# # #

Thais, minha namoradinha safada (7)

4496 palavras | 3 |4.76
Por

Eu, meu primo e nossas namoradas de 17 aninhos fomos até a praia e conhecemos Leandro, um negão de 28 anos.

(Esta parte será dividida em duas, por ter acontecido bastante coisa naquele dia, mas contarei tudo do dia só nesse conto.)

(Parte 1)
Nós combinamos de ir a praia. Tomamos um café descontraído conversando e rindo, fazendo leves menções e olhares discretos um para o outro sobre os acontecimentos da noite passada, onde havíamos todos feito um pré menage, por assim dizer, e os acontecimentos daquela manhã, onde eu havia transado com Jessica, a namorada do meu primo, e meu primo Leonardo transado com Thais, minha namorada. Mas nenhum sabia do outro ainda.

Jessica me olhava com vergonha, já Thais, ela olhava Leonardo com uma cara de safada. Ela me deu um beijo de bom dia como se nada houvesse acontecido. A mesma boca que a poucos minutos estava cheia de porra do meu primo. Me certifique antes de beijar que não tinha nada na boca dela. (Mas sinceramente não iria ligar, já que sou Bi).

Fomos andando para a praia até uma parte mais afastada. As meninas iam na frente já rebolando, parecia ser de propósito.
Thais estava com um biquíni preto fio dental, que mal cobria seu corpinho. Suas coxas grossas e sua bunda grande ficavam lindas com aquele fiozinho enfiado na bunda.
Jessica havia ousado um pouco mais e pediu um biquíni emprestado para Thais. Ficou perfeito em seu corpo. Thais tinha mais peito e bunda do que Jessica, mas como comprava biquínis pequenos para ficar bem sensual em seu corpo, ficou perfeito no corpinho pequeno de Jessica.
Jessica havia pego emprestado um que era vermelho, que não era fio dental, mas era bem apertadinho e mesmo não sendo fio dental ficava um pouco enfiado em sua bundinha gostosa.

Deitamos em uma parte que estava mais vazia, mas era fácil, pois o dia não estava tão bonito. Tinha algumas nuvens entretanto estava bem calor. Ficamos perto de um quiosque que geralmente era bem cheio, mas naquele dia estava apenas com um casal bebendo uma caipirinha.
Quando a praia estava mais vazia, os garçons do quiosque iam até a faixa de areia para oferecer bebidas para conseguir clientela.

Depois de uns 10 minutos, Jessica e Thais já estavam deitadas de bruços com suas bundas empinadas para cima. Ideia da Thais, que queria “pegar uma marquinha”, e disse que Jessica ficaria linda com uma marquinha.
Vi um homem se aproximando. Era um homem negro, de pele cor caramelo. Ele tinha a cabeça raspada e usava uma sunga branca. Ele trazia um cardápio. (Para preservar a identidade dele, vou chamar de Leandro)

Leandro: Oi Casais, querem uma bebida?

As meninas sentaram na canga e em questão de segundos começaram a olhar Leandro dos pés a cabeça. Leandro tinha uma pele cor caramelo brilhante. Seu corpo era esculpido em academia, seus braços eram grossos e havia peitoral definido. Suas coxas eram grossas e ele era alto, com certeza tinha 1,85 ou mais.
Sua sunga branca marcava um volume que poderia ser de um pau duro, mas não era, estava mole.

Jessica e Thais começaram a folhear o cardápio e escolheram um drink, “Sex on the Beach”.

Leandro: Esse é bom, hein meninas. (Leandro piscou e soltou um sorriso para elas)

Jessica e Thais cochicharam entre elas algo que não consegui ouvir. Leonardo olhou para mim e riu um pouco.
Elas continuaram tomando seu sol quando Leandro voltou com dois drinks.

Leandro: Duas meninas bonitas assim, cada uma merece o seu drink. O segundo é por minha conta.

