# # #

Viúvo na seca e eu doído para dar o cú parte 1

635 palavras | 2 |4.50
Por

Olá recentemente publiquei a pegação que estou tento com um coroa de 60 anos.

Hoje pela manhã fria , fui chamado por ele para ajudar a troca e uma torneira,pois bem foi rápido o serviço, porém após término ficamos conversando como sempre.

A ums dias atrás nos pegamos nos lambendo um ao outro e sei o quanto quer colocar aquele pau no meu anel e hoje pela manhã de fato aconteceu minha entrega para aquele senhor foi deliciosa.

Ele me levou até seu quarto ao entrarmos fez o ajuste do ar condicionado em uma temperatura bem agradável e pediu para que eu sentasse em sua cama ,após ajustes ,dirigiu até a beira da cama e pediu para que eu abaixasse minhas calças e assim segui suas orientações, subi para acima e meio da cama enquanto ele abaixava sua roupa eu só observava aquele volume imenso a se mostrar.

Debruçei na cama e ele veio com aquela língua quente, úmida, molhada e começou sugar meu ânus me preparando para uma boa penetração e passado alguns instantes ele ajeitou minhas pernas e comecei a sentir seu pênis a pincelar minhas nadegas e anel eu já estava à ver estrelas sussurrou em meus ouvidos dizendo que iria iniciar a penetração.

Respirei fundo e soltei o ar afim de relaxar meu corpo e meu esfíncter anal ,aliás ele piscava como nunca, derrepente comecei a sentir uma pressão muito forte no ânus e sentia que tinha que abrir e relaxar bem para poder receber aquele mastro que estava duro,duro,duro como se fosse uma pedra, por instantes até pensei ele deve tomar algo não é possível, enfim fui me relaxando e sentindo tudo aquilo a invadir meu ânus bem vagarosamente, sentia rasgar minhas pregas.

Sentia uma forte pressão algo duro dentro de mim ,fiquei parado esperando ele terminar de colocar o quanto queria, por alguns instantes, parecia que iria evacuar todo, por instantes após ter penetrado todo seu pau dentro de mim ficamos parados onde eu percebia que seu pênis inchava dentro do meu ânus, uma sensação gostoso misturada com temor,medo que algo saísse errado depois de instantes sentindo aquele inchar e desinchar ele me sinalizou de que iria começar os movimentos de entrar e sair e assim o fez, tirou vagarosamente, lubrificou a metade do seu pau é tornou a socar como meu ânus já estava aberto pelo esfíncter eu estava totalmente aberto e seus movimentos começaram em um ritmo mais rápido com estocadas imensas onde sentia o batulho de peidar e peidar muito.

Derrepente percebi em seus gemidos de que iria gozar e assim me sinalizou que iria me dar leitinho quente e assim fiquei a esperar, este senhor começou a gozar dentro da minha bunda como nunca vi ninguém fazer eu sentia dentro de mim jatos enormes porém sentia uma grande quantidade de esperma a me invadir ele gemia, gemia muito eu por sua vez não podia gemer pois fiquei com receio de minha esposa escutar nas paredes da casa ao lado meus gemidos.

Ao término de seu gozo ele retirou seu pau de dentro de mim,confesso que saiu um cheirinho nao muito agradável, ele deitado ao meu lado com seu pau extremamente lambuzado gozando,,levantei bem devagar e para minha surpresa seu leite começará a escorrer entre minhas pernas.

Limpei-me ele levantou e foi se limpar ,me ajeitei e segui para minha casa,literalmente fodido,aberto arrombada com cú aberto porém com a certeza que consegui saciar aquele idoso.

Sei que vamos fazer mais e mais,pois ele já me sinalizou que quer mais.

Até a próxima.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,50 de 14 votos)

Por # # #

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Ingridy

    Que delícia não!!!!! Queria eu dar assim para o senhor de 60 anos.

  • Responder Interessante

    Conta mais ! Adorei !