# # #

Dando a bundinha para o primo

571 palavras | 1 |4.67
Por

Provoquei meu primo vestindo uma calcinha. Acabei recebendo o que queria….Pau no cuzinho

Meu apelido é boneco. Já contei outras estórias aqui. E hoje vou contar uma que aconteceu com primo que estava me visitando na minha casa. Naquela época , inicio dos anos 70 , os tios vinham nos visitar e passavam a tarde inteira. Minhas primas ficaram brincando com minhas irmãs e levei meu primo para os fundos da minha casa , onde podíamos ficar sozinhos.
Olhando o varal da nossa casa meu primo avistou umas calcinhas das minhas irmãs e foi logo comentando que elas deveriam ficar muito gostosas vestindo aquelas calcinhas. Então fui logo provocando:
——–O que adianta elas ficarem gostosas se você não ficar de pau duro…
———Se eu ver elas de calcinha fica duro na hora.
———Duvido. garanto que se eu experimentar uma calcinha dessas você não levanta esse pau…
Aquilo deixou ele irritado.
——-O que eu ganho se ficar duro?
Respondi dengosamente:
——-Tu pode fazer o que quiser com pau, se ficar duro.
——-Então pega uma lá…
Fui ao varal e escolhi uma da minha irmã menor. E convidei ele para entrar embaixo da casa. Não podíamos ficar em pé , mas conseguíamos ficar sentados . Coloquei a calcinha e ele pediu para eu ficar de quatro. Obedeci e fiquei de quatro . Ele passou a mão na minha bunda e me chamou para olhar:
——-Olha aqui….Meu pau ficou duro. O que eu ganho?
Dei uma encarada e perguntei:
——–Quer fazer um troca-troca?
——–Quero . mas eu te como primeiro.
——–Ta bom. mas deixa eu tirar a calcinha para não sujar.
Terei a calcinha e fiquei de quatro novamente. Ele passou cuspe no pau e no meu cu.
A posição facilitou e ele meteu de uma vez só. Deixei escapar um gritinho. Mas aguentei a pika no cuzinho. Ele bombeou um pouquinho e logo se acabou..
———– Agora é minha vez falei…
——–acho que não quero dar para ti. Deixa para outra vez.
——-Mas nos combinamos um troca-troca. Argumentei.
——-Mas acho que só eu vou te comer. Afinal quem colocou a calcinha foi tu. E se tu não quiser que eu conte para tuas irmãs , tu vai ficar bem quietinho .
——-Tu tâ brincando neh? Tu não vai contar para elas neh?
—— Claro que não. É só tu me dar de novo que eu não conto nada.
——-Tu quer me comer de novo? Duvido que fique duro . Falei provocando ele.
——Tu quer ver ? Dâ uma chupadinha aqui. E apontou para seu pauzinho.
Pensei um pouco. Ele já tinha me comido mesmo. Um pouco mais um pouco menos, não faria diferença.
Me ajoelhei na frente dele e comecei a chupar seu pauzinho. Não sabia fazer direito, mas já tinha visto naquelas revistinha de sacanagem. Também já tinha feito vários troca-troca com meus outros primos. Tão logo seu pauzinho ficou duro, me virei e fiquei de 4 novamente.
———-Pode botar agora. Mas prometi que não conta para ninguém.
Tinha muito medo das minhas irmãs descobrirem que gostava de dar a bundinha.
——– Fica tranquilo. Enquanto tu ficar me dando a bundinha eu não conto para ninguém….
Dei para ele mais algumas vezes. Ele não contou para minhas irmãs , mas descobri depois que ele contou para outro primo meu. Mas não vez muita diferença por que esse primo me comia tambem…..
Meu email: [email protected]

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,67 de 3 votos)

Por # # #

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder wagner broca

    Adoro seus contos escreve mais