# #

Minha filhinha putinha desde os 8 anos

1162 palavras | 30 |4.00

Desde cedo minha filhinha virou meu objeto de prazer, comecei tocando nela cedo, até ela aprender e virar minha putinha treinada em foder.

Esse conto é delicado, muitos vão julgar, mas essa sensação é incrível, eu realmente não resisti. Eu casei cedo, tinha 16 anos e minha esposa 15, então passamos a morar juntos na casa do meu pai, logo tivemos uma filha, Rebecca, ela sempre foi minha paixão. Passaram uns anos, eu não estava muito bem no relacionamento, eu e minha esposa brigávamos muito, então eu descobri que ela estava me traindo com um amigo da faculdade dela, sabendo disso nos separamos e ela foi embora com ele. Ficou apenas eu e minha filha na casa dos meus pais, Rebeca já tinha 7 anos, era branquinha com cabelos longos, e olhos Claro, já tinha um.corpinho muito bonito, magrinha mas com coxas bem bonitas e uma bundinha bem inclinada, eu já sabia que era ia ser linda de corpo. Então meus pais se mudaram p interior e eu fiquei em casa com Rebecca, eu trabalhava em casa porque tinha uma loja de eletrônicos. A Rebecca ficava comigo na loja, era esperta e até me ajudava bastante, ela sempre usava umas saias curtas e blusas pequenas, eu ficava admirando minha filha, tão linda. Quando saímos da loja nós ficavamos em casa, ela brincava bastante comigo, nessas brincadeiras ela suava tirava a blusa e ficava de calcinha, ficavamos brincando de lutar, e eu comecei a ver minha filha com aquela calcinha suada e sua bucetinha tão linda, aparecia pela calcinha, aquela brexinha tão fofa. A noite eu levava ela pra tomar banho e aproveitava pra tocar naquele corpinho, me sentia mal, mas meu tesão era enorme, eu tocava na bucetinha dela pra lavar e ela ria um pouco com meu dedinho massageando aquela xaninha, tão ingênua minha filhinha. Meu pau ficava tão duro, ao ponto de sair pela cueca. A noite levava ela pra dormir e quando ela dormia aproveitava pra tirar sua calcinha e chupar sua bucetinha, nossa, era uma delícia. Ela sempre se mexia, e as vezes acordava, mas nem ligava, durma de novo. Várias vezes eu gozei na bucetinha dela e no rosto. Algumas vezes eu colocava o dedinho, até ela se mexer. Fui brincando com ela, ela dormia agarrada comigo. O tempo foi passando, e eu dizia p ela que ela era minha gatinha. Uma vez assistindo Tv na sala, ela sentou no meu colo, aí ela sentiu meu pau roçando a bucetinha dela, ela perguntou, papai, ele tá mexendo, aí eu disse, é pq ele quer vc meu amor. Ela disse como assim? Vou te explicar, vamos brincar. Tirei a roupa dela e ela ficou peladinha, e disse vou te mostrar ele, aí vc toca que ele mexe. Tirei minha cueca e meu pau saltou p fora, meu pau tEm 18 centímetros, e é bem veiudo. Ela falou nossa papai, tá duro, tocando nele e ele pulsando nas mãos dela. uma sensação incrível.eu disse ta vendo como ele fica? Agora vou fazer vc relaxar, deitei ela no sofá da sala e comecei a massagear aquela bucetinha linda, e rosinha.
Comecei a passar o dedinho, ela sentiu corcegas mas foi relaxando, depois comecei a passar a língua, nossa era uma delícia, sentir aquele cheiro de buceta novinha e suave. Ela ficou quietinha só observando, ela tinha um olhar penetrante, parecia uma.putinha ali nua. Eu fiquei louco, coloquei o dedinho e já entrava tudo pq eu sempre fazia isso nela dormindo. Ela fez uma careta mas ficou tudo bem. Meu pau estava tão duro. Fiquei brincando com ela até eu pedir p ela abrir a boca, passei doce no meu pau, e me masturbei gozando na boca dela, aqueles olhinhos olhando p mim enquanto eu gozava feito louco. Depois íamos dormir. E de manhã eu me masturbava olhando ela peladinha na minha cama.Fiz isso por muito tempo, até já colocava meu dedo sempre e ela já curtia bastante. Quando ela fez 8 anos eu vi minha pequena na sala, aquele corpinho lindo e macio, estava de calcinha brincandO. Nesse dia cheguei do trabalho e não aguentei, bebi umas cervejas, dei pra ela experimentar, ela bebeu um pouco comigo e ficou um pouco tonta. Levei ela pro quarto com tanto tesão, que fui tirando a saia e a calcinha com força, minha nenê estava nos meus braços me olhando e rindo, eu já louco de tesão comecei a chupar ela , os biquinhos do peito ainda nascendo, e aquela bucetinha rosada, tão linda, que fiquei imaginando, como um pau tão cheio de veias ia entrar naquela bucetinha tão linda e inocente. Deixei ela deitava, e depois que terminei de chupar eu vi aquela maravilha de buceta, pequenininha e cheirosa na minha frente, eu olhei pro meu pau que tava um aço de duro e olhei para aquela bucetinha, eu pensei, isso vai caber tudo alí, vou machucar minha princesinha, como pode esse pau invadir aquela buceta linda. Parei de pensar e lubrifique bastante meu pau e derramei lubricante na bucetinha dela pra ficar mais fácil a penetração. Foi quando ela olhou p mim e sorriu, minha menininha sorrindo antes de ser invadida por um pau que ela não aguentaria. Então segurei ela com o braço por debaixo da cabeça dela e fiquei por cima. Ajeitei a cabeça do pau bem na entradinha da bucetinha dela, e abri bem as perninhas dela, foi quando eu olhei nos olhos dela e fui enfiando meu pau. Nesse momento ela começou a gritar dizendo aí pai! Tá doendo, então eu meti mais um pouco pq o tesão era demais, e aqueles olhos linds começaram a chorar, a gritar, parar pai, aí aí tá doendo muito, eu tampei a boca dela com a mão e soquei tudo, ela começava a se contorcer de dor com as mãozinhas empurrando minha barriga e eu segurei meu pau todo dentro e aquela bucetinha apertava meu pau de uma forma, que eu pirava de prazer, minha menininha aos prantos e eu socava olhando aquela bucetinha tão fofinha engolir meu pau cheio de veias com sangue. Ela quase desmaia, e eu gozei dentro como um.ogro. então tirei meu pau e abracei ela com carinho e fiquei cuidando dela até ela se recompor. Passaram uma semanas ela tinha ficado triste nós primeiros dias, depois fui conversando e ela foi entendendo. Depois disso comecei a tocar nela novamente, e nas outras vezes ela não chorava mais, eu metia tão gostoso naquela bucetinha de 8 anos, e ela foi resistindo e aprendendo. Hoje ela tem 12 anos, faz 4 anos que ela é minha putinha, já cavalga , mama, engole minha porra e faz tudo na cama. É a melhor sensação do mundo foder minha filhinha todos os dias. Já fodi o cuzinho dela, mas esse deixa p outro conto.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 76 votos)

