# #

Cachorro da vizinha

811 palavras | 13 |4.44
Por

Transei com o dog da minha vizinha na madrugada

Conto verídico

Meu nome é André, tenho 30 anos, moreno, meio forte, frequento academia. Depois que comecei a ler os contos eróticos aqui no site, comecei a ficar meio paranóico, pq toda vez que vejo alguém passeando com cachorro de porte médio, principalmente se for homem com cachorra, já imagino que é um casal, que o cara tá comendo a cachorra, enfim, fico excitado só de pensar nessa possibilidade. Dias desses eu cheguei em casa tarde da noite, tinha ido na casa de uns conhecidos e tínhamos bebido e feito uma pequena comemoração. Para minha surpresa, vi na rua uns cachorros brincando. Sabe quando os cachorros ficam brincando de montar uns nos outros? Então, vi que a rua tava sem ninguém, já era cerca de 1h da manhã e me aproximei deles. Percebi que todos eram machos e um deles, o maior, era castrado. Mesmo assim, passei a mão nos três, eles eram mansos e reconheci um deles, de pelo morrom escuro, vira lata, mas bem cuidado, com coleira. Aquele cachorro é da vizinha da rua de baixo da minha e já vi ela passeando com ele na rua e TB já vi várias vezes ele andando sozinho na rua. Comecei a passar a mão neles, foquei mais nesse, que não é castrado, tem um tamanho de vira lata normal. Qdo passei a mão no pênis dele, ele não estranhou, passei de leve a mão na traseira dele, passei o dedo no cu dele e ele aceitou, então percebi que ele é bem manso. Comecei a brincar com ele e consegui levar ele pra minha casa. Fui na cozinha e peguei leite condensado e passei na mão, ele lambeu e não senti a língua dele áspera, como imaginei que seria, então já tirei a roupa, joguei uma coberta no chão e fiquei de quatro brincando com ele, beijei ele, não tinha nenhum mal cheiro, pelo contrário, parece que a vizinha limpa ele todo, já fiquei imaginando ele comendo ela, fiquei mto excitado. Comecei a indicar pra ele me cheirar o ânus, ele queria cheirar meu pau, lambeu de cara, nem precisei passar leite condensado, dava umas mordiscadas, aí fiquei com medo de ele morder. Passei leite condensado no meu cu, ele lambeu e assim foi. Fiquei de quatro e comecei a bater uma pra ele, que ficou querendo foder minha mão, já esguichando uma quantidade grande de gozo, parece urina, bem transparente. Sempre tive curiosidade de saber se tinha cheiro, gosto, enfim. Como ele parecia bem limpo, passei a ponta da língua na pica dele e pra minha surpresa, tinha um gosto bom, até adocicado, mas fiquei na dúvida se não foi por causa do leite condensado que passei nas mãos. Então, tomei coragem e resolvi fazer ele me comer. Fiquei de quatro e puxei ele pra mim, mas ele não entendia que eu queria que ele montasse, então resolvi punhetar ele e quando apareceu a pica dele, virei a bunda e posicionei o pau dele no meu cu. Quando ele apontou o pau, comecei a piscar o cu e ele entendeu de cara o que eu queria e pra minha surpresa, já começou a meter freneticamente o pau, segurando na minha cintura como se eu fosse uma cadela no cio. Aquele barulho do pau estocando meu cu rapidamente e ele forçando minha cintura, segurando com força, me fez quase gozar. O problema é que assim que ele parou de bombar, o que foi mto rápido, ele já saiu e não deu tempo do nó ficar preso. Eu tava querendo muito ficar engatado com ele. O pau dele tava bem inchado e o nó já tava crescendo, fiquei até com medo, porque se tivesse ficado daquele tamanho talvez eu não aguentaria, pois já faz um tempinho que não sou passivo. Ainda continuei brincando com ele, dei água e um pouco de ração pra ele, que resolvi comprar pra ter em casa. Ainda tentei mais uma vez e ele me montou umas três vezes, mas sempre saia antes do nó engatar. Resolvi ficar com ele mais um pouco, punhetei ele durante uns 20 min, até que ele começou a ficar incomodado e resolvi levar ele pra rua. Ele não fez barulho algum, nem quando estava dentro da minha casa, parecia que sabia que tínhamos que manter tudo em segredo. Abri o portão e ele se foi pra rua, provavelmente voltou pra sua casa. Só sei que amei meu primeiro amante canino e já tô querendo pegar outro. Também quero muito pegar uma cadela. Bom, espero que gostem desse relato e se tiver alguém querendo dividir algum animal, só entrar em contato

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,44 de 9 votos)

Por # #

13 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Los Pepes

    Maravilhoso,eu e meu namorado Daniel Coimbra também adoramos ser enrabados por cães,mas o que mais gostamos é beber todo leito do garanhão que tem no meu sítio

    • AndreDog

      Delicia. Adoraria me juntar a vcs, hehe

    • Los pepes

      Opa é só deixar contato veado,eu e meu namorado estamos esperando você

    • AndreDog

      Então vamo trocar ideia. Fico com um tesão da porra só de imaginar ver alguém engatado num dog. Já quero marcar esse dia
      andre santoro [email protected] yahoo. com

  • Responder Keith

    Muito bom mano.
    Também me amarro em homem com cadela, parece mesmo um casal hahahaha.

    • AndreDog

      Delicia. Adoraria fazer parte de um casal zoo, hehe

    • @JMVold2

      Delicia pqp

  • Responder Zoodogg

    Mande contato

    • AndreDog

      Vou deixar meu email, acho que bloqueiam comentários com contato, pq não aparece meu andresantoro824 @ yahoo.com

    • AndreDog

      Pena que não deixam colocar contato aqui, já escrevi e não aparece

  • Responder safadao

    Hahaha, tbm sou paranoico, quando vejo um homem com cadela femea na rua eu tbm imagino que é um casal.
    no instagram tbm, sempre que vejo eu ja imagino.

    • AndreDog

      Hahaha…pior que dia desses fui numa praça e vi um cara andando com uma cadela linda e qdo olhei pra buça dela, tava mto inchada, já fiquei com tesão. Kkkk

    • Bianca ts

      Aqui onde moro tem um parque próximo
      Vez ou outra vejo caras com cadelas de um bom porte saindo do mato com atitudes bem suspeitas. Adoro ver machos socando nas fêmeas caninas