As meninas agradeceram e riram entre elas.
Leandro não fez menção de sair de lá, e puxou assunto, perguntando nossos nomes. Nos respondemos e ele se apresentou. Leandro era professor de educação física que estava de férias e havia pego um bico no verão. Ele ficava de cócoras e perna aberta na frente delas. Sua mala ficava mais evidente ainda. Eu percebia que Thais olhava bastante para seu volume, Jessica tentava disfarçar, mas olhava também.
Elas beberam todo o drink enquanto conversavam com ele, pareciam nem lembrar de mim ou leonardo. Leandro tinha um sorriso branco e bonito, que estava visivelmente enfeitiçando Jessica e Thais.

Leandro: E quantos anos vocês tem, meninas?
Jessica: Eu tenho 17.
Thais: Eu também.
Leandro: Nossa, bem novinhas (Soltou um riso)
Thais: Não somos tão novinhas, e você, quantos anos tem?
Leandro: São novinhas sim, eu já tenho 28, 11 anos a mais do que vocês.

Elas riram.

Thais: O que é idade se não apenas um número.
Leandro: Verdade, olha para vocês, duas novinhas que deixam qualquer mulher de 20 no chinelo.

Elas riram, Thais riu abertamente e Jessica ria envergonhada.

A conversa se estendeu e Leandro ia até o quiosque mas sempre voltava para conversar mais com as meninas, já que o movimento estava fraco.
Quando voltou lá pela terceira vez, ele voltou dizendo que seu expediente havia acabado, e que iria ficar ali conosco para aproveitar a praia. As meninas de antemão ja disseram que sim, não deixaram nem eu nem Leonardo falar algo.

Thais: Leandro, passa protetor nas minhas costas?

Eu me sinceramente me assustei com a ousadia dela. Jessica também se assustou. Eu gostei da inciativa dela, pois eu gostava que minha namoradinha se exibisse. Eu e Leonardo estávamos curtindo tudo aquilo, meu primo estava parecendo gostar bastante da situação como eu.

Thais entregou o protetor solar para ele e ele se ajoelhou ao lado dela. Ela deitou de bruços com sua bunda para cima com sua calcinha preta fio dental.
Leandro começou a passar protetor em suas costas, com movimentos longos e com a mão leve, mesmo tendo um braço forte e uma mão bem grande.

Thais fazia sons semelhante a um gato ronronando quando recebe carinho. Leandro começou a passar protetor em suas coxas e sem nenhuma vergonha, começou a passar em sua bunda.

Leandro: Nossa, você tem um corpo lindo.
Thais: Hummm, obrigada Leandro. O seu também é maravilhoso (Ela e Leandro riram)

Leandro terminou de passar e se virou para Jessica, que estava virada de barriga para cima.

Leandro: Quer que eu passe também, querida?
Jessica: Não precisa, não. O Leonardo pode passar (Falou timidamente)
Leonardo: Ele já tá passando na Thais, amor. Pode deixar ele passar.

Leandro começou a passar no corpo de Jessica. Começou passando em suas pernas delicadas e de vez em quando levava sua mão para perto de sua bucetinha, fazendo Jessica enrigecer seus pezinhos pequenininhos.

Leandro começou a passar em sua barriga e entrava com sua mão levemente dentro do seu sutiã para passar no seu peitinho. Leandro dava a desculpa de que podia acabar queimando os peitinhos dela, e ela deixou. Ele passava apenas nas bordas de seus peitos pequenos.

Leandro: Devia passar também, Thais. O sol daqui é forte.

Thais se virou ficando de barriga para cima. Leandro começou a passar ao redor de seu biquíni, entrando de vez enquanto um dedo ou dois dentro de seu sutiã. Thais tinha peitos redondinhos e grandes para sua idade.

Thais: Leandro, não tá pegando em todo ele. Amor, vou tirar o sutiã rapidinho para ele conseguir passar, ok?

Antes que eu conseguisse falar algo, Thais tirou seu sutiã e colocou seus peitos para fora. Leandro se posicionou de joelhos atrás de sua cabeça e levou suas mãos até os peitinhos da minha namorada, de forma que seu volume ficava a poucos centimetros do rosto da Thais. Ele massageava seus seios branquinhos e dava leve apertadas no seu mamilo rosadinho, fazendo Thais dar leves gemidinhos.

