# # #

Meu irmão lutador

1540 palavras | 11 |4.55
Por

É meu primeiro conto erotico, então eu espero que gostem.

O Conto narrado aqui e apenas obra de ficção. Mas espero que excitem-se com ele.

Meu nome e Rafael , tinha 16 anos quando meus pais morreram em um acidente de carro na capital, fiquei morando com minha tia e seu marido por um ano e meio, foi quando minha tia descobriu que eu e o marido dela estava-mos transando, ela me expulsou de casa aos tapas, só não morei na rua por que meu “tio” pagou minha ida para uma cidade do interior para morar com meu irmão mais velho Miguel. Miguel e lutador de MMA e saiu de casa cedo por seu perfil violento, ele e meu pai nunca se deram bem.
Na viagem eu havia mandado mensagem para ele para que fosse me buscar na rodoviaria, e assim que cheguei la e desci do onibos Miguel ja estava a minha espera. Miguel não é muito alto, seu corpo e muito bem definidos por causa da luta, tem ombros largos e coxas grossas, cabelo bem rente e uma barba rala, um corpo muito bonito que ele trabalhou muito pra conquistar. Quando o vejo em meio a multidão vejo que ele usa uma bermuda de futebol e uma camiseta regata, vou em sua direção e o abraço com força, ele e eu sempre nos damos bem quando ele morava conosco , nunca tivemos motivos para brigar, eu sempre estava de olho cuidando dele enquanto ele aprontava, fazia questão de esconder tudo o que ele aprontava.
-E ai Rafinha, como voce ta caralho? Cresceu pra porra. – Ele diz me abraçando forte, sinto um pouco de sua força e gemo baixo.
-Vai me quebrar no meio Miguel, nossa mano – Reclamo tentando me afastar dele.
-Magrelo desse jeito voce vai quebrar mesmo – Sou magro, com mais ou menos 1.75 de altura, não tenho bunda grande e minha pele e limpa livre das espinhas da adolescencia.
-Vamos pra casa, ta ficando tarde ja, ai não liga não mas a casa onde eu moro não é muito grande, tem um quarto so então a gente vai dormir no mesmo quarto, eu compro uma cama pra voce na segunda feira.
Fomos pra casa conversando o tempo todo, Miguel me conta das suas lutas e das putas que ele pega por ser lutador de MMA, ele se gaba dos troféus de luta que ganha e o dinheiro que arrecada fazendo alguns serviços aqui e ali, ele só não disse que serviços são esses.
Chegando em sua casa que era bonitinha por sinal., entramos e ele vai direto pro quarto onde tem uma cama de casal King Size , um guarda roupas , cortinas e varios pôsteres de lutadores pela parede.
-O banheiro é ali, esse guarda roupas voce pode usar, na geladeira tem comida, eu não acordo cedo por que so trabalho depois das 11:00 da manha, a senha do WI-FI é “Miguelpauzão” tudo junto. Não consigo conter o riso e começo a gargalhar quando ouço a senha do wifi.
-So voce Miguel, ainda se acha demais. – Fico a vontade pois nunca tive vergonha de Miguel, sempre admirei ele como meu heroi, e isso mesmo com o tempo não mudou, ele ajeitando minha mochila tirando algumas peças de roupa de dentro dela quando vejo Miguel passando por mim pelado, seu pau balança suavemente sobreposto em suas bolas cheias , apenas com pelos aparados percorrendo todo o membro, é lindo e sempre foi .
-Ai por que a tia mandou voce embora da casa dela. -Miguel volta comendo uma maça e senta na cama de pernas abertas, me sento do lado dele tentando desesperadamente não ficar olhando o pau dele.
-Ha, sei la. -Digo pegando a maça da mão dele e mordendo.
-O Juca , aquele meu amigo disse que voce tava dando o cu igual puta la na cidade. -Engulo seco enquanto olho pra Miguel que me encara com feições serias. – E verdade Rafinha, viro puta dos macho la na cidade?
Fico quieto e me levanto indo pegar minha bolsa e ir rumo ao banheiro .
-Responde caralho , to falando com voce porra – Seu tom e zangado e eu fico com o coração acelerado .
-Isso importa? E mentira do juca – Olho pra Miguel que se levanta e vai mexer no seu guarda-roupas.
-Aqui as coisas e diferente Rafael, os cara aqui me respeita, eu sou lutador aqui, se eu descobrir que voce ta dando o cu pros caras aqui , a conversa vai ser outra, quer da o cu da, mas da no sigilo, beleza? Eu cuido de voce e voce cuida de mim. – Miguel pega uma cueca branca boxe e veste, ele ajeita seu pau para baixo deixando um volume maravilhoso , eu olho de soslaio e ele pega o celular e se joga na cama, não digo nada e vou pro banheiro tomar banho. Não consigo para de pensar no corpo de Miguel, as bolas dele, a forma como o pau dele ficou na cueca. Demoro pouco no banho pra que ele não fique me zuando, saio do banheiro vestindo um short estilo de futebol branco e fico sem camisa, assim que entro no quarto meu coração para novamente, Miguel estava segurando o pau de borracha que carrego sempre comigo, ele me olha e bate com o pinto de borracha na mão .
