# #

Um grande segredo guardado a sete chaves

1511 palavras | 6 |4.55
Por

Olá pessoal bom dia, tudo bem com vocês, sou nova por aqui e nunca escreve um conto, então para me é novo, mais tentarei narrar para vocês.

Meu nome é Thais e tenho 36 anos, sou casada, tenho duas filhas a Júlia e a Laís, sou morena, alta, seios fartos, bunda GG bem arrebitada, faço academia e os homens adoram me ver de legg, cabelos longos cacheados, olhos castanhos.

Bom sou casado a mais de 20 anos e o meu marido é uma ótima pessoa, mais estou tendo frustrações com ele na vida sexual pois ele gozar muito rápido e isso acabar me frustando e muito pois quando eu estou chegando no clímax, ele já gozou e eu fico frustada demais, eu nunca trair ele mais chances não faltaram pois os homens barbar por mim, na academia conhece a minha amiga Vanessa, uma mulher maravilhosa e linda, com seus 42 anos ela chamar atenção com a curva da sua cintura, sua bunda grande e arrebitada, seios médios, cabelos curtos loiros, olhos claros, pinta na bochecha esquerda, divorciada com seus três filhos.

Com o passar do tempo Vanessa e eu tornamos muito amigas, ela convidava me para ir a sua casa e conhecer toda sua família, saíamos para as baladas e vir ela beijando muitos novinhos por aí, ela sempre me dava muitos conselhos e uma dela era ” curtir a vida gata”, infelizmente eu não podia curtir essa vida pois era casada.

Então janeiro desse ano mudou a minha vida e o meu pensamento sobre tudo na vida, eu estava na piscina e Julia trouxe o meu celular.

Julia: – mãe, telefone pra você.

Eu: – quem é?

Julia: – é a Vanessa.

Eu atendo o celular.

Eu: – oi Vanessa, tudo bem?.

Vanessa: – tudo.otimo amiga, vamos marca uma noitada maravilhosa.

Eu fiquei espantada pois o tom da voz da Vanessa estava cheia de felicidade.

Eu: – nossa amiga que felicidade é essa, ganhou na mega foi?

Vanessa: – que nada, aconteceu uma coisa maravilhosa na minha vida.

Eu: – então conte logo.

Vanessa: – não quero falar a noite.

Eu: – tá bom, então a noite nos vermos.

Vanessa: – ok amiga. Bjss.

Eu: – bjss.

E desliguei o celular.

A noite caiu e eu estava deslumbrante naquela noite, vestidinho curto vermelha e uma calcinha preta, brinco e toda perfumada, do jeito que eu gosto, peguei meu carro partir rumo ao apartamento da Vanessa.

Ao chega a Vanessa já estava me esperando e nós duas partimos para a diversão, naquele dia Vanessa estava muito feliz e bebeu todas, nunca vir ela tão feliz daquele jeito, então entre um copo de cerveja e outro ela disse.

Vanessa: – eu transei com o Guilherme.

Eu: – o que?. Você fez o quê?

E mais uma vez ela repetiu.

Vanessa: – eu fiz sexo com o Guilherme.

Nossa eu fiquei em choque com a confição dela, eu não parava de pensar naquilo.

Eu: – mentira sua.

Vanessa: – sim eu fiz e olha foi bom viu.

Eu: – como foi isso Vanessa, me explica.

Vanessa: – bom foi numa noite em que eu cheguei em casa estressada, gritei com ele e você sabe como ele é né bem carinhoso, pediu para que eu deitasse no seu colo e assim o fiz, sentir paz e ele começou a me acariciar e nisso, nos olhamos, pegou na minha mão e então numa carência eu o beijei e depois disso formos para cama e nuncae sentir tão bem.

Eu fiquei chocada com aquele relato, bom o Guilherme é o filho caçula dela, tem 14 anos, loiro, branco, olhos claros, estatura mediano e muito lindo.

Depois desse dia Vanessa não parava de falar deles de suas transas com seu filho, teve dias que eu ficava curioso para saber como é, então numa noitada perguntei a ela.

Eu: – e aí como vai a transar com ele.

Vanessa: – ah vai ótimo, o bom é que agora não preciso procura homens por aí.

Eu: – que bom.

Vanessa olhou para mim e perguntou.

Vanessa: – porquê? Quer experimenta é sua safada.

Eu: – não que é isso, ele é de menor.

Vanessa: – pode até ser mais uma coisa é certa, que ele não irá contar a ninguém e ficará entre as sete chaves.

E continuamos a nossa noitada.

Três dias depois eu estava louca pra transar e meu marido também, naquele dia foi quente mais em questão de segundos ele gozou e eu fiquei frustada na cama, olhei para ele com ódio e vontade de transar com outro, no outro dia fui para academia e conversei com a Vanessa sobre isso.