Já dava para ver que Leandro estava com seu pau duro. O volume era enorme, pelo menos uns 5cm maior do que o do Leonardo, que já era grande.
Thais fixou o olho no volume dele e começou a respirar mais pesado.

Leandro: Seus seios são bem macios.
Thais: Tá bem gostoso, é quase uma massagem.

Eu e Leonardo já estávamos de pau duro. Nossos paus já marcavam a bermuda.
Thais continuava a olhar o volume na sunga do Leandro, que parecia ficar cada vez maior.
Ele continuou massageando seus peitinhos e de vez em quando levava as mãos até a sua barriga, fazendo seu volume ficar cada vez mais perto do rosto da Thais. Ficaram naquilo por no mínimo mais dois minutos.

Quando Leandro terminou, em vez de Thais colocar seu biquíni de volta, ficou sem, deixando seus peitos a mostra de todos.

Leandro sentou novamente na areia e deu para ver seu pau enorme marcando dentro de sua sunga. Além de ser grande, parecia ser grosso.
Leandro comentou que tinha alugado uma casa com uns amigos ali perto, mas que estava sozinho hoje e nos convidou para ir tomarmos uns drinks com ele, para evitarmos pagar pelos drinks do quiosque.

Thais e Jessica se entreolharam e deram de ombros. Eu e Leonardo nos olhamos e confirmamos que poderíamos ir. Eu e Leonardo estávamos provavelmente com o mesmo pensamento, mais chance de ver nossas namoradinha se exibindo para Leandro.

—–

(Parte2)

Já estavsmos a caminho da casa de leandro. Thais havia colocado seu sutiã novamente e agora rebolava bastante sua bunda com o fio dental preto enfiado na sua bunda. As meninas iam na frente com Leandro e eu e Leonardo íamos atrás, assistindo tudo.
Elas riram e se jogavam no ombro dele.
Leandro era bem alto, Thais ficava na altura do seu peitoral e Jessica dava um pouco abaixo.
Ele não era um monstro fisioculturista, mas era bem bombado.

Ao chegarmos lá, era uma casa grande com vários quartos, perfeita para várias pessoas. Leandro falou que havia alugado com mais 4 amigos, mas que só ele ficaria lá aquela noite.
A casa tinha uma área com piscina e churrasqueira. Leandro nos guiou até lá e começou a pegar algumas bebidas para fazer drinks.

Leandro começou a fazer os drinks enquanto eu Jessica e Leonardo fomos para a piscina, Thais ficou ajudando ele portanto as frutas para os drinks e conversavam, eu não conseguia ouvir o que falavam.

Ela e Leandro nos chamaram para uma parte com uma mesa redonda, onde todos sentamos e ficamos conversando. As meninas pareciam bem interessadas no Leandro. Perguntavam sobre sua vida e seu trabalho.

Thais: E aí, Leandro, tem esposa?
Leandro: Não, não sou de me apegar (rimos)
Jessica: E você é professor né?
Leandro: De educação física, sim. Para uma turma de ensino médio.
Thais: Hmm, e as meninas são bonitas como nós duas?
Leandro: Nem perto, elas têm 16 e 17 anos também, mas vocês duas são duas novinhas bem mais bonitas. Duvido até que tenham 17

As duas riram.

Jessica: Temos sim, mas uma garota da nossa idade não pode ser bonita? (Riu)
Leandro: Bonitas todas são, mas com um corpinho desses né…

Elas riram novamente.

Thais: Gostou do nosso corpo, é?
Leandro: Sim, se todo o corpo for macio e firme como seus peitinhos, são incríveis.

Thais riu.

Leandro: Vou colocar uma música.

Leandro colocou uma caixinha de som para tocar uma música de funk.

Leandro: Gostam de dançar, meninas?
Thais: Eu gosto, mas tem a dançarina aqui que vai me dar um banho.
Leandro: Aah, És dançarina, Jessica?
Jessica: Sou, mas de ballet, não danço muito bem.
Leandro: Aaah, eu duvido! Deve dançar bem pra caramba.

