coimbrinha

    Né veado,e eu ,John Deere,Matador de Veados,vou matar a veadagem por onde eu passar!

  • Responder Saulo Batista

    Muito bom

  • Responder Felipe

    Bom