# # #

Capitulo 14 – a loira e a morena (parte II)

710 palavras | 0 |3.25
Por

Depois do almoço, ainda teríamos um dia inteiro de putarias e incesto pela frente. Já era mais de 12hrs a Kiany e seu irmão haviam chego da escola, porém como eu estava sozinho em casa, os pais deles decidiram que eles ficassem na casa deles (talvez com medo que eu pudesse fazer “algo” com a filhinha deles! Mal sabiam eles que eles tinham uma verdadeira putinha como filha). Fiquei sabendo isso só quando os dois chegaram da escola! Bom a Karol e a Jake não deixaram ninguém ver que elas estavam em casa comigo (para ninguém desconfiar), como de costume o pai da Kiany veio e preparou almoço para eles e foi trabalhar. Quando ele saiu, nós voltamos as putarias! Fodi as duas de todos os jeitos possíveis… A Jake era a mais safada, sentavam com vontade e sabia o jeito certo para me deixar com tesão!! Em um dado momento, em que a Karol estava tomando banho, eu e a Jake transavamos como loucos e a Kiany apareceu… O irmão dela havia dormido e ela ouviu os gemidos e veio!
A Jake como já sabia a putinha que a Kiany era, a chamou para transar conosco (eu entrei meio em pânico, pois se a Karol visse aquilo, ia dar problema, mas meu tesão era maior). Ela então se despiu e ambas começaram a me chupar, uma mais delicia que a outra. A boquinha da Kiany por ser mais pequena e talvez por ela ser mais nova, me excitava demais, porém a da Jake não ficava para trás… Eu então mandei a Kiany sentar no meu pau, ela encaixou seu cuzinho e desceu! Cada rebolada que aquela putinha dava, meu tesão ia as alturas… E enquanto ela rebolava, a Jake botou seu bucetão na minha cara e eu fiquei ali, me deliciando, chupando aquela buceta gostosa. Depois invertemos e a Jake foi cavalgar e a Kiany botou aquela bucetinha delicinha dela na minha boca, sentir seu melzinho não tinha preço, a Jake sentava demais, estava prestes a explodir… Então botei a Kiany de quatro e disse:
– Vou gozar no seu cuzinho!!!
E comecei a meter sem dó, dava estocadas fortes e precisas, fazendo ela gemer e se tremer de tesão!!! Quando finalmente gozei, bem gostoso, escuto a porta do banheiro destrancar!!!
Não havia mais escapatória (o banheiro era ao lado do meu quarto), quando a Karol entrou no quarto e viu eu e a Jake de pé pelados e a Kiany de quatro com minha porra escorrendo daquele cuzinho suculento dela, a Karol ficou doida…
Eu e a Jake fomos acalma-la enquanto a Kiany se limpava… E então a Kiany veio:
– Calma Karol, não precisa se preocupar, nós fazemos isso a alguns anos já, até mesmo com meu tio já fiz isso…
Aquilo foi uma surpresa para mim também… O tio dela estava se aproveitando da putinha que ela era também?
Ela então veio nos explicar…
Ela já transava com frequência comigo, porém era somente anal (nada de penetrar naquela bucetinha) e aquilo a satisfazia por completo. Porém certo dia, ela ficou sozinha com esse tio na casa dele (ela não contou o motivo de ter ficado sozinha com ele), ela usava um shortinho rosa (o mesmo que eu adorava por mostrar a polpa da bundinha dela) e ela começou a olhar demais para ela, ela percebeu e começou a se assanhar com esse tio, começou a sentar no colo dele para conversar e lá ficava rebolando no pau do cara… Ele não aguentou, percebeu que ela estava querendo e arrancou as roupas dela e a comeu gostoso… E nisso ele tirou a virgindade da Kiany (maldito seja, aquele cabacinho devia ser meu). Ficamos conversando por um bom tempo, até a Karol perceber que não poderia fazer nada além de aceitar e se divertir conosco, a Kiany era uma putinha completa e nada mudaria isso dali para frente!
Então decidimos transar nós três juntos!!! Foi a melhor idéia possível…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,25 de 8 votos)

Por # # #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos