# #

Perdi a vigindade para o Garçon do Hotel

1686 palavras | 8 |4.51
Por

Olá sou a Letícia tenho 15 anos o Conto que vou contar aqui aconteceu com migo de verdade a 2 anos e meio quando eu tinha 12 anos ainda faria 13.

Bem sou Loirinha de origem alemã olhos verde tenho um corpo bem Atletico uma ves que adoro praticar esportes principalmente Vôlei e Tênis, e jogo Volei para o time do Colégio des de muito cedo des dos 11 anos, tenho pernas bem lisinhas e pelo menos todos que me conhecem me disem que sou muito bonita 😅😄
Com 11 anos também descobrir sobre sexo com minhas amigas que são todas mais velhas que eu e depoos com a curiosidade comecei a pesquisar pela Internet, e comecei a gostar muito iniciei meu ciclo de masturbação por ai, até que um dia em uma festinha um menino que eu estava ficando do Colégio me puxou para um canto e depois de passar suas mão pelo meu corpo tento me comer e eu não deixei com medo, então ele me pediu para pelo menos chupar seu pênis que nessa hora já sabia como era apesar de nunca ter feito isso, ele baixou sua bermuda e eu desci com minha boca comecei e beija-lo e deslizar minha lingua pelo seu pau logo tava duro feito pedra não demorou muito e ele gozou em meu rosto e até engoli um pouco de seu leitinho, ficamos assim por algum tempo só na chupetinha, mais ai veio uma viagem de nossobtime de Volei da escola para disputar um torneio em Curitiba chegando la fizemos nossos check- lists e fomos separados de Hoteis com os meninos que ficaram em um Hotel ao lado inclusive o Gustavo meu ficante ai a noite teve a festa de abertura do torneio com jantar e tudo mais e nessa demos um geito dele entrar em meu Hotel quando retornamos e ficamos lá até tarde nos amassos e tudo mais eu estava com uma blusinha tomara que caia e uma sainha e ele sempre me alisando passando suas mãos emnminhas pernas e até em minha bucetinha que nessa altura já estava piscando de prazer, já uma certa hora ele me puxou para as escadas de incendio do Hotel e me pediu para chupa-lo que o fiz sentia minha calcinha molhada sempre que sentia aquele pau entrando em minha boquinha deslisando deliciosamente sua cabecinha pelo meus labios, isso foi nos deixando relaxados e despreeocupados até que derepente ouvimos um barulho e do nada apareceu um homem com o Celular gravando tudo, Gustavo saiu correndo eu me arrumei e sai também e nos encontramos no saguam do Hotel Gustavo assustado começou a gaguejar de medo desse homem falar tudo aos nossos professores, me despedi dele e tambem nervosa decidi tentar achar aquele home e implorar para ele não falar e mostrar nada, acabei achando ele em um andar de serviços onde ficava a Lavanderia do Hotel, ai o chamei.
Eu: Moso boa noite.
Ele: Boa Noite mossa
Nessa altura fiquei sabendo que seu nome erra Felipe e era Garçom do Hotel e tinha 36 anos.
Eu: Mosso por favor vim lhe pedir para não contar para nossos professores por favor.
Ele: A mossa desculpe mais terrei de falar e mostrar o video que gravei de vcs senão serei cúmplice e não posso fazer isso.
Eu: mosso por favor por favou imploro, nessa altura já estava até com minhas mão em seu peito chorando e implorando falandobque faria qualquer coisa para ele não contar.
Ele: Ta bem posso até não contar mais quero que vc me chupe igual estava chupando aquele moleque.
Pensei um pouco e não vi saída ou era isso ou amanhã seria expulsa e todo mundo ficaria sabendo da história.
Eu: Ta bem mosso podenos fazer isso.
Aibele me chamou para uma salinha nos fundo da lavanderia onde tinha um monte de toalhas dobradas jogou algumas no chão forando e me pediu para eu tirar minha blusinha exitei na hora mais ele falou que queria me ver peladinha senão não haveria acordo sem ter para onde correr tirei minha blusa e minha saia mais permaneci com meu sutia e minha calcinha branquinha, ele logo veio e começou a beijar meu pescoço e já comecei a sentir suas mãos percorrendo meu corpo apalpando meus peitos ele foi beijando e chupando meu corpo até começar a mamar meus peito por cima do sutia mesmo me deixando molinha de tesão, comecei a gostar daquilo e fui me entregando até qie vi ele descer chupando e beijando minha barriga meu umbigo com sua lingua, até chegar na minha bucetinha abriu minhas perninas eu ainda em pé a sua frente e foi chupando por cima de minha calcinha, já não estava mais em si já nem sentia nada somente prazer, depois de um tempo ele se levantou abriu sua calça e tirou seu pau para fora e era imenso se do gustavo tinha 17 cm esse deveria ter ums 23 cm ou mais logo, coecei a lambe-lo e massagear sias bolas achando que seria o suficiente até que ele me fez por aquilo tido na boca e logo começou um vai e vem me fazendo engasgar varias veses eu estava babando naquele monstro minha bucetinha estava babando de desejos, até que senti um pulso forte em minha boquinha ele estava gozando dentre dela e tive que engolir seu leite amargo e quente me afogando.
Logo depois ele me jogo no chão e começou a me beijar e chupar novamente sentia sua mão imensa cobrindo minha bucetinha sobre a calcinha até que senti ele baixando minha calcinha e começar a dedilhar minha bucetinha e meu cuzinho falei para ele que não poderia pois erra virgem de nada adiantava ele continuava a dedilhar e eu começei a gostar cada vez mais e mais ate sentir seu dedo sendo forçado forçado para dentro de meu Cuzinho começou a doer muito só um dedo e logo imaginei se tava doendo o dedo imagina se fosse seu pau que nessa hora também começou a reagir ficando duro feito pedra novamente ai ele me fez chupalo mais um pouco imaginei que ficaria nisso (doce ilusão) logo ele tirou de minha boca e encaixou entre minhas pernas tentei fechalas mais ele se impos com seu corpo e foi encaixando seu membro na entrada da minha bucetinha e forçamdo até que foi entrando e eu comecei a reclamar de dor ai ele colocou tudo aquilo dentro de mim já estava chorando de dor e de prazer ao mesmo tempo já não sabia mais diferenciar um ou outro até ele começar o vai e vem ele logo começo a dor e ela foi sumindo dentro de mim comecei a ter varios picos de exaustão e calor sentindo aquilo tudo dentro de mim, ele foi mexendo ate ver que eu já não chorava maisbai me pediu para eu sentar sobre ele e eu o fiz foi a melhor sensação do mundo sentindo aquilo tudo e eu subindo e descendo minhas lagrimas foram trocadas pelo suor de prazer até que ele anunciou que iria gozar e encheu minha bucetinha de leite eu sentindo aquilo comecei a ter o maior orgasmo do mundobtambem tava gozando muito e amoleci sobre seu peito, ficando encaixada a ele por um tempinho.
Ai ele mebtirou de cima dele e pude ver a quantidade de sangue e leite sujando as toalhas e o chão ele pegou uma toalha e me limpou eu estava entregue ele começou a me dediljar novamente e foi colocando seus dedos em minha bucetinha que nessa altuara não sentia mais nada, ai ele dedilhou meu cuzinho e ai sim senti ele começo a chupalo e cuspir muiro de colocar seu dedos até que me pôs de quatro e encaichou seu membro mais uma ves em minha bucetinha e começou a penetra-la deu mais algumas estocadas e encaixou seu pau na entrada de meu cuzinho eu não tinha forças para reclamar e fui sendo arrombada por aquele mostro que foi me rasgando a dor éra imensa mais como antes foi diminuindo e ele foi fazendo um vai e vem até que senti suas bolas baterem em minha bucetinha eu estava me sentindo uma égua possuida por um garranhão ele foi forçando e forçando me nudou de posição duas ou três vezes e eu já aceitava toda aquela coisa dentro de mim, até que ele anunciou novamente que iria gozar e encheu meu cuzinho de leite me fazendo perder mais uma vez perder meus sentidos com tanto prazer, escoria meu gozo pela minhas pernas, não aguentava nem ficar em pé.
Depois de um tempo ele me pôs em pé e nos arrumamos já eram cerca de 5 hrs da manhã ele falou que começaria a chegar gente para o trabalho e ele também teria que se arrumar pois ele teria que servir o café da manhã.
Fui ao meu quarto e fui direto para o banheiro tomar um banho minhas amigas de quarto estavam dormindo, no banheiro pude ver o estrago que ele avia feito não conseguia nem fechar minhas pernas, ao laver meu cu ainda avia leite e sangue saindo de dentro de mim.
No outro dia minhas amigas me acordaram me perguntando por que eu havia chego tão tarde se havia rolado algo a mais com Gustavo, e eu desconversei e fui tomar meu café da manhã servido pelo garçom que havia me tirado a virgindade e irronicamente ele mebperguntou.
( Quer mais Leite), na outra noite até tenteibrepetir a dose mais ele estava de folga e não trabaçharia aquela noite e nem a manhã de Domingo que nós fomos embora de volta para minha cidade e eu arregaçada e com medo de ter ficado graviada dele afinal só tinha 12 anos e jamais saberia explicar como havia acontecido.

Espero que tenho gostado apesar de ser longo acho que consegui passar tudo como ocorreu.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,51 de 41 votos)

Por # #

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Preza

    Vadiaaa kkk

  • Responder Andre

    Novinhas safadinhas minha rola e grossa e cabeçuda pra arrombar cu e buceta ate encher de leite. Meu e-mail [email protected]

  • Responder .

    [email protected]

  • Responder Pachecao

    Gostaria de estar no lugar deste sortudo Garçon tô gosando sem mesmo tocar no meu pau vou agora mesmo tocar uma gostosa punheta pensando em ti.Continue não demore a publicação

  • Responder Rafaella

    Muito bom conto.. parabens

  • Responder Rola gostosa

    sortudo esse garçom do hotelDelícia vc Letícia fiquei de pau duro lendo seu conto vontade de come sua bucetinha enche de porra ainda mais agora deve tá um tesão vamos bater um papo [email protected]

  • Responder Mr.M

    Se for inventar,pelo menos os erros de português p4ocura corrigir. PARA INVENTAR TEM QUE SABER

  • Responder Yankee Lorran

    Show muito bom.
    Me manda um e-mail para conversarmos.
    [email protected]