Todos incentivamos e Jessica acabou cedendo. Levantou e comecou a rebolar devagar, como se estivesse sentando em uma pica.
A cada movimento, sua calcinha vermelha do biquíni entrava mais na bundinha dela.

Thais: Já que ela tá dançando, vou dançar também, né.

Thais levantou e começou a rebolar sua bunda. Sua calcinha fio dental do biquíni preto não cobria toda sua bucetinha, deixando um pedacinho do lábio para fora.
Eu, Leandro e Leonardo ficamos sentados curtindo o show. Já dava para ver que Leandro estava de pau duro, eu e Leonardo também, mas o tamanho do pau do Leandro deixava isso evidente.

Leandro: Nossa, duas novinhas lindas assim, vocês são sortudos hein.
Leonardo: Somos mesmo, né primo.
Eu: Oh se somos.

Jessica e Thais continuaram rebolando, quase que disputando para ver quem rebolava mais. Era delicioso ver minha namorada e a namorada do meu primo só de biquíni rebolando e exibindo suas bundinhas para nós.

Thais se virou e começou a dançar mexendo em seu sutiã, de forma sensual que quase mostrava seu peito todo.

Leandro: Pode tirar, bebezinha. Eu já vi mesmo!
Thais: Ah é, safado? Sabia que não era só para eu me queimar.

Thais tirou a parte de cima de seu sutiã e começou a rebolar até o chão.

Leonardo: Amor, devias tirar também. (Jessica se assustou)
Jessica: Tem certeza, amor?
Leandeo: Vai lá, querida. Mostra pra gente esse teu corpinho lindo.

Jessica tirou seu sutiã, exibindo seus peitinhos pequenos e durinhos, com seus mamilos rosados.

Leandro: Nossa, se vocês não tivessem namorado…

Elas riram.
As duas continuaram a rebolar, Mas dessa vez uma na outra, Thais começou a alisar o corpo de Jessica, passando a mão em sua cintura e esfregando seus peitos no peito dela. As duas riram bastante disso.
O que era uma dança funk havia se tornado um show de putaria e sensualidade. Meu pau estava estourando dentro da cueca.

Leandro: Nossa meninas, olha só como vocês estão me deixando.

Leandro apalpou seu volume e deu uma leve balançada por cima da sunga branca, que por estar molhada, moldava direitinho o formato do seu pau.

Thais: Nossa, a gente fez isso?
Leandro: Eu falei que vocês são bonitas.
Jessica: Mas isso daí não é por que somos bonitas (Ela e Leandro riram)
Leandro: Ah, nenhum homem resiste a ver duas gatinhas como vocês rebolando desse jeito. Né meninos.
Eu: É verdade. Olha só.

Abri Minha bermuda e abaixei quase até o joelho, ficando só de cueca preta. Meu pau estava muito duro e marcava bastante na cueca molhada.

Thais: Nossa amor, seu safado (riu)
Jessica: E você, amor? Tá excitado também?

Leonardo levantou e tirou seu short. Ficando só de cueca vermelha. O pau dele também estava bem duro e grande. Nenhum de nós tinha pau pequeno, mas o de leandro era de longe o maior.
Eu terminei de tirar minha bermuda, ficando só de cueca também.

Jessica: Nossa meninos, é um pouco intimidador ver vocês olhando a gente com eles duros.
Leandro: Relaxa, gatinha.

Leandro se levantou e ficou ao lado de Jessica e deu um beijinho em sua bochecha. Ele teve que se arcar para alcançar seu rosto. Ele era bem mais alto que ela, seu pau batia quase nos peitinhos dela.

Leandro: Vem cá, senta no meu colo pra relaxar.

Leandro praticamente levantou jessica do chão com apenas um movimento e a colocou sentada no seu colo. Ele passava a mão nos cabelos dela e em seus peitinhos desnudos.
Começou a levar sua mão para perto de sua calcinha.

Leandro: que biquíni bonito.
Jessica: obrigada, é da Thais, ela me emprestou.
Leandro: Nossa, deve ficar bem pequeno nela.