-Por que a tia te mandou embora de casa Rafa? – Ele pergunta serio novamente, eu apenas abaixo a cabeça, sinto algo no meu rosto e logo sinto uma dor leve, quando caio em mim vejo que Miguel me bateu no rosto com o pau de borracha, ele me agarra pelo braço com uma certa força .
-Me responde quando eu falar com voce seu caralho. – Fico surpreso com a reação dele e é instantanea minha resposta.
-Eu tava dando pro tio Wagner quando a tia chego em casa mais cedo do trabalho e viu ele me comendo .- Falo um pouco baixo .
-Voce deu pra mais quantos cara? – O tom de voz de Miguel me deixa com o coração acelerado . – É melhor falar a verdade Rafael .
-Pra…eu ..eu dei pra 8 caras e pro..pro papai …eu dei pro papai – Começo a chorar desesperadamente pois a culpa do acidente de carro foi minha, mamae pegou os nudes que eu mandei pro celular pro papai enquanto estavam vindo pra casa, ela me ligou no meio do caminho perguntando por que eu havia feito aquilo , ela estava brava, irritada e gritava muito, foi quando eu ouvi um barulho estrondoso na ligação e de repente o telefone ficou mudo, quando caio em mim estava falando tudo isso pra Miguel, confessando o que aconteceu , sinto apenas ele me pegando no colo e me levando pra cama, ele se deita e me puxa pro peito dele onde eu o encho com lagrimas.
-Ho, vo falar uma coisa caralho, presta atenção, sempre soube que voce era gay beleza, e de boa ta? Fica calmo beleza, voce ta aqui agora, so toma cuidado pra quem voce da esse rabo. – Sinto Miguel alisando minhas costas, quando ele era mais novo, la pelos seus 16 anos , ele ainda morava em casa, eu tinha 13 anos, quando eu ficava com medo eu ia pra cama dele, ele me abraçava e eu levava a mão ate seu pau, era uma forma de me sentir seguro.
-Quer pegar no meu pau como antes? – Ele pergunta de forma gentil e protetora.
-E que ele ta grande agora Mig. – Olho pra ele e ele sorri.
-E dai, o que vai acontecer e ficar duro, pega ai caralho.
Enfio a mão dentro da cueca de Miguel e apalpo suas bolas que estão firmes, são grandes o suficiente pra encherem minha mão, sentir o pau de Miguel na minha mão vai me deixando excitado logo de inicio.
-Juca disse que voce e bem puta. – Ele gargalha.
-Juca te contou que me comeu ? – Fico surpreso mas acabo rindo junto com meu irmão .
-Disse que voce e maior mama porra da cidade – Ele diz se ajeitando na cama ficando de barriga pra cima.
-Nada ver, so mamei a porra dele e do papai .- Sinto o pau de Miguel ficando duro e meu coração dispara quando vou sentindo o tamanho, mas consigo mover minha mão por que a cueca vai ficando cada vez mais apertada. – Mig – Acabo dizendo manhoso .
-Hum – Ele diz meio sonolento .
-Quando mede seu pau agora?
-20 centímetro Rafinha, 20 .
Fico sem saber o que dizer, tiro a mão de dentro da sua cueca, fico um pouco em silencio e quando o olho, vejo que Miguel dormiu, olho seu volume na cueca, seu pau deitado pra esquerda fazendo a cabeça ficar pra fora da cueca, não consigo conter quando vejo o liquido brilhante saindo de sua glande, dou uma lambida, e quando ele se mexe, me sento novamente e vou me deitar do lado contrario da cama, fico olhando o pau do Miguel ate adormecer.

Continua….

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,55 de 31 votos)

Por # # #

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Maxx

    Caramba, que conto tesudo, simples mas tesudo, não para , segue nesse vibe.

  • Responder Unitunid

    Continua tesão

  • Responder Fe Num

    Amei
    Mau posso esperar pela continuação

  • Responder Ribeirosafa

    continua , amo conto com irmaos . telegram @ribeirosafa

  • Responder Aquele lá, o gatão

    John, Jhohn… Quando vai entender que lugar de enrustido é dentro do armário?
    Aliás pq q cê tá na parte gay da Cnn? Hehe
    Boa coisa não é, pelo menos pros heteros

  • Responder Anony

    Continua! Estou amando! Vou acompanhar sem duvidas!

    • Lip Veiga

      Obrigado , vou continuar com certeza

  • Responder V

    Muito, continua ai!!

    • Lip Veiga

      Vou continuar sim, que bom que gostou

  • Responder Miguel

    Gostei. Continua

    • Lip Veiga

      Oi Miguel, claro que sim hahaha. adorando