# #

As cadelinhas do interior

1136 palavras | 5 |4.57
Por

Eai viciados em xoxota canina, tranquilos? Eu sou adepto a zoofilia desde que tinha 15 anos quando via meus primos metendo a vontade nas cadelas de rua e ficava curioso pra experimentar, claro. Eu sou Luiz, tenho 19 anos e moro no interior da Bahia e vou relatar a vocês das minhas aventuras.
Na minha cidade é comum ter muitos animais de ruas e também pertencentes a alguém mas que só aparecem na porta de casa quando é pra comer rsrs já sabem neh. Eu comecei de fato aos 16 anos pois meus primos não deixavam eu meter, eles preferiram me ensinar a como chegar nas cadelas até a arte da penetração, eu me lembro que eram muitas cadelas e eles sempre selecionavam as que tinham a buceta já grande e que não ficavam pequenas por nada, um deles me relatou que aquele estado gigante na xoxota delas poderia ser que além deles alguém também metia nelas e como todos sabem quem mora no interior tem uma vida de zoofilia ativa então é comum aparecer uma cadela com a buceta gigante dentro e fora do cio, além do mas tem aquelas que são acostumadas a fuder fora do cio e já começam desde novinhas. Conforme o tempo foi passando eu já na casa dos 17 anos tive minha primeira experiência e meti em uma cadela com a orientação de um primo, ele fez a estreia dizendo que é sempre bom puxar a glande da pica para cobrir que assim entra com mais facilidade e então introduziu mais uma vez e era algo que eu já observava há tempos e ficava apenas na punheta e na minha vez fiz e deu certo, a sensação é a melhor pois a cada movimento que eu fazia sentia a contração daquela buceta contra o meu pau, ela estava esmagando o meu membro a cada segundo então meu primo disse que poderia acelerar, então comecei a pegar jeito e apertei as pernas traseiras dela que começou a grunhir e isso me dava tesão, eu logo gozei, se eu meti por muito tempo foi uns 5 minutos, mas pelo menos valeu a primeira experiência.
Foram meses de prática sozinho e acompanhado dos primos, fazíamos a festa, pois éramos 3 e nem sempre dava pra ficar 1 cadela pra cada então quando não tinha como cada um ficar com a sua estávamos compartilhando a buceta canina, tinha vezes que era 1 pra cada, ou 2 para nós três, fogo mesmo era 1 só para nós 3, as bucetinhas que lutassem pois era pica a vontade. Me recordo de ter uma na cor marrom, com pelos curtos que vivia passeando por lá, meu primo mais velho (Ah nem disse o nome de cada um, o Frederico tem 25 atualmente e o Ferdinando tem 24, atualmente) já estava de olho nela há bastante tempo e nada de conseguir pegar até que bolamos um plano de atrair ela para o nosso “abrigo”, ela parecia estar no cio, mas sabíamos que aquela tinha dono e que estava. O Ferdi não contou conversa e foi atrás dela, demorou mais pegou e a trouxe até onde estávamos e lá brincamos com ela até que ela ficasse mais calma e tal. Cerca de 30min depois começamos a alisar sua buceta e ela erguia o rabo e depois baixava ele e deixava entre as pernas, quando tiramos nossa roupa ela ficou eufórica e aí fomos revezando as dedadas em sua buceta mas ela ficava inquieta e então o Frederico decidiu amarrar ela e como tinhamos coleiras colocamos nela e a esticamos para facilitar, assim comecei enfiando um dedo e em seguida dois dedos abrindo caminho, meus primos fizeram o mesmo e na hora de meter cada um teve a sua chance, dividimos em tempo kkkk 5min de foda pra cada, a cadela grunhindo cada vez mais nós 3 adorando aquilo tudo, eu sei que eram 3 picas pra uma buceta só, mas ele deveria agradecer que nem eramos dotados pra ela ficar daquele jeito, por fim o estado de sua buceta era uma catastrofe, a deixamos arrombada e cheia de gala, o que era melhor, nas nossas sessões decidimos gozar dentro mesmo que era melhor.
Nos meus dias atuais sigo em uma vida ativa em zoo, adotei 2 cadelinhas de rua, uma por nome Sol e a outra Lua, diferente neh? Mas foi o que deu na cabeça, ambas são maltratadas e então decidi cuidar e elas passaram a ser as minhas amantes onde que só eu tenho relações com elas e até o momento mais ninguém, a Sol tem uma buceta bonita, carnuda e suculenta, é uma cadela apertadinha diferente de Lua que já entrou no cio diversas vezes e possui uma buceta acostumada a ser fodida. De qualquer forma eu meto nas duas, é pica em ambas as cadelas para que não fiquem com ciúmes e eu não tenha problema depois.
As minhas fodas são intensas, sempre gostei de meter em uma enquanto estou mexendo na buceta da outra, é sempre assim, abrindo com os dedos e alargando a xoxota e o melhor é que Sol como é apertadinha começa a mastigar meu pau então começo a acelerar a socada enquanto a gostosa da Lua eu fico colocando 2 e 3 dedos, na hora de gozar eu procuro satisfazer as duas, sempre gozando dentro enchendo-as de gala e depois fico observando elas se limparem. Quando entram no cio são melhores ainda ficam afoitas, loucas para dar a buceta, então aproveitando essa oportunidade eu faço a minha caridade de pegar uma e bagaçar sem miséria a ponto delas gritarem um pouco, não tão alto, mas para sentirem que estão levando pica de macho, a outra por sinal fica observando e fazendo aqueles movimento para frente e para trás como o macho faz na hora de acasalar, então soco bem forte e despejo toda a gala nela. Um curto tempo que se passa e já pego a outra para fazer a mesma coisa, como sei que Sol é a mais apertadinha procuro meter devagar e depois acelerou, essa só dá trabalho no início e depois sente as estocadas a cada momento, são duas bucetas maravilhosas que amo meter a vontade. Após esse momento efêmero que é o cio de cada uma delas ainda consigo penetrar normal já que fui acostumando cada uma conforme o tempo foi passando e o melhor é que ainda tenho contato com meus primos, já que anos depois eles apenas se mudaram para um louco longe e lá não tem muitas cadelas comparando ao lugar que estou, aqui é uma vantagem total.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,57 de 7 votos)

Por # #

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Leiteiro

    Sei muito bem como é isso, tbm adotei um casal de cães, pq de vez em quando gosto de meter em uma macho, e adoro meter na minha cadelinha, minha rola desliza com facilidade e encho de porra bem fundo na minha cadela, logo depois disso ela vem tomar o leitinho que ficou no pau

  • Responder BigBlacl

    Posta mais mano, estamos precisando de contos zoo nesse site.

  • Responder @NegroBahia

    Tesao

  • Responder Roh271

    Delícia

  • Responder Aff

    Que absurdo, estuprando os animais.