Thais riu

Thais: E fica, mas eu não ligo não. Esse daqui também é bem pequenininho, ó.

Thais colocou uma perna em uma cadeira e a outra manteve no chão abrindo toda sua perna, deixando uma visão deliciosa de seu labiozinho da pepeca saindo para fora.

Leandro: Bem pequenininho mesmo, da quase na mesma não usar.

Thais riu e se sentou no meu colo, continuou dançando com a música se esfregando em mim.
Leandro começou a passar a mão livremente nos peitinhos da Jessica, que começava a rebolar de leve no colo dele.

Jessica: Gostou do meu corpinho.
Leandro: Ele é maravilhoso.

Leandro ajeitou Jessica no colo dele de frente para ele. O contraste do corpo grande, caramelo e musculoso dele com o corpinho pequeno e branquinho dela fazia a cena ser muito excitante. Ele fazia uma massagem em seus ombros, e deu um beijinho no seu peitinho.

Jessica: Nossa, Não! Eu tenho namorado.
Leandro: Calma Bebezinha, eu só tô sentindo seu corpinho novinho e durinho.

Leonardo começou a se masturbar por cima da cueca. Thais colocou sua calcinha de lado enquanto ninguém viu e começou a esfregar sua buceta molhada na no meu volume.

Leandro continuou massageando enquanto dava mais alguns beijinhos no pescoço de Jessica.

Jessica: Não Leandro, não posso.

Ela falava de forma manhosa, visivelmente excitada. Ela além de manhosa agora estava rebolando em cima do enorme volume na sunga do Leandro.

Jessica: Para com isso, não posso.

Leandro colocou uma mão na nuca dela e a outra apertou seu peitinho.

Jessica: Aaah…. Leandro….

Leandro colocou a boca no biquinho rosado do seu peito e dava leves lambidinhas.
Leonardo nem piscava, estava visivelmente adorando ver sua namorada se esfregando em um negão enorme e gostoso.
Thais colocou minha pica para fora e agora esfregava sua buceta em toda a extensão da minha rola, deixando ela toda molhada do melzinho da sua xota. Eu comecei a chupar seus peitos.
Eu só conseguia ouvir Jessica tentando dizer não para Leandro.

Jessica: Leandro, tá gostoso. Mas o Leonardo tá aqui.

Fiquei apenas alguns minutos sem olhar enquanto chupava a teta da Thais, quando voltei a olhar, vi uma cena que me deu muito tesão.

Leandro agora estava beijando a boquinha de Jessica. Jessica havia se entregue, estava com os braços em volta do pescoço dele enquanto ele estava com a mão dentro de sua calcinha, masturbando seu grelinho.

Jessica: Ai Leandro…

Eu conhecia aquele gemido, ela estava se entregando para aquele negão.

Leandro: Quer ver o quanto você é gostosa, minha pequeninha?

Leandro abaixou sua sunga branca, e sua rola saltou para fora. Era muito grande, devia ter uns 23cm. Jessica se assustou, mas ele segurou seu corpo em cima dele.

Leandro: Gostou?
Jessica: meu Deus, eu nunca vi um pau tão grande.

Ela falava de forma manhosa e tímida.
Enquanto isso, Thais assistindo tudo, começou a se esfregar com mais vontade no meu pau. Em uma das esfregadas, meu pau encaixou tanto na sua bucetinha que minha cabeça entrou dentro da xoxotinha dela que estava encharcada de ver Leandro com o pau para fora.
Ela levou um susto e soltou um gemido alto, chamando a atenção de todos.

Leonardo: Ah, Thais. Não se aguentou, hein? Já tá dando pro meu primo. (Riu)

Thais não pareceu nem ouvir, apenas começou a quicar na minha rola com vontade. sua buceta estava encharcada e a cada sentada dava para ouvir o barulho que sua xoxota cheia de melzinho fazia com meu pau lá dentro.
Ela ficou quicando enquanto assistia Jessica e Leandro.

