# # #

Brincar de estupro é normal?

524 palavras | 9 |3.77
Por

Acho que é normal ser safada aos 20 anos de idade, mas e com 10? Eu e minha melhor amiga nos divertíamos rs

Meu nome é Amanda (Nanda, pros íntimos rs), esse ano faço 21. Sempre fui baixinha e aparento ser mais nova, inclusive vivem me perguntando se não tenho 14 anos. É irritante mas acho que no fundo eu gosto kkkkkk O que eu vim contar aqui hoje é um relato real, acompanho os contos aqui há algum tempo, mas só hoje percebi que também tenho algo a acrescentar nesse site: Relatos da minha pré-adolescência. Vamos lá.
.
Quando criança, eu tinha uma melhor amiga chamada Duda. Ela era 2 anos mais velha (12 na época), mas tinha a mesma altura que eu. A Duda é magrinha e branquinha, tem o rosto cheio de sardas e um sorriso enorme e lindo. O cabelo dela sempre foi ondulado e bem escuro, batia bem na costela dela.
Já eu tinha o cabelo curto e liso, sou uma indigena clarinha, e sempre fui bem magra também. Meus seios já eram bem desenvolvidos pra idade, eu usava aquele sutiã de “treino” pra não aparecer o biquinho através da roupa, mas não tinha nenhum pelo na bucetinha. A Duda era parecida, mas sem querer me gabar, eu sempre tive mais peito que ela hahaha.
.
Eu e Duda vivíamos juntas, ela era minha vizinha e eu morava com a minha avó, que trabalhava como costureira e ficava o dia todo no ateliê dela no primeiro andar da casa. Nossas brincadeiras eram bem normais: Barbie, pique-esconde, casinha, médico, sequestro… Isso mesmo, sequestro. Eu que inventei.
.
Acontecia assim: A Duda me agarrava pelos cabelos, e me jogava num quartinho de bagunça pequeno que ficava perto da escada. Depois disso ela me amarrava com uma corda de pular com as mãos nas costas, e amarrava um pano na minha boca. Antes disso eu pedia pra ela parar várias vezes, e ela batia na minha cara, cuspia na minha cara e me mandava calar a boca. Ela pegava um telefone de brinquedo e fingia estar falando com meus pais pedindo um resgate.
A parte mais interessante era quando ela passava a mão na minha bucetinha, pq “meus pais” não quiseram pagar o resgate. Antes mesmo de encostar eu já estava molhada, até hoje é assim: Não posso ser amarrada que vira uma cachoeira rs. Ela passava a mão por cima da roupa, e depois me deixava só de calcinha. A gente nunca teve coragem de colocar nenhum dedinho, mas foi ela que me ensinou o que é um clitóris <3
.
Apesar dessa brincadeira ser ótima, a Duda tinha medo e vergonha de fazer, eu que sempre insistia pra brincar assim, e ela não era muito fã de ser a sequestrada, já eu… Kkkk Inclusive, eu que inventava as falas dela e mandava ela abusar de mim. Era uma putinha mirim, acho que nasci pra isso!
Ela preferia festa do pijama, onde a gente fazia só um carinho uma na outra… Será que vcs também querem ler essa história?
Hoje em dia me arrependo de não ter procurado mais gente pra brincar comigo, eu teria muito mais história pra contar hoje em dia 🙁

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,77 de 26 votos)

Por # # #

9 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Inox

    Muito diminuitivo.

    • Inox

      E ainda tem mais mentira? He he…

  • Responder @Esse_sou_eu

    Brincadeira gostosa

  • Responder Carlos

    Mas ficou só na brincadeira?

    Tem mulheres que gostam de serem estupradas, se quiser posso te ajudar

    [email protected]

    • Nanda Putinha

      Eu e ela realmente nunca fizemos nada muito ousado, foi só mais tarde que descobri meus fetiches, e perdi a vergonha kkkk
      Inclusive eu adoro fantasias de estupro, meu namorado supre a maioria hoje em dia 😍

    • Kliz14!

      Eu amo ser estrupada

  • Responder MArcelo

    arrumar um amigo mais velho, com certeza vc iria gostar mais…

  • Responder Americano

    Queremos!

  • Responder Troll Satan

    Não queremos. Bom dia.