# # #

Surtada… dando o troco

5710 palavras | 5 |5.00
Por

Resumo de 150 letras, não dá, é pra quem gosta de ler e gozar, eu gozei horrores, espero que vcs também o façam, bjs…

Pf. leiam o ” SURTADA ” para poderem entender esse relato.

Gostaria de deixar bem claro que nunca fui uma menina viciada em sexo, adoro tranzar, mas nunca fui dependente de sexo, eu conseguia namorar, curtir uma balada, se não acho um cara que dê o “click” levava de boa, nunca tinha pego um cara na balada e sair para tranzar, algo vinha mudando em mim, não sei o que é…

Terminei o último assim: ” Entramos pela cozinha eu já tirando a minha camisa e arrancando a roupa dele, eu empurrando ele pro quartinho onde eu estava me ” escondendo “, arranquei seu chorte… ”

– Eu – GRANDINHO !!!! nossa… quantos anos vc tem ?

– Grandinho – Tenho 15 anos…, grandinho ??

– Eu – É… eu não sei seu nome, então achei vc grandinho e eu tinha razão, é grandinho mesmo…

– Grandinho – Meu nome é…

– Eu – [ Tampei sua boca com os dedos… ], não fala… não quero saber… vou te chamar de grandinho… e ele quanto mede ?

– Grandinho – 20 cm…

– Eu – Ai meu Zeus, outro Jr. na minha vida, assim não dá… vc sabe usar isso ?

– Grandinho – Acho que sim…

– Eu – Já comeu alguém ?

– Grandinho – Eu… eu… [ fala… ], já sim… [ quem ? menino ou menina ], um garoto, [ que garoto ? fala ] vc vai ficar bolada comigo… foi o Claudinho [ vc quer dizer a Claudinha, a Say, minha irmãzinha ? ] é, foi sim… mas eu não machuquei ela…

– Eu – KKKKKKKK, estava com medo de dizer que comeu aquele rabinho delicioso da minha irmãzinha, putinha, safadinha, só mostra que vc tem bom gosto, vamos parar de conversa, vamos ver se isso aqui é tudo que parece ser…

– Grandinho – Pq o André estava lambendo seus pés ?

– Eu – Meus pés ? [ levantei e coloquei sobre seu joelho ], eles são bonitos ? ( são… ), só isso ? ( não… eles são lindos… ) e vc ? o que vc acha de mim ? [ dei um rodopio ], ( vc é a mulher mais bonita que já vi… ) e… só isso… ?

– Grandinho – É a mais bonita…, a mais gostosa…, toda perfeita… parece um sonho… uma rainha… uma… ( anda fala… uma… Deu… ) uma Deu… ZA ???, isso uma DEUZA…

– Eu – E o que vc faria para uma DEUZA pra poder comer ela ?

– Grandinho – Qualquer coisa…

– Eu – [ Colocando o pé no joelho dele ] Então comece…

Olhou para mim como quem não estivesse acreditando, beijou meu pézinho ainda tímidamente, mas depois foi se soltando, troquei de lugar com ele, sentei na cama e pus ele ajoelhado, meu súdito…, mais um…, kkkkkk, beijando, lambendo, meus pés lindos, minha buceta escorria de tanto prazer que eu estava sentindo, fui abrindo minhas pernas deixando ele ver minha buceta super inchada, queria ver se eu ia ter que ensinar igual fiz com o Jr. ou se já vinha pronto, alguma coisa eu ia ter que falar, não para ensinar e sim para ele fazer do jeitinho que eu gosto…

– Eu – Vem… chega… eu quero sua piroca… já tocou uma punhetinha hoje ?

– Grandinho – Hãmmm ??

– Eu – Olha… responde tudo que eu quiser saber… sem medo… eu também quero te comer… com minha buceta… então fala… tocou umazinha hoje ? [ sim ] aonde ? [ no banheiro do play… ] pensando em mim ? [ sim… ] hummm… delícia…, então não vai gozar rapidinho então, vem mete essa porra grande dentro da sua Deuza…

Ele queria me chupar, mas eu queria pica na buceta, no rabinho talvez, mas queria minha buceta preenchida por aquela coisa grande, grossa, todo afobado, tadinho, minha buceta é tão gostosa que com 3 bombadas AHÁAAAAAAAA…….., tirou e deitou do meu lado, se tivesse um cigarro ele acenderia.

– Eu – Ou… que porra foi essa ?… vc acha que me comeu ? [ sim, gostosa… ] tira esse sorrizinho da cara ( tabef ), vc deu azar… não estou com muita paciência hoje, bota essa porra assim mesmo aqui dentro… [ mas está meio mole… ] não interessa, vai ficar duro aqui dentro, a tua sorte que ele é grandinho e vai entrar mesmo mole, pode enfiar… vou te dar mais uma chance…, só mais uma…, já viu filme pornô, [ já… xvídeos… ], mas só os caras metendo e gozando rápido ou viu um filme mesmo ? [ só videos curtos… ], tá bem… olha Grandinho eu queria mesmo alguém já pronto…, acho que agente não vai rolar…, mas…, ooohhhhh !!! já está crescendo…, hummm delícia, vc acabou de ganhar sua segunda chance, não desperdiça, pode bombar, sem pressa, não vou fugir, se vc achar que vai gozar, vc para e pensa em outra coisa… [ tipo o quê ? ], sei lá, na sua mãe [ não dá… ] pq ? [ eu toco punheta pensando nela… ], cacete mais um pervertido, pode ter futuro… pensa sei lá dois mendigos se beijando… [ argh !!! Deadpool ??? ] é pode ser, entendeu… vc não pode gozar rápido… issooo… tá gostoso… isssooooo… ué… parou ? mas já ? [ vc disse… ] eu sei o que falei, ta bom, quando quiser… issooo… assimmm… está bom, tem potencial… não pára… nãooo … [ Deadpool… Deadpool…Deadpool… Deadpool… ] mas não para… isso… assimmm… está ótimo…. tão grosso… um …. mais um cralhudo na minha vida… eu mereço…??? mereço mesmo… kkkkk, fode gostoso… acelera… assiimmm, mais forte… mete… mais fundo… issssssooooooooo…… continua…. não para…… AHÁAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA…………………………… [ AHÁAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA…………………………. ] ( gozamos juntos ), delícia…, não tira não, deixa ele aí, vem me beija, deixa eu te olhar… voce é muito lindinho… está namorando alguém aqui ? [ não… ], mas gosta de alguém ? [ gosto muito… ] e…??? [ de vc… ], mas eu sou bem mais velha que vc, pensei que fosse a Aninha ou mesmo a Say, [ Aninha é linda, mas é muito criança… ] vc não conhece a Aninha… não sabe o que está falando.

– Grandinho – Eu sempre gostei de vc, foi um ” imprinting “, desde do dia que me mudei pra cá e te vi, meu apartamento dava de frente pro seu, até vc vir pra cobertura, eu te via todo dia, não é só por vc ser linda, gostosa, é o seu jeito, o jeito que vc trata as pessoas, que cuida dos seus irmãos, dá pra perceber que vc é especial.

Nossa que lindinho, uma paixão adolescente, mas com uma pica daquelas… hummmm… showwww…

– Eu – Imprinting ??? mas vc não é nenhum lobo né ” Jacob “…

– Grandinho – Vc conhece ? sabe o que é ?

– Eu – Claro… adoro filmes, confeço que não é minha saga favorita ( crepúsculo ), mas adoro aquele Zeus índio, o Jacob, até que vc lembra ele, vc é bem moreninho, se malhar ? quem sabe ? vou te chamar de Jacob…

– Jacob – Adorei, gostaria de ser parecido com ele, vc viu aquele outro ” SEM SAÍDA “, me amarro…

– Eu – Já sim… quantos anos mesmo vc tem ? [ 15 ], então tá, adolescente se recupera rápido, fica aqui, não comi nada ainda…

– Jacob – Nem eu… fiquei te procurando depois da piscina… uns garotos disseram que tinham te comido no elevador… são uns otários… até parece… mentem pra caralho… eles dizem que comem a mãe deles, que até o Jr. já tinha comido a minha mãe…

Engoli a seco, dei um sorrizinho sacana, FDP do Jr. deve ter comido mesmo, só resta saber quem era a mãe dele, mas isso não importa… fiz nosso lanche e levei pro quartinho, não sei onde estava o povo, não cruzei com ninguém.

– Eu – E aí Jacob, vamos novamente ou vc tem que chegar cedo em casa ?

– Jacob – Eu só tenho que resolver uma coisinha e mando um zap pra minha mãe dizendo que vou dormir na casa de alguém aqui no condominio, aí tá safo…

– Eu – Resolver o que ?

– Jacob – É que hoje tem uma festa aqui no play, aquelas festas ” baile ” pra gente não ir pros pancadões na rua…

– Eu – Hummmm !!! festa… legal… acho que vou nessa festa…

– Jacob – Só vai ter pirralho, nem cerveja vai ter… vc nunca foi, só seus irmãos, é uma festa boba, não é sua praia…

– Eu – Vc não quer que eu vá… ? vc não me conhece… não sabe qual é minha praia e se meus irmãos vão… aí é que vou mesmo… o que vc vai ter que fazer lá ?

– Jacob – Tenho que resolver o som, baixei uns podcast e deixar tocar direto, depois eu volto pra cá e agente continua…

– Eu – Posso ir sem vc… ou… posso ir com vc, que tal chegar lá de mãos dadas comigo ? Chegar na festa com sua Deuza… heím…? que onda… heím ??, vão morrer de inveja…

Todo feliz…

– Jacob – Agente tá ficando ???

– Eu – Não… se vc fizer direitinho quem sabe ? agente pode tranzar outras vezes… não é como se vc fosse meu namorado… mas como se fosse meu macho… que tal…?

– Jacob – Mas e o seu namorado…? se ele descobrir me mata… ele é forte pra cacete, vai me cobrir de porrada…

– Eu – Eu garanto que não vai fazer nada e todos meus irmãos vão ficar sabendo, não tenho nada para esconder de ninguém, a não ser que vc não queira ir comigo ??

– Jacob – Tá brincando… os fdp vão ficar morrendo de inveja quando descobrirem que estou te comendo…

– Eu – Olha… não fala assim… até pode dizer que agente ta tranzando… dizer “ficando” é melhor… vc falar que come uma mulher é dizer que ela é uma puta… eu sou uma puta ?

– Jacob – Não vc é uma Deuza, minha Deuza…

Eu pensando, rindo internamente, não Grandinho… eu sou uma putinha e tranzei com todos mesmo no elevador e no vestiário…

– Jacob – Olha… to duro posso comer seu cuzinho…

PQP, lá vamos nós de novo, a história se repetindo, tem que valer a pena…

– Eu – Olha Jacob, eu não estou com muita paciência para ficar ensinando… mas se vc fizer tudo, tudo mesmo que eu te mandar fazer, eu posso te ensinar… [ eu faço… ], tá bom… vamos lá ” NÃO SEJA UM OGRO, SEJA UM CAVALEIRO…”

Dejavú….. PQP, mas um eu ensinar e me trair… será ???

– Eu – ” Cuzinho não se pede, cuzinho se conquista” ( já dizia o Catra ), se vc merecer… a mulher vai pedir, falando ou com gestos… nunca peça… por enquanto ta bom, vem eu quero mais na minha buça… vem Grandinho… eu quero mais… muito mais… vem me comer, olha que delícia, já está GRANDÃO, é uma bela pica, achei ela linda, eu chuparia ela, mas eu estou com fome de pórra, quero minha bucetinha cheia… vem me come, come sua Deuza, mete essa piroca grossa… isssssoooooo….. delícia….. sua mãe já viu essa sua pica….? acho que se ela ver vai querer…

Olha eu desviando o moleque…. levando o meu aprendiz pro ” LADO NEGRO DA FORÇA “.

– Eu – Nossa… aprende rápido, está ficando melhor, será que ainda tem pórra aí dentro ? [ acho que sim… ], é mesmo ? como vc sabe ? [ já toquei punheta 7 vezes seguidas e todas elas eu gozei… ], nooosssaaa uma fábrica de espermas, Aninha ia adorar, kkkk, continua… não pára… [ Aninha ? ela não é virgem…? ], aquela ali se bobear é mais tarada que eu… via continua, mama meus peitos… issssoooooo…. delícia de piroca….

[ Deadpool… Deadpool…Deadpool… Deadpool… ] mas não parou…

– Eu – Delícia… issoooo, mais… com mais força…. forte… arregaça… pode gozar…… enche minha buceta…. [aháaaaaaaaaaaa……….] que delicia… Olha Jacob, vou tomar um banho e agente se encontra na porta do elevador, te mando um zap quando estiver descendo… belê ??

– Jacob – Depois agente pode voltar pra cá ? se vc quizer…

– Eu – Pode ser… vamos ver será que vc aguenta ?

– Jacob – Por mim não saímos daqui, mas preciso fazer aquilo…

– Eu – Tá bom vou ficar limpinha e cheirosinha pra vc, acho que estou fedendo muito…

– Jacob – Na boa… não está fedendo nada… tem um cheirinho sim, mas ele é tão gostoso, dá um tezão danado… olha já estou ficando duro novamente… vamos dar a última antes de descer ?

