#

Dei pro sobrinho do meu marido…

1869 palavras | 8 |4.65
Por

O que irei relatar agora é real e guardo isso desde 2017, na época eu estava com 42 anos. Bem primeiro irei descrever como sou: Fatíma uma coroa, sou branquinha, cabelos loiros um pouco abaixo do ombro, 1,55 altura, 60 kg bem distribuídos no qual tenho seios e bunda grande, no qual chamo atenção mesmo já não sendo mais nenhuma novinha durinha.

Moro em Brasília, meu marido tem a vida meio corrida viajando à trabalho, fica muito ausente e com isso não temos tido um vida sexual tão ativa. Em final de semana ele convidou a família dele para um churrasco aqui em casa, chegou seu irmão com sua e esposa e seu filho de 17 anos que é muito lindinho (vou chamá-lo aqui de Caio), um garoto lindo, loirinho dos olhos azuis, 1,75 altura, barriga travadinha com gominho. O vi crescer, então sempre teve um carinho bem respeitoso. Todos foram curtir o churrasco, cair na piscina e bagunçar. Eu estava com um biquíni azul mais comportado por estar em família e ao lado minha cocunhada mãe de Caio que estava com um biquíni amarelo mais fio, tomando cerveja sentada na borda da piscina e Caio dentro da piscina com primos e tios, observei que às vezes olhava de rabo de olho em direção dos meus seios e entre minhas pernas, fingi que nada vi e fui curtir. Mais tarde começou a esfriar, coloquei um shortinho jeans e uma blusinha, em seguida todos começaram a se despedir para ir embora e ele ao despedir de mim me abraçou forte, diferente das outras vezes, fiquei cismada, mas achei que era coisa da minha cabeça e decidi deixar pra lá.

Na segunda meu marido foi a uma viagem para Indaiatuba-SP, no qual só voltaria sexta-feira, o levei para o aeroporto, nos despedimos e voltei para casa onde eu ficaria a semana inteira sozinha. O dia amanheceu bem ensolarado em quente, decidi colocar um biquíni bem fiozinho (branco) e uma cerveja pra tomar um sol e pegar uma marquinha, pois estava muito branquela.

Em média de uma hora depois o interfone tocou, era o Caio, havia saído do colégio e andando de skate Caio e teve alguns arranhões (nada de demais). Abri o portão e mandei entrar, o mandei tomar banho para lavar o machucado para poder passar um mertiolate. Ele não demorou muito logo saí, eu ainda estava tomando uma cerveja e já ficando um pouco alterada. Ao sair, estava só de bermuda, sentamos frente à frente em uma cadeiras e eu fui passando o mertiolate, meio alterada pela cerveja não me dei conta, esqueci que ainda estava com biquíni minúsculo e de frente pra ele com a as penas um pouco aberta, no qual estava aparecendo um pouco os lábios da minha bucetinha (que é um pouco carnuda). Fiquei sem graça e cruzei as pernas, que logo em segui também observei Caio estava com volume maior na bermuda.

Terminei de passar o remédio nele e ele foi embora. Eu fiquei com aquilo novamente na cabeça, aquele garoto que sempre o vi como um menino, de pau duro por mim, eu ali, já velha para ele, esposa do tio dele e ele um garoto que deve ter um monte de menininha atrás dele. Aquilo me deixou pensativa e por momentos me peguei molhada, até por estar um tempo sem fazer nada direito pela ausência do meu marido. Isso me deixando com muito fogo.

Na manhã seguida ele veio falar comigo no whats, se ele podia confiar em mim para me contar algo, que não tinha ninguém para conversar e não aguentava mais, mas que devia ser sigilo. Logo eu imaginei situações, concordei e com isso ele relatou: “Tia me desculpa, mas não estou resistindo mais só olhar à senhora, toda vez eu fico de pau duro quando a vejo e eu já cansei de me masturbar lembrando da senhora, estou com medo de vê-la novamente e meus pais e o tio perceber”. Eu logo disse para acalmar, que adolescente era normal isso acontecer, mas que eu era muito velha pra ele, que ele era lindo e que devia ter um monte de novinha querendo ele e que aquilo não era certo por eu ser tia dele. Aparentemente ele havia ficado calmo iria deixar essa loucura de adolescente de lado, assim eu achava até o momento.

Na quarta-feira o dia estava muito mais calor. Saí, comprei umas coisas para casa e voltei com muito calor. Acabei tomando uma ducha, coloquei a parte de cima de um biquíni e coloquei um shortinho de malha leg bem pequenininho e coladinho, sem calcinha (realçava muito minha bunda e minha bucetinha), peguei uma cerveja e fiquei na área escutando música. Até que 14 horas mais ou menos o interfone tocou e quando atendi era o novamente era Caio, permiti entrar, mas dessa minha cabeça já imaginou indecência já sabendo que ele me desejava, fiquei molhada e por instantes com desejo naquele menino. Voltei ao normal e ao vir nos cumprimentados, onde ele me deu um abraço mais forte e uma mão boba na minha bunda. Aquele momento subiu novamente um fogo entre as penas e a bucetinha inundou.

Chamei Caio para sentar comigo que eu estava tomando uma cerveja, o mandei pegar refrigerante na geladeira e sentamos próximos. Ele estava muito sem jeito, comecei a falar sobre músicas que ele gostava, distrair e ele foi se soltando. Logo em seguida ele falou que estava muito calor e que queria entrar na piscina. Eu disse que podia que iria pegar uma bermuda do seu tio, já que ele estava de calça, mas ele estava malicioso e havia ido de sunga. Ok.

Fiquei sentada bebendo de frente e ele olhando entre meu shortinho coladinho com a bucetinha inchada, ele falou para eu entrar na piscina com ele e que a água estava gostosa. Concordei, entrei em casa e fui colocar a parte debaixo do biquíni. Voltei, entrei devagar na piscina e até ai tudo normal. Até ao se aproximar de mim, encostou e me dei um beijo à força tentei sair no qual ele forçou mais. Para piorar, ao forçar mais o seu corpo colou no meu e quando me dei conta, enquanto fui colocar o biquíni ele havia tirado a sunga e estava me beijando totalmente pelado e eu sentindo e percebendo seu pau muito duro e muito grande na região da minha barriga.

Tentei reagir, mas já era tarde demais. Aquilo foi me consumindo e fui ficando muito molhada. Minha bucetinha já estava babando de vontade, nossas línguas se encontravam, sua mão invadia meus seios e minha bucetinha, não aguentei e peguei naquele mastro grande (nossa e como grande). Quando menos o esperei me levantou pela bunda e ficou entre minhas pernas e logo em seguida senti a estocada muito forte e afoita no qual quase me machucou. Ele entrava forte e agoniado, eu sentia entrar fundo até que senti inchar a cabeça, pedi para não gozar dentro, mas ai já era tarde demais.

Saímos da piscina e fomos para dentro, quando pensei em me recompor e me vestir, ele me agarrou por trás e o pau ainda estava duro igual pedra. Falou que gozou, mas não tinha terminado, queria mais. Falou que ele tinha que ir pra casa para os pais não ficar preocupados, o que não adiantou de nada. Caio me jogou no sofá, me deixou toda nua, começou a chupar feroz minha bucetinha, depois de uns 15 minutos chupando e 2 orgasmos eu já estava sem consciência de novo do que eu estava fazendo. Ele falou que agora era a vez de eu chupar o pau dele, o mandei deitar e ele obedeceu igual um cachorrinho, quando vi direito o pau dele, era muito grande mesmo. O menino com 17 anos e media 21 cm, no qual fiquei mais doida de tesão e imaginando o que era pior o incesto ou a idade dele.

Minha cabeça já passou a não ligar pra literalmente nada disso, comecei a chupar aquele pau enorme (bem maior do que o do meu marido), eu caia de boca, chupava, lambia aquele trem enorme que nem cabia direito em minha boca. Descia lambendo suas bolas e voltava lambendo a cabeça. Até que ele não resistiu e gozou em minha boca, onde eu bebi cata gotinha.

Caio respirou e pediu água, fui buscar. E em mente pensei “agora ele vai ter que dar conta de meter pelo menos mais uma”. Voltei ele bebeu a água, fiquei de 4 no sofá, ele espantou e falei: me atiçou de verdade, então agora vai ter que comer direito a titia.
Ele levantou balançou o pau que rapidamente ficou duro, apontou e meteu forte na minha bucetinha. Comecei a gemer e rebolar como a muito tempo eu não fazia, literalmente uma piranha. Às vezes olhava para trás e o olhar dele era de como se aquilo não estivesse acontecendo de verdade. Rebolei tão gostoso que não aguentei e tive mais um orgasmo.

Aquilo estava muito gostoso, até que ele falou que nunca tinha comido um cuzinho (aquilo me deixou doida, de tirar o cabaço dele comer um cuzinho, eu iria iniciar ele), que tinha vontade. Eu o chamei para o quarto, peguei um lubrificante que eu tenho, passei no pau dele e no meu cuzinho e falei para ele entrar com cuidado, senão ele não teria mais.

Fiquei de 4 novamente e me abri toda pra ele, ajudei ele posicionar no meu cuzinho e assim ele o fez. Entrou calmo e devagar, tirando e colocando enquanto eu massageava meu clitóris, até que ficou gostoso e eu fui ficando maluca e falei que agora ele podia meter. O homem ficou doido e metendo, eu me sentindo totalmente preenchida, pois era muito grande, porém a dor já era prazer louco. Eu o mandava bater na minha bunda e meter na puta que ele comia. Que ele era o sobrinho safado que não valia nada. Para comer a puta que o satisfazia e em questão de poucos minutos de dor e prazer ele encheu meu cuzinho de porra quente.

Ele ficou com ele dentro até amolecer e sair, o garoto caiu de lado na cama tremulo das 3 gozadas que ele deu. Tomamos banho juntos, onde lavei meu cuzinho e mandei-o lamber, pra sentir o gosto de um cuzinho.

Em seguida ele se vestiu e foi embora, eu fui descansar satisfeita. E agora após 3 anos depois já fizemos isso mais 8 vezes. Ele arrumou uma namorada fixa e está mais quietinho. Melhor que ficam com menores riscos e menos visitas para não ter nenhuma desconfiança de ninguém.

Então esse é meu conto, espero que gostem e não me critiquem muito de algo que depois de 3 anos finalmente tive coragem de relatar.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,65 de 37 votos)

Por #

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Gilson

    Muito bom!

  • Responder Anônimo

    Eu com 21 anos doida pra levar rola e tirar logo meu cabaço

    • Ds

      Vamos marcar para vc perder ele entao

  • Responder Mr.Allok

    Muito bom.Antes tarde do que nunca 👏👏👏👏

  • Responder Tecnoman78 (Instagram)

    Que delícia de conto Fafá!

  • Responder bb

    muito gostoso

  • Responder bolsobroxa17

    conto perfeito

    • De

      Eu tiro