#

Nick, a semi virgem

600 palavras | 0 |4.00
Por

Olá pessoal, nesse conto vou relatar uma experiência bem safada.
Eu conheci a Nick devido a um amigo em comum. Solicitei amizade no facebook e começamos a conversar. Ela com 21 anos e eu com 42. A diferença de idade poderia ser um obstáculo mas no final ajudou muito.
Conversamos sobre vários assuntos até que ela me confessou que se sentia atraída por homens mais velhos, mais experientes e gostaria muito de me conhecer pessoalmente.
Conversamos por alguns dias até que eu a convenci a me mandar nude. Nick é o tipo gordelícia, com seios grandes e firmes que me deixaram louco. De imediato a convidei para ir até a minha casa e ficou claro que ia rolar muito sexo.
no dia combinado ela foi, e logo que entrou em casa não perdi muito tempo. Conversei um pouco e parti pro ataque. Beijei gostoso aquela boca deliciosa, beijei o pescoço e já fui passando a mão na bunda – e que bunda – já levando ela pro quarto e tirando a sua roupa. Chupei os seios com muita vontade. Que delícia chupar seios jovens, grandes e duros.
Ter aquela mulher na cama foi delicioso. Chupei sua buceta como se fosse a última buceta do mundo, bem lento, bem suave, fazendo Nick ficar ofegante, um pouco tímida, mas logo foi se soltando e deixando o tesão tomar conta. Chupei até ela gozar a primeira vez, pra buceta ficar bem babada, muito babada, e logo coloquei meu pau na entrada da buceta dela e fui empurrando bem devagar. Tive muita resistência pra meter, achei até que fosse virgem, mas ela tinha falado que deu pro ex-namorado. Fui colocando devagar, aproveitando toda aquela baba que escorria, e o pau foi entrando bem apertado. Podia ver a expressão de dor no rosto dela, mas também via muito tesão naquele momento. Depois que o pau entrou comecei a meter devagar e acelerando aos poucos pra ela se acostumar, afinal, meu pau não é grande mas é bem grosso e com a cabeça grande. Metemos muito, Nick gozou várias vezes, de frente, de lado, de quatro … de quatro foi ótimo ficar olhando aquela bunda grande, redonda, durinha, uma delicia. Queria comer o cu mas ela não deixou porque o pau era grosso.
Ficamos na sacanagem um tempão. Chupei ela novamente, fiz ela gozar mais duas vezes e depois ela me chupou, com pouca experiência, mas chupou gostoso que quase gozei na terceira chupada. Aquela boca passava pelo meu pau bem de leve, babando horrores. Vendo aquela cena não resisti e meti nela novamente mas agora com força, com muito tesão, fazendo ela gritar muito. Gritou, gemeu e de repente começou a gozar e chorar de tesão. Não aguentei e gozei gostoso dentro dela. Parecia que estava gozando litros. Quase cai em cima dela quando gozei.
Ficamos deitados um pouco e depois tomei um banho – ela não quis tomar banho junto.
Conversamos um pouco e ela me contou que era a segunda vez que transava, e que a primeira vez foi com o namorado que tinha o pau muito fino, parecia um dedo, e que sofreu com meu pau grosso, mas adorou.
Nick ainda foi em casa algumas vezes, e me contou que fazia squirt. Claro que eu queria ver, mas ela não deixou. Mas como estava mais a vontade, gozou de molhar muito a cama.
Nick foi uma transa deliciosa. Mulher nova, sem experiência e sedenta de sexo.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 7 votos)

Por #

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos