# # #

Acabei cedendo e fui estuprado pelo primo do meu melhor amigo

700 palavras | 4 |4.38

Bem tudo isso que vou relatar aconteceu na minha infância eu tinha uns 12 anos de idade, morava vizinho um garoto de uns 15 anos, Toninho, éramos amigos inseparáveis, estudávamos na mesma escola, mesmo horário, só andávamos juntos, eu tinha um atração nele, eu era um garoto bonito, pernas grossas, um bunda gordinha bem avantajada, sofri muito booling, me chamavam de cadeirudo , tanajura, a principio eu pegava corda mais depois me acostumei, um dia acabamos tomando banho juntos pelados, não acreditei o tamanho da rola dele, com a idade dele já tinha uma rola maior que muitos adultos, nossa, aquilo mexeu comigo, só que eu não tinha coragem de me abrir com ele, e eu notava que ele também tinha atração por mim, pois olhava muito para minha bunda, ate que um belo dia apareceu na casa dele o Sebastião, Tião como era chamado, primo dele, veio morar na casa dele, Tião já era mais velho, tinha uns 18 anos, fizemos amizade um cara legal, não conhecia ninguém na Cidade, ele tocava violão, as vezes ficávamos ate tarde tocando violão.

Um dia estava eu e Tião, Toninho havia saído com a mãe, já era umas 18 horas, o Tião disse que iria pegar caranguejo no mangue, se arrumamos eu fui junto, lanterna gancho e lá fomos nos, já estávamos acostumados a fazer isso, ate que eu vacilei e cai na lama me sujei todo, logo uma água represada eu resolvi lavar meu shorts, que estava empesteado de lama, fiquei pelado, o Tião com lanterna me iluminava, fez um comentário, como tu tens uma bunda linda, eu dei risada, e fiquei excitado, rindo eu torcia meu shorts, com a bunda virada para ele, esta escuro, iluminação só mesmo as lanternas, a minha coloquei num galho de uma arvore, que iluminava, ele veio devagarinho tirou a rola para fora, notei que era uma rola não tão grande como a do Toninho, mais grossinha, cabeçuda deveria ter uns 18 cm, foi chegando eu não falei nada ele me debruçou numa arvore e com muita delicadeza devagarinho foi tentando meter na minha bunda, reclamei muito doeu, mais com jeitinho entrou tudo, ai ele ficou me fodendo tirava e colocava tudo, ate encher meu cu de porra, fomos embora.

Depois deste dia acabamos transando outras vezes mais isso já na cama, mais confortável, passando alguns dias eu e o Toninho ficamos em casa sozinhos, ele tocou no assunto, que ele sabia do que tinha ocorrido na noite que fomos pegar caranguejo, eu fiquei um tanto sem jeito , ele então disse vamos tomar um banho juntos, eu aceitei, ele então queria me comer, eu disse Toninho sua rola e muito grande e grossa, mas diante da insistência eu concordei deixando ele tentar, já estava um tanto alargado pelo Tião, ele passou creme e devagarinho foi introduzindo aquilo dentro de mim, doeu para caralho, mais o tesão falou mais alto, foi tudo, eu debruçado na privada e ele socava tudo dentro, eu pedia para ele tirar um pouco ele tirava mais depois socava tudo dentro, nossa nessa tarde ele me fodeu quatro vezes, eu já estava com o cu assado, mais foi maravilhoso, depois desse dia sempre que dava a gente transava.

Chegamos a transar os três juntos, foi com eles que aprendi a putaria, eles faziam eu chupar sua rolas, gozavam na minha boca, fazia eu engolir a porra, eu adorava, chegamos a dormir juntos os três, metemos a noite toda, eu ficava arrombado, eles acordavam de madrugada para comer meu cu, foi a melhor passagem da minha vida, depois eles mudaram para o interior nunca mais tive contato com eles, hoje sou casado, mais continuo com a mesma vontade, adoro uma porra na boca, adoro dar o cu, de vez em quando vou a sauna e faço tudo, adoro.

Espero que tenha curtido, a historia foi cortada o computador pulou acabou mandando um parte antes, mais logo conto mas, mais as melhores são do meu tempo de adolescente.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,38 de 26 votos)

# # #

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Jhon

    Boom
    Adoro gay novinhos putinhos me mandem email
    [email protected]

  • Responder A

    om um irmao desses, quem precisa de inimigo…

  • Responder Felipe

    Delicioso… Faltou detalhes.. mas.foi bom

    • hm

      Concordo