# #

Meu desejo

836 palavras | 0 |4.20
Por

Conto deixado por uma amiga que descreve como ela gostaria que seguisse se futuro casamento.

Me chamo Ana ,sou baixinha bem rabuda com seios GG , branquinha e com tesão sempre a flor da pele,vou me casar em breve com Rafael moreno com corpo atlético ,muito viril ,sempre se mostrou aberto as minhas taras, mais por mais liberal que ele seja não sei se ele irá curtir o meu desejo de ser a puta da família , até te coragem de me abrir para ele vou descrever como seria os adventos para meu casamento dos sonhos .

Tenho um irmão chamado Igor 6 anos mais velhos que eu ,ele é um verdadeiro tesão, sempre me protegeu ,depois que meu pai faleceu ele praticamente me adotou vivia sobre sua guarda sempre na adolescência,ele me levava a todos os lugares e isso foi nos aproximando mais e mais com consequência ele conhecia todas as minhas amigas e como era de se esperar muitas delas se interessava por ele e eu sempre facilitava as coisas , mais isso foi me chamando a atenção para ele também e qua do essas amigas me confidenciava alguma loucuras que elas tinham feito com ele minha bucetinha chegava a pingar de desejo que queria que acontecesse comigo mais por mais que eu me insinuasse para ele e mesmo que eu visse o tesão que ele tenha por mim (o volume alimentado na sua virilha não deixava dúvidas) ,ele jamais avançou o sinal para minha descepção, mais agora as véspera do meu matrimônio , Rafa chegou em casa para discutimos detalhes pois será ele que irá me levar até o altar .

Quando ele chegou, disse que iria tomar um banho e logo voltaria para conversarmos , minha buceta já estava pingando de tesão pois a pouco estava a conversar com meu noivo e mesmo por telefone o safado sabia como me excitar ,e nem me dei cota quando entro no banheiro ,Rafa toma um susto mais eu logo o tranquiliso, entro no box e pela primeira vez seguro aquele mastro que sempre desejei mas mãos de leve começo a punheta-lo sinto ele crescer entre mês dedos e ele por sua vez perde seu controle puxa meu rosto e vem com seus lábios ao encontro dos meus ,e num momento eterno nós beijamos loucamente nossas mãos percorrem nossos corpos, e sem nada falar ele come levanta e eu antrelaço sua cintura com minhas pernas e sinto aquele pedaço do músculo teso penetrar na minha xaninha sem qualquer esforço de tão lubrificada que está, o mundo parece não existir além daquelas estocadas firmes e apaixonadas , o gozo veio alucinante quando sinto os jatos de poderosos me inundando demonstrando que ele chegou ao orgasmo junto comigo, naqueles infinitos segundos nossos corpos eram um só, ele me puxou para sala e deitados no tapete sem nada dizer nossa bocas e percorrem nossos corpos até finalmente eu sentar em sua boca e deixar a porra que ele depositou no fundo da minha buceta escorrer para ser saboreado por ele ,amo fazer mês machos tomar porra nem que seja as deles mesmo, como por instinto abocanhei aquele falo para sentir ele crescer e pulsar entre meus lábios não sei exatamente quanto tempo ficamos assim até que pelo canto do olho percebi uma sombra ,meu coração foi a mil meu sogro estava ali na nossa frente , meu coração gela ,ele fala .

_Sua vagabunda , é assim que vc vai casar com o meu filho , trepando com o próprio irmão , se quer se vadia tem que merecer .

E tirando o pau pra fora da calça coloca na minha cara e sem noção nenhuma sem meu consentimento faz com que eu abocanhar sua pica , e me xingando de tudo que tenho direito soca sem do me fazendo engasgar feito uma piranha , me puxa fazendo sentar com a buceta no papai do meu irmão ,força meu corpo para frente abre minha bunda e cospe no meu cu , e como um homem rude que é aponta e n só golpe meu cu é arrombado ,grito de dor mais eles não dão trégua e num ritmo frenético e compassado fazem meu corpo sentir como se fossem dois bate estacas eu alucino de tesão e gozo gritando feito louca e os dois só param quando enchem minha buceta e o meu cu de porra ,eu desfaleço ali mesmo . Só ouço meu irmão e sogro rindo ,e falando que agora sim eu estava pronta pra casar .

Meu noivo chega mais tarde, de pica dura pronto para aliviar o tesão, claro que ele reparou na minha buceta inchada ,cu arrombado joelho esfolado , corpo todo marcado e boca com gosto de porra , tive que dizer o que aconteceu né ele me fode como nica do sendo para mim o nomes de todos da família que ele quer ver metendo a rola em mim.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,20 de 10 votos)

Por # #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos