# #

castigo de pai que não respeita filha alheia é ter filha 2

1225 palavras | 4 |3.20
Por

final do conto, nessa parte vamos ver aprendizado de como se proceder em uma comunidade . segunda e última parte .

passei uma semana horrivél , boa parte dos dias fiquei em casa e boa parte dos primeiros dias só chorava em silencio , eu tinha sido arrebentada verdadeiramente falando , quando levantava para ir ao banheiro era uma tortura – ardia de mais , ardia tanto que não me limpava com papel e sim me lavava , na terça feira que ÉRICA apareceu e ficou horrorizada com minha situação , só ai que acabei me inteirando do estado atual em que eu me encontrava , a erica que viu uma marca roxa enorme em cima do meu peito que ja tinha começado o processo de formação mas ja tinha sido muito chupado pelo bola e o cuzinho estava todo aberto ainda com casquinha de cicatrização nas pregas e acho que doia tanto quando ia cagar ou fazer xixi que escorria até ai , a erica que saiu voltando logo em seguida com um tubo de pomada e passou ali em mim fazendo massagem e rindo bastante da situação que não deixa de ser cómico apesar de trágico , uma menina com 10 anos dar a bunda logo ao um dotado antez mesmo de dar o primeiro beijo .
aos pouco fui melhorando e ao final de semana meu cuzinho tinha se fechado ou voltado ao normal que normal nunca mais seria .
meu pai retornou no final de semana voltando a obra no domingo a noite e segunda feira foi primeiro dia que sai de casa , ninguém comentava nada a respeito , menos mau e eu com meu celular me esbaldava pelos becos da favela , erica amiga inseparavél começou a me ensinar as coisas de sexo , pagar boquete , bater punheta , me masturbar , usar roupas para deixar os homens loucos , inventar algo para se abaixar e ou mostrar os peitinhos ou a bunda , foi dando as dicas de sedução e as vezes dizia – olha amiga e muito importante viu antes de dar essa bundinha ai veja primeiro o tamanho do cacete do sujeito viu e caia na gargalhada .
eu tinha o celular mas precisava de dinheiro para colocar creditos e como conseguir ?.
começei a usar essas táticas passada por erica , primeiro fazia uma graça depois pedia um dinheiro para colocar créditos no celular , uns davam e outros não , outros pediam para ver os peitos outros passavam a mão na minha bunda , eu até boquete paguei para carregar meu aparelho ,
logo em seguida começa as aulas e eu e erica estudariamos na mesma escola e no mesmo horario na parte da tarde , minha vó vem passar uns dias comigo e sem esticar muito mas um fato aconteceu nesse tempo foi minha vó passou mau e não tinha ninguém para socorrer ela eu fui morrendo de medo pedir socorro justamente ao meu algós o ( bola ) que atendeu de pronto pegando minha vó no colo correndo entre os becos até chegar no carro e sair em disparada ao posto médico e chegando la colocou todo mundo para traz na fila para o médico atender de primeira minha vó , voltou comprou remedio e tudo . bom voltando as aulas .
pouco mais de um més de aula a erica aceita dar para um garoto e seu amigo eu pagaria um boquete em troca de uma grana até boa , só que o garoto de outra favela começou a dar em cima de mim e o bola ficou sabendo que eu estava namorando ele e mandou recado que queria falar comigo .
e ai garota , fiquei sabendo que esta namorando ?
eu não bola e se meu pai sober disso me mata .
e se sair daqui para dar para alguém de outro lugar quem te mata sou eu , olha aqui o guria eu não sei de onde veio só sei que aqui tem regras , não vai pensando que vai sair por ai dando esse cabaço pra quem quizer que as coisas aqui funciona diferente ta ( mina daqui da buceta para macho daqui ) entendeu ?
sim bola .
você ainda é cabaço ou o garoto ja arrombou ?
não bola eu não dei para ninguém não .
tabom ja que entendeu pode ir embora ou quer que eu arregaçe a buceta também .
eu sai quaze correndo para casa .
durante os dia que minha vó ficou em casa eu conversei bastante com ela , ja que agora eu ja entendia das coisas e ela me contou o motivo de tantas mudanças e da minha mãe sair de casa , meu pai abusava das meninas e moças e até mulheres , abusou de uma menina de 13 anos em uma obra , ele morava no alojamento e a menina deu lado e ele arrombou ela igual o bola fez comigo e para não ser morto pelo pai da menina nós mudamos , depois comeu a filha do dono da casa que tava trabalhando – mudança novamente , comeu de forma tão violenta uma mulher magrinha e pequena recem casada que ela precisou cirurgia no cu para reparar o estrago e o marido quando descobriu a traição iria matar ele e – mudança novamente , lembrei de mim e me achei até vitoriosa , especial , sendo a gostosa que aguentou o bola sem maiores conseguencias .
quaze um ano ja morando naquela favela eu ja quaze 11 anos o corpo desevolvendo rapido , os hormonios em ebulição que fazia eu me melar por qualquer coisa , tinha tesão de mais mas em compensação morrinha de medo de dar pra alguém , tanto em relação ao que ja tinha acontecido quanto em relação as conversas com outras meninas que afirmava que a primeira vez doia muito e nesse meio chega meu pai de vez da obra , eu desconfiava que tinha aprontado novamente .
meu pai começa a se insinuar com a erica , de manha quando ela chegava em casa ele logo levantava só de cueca e o pau duro , foi tanto que começei analizar e medir em minha cabeça que cheguei a conclusão que parecia maior que o do bola .
foi indo assim até que os homens parente da menina vieram la na favela atras dele mas encontraram pela frente justamente o xerife ( o bola ) .
mandou recado pro meu pai ir falar com ele .
meu pai foi e ele explicou pro meu pai que tinha salvado ele mas era pra ele dar o fora de la , resposta -eu não posso preciso de dinheiro para isso e assim o bola fez a oferta .
uma quantia em dinheiro mais meu cabaço , de quebra a erica daria para ele e ordem do bola na favela era ordem dada ordem cumprida , meu pai lutou , chorou , pediu pelo amor de DEUS mas sem sucesso , era sua vida em troca do cabaço da filha .
o algós faria os dois , ja tinha feito um e iria fazer o outro e pior meu pai me traria a noticia da venda .

por isso o nome é esse – castigo de homem que não respeita menina e ter filha .

fim .
desculpe os erros de portugués – favela da vila prudente.
esse conto é real mas foi mantido em segredo devido aos fatos ser de extrema gravidade , os nomes foram trocado para se manter em sigilo .
obrigado e boa leitura .

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,20 de 5 votos)

Por # #

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder morador de favela

    morei 23 anos na favela da vila prudente e não tem nenhum bola de chefe do tráfico, conheco todos de la.

  • Responder @danisill

    Continue seu relato , tá exitante

  • Responder Anônimo do sexo

    Vila Prudente zona leste sp? Moro pertinho vamo se trombar safada

  • Responder Bruno

    Excelente! Gostei muito….espero a parte 3