Jessica pegou o pau do Leandro com as duas mãos e ainda sobrava a cabeça para cima com um pedaço do corpo. Suas mãos eram pequenas, então fazia o pau dele parecer ser maior ainda.
Ela começou a masturbar sua geba com as duas mãos, enquanto ele masturbava seu grelinho por dentro do biquíni.
Jessica gemia baixinho e Leandro começou a beijar sua boquinha pequena e masturbou mais rápido.
Jessica gemeu durante o beijo enquanto fazia carinha de putinha manhosa.
Thais continuou quicando no meu pau, se encostando no meu corpo deixando todos verem meu pau entrando em sua buceta.

Leandro: sua amiguinha já tá se divertindo com o namorado dela.

Jessica continuava a gemer.

Leandro: Quer que eu faça com você o mesmo que o João tá fazendo com ela?

Jessica gemia com mais vontade.

Jessica: Mas ele é muito grande, Não dá.
Leandro: Da sim, eu faço com carinho.

Jessica Começou a gemer alto e sua coluna começou a arcar.

Jessica: Eu vou… Eu tô….

Leandro Começou a chupar os peitinhos dela enquanto sua mão estava dentro da calcinha dela, e pelo movimento que era diferente do de antes, dava para ver que ele metia os dedos na buceta dela. Jessica continuou a bater punheta em sua rola enorme enquanto gozava no colo dele.

Jessica Começou a recuperar o fôlego. Enquanto isso Thais continuava quicando gostoso no meu pau. Sentia a bucetinha dela espremer meu pau para dentro e entrar até o final.
Como todos já haviam visto ela dando para mim, Thais não se preocupou em gemer baixo. Já gemia gostoso no meu pau.
Leonardo não se aguentou, tirou seu pau para fora da cueca vermelha e começou se masturbar, olhando minha namorada quicando na minha rola.

Leandro colocou Jessica sentada na mesa e veio até Thais, com sua rola para fora da sunga branca.

Leandro: E essa gatinha, hein? Já tá até dando gostoso.
Thais: Sim.

Thais falava enquanto gemia.
Leandro foi até Thais e começou a chupar seus peitinhos enquanto ela quicava em mim.
Thais começou a gemer mais forte enquanto ele chupava seus peitos.
Me subiu um ciúme, ver aquele homem enorme chupando os peitinhos da Thais, com as mãos em seu corpinho.

Jessica recuperou o fôlego foi até Leonardo.

Jessica: Desculpa, amor… Não consegui me controlar.
Leonardo: Relaxa, amor.
Jessica:Amor, o pau dele é tão grande. Eu gozei tão gostoso só de ver…
Leonardo: Goza mesmo, minha gostosa.

Leonardo e Jessica começaram a se beijar.
Quando eu olho para Thais, ela está com o pau de leandro na boca enquanto quica em mim.

Leandro: Isso gatinha, chupa gostoso, vai.

Thais mamava a cabeça daquela pica e tentava colocar mais na boca, mas por ser maior do que está acostumada, ficou com dificuldade.
Ela sentava no meu pau feito uma putinha enquanto lambia toda a extensão da rola dele, já que não conseguia colocar na boca.

Quando olhei para Jessica e para Leonardo, eles já estavam transado gostoso. Jessica se deitou em cima da mesa e Leonardo metia gostoso dentro dela.
Todos nós estávamos entregue a putaria, principalmente Leandro, que teve a chance de ver duas novinhas gostosas de 17 aninhos.

Thais batia uma punheta para o leandro enquanto sentava na minha rola.

Thais: Meu Deus, que pau enorme.
Leandro: Gostou princesinha?
Thais: É o maior que eu já vi.
Leandro: Então bota ele na boquinha, bota.

Thais voltou a chupar. Leandro dessa vez começou a empurrar a cabeça dela contra sua virilha, fazendo seu pau entrar até o fundo da boca dela, mas não era suficiente para ela mamar nem a metade.
Eu tive que me segurar para não gozar vendo minha namoradinha sugar aquela rola enorme dele.

