#

Na praia com Isabela de 7 aninhos

840 palavras | 26 |4.35
Por

Essa é minha segunda história. Dessa vez com Isabela de sete aninhos

Me chamo marcos tenho 43 anos e adoro menininhas. A alguns anos atrás, me mudei pra uma cidadezinha no interior do estado, cidade de 12 mil habitantes. Lá eu e minha esposa conhecemos um casal que tinha duas filhas, a mais velha se chama Karina de dez anos, e a mais nova se chama isabela de sete anos. Karina era linda, loirinha, pele bem branca e corpinho super bonito, seu bumbum era pequeno, mas a bucetinha fazia um enorme volume, era bem carnuda. Isabela era bem diferente da irmã mais velha, era mulata cor de chocolate, rosto lindo e boquinha carnuda, era bem magrinha mas muito linda e inocente. Minha esposa começou a trabalhar como babá das duas, pois seus pais trabalhavam em uma fábrica e passavam o dia fora chegando as vezes, dez da noite. As vezes eu ia pra lá, fazer companhia pra minha mulher e brincar com as crianças, pois nós também temos filhos, um casal. Levava meus filhos pra lá e brincávamos de todo tipo de coisa, mas a melhor brincadeira era de tomar banho em um tanque que havia no quintal. As meninas ficavam só de calcinha e eu adorava ver as rachinhas de karina e Isabela marcando nas calcinhas molhadas, eu sempre dava um jeito de me aproveitar e passar a mão em karina, eu estava doido pra ter uma oportunidade de ficar a sos com ela e poder desfrutar daquela bocetinha rosada.
Um dia, combinei com minha esposa de irmos á praia com nossos filhos, mas Karina e Isabela, souberam e ficaram uma semana perturbando seus pais para deixarem elas irem conosco. Eles acabaram permitindo e, fomos num dia de sábado à tarde, pois iríamos acampar, passar a noite lá. As meninas ficaram eufóricas e muito alegres pois nunca tinham passado a noite na praia, e vi aí minha chance de enfim realizar meu desejo de chupar a Karina todinha.
Quando chegou o dia, preparamos tudo e fomos eu, minha esposa, nossos dois filhos e as duas meninas. Chegamos lá por volta de duas da tarde, montei a barraca, onde todos nós dormiriamos juntos e armei uma tenda dentro d’água, a água dava uns trinta centímetros de altura na beira e bem fundo lá pra frente. As crianças corriam, pulavam na água e eu de olho em karina com seu bikine marcando aquele xereca linda que eu iria desfrutar a noite. Mais tarde coloquei mesa e cadeira sob a tenda pra ficarmos mais perto das crianças e também tomar umas cervejinhas. Logo fui brincar com as meninas e dar umas dedadas em Karina, mas ela estava muito destraida e nem ligou pra mim, então voltei e Isabela veio comigo para a tenda, fiquei deitado dentro d’água e Isabela ao meu lado, então resolvi mudar o fóco e investir em Isabela. Levei ela mais pro fundo pra ensinar ela a nadar. Deitei ela de bruços em meus braços e com a mão em sua xaninha, ela não ligou e comecei a massagear a bucetinha dela por cima de seu bikine, perguntei se ela tava gostando e ela disse: – tá gostoso, pode mexer mais . Eu fiquei surpreso com a reação dela e pedi pra mexer por baixo do bikine e ela disse sim, com uma carinha de sapeca. Eu afastei um lado do bikine e percebi q ela estava meladinha, novamente me surpreendi, pois não sabia que meninas dessa idade já tinham lubrificação vaginal. Fiquei louco pra chupar e aproveitei que as outras crianças tinham ido brincar do outro lado da praia e disse pra minha mulher que eu ia pra lá para prestar atenção neles. Levei Isabela comigo e fomos pra um local mais alto onde tinha algumas árvores de onde eu podia ver as crianças e ver minha mulher de longe. Quando chegamos, pedi pra Isabela deixar eu dar um beijo na sua bucetinha e ela disse: – deixo sim, faz igual o papai faz com minha mãe rsrsrs. Aí eu fiquei tranquilo, deitei ela na areia, afastei de lado seu bikine e chupei todo o caldinho daquela bucetinha morena e cheirosa, ela dava leves gemidos e rebolava, imitando sua mãe. Chupei seu grelinho e disse que ia colocar minha pica na sua buceta, então ela disse que queria pegar no meu pau e chupar como a mãe dela fazia, eu na hora deixei, é claro que ela não tinha prática nenhuma mas tinha muita coragem e vontade de aprender. Depois coloquei ela deitada e fiquei pincelando o pau no seu grelinho até eu ver ela se contorcendo num orgasmo lindo, logo gozei sobre sua xereca. Depois voltamos pra água e ficamos brincando. Quando chegou a noite, jantamos e lá pelas oito horas fomos deitar….

No próximo conto, falo o que fiz com a Karina dentro da barraca.
Espero que gostem da minha história, até a próxima

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,35 de 75 votos)

Por #

26 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder @LuSilva90

    Muito bom esse conto amigo. Adorei.
    Eu pratico com meu sobrinho. Amizades @LuSilva90 Abraço !

  • Responder Telemaco

    Meu amigo autor cadê vc sumiu do telegran

    • TELEMACO

      VOLTAREI EM BREVE, AMIGO

    • Telemaco

      Ancioso pra conversarmos

    • @KaioSi

      Me escreve amigo

    • Marcontos

      Agora foi vc que sumiu rsrs

  • Responder SouSafadenho

    Continua conto foda

  • Responder Silva

    Esse Paulão aí é dos meus. Chama aí @silvajiujitsu

  • Responder Elis

    Legal

  • Responder Elis

    Cadê?

  • Responder Paulão

    Deve ser linda

  • Responder Clarck

    Muito bom sentir a lubrificação vaginal. Sentir o cheirinho. Bora trocar experiê[email protected]

  • Responder Arrombadaa

    @Lunna123 fala comigo safado rs

  • Responder kelliandra

    A pastora de nossa igreja nos despertou, hj praticamos e deixamos ela dar mama pelo grelo a nossa pequenininha

    • MARContos

      deixa seu telegrama aí, pra gente trocar experiências

    • GOLFGTI

      Que delicia
      Qual igreja e essa pastora.
      Telegram GOLFGTI

  • Responder Babylover

    Quem gosta de crianças menor de 7 aninhooos
    Chama no telegram pra conversar e trocar fantasias e experiências : Toddler_lover25

    • Putinho 25 anos

      Um amigo do meu pai me comia quando eu tinha 7 anos! Até hj eu bato uma imaginando aquele cacete grande, cheio de veias entrando em mim, quanto mais eu chorava e pedia para tio aí que ele metia mais cresci com esse desejo de sexo com criança…
      Tenho 2 irmãs com síndrome de down de 9 anos meu sonho é encontrar um puto pra comer elas

  • Responder 14

    Kd.?

  • Responder Anônimo

    @eu2309

  • Responder Loirinha trans.

    Parabéns muito gostoso. Fiquei de pau duro.

  • Responder Jairo

    Putz muito bom. não pare ok

    • MARContos

      vou continuar, Obrigado. Tenho muitas aventuras reais com meninas pra relatar aqui

  • Responder Hb

    gostaria de receber mais contos desse tipo é maravilhoso.

  • Responder Casal e namorada

    Continuw

    • Hb

      Também adoro é maravilhoso.