# #

A professora veronica

396 palavras | 2 |4.00
Por

Oi. Eu sou a veronica, tenho 32 anos, sou casada, e sou professora.

Desde muito pequena eu sempre vivi cercada pelos caralhos dos meus tios, dos meus primos, e ate dos meus irmaos que me violaram quando eu tinha apenas 8 aninhos e cresci sendo fodida por todos eles diariamente.

Com 18 anos eu formei-me como professora e casei-me com um velho rico o qual é o meu actual marido, mas o meu marido é um grande corno pois eu passo os dias a ser fodida pelos meus alunos e a chupar os caralhos deles como a puta depravada que eu sou.

Eu sou viciada em sexo oral e adoro chupar qualquer um, e sou tao vadia que pra todo o lugar que eu vou acabo sempre com um caralho enfiado na boca.

Eu ainda me lembro que com apenas 10 aninhos eu passava os dias chupando e sendo fodida pelos meus professores e agora sou a puta dos meus alunos.

Todos os dias quando as aulas terminam eu tranco a porta da sala d aula e vou engatinhando e chupando o caralho d cada um dos meus alunos que nem uma puta esfomeada ate todos eles se esporrarem na mnha boca.

O corno do meu marido nem imagina tal coisa mas nao ha um unico dia em que eu nao chegue a casa toda arrombada e com a cona ensopada d esperma.

Todas as noites o corno do meu marido faz sexo comigo fodendo-me a cona com aquela piça ridicula enquanto me beija na boca sem sequer imaginar a quantidade d esperma que eu engoli poucas horas antes.

Todos os meus alunos sabem que eu sou casada e por isso eles sempre fazem questao d me lembrar a puta nojenta que eu sou fodendo-me toda bem fodida ate se esporrarem todos no meu cu e na mnha cona.

Eu nao sou respeitada por nenhum dos meus alunos e todos eles me tratam como uma puta mas eu adoro ser tratada assim.

Às vezes eu recordo-me da infancia perversa que eu tive e das vezes que fui brutalmente violada e sinto-me suja e imunda mas eu nao consigo deixar d ser a puta que sempre fui.

Eu nasci pra ser uma puta e comecei a ser uma puta ainda muito pequena e inocente e por isso vou continuar sendo a puta que me ensinaram a ser.

Eu sou mesmo uma puta.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 4 votos)

Por # #

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder @TecnoMan78

    Quero ser seu aluno!

  • Responder Quero coroa

    Que professora deliciosa