Thais se levantou e ficou de 4 no chão. Eu fui até ela e e tirei o restante de seu biquíni, comecei a bombar meu pau dentro de sua xoxotinha apertada.
Leandro foi até Jessica e começou a se masturbar perto do rostinho dela enquanto ela dava a bucetinha para o Leonardo.
Jessica gemia feito uma princesa, delicada e manhosa.

Jessica: Vai Leo, bota gostoso em mim.
Leandro: Que cena maravilhosa, você é muito gostosa, minha pequeninha.

Leandro deu sua rola para Jessica beijar. Ela começou a beijar e lamber a cabeça de seu pau.
Segundos depois, Leonardo começou a gemer mais alto, tirou seu pau é foi até a frente da Jessica ao lado de leandro.

Leonardo: Chupa amor, chupa que eu vou gozar.

Jessica se ajoelhou e segurou uma rola de cada mão. A cena era maravilhosa.
Jessica chupou a piroca de Leonardo até ele gozar na boca dela. Do ladinho da boca dela começou a escorrer um pouco de porra, indicando que havia gozado bastante.
Ela continuou lambendo sua rola, fazendo ele gemer bastante.

Leandro: Gatinha, já que estais com medo de dar essa pepequinha pequenininha e novinha para mim, posso gozar na sua boquinha?

Jessica assentiu com a cabeça. Leomaddo se sentou e batia uma leve punheta com seu pau ainda meio duro. Leandro começou a fuder a boca dela. Jessica dava leves engasgadas com o pau enorme dele dentro da boca dela.

A cena da Jessica sendo fodida pela boca por um negão enorme, somado a buceta gostosa e apertada da Thais sendo fodida por meu pau me fez não aguentar.

Eu: Amor, eu vou gozar.
Thais: Goza dentro de mim, amor. Quero sentir toda a sua porra.

Eu meti mais um pouco e Thais começou a gozar também. Comecei a dar um, dois, três, jatos dentro de sua bucetinha. Ela gemia alto e com vontade. Minha porra começou a escorrer pelo lado de sua xoxota.

Leandro: Prepara princesinha, eu vou gozar.

Ele começou a fuder a boca de Jessica com mais força e velocidade. Jessica estava com uma carinha de putinha enquanto tinha sua boca fodida por um pau enorme.

Leandro parou de fuder sua boca e começou a gozar em seu rostinho. Ele gozou no rosto todo dela, era muita porra, mais do que eu e Leonardo tínhamos gozado juntos, provavelmente.
Escorria por todo o rosto da Jessica aquele gozo branco e espesso.
Ele esfregava o pau no rostinho dela, para espalhar a porra toda.
Assim que terminou, meteu mais um pouquinho em sua boquinha.

Leandro: Aqui, sente o gostinho, novinha.
Eu e Leandro sentamos nas cadeiras. Ficamos nos 3, eu ele e Leonardo sentados com nossos paus meia bomba depois de gozarmos muito. Thais olhou a cena e não se aguentou.

Thais: Vou limpar essa bagunça, meninos.

Thais foi até nos 3 e se ajoelhou. Pegou o meu pau em uma mão e o pau de Leonardo em outra, enquanto lambia a rola enorme de leandro, deixando -a limpinha.
Depois chupou meu pau tirando toda a porra dele.
Até que chegou em Leonardo, abocanhando seu pau, fazendo Leandro se assustar por ela chupar Leonardo bem na minha frente sem pestanejar.
Nos 3 tiramos uma casquinha e aproveitamos aquela putinha abocanhando nossas rolas bem gostoso.

Após isso, nós nos vestimos e percebemos que era bem tarde. Começamos a arrumar as coisas para voltar para casa e Leandro disse para passarmos outro dia no quiosque novamente.

Eu, Thais, Jessica e Leonardo, saímos da casa dele em direção a minha casa. Todos rindo e comentando o ocorrido.

Continua…

Pessoal, comentem o que estão achando 😉

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,76 de 17 votos)

Por # # #

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Thalis

    Continua tá muito top

  • Responder Honda Civic 2005

    Muito bom, continue…

  • Responder Vectra rebaixado 2002

    O melhor até agora!! Não deixe de postar