– Eu – Nooossssaaa Grandinho… que fome… mas guarda ela… pra mais tarde…

Ele foi embora e eu fiquei deitada nua na cama de solteira no quartinho de empregada, levei minha mão na buça e funguei meu próprio cheiro, não senti nada demais, normal…, meu tezão estava tão absurdo, involuntariamente comecei a passar meus dedos molhados com meus líquidos por todo meu corpo, o que me deixava com mais tezão ainda, o quanto mais eu fazia, mais minha buceta enxarcava e mais tezão eu ficava, passei meu ” perfume ” natural em meus seios com os bicos duros ao extremo, molhava minha mão e passei em meu pescoço, atras das minhas orelhas, nos meus pulsos, como se fosse um perfume e que pudesse ser espalhado pela minha corrente sanguínea, resolvi então fazer essa loucura, não tomar banho e ir ” fedendo ” mesmo para festa, suada, salgadinha, com a minha pele brilhosa, sem cremes, sem nada, só o meu cheiro natural, peguei e só joguei um vestidinho verdinho [ minha cor favorita ] de cetim soltinho mais que delineava meu corpo e tinha um decote que com qualquer movimento meus peitinhos apareciam, um batom verde florescente com brilho e um delineador para realçar meus olhos verdes lindos, só uma tornozeleira, uma correntinha e meus brinquinhos todos com pedrinhas verdes, sem mais nada por baixo, eu queria causar…, já no elevador, foi entrando outros moradores com esposas do lado, mas meu cheiro dominou o elevador, pude ver pelo espelho dois visinhos homens tentando não olhar para mim pelos espelhos, pude percerber que um mais próximo chegou mais perto de mim e deu uma fungada de longe, percebi…, então joguei meus cabelos loiros para um lado deixando meu pescoço a sua mercê, mais abusado ele chegou perto e fungou meu pescoço, tão perto que pude sentir seu braço encostar nas minhas costas me deixando toda arrepiada, sentia minha buceta escorrer, o que fazia aumentar o aroma erótico no elevador, já chegando no play, dei uma apertada no seu pau duro na calça e a porta se abriu, meu ” Lobinho Jacob ” estava lá me esperando, larguei a pica do vizinho e sai do elevador, olhei de relançe e vi o outro mais a frente com o pescoço rígido olhando de rabo de olho pelo espelho [ PETRIFICUS TOTALUS ] e sua esposa olhando fixamente para ele, que tentava desesperadamente não dar na vista, achei até que suava frio, olhei e percebi o volume estufando a calça de moleton que vestia, assim que fechou-se a porta atras de mim, a porradaria estancou no elevador, suas esposas os xingando, me xingando, acho até que o que apertei seu pau gozou ali nessa hora, se meu ego nesse dia já estava inflado, acho que mas um pouco não caberia mais dentro do elevador, eu ria internamente, me deliciava com aquelas reações imaginando o quanto estavam apanhando. Meu lobinho lindinho ali me esperando, pegou na minha mão e num ato inexperado por mim, se ajoelhou com um dos joelhos e beijou minha mão, todos que passavam ali na frente ficaram imóveis, nessa hora tive que me segurar para não dar uma mijadinha, ele ficou alguns segundos ” eternos ” me reverenciando e beijando minha mão, um beijo molhado, quase uma lambida, todos se cutucavam não acreditando, pude ver todos ansiosos pelo desfecho, ele se levantou e beijei sua boca deliciosa, olhando para minha plateia babando, salivando, quase uivando, o beijo foi uma delícia, mas a reação do público me interessava mais, então apalpei o pauzão dele por cima da bermuda, se houvesse duvida, agora não teriam mais, tinham certeza que ele esta me comendo, puxei sua cabeça para o meu pescoço.

– Jacob – Adorei seu perfume… seu cheiro me deixa louco… já estou de pau duro…

– Eu – Mas não quero ele preso, solta ele… tira essa cueca agora…

– Jacob – Não posso… [ como é que é ? ] mas aí todos vão me ver de pau duro… [ não vai me obedecer ? tem certeza ? ]

Saiu correndo, entrou na escada e arrancou ali mesmo, voltou com seu chorte estufado já molhando o pano, entrei com ele de mãos dadas deixando todos nos verem e também era inevitável olharem pro seu pau duro por minha causa, Aninha e Say me avistaram e vieram correndo me abraçar, elas logo repararam no meu cheirinho…

– Aninha – Si… caramba… vc está linda… estou com saudades… e estou ficando com tezão, vc esta cheirando a buceta…

Já a Say que também sentiu, ela é mais sensível, me abraçou e começou a chorar compulsivamente, perguntou se não gostava mais dela, se tinha feito alguma coisa de errada, se eu estava punindo ela, etc…

Respondi que não, que só precisava de um tempo…

Toda aquela tensão, me deixava com mais tezão, o som já rolava quando chegamos, estávamos atrasados, as meninas já rebolavam, eu até gosto de funk, mas eu acho vulgar e pouco sensual as meninas rebolando daquela maneira, mas entrei na pista, estava muito quente, já começava a suar, não podia ligar o ar do salão por causa do vírus, mas estava todo mundo aglomerado, não vi lógica nisso, eu suava mais que as outras meninas, a todo momento eu agarava meu macho e tascava um beijão nele.