# #

30 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Cleide

    Uau, sempre quis que meu pai me fodeswe com força. Eu dou bebida pra ele w quando ele dorme eu chupo até as bolas.

    • Seu

      Q delícia, queria ser seu pai. Ia fingir q estava dormindo p sentir sua boca quente no meu pau. Me escreve [email protected]

  • Responder :(

    que nojo de vc

  • Responder Ronilson

    Delícia de conto

  • Responder PutoRaiado

    Que tesão! A melhor parte é dela chorando e gritando e você nem aí, socando na putinha como deve ser!

  • Responder Andressa

    Que relato gostoso. Sua filha tem muita sorte de ter um pai como vc.

    • LIMOEIRO

      POSSO SER SEU PAINHO TBM, PEDIR P VC GEMER ME CHAMANDO… AI PAINHO… FODE VAI PAINHO….

    • Japa

      Andressa mim tudo bem com você vamos trocar umas ideias bacana

  • Responder Bobinho

    Que delícia d conto!

    • Safada

      Sou louca por contos assim.. Me dá um mega tesão

  • Responder Carlos

    Qui delicia de conto. Perfeito. @Ca_6775

  • Responder Sandro soares

    Melhor conto. TOP. Meu pau tá duro babando

    • Sandro soares

      PQP. Delícia.. manda mais [email protected]

    • Mirlo

      Eu sei amigo, só de ela chegar em casa da escola de fardinha, meu pau já baba, eu abaixo a calça dela e chupo seu cuzinho, depois ela descansa no meu pau.

  • Responder Patrão Safado.

    Fiquei com o pau babando aqui !!!! conta mais….E o cuzinho já Arregaçou também !!!

    • Mirlo

      Com certeza. O cuzinho foi alguns meses depois, pq tinha que ser com cuidado. Ela já tinha chorado com meu pau a penentrando com força. No cuzinho eu fiz com carinho. Porém ela reclama um.pouco pq meu pau é um pouco grosso, e ela continua magrinha e delicada. Sempre faz aquele gemidinjo de dor.

  • Responder JPA

    Realmente deve ser uma coisa muito boa, abrir a bctinha de uma nina com essa idade meter a língua, ver a reação dela e começar a penetração. Tem que iniciar essas ninas bem cedo mesmo 9, 10 anos já tem malícias

    • Mirlo

      É surreal amigo, sentir a bucetinha contraindo e sendo invadida, teu pau sumindo naquela bucetinha tão linda e inocente, vale muito a pena. E depois disso elas aprendem direitinho. Chegar em casa e foder sua menininha é incrível.

  • Responder Rafaella

    Por ter dado alcool pra ela .. nao gostei do conto… Triste !

    • Papai Safado

      Também não curto histórias em que precisa embebedar ou dar drogas para abusar da criança. Eu acho muito melhor seduzir, usar a curiosidade a meu favor.

  • Responder Maxx!

    Q deliciaaa

    Vdo
    @nalabuta

    • Mirlo

      Melhor sensação do mundo.

  • Responder Carlos cruz

    Que delicia eu quero comer a bucetinha de uma criança cel ccruzsilva

    • Mirlo

      Amigo, é lindo demais, vc não imagina quanto prazer vc sente, penetrar aquela coisinha apertada. Teu pau vibra. Vc se sente um animal em êxtase.

  • Responder Robson

    Ela ja sente prazer? Que delicia, amo chupar um grelinho tb, fico imaginando, seu pau era meio grande p xota dela, ela devia mastigar vc neh? Que delicia

    • Mirlo

      Sente prazer e ama ser chupada e socada, no início ela reclamava pq realmente o era grande pra bucetinha dela, que comprimia, mas agora ela rebola e geme gostoso.

    • Vitor

      Discupe nada conta conto de incesto mas trantando de uma crianca de 8 ano ainda sendo sua filha forcando ter relacoes pra mim isso e estupro

  • Responder Cherry

    Que delícia, deixa eu ser a mamãezinha dela? @cerejo1

    • Mirlo

      Deixo meu amor…rs

  • Responder Gan

    Q dlc de conto