# # #

Meu sobrinho gayzinho 2

1042 palavras | 5 |4.71
Por

No dia seguinte, levantamos cedo, tomamos café e fomos pra praia. Passamos bronzeador e caímos na água eu, Diego e Carolzinha, minha namorada ficou na esteira se bronzeando.
Aproveitei que a praia estava vazia e “brinquei” bastante com meus sobrinhos, inclusive foi a primeira vez que toquei na bucetinha da pequena Carol. Com ela era bem sutil, pois tinha apenas 9 anos, mas com Diego foi diferente. Encoxava, esfregava meu pau duro nele, ele pegava no meu pau debaixo d’água e eu pegava no pintinho dele. Tava muito gostoso e Carol sentiu sede e saiu da água em direção a Júlia.
Aproveitei e tirei meu pau pra fora e Diego começou a me punhetar. Falei pra ele que íamos fazer de novo, mas que não podia ser ali. Não tive tempo de gozar e Carolzinha voltou junto com a tia. Brincamos mais um pouco e Júlia disse que era hora de sair pra descansar um pouco. Eu disse que só ia dar um mergulho mais no fundo e já saía, na verdade ia tentar relaxar e não sair de pau duro.

Ficamos um pouco debaixo do guarda-sol e lá pelas 10 da manhã Júlia disse pra voltarmos pra casa. Chegando na casa, Júlia foi pro banho com Carol e, na sequência, entramos eu e Diego. No chuveiro, já botei Diego pra mamar. Aquela boquinha gostosa me fazia virar os olhos. Segurava a cabeça e enfiava a rola dura na garganta do meu bb e o fiz engasgar. Não aguentei e gozei na boquinha dele, que engasgou e cuspiu quase toda a porra. Diego começou a tossir e fez cara de choro, com minha porra escorrendo no canto da boca dele. Júlia bate à porta e pergunta se está tudo bem, respondo que sim. Terminamos o banho e saímos.

Júlia pediu que eu fosse no mercado comprar uns itens que faltavam pro almoço e chamei o Diego pra ir junto, Carolzinha ficou ajudando a tia. Pegamos o carro e saímos:

_Meu bb, desculpe ter feito engasgar. Titio estava precisando muito e não tive tempo de avisar.
_Tudo bem tio.
_Sentiu o gosto do leitinho do titio?
_Sim, engoli um pouquinho.
_E o que achou, gostou?
_É um pouco estranho, não sei se gostei.
_Sentiu nojo? Foi a primeira vez que viu?
_Não senti nojo, tio. Eu já vi nos vídeos e vejo homens engolindo e parece gostoso.
_Você vai engolir tudo do tio, mas na próxima vai ser com calma.

No carro fomos nos acariciando, fizemos as compras e voltamos. Depois do almoço, Carol dormiu e Perguntei se Júlia também ia dormir e ela disse q não, ia pra varanda ler. Tinha que dar um jeito de ficar sozinho com Diego. Pensei em dar uma volta, mas não tinha lugar seguro pra ficar sozinho com ele.
Lá pelas 16:00, Carol acordou e pediu pra ir à praia novamente. Eu disse que estava cansado e Júlia disse que levaria os dois e foi arrumar a Carolzinha pra ir. Rapidamente disse pro Diego falar q ia ficar pra descansar e assim ele fez. Mal elas saíram, peguei Diego no colo e o levei ao quarto de casal aos beijos.
Deitei-o na cama, tirei seu shorts e beijamos gostoso. Beijei seu pescoço, lambi seus mamilos e fui descendo até abocanhar seu pintinho. Diego gemia e respirava profundamente enquanto chupava seu pintinho. De repente, sinto o líquido saindo de seu pintinho. Seu corpinho tremia. Suguei tudo e engoli, fui até sua boca e beijei demoradamente.

_Foi a primeira vez que gozou, meu bb?
_Não tio, eu bato punheta vendo os vídeos e gozo no banho também.
_Gostou de gozar na minha boca?
_Sim, muito.

Apesar de estar na puberdade e seu esperma ainda não estar completamente formado, foi uma delícia ter a porrinha dele na boca. Coloquei meu lindinho pra me mamar enquanto eu brincava com o cuzinho dele, que dava umas piscadinhas convidativas.
Abri suas perninhas e fui lamber o cuzinho rosadinho dele. Peguei um creme hidratante e besuntei seu cuzinho. Enfiei meu dedo e Diego gemia de tesão. Enquanto fodia seu cuzinho com meu dedo, chupava seu pintinho, subia e lhe dava beijos molhados, voltava e chupava o pintinho de novo.
Passei creme no meu pau e brinquei na portinha do cu dele. Meu pequeno respirava ofegante enquanto eu forçava minha rola no cuzinho dele. Entrou a cabeça e ele deu um gritinho, dei um beijo e chupei a linguinha dele, que correspondeu respirando ofegante. Continuei introduzindo devagar, Diego gemia e tremia, que cena maravilhosa. Enfiei até o talo e ele gritou. Segurei firme e o beijei pedindo calma. Comecei a bombar e ele gemia.

_Isso meu bb, geme gostosinho. Meu lindinho, eu te amo. Eu amo arrombar seu cuzinho. Você é uma delícia…

Fui socando até que senti o gozo vindo, tirei rapidamente e disse pra abrir a boca. Os primeiros jatos foram no rostinho, cabelos e olhos. Despejei delicadamente minha porra na boquinha dele e disse pra engolir. Limpei o que estava em seu rosto e levei na minha boca e o beijei dividindo minha porra.

_Parabéns, bb. Agora você bebeu o leitinho do titio. Gostou?
_Sim tio.

Ficamos deitados ali um tempo, Diego no meu peito e eu fazendo carinhos nele. Perguntei se ele tinha gostado, respondeu que sim e continuamos conversando. Depois de um tempo, entre beijos e carícias, fiquei de pau duro novamente e Diego caiu de boca nele. Estava já pronto pra comer o cuzinho dele quando ouço o carro chegando e minha namorada abrindo o portão. Nos vestimos e fomos recebê-las.

À noite fomos jantar fora e quando voltamos Júlia foi preparar o quarto das crianças e eu queria achar algum motivo pra dormir com Diego, mas não rolou e ainda tive que comer a Júlia.

Depois daquele dia, sempre que podia metia a vara no Diego. Tivemos várias trepadas depois e até hoje nossas fodas são maravilhosas. Vou contar mais algumas com Diego e como foi com a irmã dele.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,71 de 28 votos)

Por # # #

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Papa viadinhos

    É tão bom comer um cuzinho infantil, com carinho nada de agressividade para quererem mais

  • Responder Messin

    Não tá dando pra ler a parte 3

  • Responder Silva

    Amei continue conte com foi com a irmã dele fez ela de putinha tb

  • Responder @Mlk_MS

    Muito bom, continua escrevendo sobre vocês, e as fodas que já tiveram e ainda tem.

  • Responder Casadobi

    Delícia. Sempre fui louco pra pegar um gay novinho assim. Continue