Vanessa: – que bom que eu não tenho esse problema, porque o Guilherme demora e muito, até fico impaciente.

Eu: – sorte sua. Disse com uma expressão de tristeza.

Vanessa viu a minha decepção sexual e disse.

Vanessa: – a proposta aínda está de pé.

Olhei para ela com uma expressão de confusa e perguntei.

Eu: – que proposta?

Vanessa: – você e o Guilherme.

Eu: – não tá doida, não amiga, obrigada.

Vanessa: – tá bom você que sabe, pois não sabe que tá perdendo.

Então mais uma noite quente e mais uma noite frustante, fiquei nervosa e acabamos discutindo naquela noite, não aguentava mais ser depósito de porra, não sabia mais o que era sentir prazer excitação, sexo para mim estava frustante e não aguentava mais.

No outro dia fui para academia e falei para Vanessa e mais uma vez ela reforçou o convite e então eu aceitei, no começo ela não acreditou então eu disse.

Eu: – quero um homem de verdade entre as minhas pernas.

Vanessa: – opa assim que eu gosto amiga, que tal hoje a noite.

Eu: – para mim tudo bem.

Anoiteceu e então me preparei, vestir uma calça jeans bem apertada sem calcinha e uma blusinha decotada, peguei o carro e fui para casa de Vanessa e naquela noite eu estava decidida de fazer uma loucura e não iria me arrepender.

Cheguei na porta do apartamento da Vanessa e ela estava só de toalha e o Guilherme estava na sala assistindo, vir aquele menino e veio muitas coisas em minha mente.

Vanessa: – e então tá preparada amiga?.

Eu: – preparadissima amiga.

Vanessa: – o que você irá fazer aqui, não haverá volta e nem remorso.

Eu: – eu sei, vir decidida para isso.

Vanessa: – ok então vamos.

Eu entrei e comprimento o meu amante, Vanessa sentou do lado direito e eu esquerdo.

Vanessa: – amor, vamos brincar?.

Guilherme: – mãe a Thais está aqui.

Eu: – eu sei que vocês dois transam, então eu também quero participar.

Fui logo ao beijos com ele sua lingua estava dentro da minha boca e Vanessa acariciava a rola de seu filho, comecei tirando a minha blusinha deixando meu peitos a amostra e Guilherme já caiu de boca nos meus peitos, aahh que delícia sentir aquela boca nos meus peitos, sentir uma sensação maravilhosa, olhei para baixo e vir Vanessa chupando a rola do seu filho, levantei e tirei a minha calça, fiz Guilherme deita no chão e fizermos um 69 gostoso, então eu e Vanessa chupamos aquela rola juntos e sentir a língua do Guilherme no meu grelo na hora eu revirei os olhos e geme alto e gostoso.

Vanessa: – bom amiga hoje essa rola é sua, senta gostoso vai.

Eu: – huumm delicia.

Desfiz o 69 e fui sentar na rola do meu amante e quando eu sentei foi uma coisa incrível, comecei a calvagar bem gostoso e dava tapas na cara dele pois eu adoro um sexo selvagem, fiquei ali pulando como uma puta na rola dele fazendo aquele menino gemer de tesão, depois fiquei de 4 e ordenei que me comesse e assim o fez, sentir sua rola na minha buceta socando bem gostoso fazendo me uma mulher feliz por sentir tanto prazer.

Eu: – vai comer minha buceta, soca nela toda, faz o que o meu marido corno não faz.

Vanessa: – vai filho deixar mamãe orgulhosa, comer essa puta.

Guilherme socava na minha buceta deixando ela toda vermelha, depois fiz ele sentar no sofá e então novamente comecei a pular em cima da sua rola gostosa e nada de gozar.

Eu: – aí vai soca gostoso vai caralho.

Que noite maravilhosa eu estava louca de tesão e o Guilherme também pois seus gemidos estavam altos e então minutos depois Guilherme deu um urro derramando todo seu leitinho dentro da minha buceta, nossa foi uma noite maravilhosa e inesquecível, depois daquele dia Vanessa e eu tornamos mais íntimos e melhores amigas e no dia seguinte transei de novo com o Guilherme e com a participação da Vanessa.

Então espero que tenham gostado e desculpa se ficou muito grande, obrigado a todos que leram e até mais.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,55 de 20 votos)

Por # #

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Wd DF

    Q show, meu skp,wr distrito federal

  • Responder ribeirosafa

    q dlc, ja quero participar
    telegram @ribeirosafa chama la

  • Responder Lúcido

    Vadia

  • Responder Rodrigão Alves

    Queria poder te fazer gozar delícia
    Iria fazer você sentir minha rola de 23cm grossa fervendo pulsando na sua buceta..

  • Responder Vantuil OB

    Tem que ir pra casa com a buceta cheia de leite e dar pro corno chupar. Continua

  • Responder Carlos

    Difícil a gramatica hein….