O Jr. chegou com a Dê, estava lindo, tive um momento de fraquesa, minhas pernas tremeram, minha paixão por ele voltou com força total, quase que fui agarrar ele, mas me contive, ele me viu, veio até mim, me abraçou com saudades, fungou meu pescoço, senti seu pau ficar enorme encostando em mim, quase não me contive, mas consegui me segurar em não beijar meu irmão ali na frente de todos, aqueles poucos segudos duraram uma eternidade, aquele pau se encaixou perfeitamente em mim, só o tecido da sua bermuda e meu vestido, quase uma camisolinha, nos separava, ele ainda se lembrava, estava sem cueca, sua fungada no meu pescoço me fez dar uma gozadinha [ aháaaaa……… ], meu gozo escorreu pelas minhas pernas, uma fraquejada nelas e minha pressão caindo, o Jr. me segurou, uma cadeira surgiu, um orgasmo e uma certeza, eu ainda era apaixonada por aquele homem, aquele moleque, um adolescente, meu próprio irmão tezudo, gostoso, sua namorada já puxou ele dali mesmo ele querendo ficar, meu lobo veio me dar atenção, chegou com um copo água para eu beber, vendo ele me deu forças, já levantei e fui beijando ele na pista na frente de todos, na frente do Jr., eu queria provocar ciúmes, ele não parava de me olhar, sabe como eu sei ? eu beijava meu lobinho olhando pro meu irmão.

– Eu – Lobinho… pega alguma coisa forte pra eu beber… uma cerveja, um ice, uma vódka, qualquer coisa… [ eu falei… não tem nada disso aqui… ], ou… tá maluco… eu quero… se vira… ou vou pedir para outro…

Eu sabia que na encolha deveria ter alguma coisa escondida, voltou rapdinho com um copo de plástico e um líquido colorido, bebi sem prestar atenção no que era, ” ousadia “, mesmo para quem esta acostumada era forte pra cacete, pedi outro, mudaram a música, agora era um dance, ” TITANIUM “, caralho a minha música, sou igual aquela ruivinha de ” a escolha perfeita “, essa musica me exita, o álcool subiu rápido, potencializou meu tezão, o calor, aquela gozada, a atmosfera de boate, as luzes, a fumaça aromatizada, tudo só aumentava meu tezão, dançava sozinha na pista, eu me sentia como se estivesse sozinha, como se tivesse uma luz em cima de mim me focando, eu me tocava, deslizava minhas mãos pelo meu corpo, mesma de olhos fechados sentia os olhares de todos em mim, mais uma ” ousadia ” bebi, mas eu já estava altinha, sem querer derramei sobre meu corpo, caiu no meu colo, meu lobinho já me devorava na pista, um clima de erotização tomou conta do ambiente, eu já tinha perdido totalmente o controle do meu corpo, enquanto ele me lambia e me sarrava com seu pau duro, eu achei outra boca ali do lado, virei para o outro, ele tentou reclamar, mas virei e beijei ele também, beijei os dois juntos, ele já me agarrava por tras, sentia seu pau na minha bunda, fui sendo deslocada para um canto mais escuro, os dois já me devoravam, abri meus olhos e estava longe da pista de dança, já estava fora do salão, enxerguei um outro garoto, puxei ele também e beijei na boca, meu lobinho estava querendo comer meu rabinho, meu vestidinho não atrapalhava, desci e chupei ele deixando bem babado, subi, beijei ele e virei a bundinha, dando permissão, conseguiu enfiar a cabeça [ aaaaiiiiiii…… ] estava meio seco, passou mais cuspi, enfiou novemente [ aaaaiiiii…. ] mas continuei beijando o outro, sentia sua piroca entrar com dificuldade me fazendo sentir uma dorzinha deliciosa, outro me beijava, um rascou a alça do vestido e mamava meus bicos, uma piroca me invadiu pela frente, não sei se era grande, grossa, bonita, feia, torta, preta ou branca, mas sentia as gozadas, mais um veio e meu lobinho ainda no meu cuzinho se segurando [ Deadpool… Deadpool… Deadpool… Deadpool… ] , achei graça naquilo, não tirou um minuto sequer da minha bundinha, os outros se revezavam na frente, na minha buceta, mas ele falava no meu ouvidinho, [ o cuzinho é só meu… só meu… ], estava louca de tezão, mais e mais garotos me comiam, gozavam em mim, nem percebi que o som tinha parado, senti meu vestido sendo arrancado aos pedaços de mim, eram bocas na minha, eram bocas nos meus peitos, eram dois querendo me comer ao mesmo tempo pela frente, mas não dava, não naquela posição, não com meu grandinho cravado duro no meu cusinho, apaguei… quando acordei estava na minha cama do quartinho, com o Jacob deitado ao meu lado me fazendo carinho, estava nua só um lençol sobre meu corpo mas deixava meus seios à mostra, ele também sem nada, eu estava confusa, uma dor de cabeça, uma dor no cuzinho, meu corpo todo dolorido, todo marcado, vermelho, mordido, parecia que alguém tinha arrancado um pedaço de mim, estava arranhada, senti seu pau na minha bunda, senti ele crescendo, virei pro meu lobinho, estava lindo, beijei ele, [ água… ], na mesma hora voltou com água e uma novalgina, foi o Jr. que deu para ele, disse que eu ia precisar, mesmo brigada com ele, meu macho cuidava de mim…

– Eu – O que foi que aconteceu ? como vim parar aqui ?

– Jacob – Vc ficou bêbada, vc não se lembra ? [ mais ou menos… ], todos os garotos te comeram, [ que garotos…? ] todos que estavam na festa, [ e vc deixou ? ], não tinha como… vc pediu… vc quis… eram muitos… quando o Jr. percebeu que a pista esvaziou e não tinha mais ninguém no salão, ele veio, bateu em alguns, até sobrou pra mim, mas ele lembrou que eu estava com vc e conseguimos juntos tirar todos de cima, rasgaram sua roupa toda, ajudei o Jr. a trazer vc pra cá, ele disse para eu ficar tomando conta de vc e voltou pra lá…

– Eu – E vc está pelado… me comeu novamente ?

– Jacob – Deitei aqui com vc, estava de chorte, mas vc veio e arrancou ele… falou que eu tinha que ficar sempre duro… e falou pra eu comer vc de novo…

– Eu – Eu falei isso… ? não me lembro…

– Jacob – Falou mais umas tres vezes ” vem grandinho… me enche… goza na minha buceta… “, vc disse que eu tinha que fazer tudo que vc mandar…

– Eu – KKKKaaaaaiiiii……. minha cabeça… e vc obedeceu né ? mesmo estando bêbada…

– Jacob – Sou um bom ” súdito ” minha Deuza… e obediente.

– Kat – Si… filha… oi filha deixa eu entrar…

– Eu – Jacob… se veste… rápido… aaiii… doi tudo… anda logo… vai embora, depois agente se fala…

– Jacob – Mas sua mãe… e vc me liga… vai me ligar ?

– Eu – Grandinho… depois agente conversa… prometo… [ ele com cara triste… ], vem cá… [ smack ] adorei vc… agora vai…

Jacob passou cabisbaixo pela minha mãe, ela sentou comigo…

– Kat – Acho que já deu… isso tem que parar… fiquei sabendo de ontem… o Mauro me procurou dizendo que vc não precisava se preocupar com nada… que vc saberia o que ele estava falando… mas eu apertei ele e forçei a me contar tudo e depois veio a Say me falando o que aconteceu na festa… ela esta com medo de vc ter a mesma doença que eu, todos nós estamos preocupados com vc… achamos que vc desenvolveu ” TOC ” – Transtorno Obsessivo Compulsivo por sexo… igual a mim… não sei se pode ser hereditário, mas a Say fez essa observação, dizendo que vc se comportou igual a mim na minha adolescência… no relato.

( Rapitada, Abuzada… Sedutora e Incontrolável – 12 )

– Kat – Eu comprei essa pílula do dia seguinte, toma… bebe… não vou te recriminar, se vc tem esse TOC igual a mim, sei exatamente o que sentiu, precisamos consultar o médico, vc tranzou com todos sem camisinha… [ desculpa… ], Si… não tem o que desculpar… só que vc tem que fazer vários exames, o médico já mandou fazer um coquetel de medicamentos para tentar evitar alguma doença mais séria…

– Kat – Mas estou aqui para falar sobre esse teu ciúmes… não dá mais… já extrapolou todos os limites… te respeitamos… mas isso tem que acabar… se vc não se controlar, vai perder todo mundo que te ama e te ama muito. tenha convicção nisso…

– Eu – Mas o Jr., ele não me ama mais… só pensa na Márcia…

– Kat – Porra Si… foi a Dê, a Yukimi, da putinha da Ana, até da Lê vc ficou com ciúmes, eu só não sabia se era ciume da Lê com o Jr. ou do Jr. com a Lê, agora foi a Marcinha… e depois que o Lucas comeu a Marcinha aí que vc endoidou de vez… vc não entende… a Márcia é a novidade, enquanto essa ” novidade ” não passar, vai ser assim mesmo… agente já conversou sobre isso diversas vezes…

– Eu – Mãe… eu ainda sou louca pelo Jr., ele estava tão lindo ontem, quando ele me abraçou todo o meu sentimento voltou… mãe… eu gozei quando ele me abraçou… vc entende isso ??

– Kat – Mas e aí ? vc vai casar com ele ? não se esqueça, ele é meu filho, mesmo seu pai sendo outro, o meu sangue corre na veia dele e na sua, vc sabe o perigo de ter um filho assim… porra essa putaria deveria ter acabado, eu deveria ter intervido, mas achei que o tempo ia esfriar esse seu fogo por ele, mas minha inércia só fez vc alimentar esse fogo que não pode ter futuro… e cadê aquela mulher madura que orientou seus irmãos, que cuidou deles, que ensinou tudo que sabem sobre a vida… vc passou seu conhecimento para eles e apagou de vc ?

– Eu – Mãe… não dá… com o Jr. eu me perco… eu não sei o que acontece… eu amo ele como homem e me irrito como irmão… mas não posso viver sem ele… eu sou dele e ele tem que ser só meu…

– Kat – Assim não vai conseguir, ainda mais cobrando… só está conseguindo afastar ele de vc… e ele também te ama… e morreu de ciúmes quando vc começou a namorar o seu negão… quanto mais vc prende e tenta controlar mais ele se revolta e os dois perdem, pq ele também te ama como mulher, só que é muito novo, vcs são muito novos…

– Eu – O que eu faço…? aquela sua amiga… o tempo todo só com ele… o que vc faria ?

– Kat – Vc viu o que está falando ? percebe a besteira ? a Márcia é amiga de quem ? [ sua… ] só minha ? quando a Marcinha chegou quem ficava o tempo todo com ela ? quem escreveu a História maluca dela ? quem falava o tempo todo, Marcia pra cá, Marcinha pra lá… e eu reclamei ? vc monopolizou a minha amiga e eu falei alguma coisa ? [ Não… ] ela era a novidade pra vc, eu entendi isso… mas isso passou… com vc… mas não pro restante da família… o que eu faria ? o Lucas é louco por vc e não é burro… com outra mulher será que ele iria ter tantas bucetinhas, cuzinhos ou bocas pra fuder ? eu casaria com o Lucas e continuaria tranzando com o Jr., o Lucas sabe e não se importa, contanto que fique entre eles… mas pelo visto isso não está sendo o suficiente pra vc… olha só… vc se pega com seu irmão… com o Lucas… com a Aninha… com a Say… com a Patty… com a Lê… a Dê… e comigo… será que não é o suficiente para todos… não podemos ficar incluindo mais pessoas, todo mundo aqui pode se ferrar feio, pegar uma doença, ir preso ou até alguém morrer como aconteceu com a Marcia…

– Eu – Mas se eu tiver essa doença sua, esse TOC, estou com medo… e se eu não conseguir me controlar, se eu não conseguir mais gozar… e se acontecer de ficar deseperada em buscar novos prazeres e nemhum deles me satisfazer, como aconteceu com vc mãe…

– Kat – Eu fiz uma coisa errada… não procurei ajuda, fui ignorante, devia ter procurado um médico, ter conversado com vc, passei anos sem sentir um orgasmo e no final quem foi que me curou ? [ o Jr. ? ], não foi vc… foram vcs… o amor de vcs… entendi que o sexo sem amor não me dá prazer, temos uma coisa muito especial aqui entre agente e foi vc quem fez isso… sou muito agradecida, mas acho que vc ainda não percebeu a grandiosidade do que vc criou… vc mesma escreveu sobre isso nos relatos e agora quer desfazer tudo ? pare com esse ciúmes do Jr., das suas irmãs, aproveite o momento, aproveite a Marcinha… o Jr. foi o primeiro homem que a fez gozar sem estar dopada, o marido e as outras safadas que dopavam ela, vc sabe, e não era só tezão de vaca… tinha drogas, manipulação hormonal, tudo para aumentar o fogo dela… com o Jr., com a Patty, o Lucas, comigo foi tudo de ” cara limpa “, deixa ela curtir, aproveite o momento… tá !!!

Chorando, abracei minha mãe… continuamos ali fazendo carinhos uma na outra, nada sex ou erótico, só mãe e filha, normal, kkkkkk.

– Kat – Esse gatinho que saiu daqui… quem é ? como foi que aconteceu com ele ?

– Eu – Mãeeeeeeee !!!! foi loucura, é o Grandinho… [ Grandinho ??? ], é o Jacob [ o nome dele é Jacob…? ], não mãe é meu lobinho da tribo Quileute… [ ele é índio ? ], eu chamo ele de Grandinho, mãeeeeee… 15 aninhos, 20 cm, eu não sei o nome dele eu chamo ele assim por causa da saga Crepúsculo, deixa eu te contar…

Fim… ???

Ai gente, foi um dia de pura loucura, eu entendi o que a Marcia dizia que a mente não conseguia controlar o desejo do corpo, estou indo ao psicólogo, acompanhada, kkkk, desculpa o relato GIGANTESCO, mas ” NÃO SEI… SÓ SEI QUE FOI ASSIM… ”

Oi BinariusMan (Henrique), agora vc sabe que minha ausência na festa só foi o início, já estou bem, acho que foi tudo, lockdown, pandemia, falta de ver gente, de sair e mais tudo que aconteceu, juntou a porra toda, pirei, mas amo ler vcs comentando, bjs…

MK, CARALHOUUUUU, nooossaaa tive que por um ventilador na minha xereca para poder ler seu comentário, vc não falou demais, amo ler e responder vcs, fico muito exitada, o BinariusMan já sabe como fico e sempre comenta, ADORO, também acho mais exitante um bom conto, um relato envolvente, que me prende na história, me ponho no lugar da pessoa homem ou mulher, as vezes antes mesmo de acabar eu já estou molhadinha, teve vezes e foram várias, algumas por conta do BinariusMan, que tive de chamar a Aninha pra me ajudar pq tava gozando, nooosssaaa amo, teve um comentário não sei de quem ? que ele tava de pau duro no metro lendo minha história, delícia… fiquei imaginando a mulherada vendo o pau duraço e tentando não olhar disfarçando, kkkk, um bom filme erótico para mim é melhor do que um filme pornô, mesmo que não mostre a penetração e pode mandar quantos conselhos quiser, são sempre úteis, bjs nas pirocas duras de vcs, me dão licensa ANINHAAAAAAAAAAAAA………. me ajuda aqui que estou molhadinha, fui, Si…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 3 votos)

Por # # #

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder DANSANTANA17

    TEM ALGUM JEITO DE ENTRAR EM CONTADO COM VOCE SI, PARA EU VIRAR UM DE SEUS RELATOS E TE FAZER GOZAR NO MEU PAU?

  • Responder Caco

    E tem mais devorei seu dois contos enquanto fui tomar uma cervejinha sozinho em um bar, foi foda, meu pau ficou tão duro que doía e demorei um tempão para poder levantar e quando fui ao banheiro estava todo lambuzado, quando cheguei em casa tive que me acabar no banheiro, imaginando te pegando de jeito kkkkk, É foda viver de imaginação, então hoje alguém vai pagar o pato por sua causa.kkkkk. Um beijo enorme minha gata, e continue contando as sua histórias, e não fique assim chateada, entre todas ai da casa, você é mais gostosa de todas, talvez a Kat chegue perto, é genética, mãe delicia, filha deliciosa. Seria maravilhoso sentar um dia encarar esses olhos lindos e entender essa cabecinha e claro viajar nesse corpinho de Deuza. Um beijo no seu beijo mulher, se cuida – Caco

  • Responder Caco

    Simone minha deusa safada, quer que eu enfarte de pau duro é? kkkkkk. Pode ser que vc tenha TOC mas eu acho que não, você se sentiu escanteada e deu o troco, e o mundo é muito maior que o circulo familiar, tem muita gente interessante por aí. De qualquer maneira você gozou muito e isso é o que importa, agora é só ver o que é bom pra você e ir em frente. O que passou, já era. Você deve ser uma delicia de se conquistar, e adorei o seu pensamento de que se tem que conquistar o rabinho, pois já estava achando pelos contos aqui, que o mundo dessas pessoas é um verdadeiro filme porno, todo mundo tem corpo lindo, as mulheres só querem paus gigantescos e que é só encostar que pronto come a vontade. Eu curto muito o meio liberal aqui em São Paulo, e sei que as coisas não assim, mesmo que a intensão final seja sexo, deve haver um joguinho de sedução ou afinidade. De vez em quando é só instinto e tesão faz parte, e também é delicioso, mas justamente porque é inesperado e muitas vezes selvagem. Mas se sempre fosse assim cairia no tédio. Sexo pra mim tem que ser uma descoberta, um mergulho no desconhecido sempre, mesmo que seja com a mesma pessoa.

  • Responder Jr

    Si quero mt te encher todinha com ninha gala branca seria possivel??

  • Responder Celolara

    Nossa que delícia de conto Si gozei sem pegar no meu pau adoraria participar em uma festinha com VCS .
    Sou ex garoto de programa estou louco para contar as minhas histórias para VC poder publicar . Bjs nesta sua boquinha linda