# # #

Dona Nalva, da pureza a luxúria 2

1272 palavras | 0 |4.00
Por

Até eu se assustei nesse momento, pensando no que poderia rolar, foi quando minha sogra falou: chupa!!

– Chupa o pau do seu primo e nem adianta reclamar, pois se não fizer vou contar ao seus pais oque estava rolando aqui.

Marcos com medo começou a fazer um boquete profissional, Gabriel estava muito excitado com isso e não era só ele não, meu pau que já estava meio bomba, começou a dar sinais de vida. Lolla também muito assustada foi levantando para ir embora quando Nalva a barrou na porta e falou?

– Onde a vagabunda pensa que vai? Sua putinha safada! Acha bonito você pegar o noivo da sua prima, ainda na casa dela sua cachorra? Ela te dá roupas leva para viajar e é isso que você faz pelas costas?

Nisso ela começa a acariciar Lolla e pede para ela se ajoelhar e levantar seu vestido e puxa com força pelos cabelos para chupar a sua bucetona!

Naquele momento eu só pensei como transformei minha sogra naquela coisa que eu estava vendo?
Mas enfim eu estava sobrando qual seria as minhas ordens? Resolvi ir para cima da minha sogra mas quebrei a cara! Ela negativamente falou:

– Agora não seu viado puto, quero ver você transando eles!

Rapidamente fui para as Costas do Gabriel para encaixar e meter naquela bunda gostosa, comecei a morder sua orelha e pescoço e segurava no pau dele enquanto Marcos chupava, até que Nalva disse:

– Chupa, faz Gabriel gozar junto com viadinho do Marcos, quero ver se você sabe chupar mesmo.

Chupei, lambeu, babei,engoli até as bolas daquele mulek, meu pau estava muito duro estava louco para meter em alguém, então Nalva disse!

– Marcos, levanta! Beije Gabriel de língua hein! E você Vittors vai chupar duas picas, pois isso está me deixando excitada, e você Lola continua chupando a titia!!

Eu caí de boca, naqueles dois paus, enquanto chupava um punhetava o outro, Marcos batia a pica na minha cara, aquele dia eu realmente levei uma surra de pica. Logo eu segurei as bolas de Marcos e engoli o pau dele inteiro, que aos poucos começou a a se tremer todinho então percebi que vinha porra engoli tudo, que pude e deixei limpinho, enquanto minha sogra mandava eu tomar o leitinho.

Marcos estava extasiado por gozar na minha boca, mas a alegria de pobre dura pouco, Nalva como uma rainha ordenou a Marcos:

– Gozou primeiro! Vai ser o primeiro a dar a bundinha!

Ele ficou puto, pois não esperava dar o cuzinho naquele dia, mas nada ele podia fazer. Nalda pediu para eu comer ele, então o encoxei e dei um chupão naquele pescoço magro dele e coloquei ele de quatro todo sem graça. Dei umas lambidas no seu cu e enfim enfiei a cabeça, o cu de Marcos ainda era aperdatinho e então ao sentir minha cabecona ele gemeu e disse:

– Vi vai devagar tá!

Eu respondi:

– calma minha bixinha o seu macho vai cuidar de você direitinho, você sabe!

Sorrindo Nalva diz:vmhh

– então quer dizer que esse cú já levou pinto? Hummm sabia! Vai meu genro mete gostoso nesse viado!

Marcos começou a pedir pra para, mas eu disse que Jajá ele ia acostumar. Então de uma vez eu enfiei todo meu pau rasgando aque cuzinho apertado!

Aiiiiii vi, caralho vc disse que ia devagar! Gritou Marcos:

Possuidamenteb, Nalva falou:

Tá falando demais viadinho, chupa o pau do Gabriel chupa!!!

O cuzinho foi e abrindo, seu pau endurecendo e ele começou a engolir o pau do primo,  ele engasgava e chupava a própria baba. Quando olhei para trás vi que Lolla agora estava sentada no colo da tia de costas enquanto ela tocava em teus seios e  melava seus dedos na sua buceta. Lolla tentava não demonstrar que estava gostando mais não demorou muito para começar a gemer. Vendo isso Nalva disse para provocando a sobrinha;

– Tá gostanto né sua putinha? Tva gostando tanto quanto o macho da sua prima?

Lolla começou a gemer mais alto, Marcos também começou a gritar com a rola na boca, seu cuzinho já estava se acostumando com minha pica. Só foi Gabriel tirar o pau da sua boca por um momento para ele gritar dizendo:

– Aí vi que delícia de rola, mete assim vai gmseu gostoso não para.

Marcos tinha se entregado, e ficado tão feminino quando Gabriel naquele momento! E claro Minha sogra não deixou barato e falou:

– Hummm não que que o viadinho da titia tá gostando da rola do meu genro, que bixinha safada ele virou Vittors!

Eu respondi:

–  Minha sogra esses metido a machão, são os mais viadinho quando entram na minha rola, olha ai está até de pau duro.

Eu começo a meter com mais força, bater na bunda de Marcos enquanto ele gemia igual uma menininha, pois minutos depois Gabriel disse que também queria rola então fizemos um trenzinho ou sanduíche onde eu comia Marcos e ele comia Gabriel depois invertemos algumas vezes eu metia em Gabriel e Marcos em mim,bate sermos enterrompidos pelos fortes gritos de prazer de Lolla, minha sogra estava fazendo milagres com os dedos, Lolla estava prestes a ter um orgasmo daqueles. Dito e feito Lolla gozou gostoso que até ficou mole.

Depois de acabar com Lolla, minha amada sogra perversa falou:

– Agora eu quero ver meu genro entrando na rola!

Meu cú já estava sentindo falta de rola nessa história, Gabriel já me colou de Quatro e me fudeu forte, Marcos já veio com a mamadeira, assim ficamos por um tempo e Nalva me olhava me julgando com a cara de safada, falava menos besteira para me provocar do que falava para os meninos, mas sempre jogava algumas coisinhas. Gabriel me dava tapas na bundo pedindo para eu rebolar, Marcos me batia com a rola dura mandando eu chupar toda vez que seu pau escapava. Algum tempo depois minha sogra mandou eu chupar a buceta dela e puxou Marcos colocando suas mãos por dentro do seu vestido no seus seios enormes. Marcos um pouco envergonhado por tocar na sua tia falou:

– Que peitão gostoso e grande tia!

Nalva respondeu;

– Gostou? Da uma mama aqui pra tia mama!?

Ele abaixou a alça do seu vestido e começou a chupar, Dona Nalva gemia de prazer, vendo seu genro sendo enrrabado e chupando sua buceta com muita vontade!
Logo Nalva caiu de boca no pau de Marcos, que ficou muito excitado de ver a tia crente, casada e sempre correta mamando sua pica. Eu logo empolgado com a situação só foi Gabriel começar a tirar o pau todo e colocar de uma vez que não esperei muito para abrir as pernas da Nalva e começar um belo frango assado. Assistindo isso Gabriel começa a colar mais na minha tava e praticamente com seu mesmo vai e vem no meu cú eu metia na minha sogra que ficava maluca com a situação, sua buceta pingava de tanto tesão. Chupamos juntos a rola de Marcos (era a primeira de muitas rolas que dividimos) como eu estava adorando tudo aquilo. Depois de Alguns minutos Nalva perguntou:

– Quem vai ser o próximo a me foder?

O restante desse conto, que escrevo com uma das mãos na pica eu termino outro dia, pois preciso parar pra gozar, esse relato me deixou maluco aqui.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 6 votos)

Por # # #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos